Jogo de busca de imagem

Resultados da busca para jogos de terror no Baixaki. Você pode filtrar os resultados por sistema operacional, licença, downloads, data e nota. Aap2 ludicudade e educação 1-De acordo com Vygotsky, assinale a alternativa correta o brincar e a ludicidade contida nessa ação: Alternativas: a) A brincadeira é definida pelos desejos insatisfeitos da criança. b) As regras definem a brincadeira, pois toda situação imaginária pressupõe regras. Opções de busca → × Agradeça ao autor da imagem $ Doação. O crédito não é obrigatório, mas a vinculação é muito apreciada e permite que os autores de imagem ganhem exposição. Você pode usar o seguinte texto: Imagem de 955169 por Pixabay. ... Homem, Jogo De Tabuleiro, Antigo, Idosos. Estratégia, Xadrez, Jogo De Tabuleiro. Compre jogo imagem e acao hoje mesmo! Cancelar. olá, faça seu login. ou cadastre-se. compre por departamento. Resultado da busca: jogo imagem e acao. Sugestões de busca: jogos tablet. 5 produtos. Filtrar Novo. Imagem & Ação 2 - Grow. 4.8 ... Banco de Imagem - Fotosearch Enhanced. k76832743 Fotosearch Banco de Imagens te ajuda encontrar a foto perfeita, rapidamente! Nosso mecanismo de busca possui 60.900.000 fotografias royalty free e 343.000 vídeos digitais, vídeo clipes, imagens de vetores clipart, fotos clipart, gráficos de planos de fundo, ilustrações médicas e mapas. Google Images. The most comprehensive image search on the web. que a imagem mostra? ( ) um jogo de volei feminino ( ) um jogo de futebol masculino cum jogo de futebol feminino ( ) um jogo de volei masculino 8- É comum ver na tv ou em outros meios de macaco, ícones, jogo, caricatura, estilo Banco de Imagem - Fotosearch Enhanced. k72207718 Fotosearch Banco de Imagens te ajuda encontrar a foto perfeita, rapidamente! Nosso mecanismo de busca possui 61.500.000 fotografias royalty free e 343.000 vídeos digitais, vídeo clipes, imagens de vetores clipart, fotos clipart, gráficos de planos de fundo, ilustrações médicas e mapas. Google Images. The most comprehensive image search on the web. Opções de busca → ... 25.405 Imagens gratuitas de Jogo. 787 928 142. Crianças Vitória. 614 621 62. Xadrez Peças De Xadrez. 1073 1028 224. Árvores Estrada. 406 490 44. Fogo Fumo Fumaça Jogo. 628 642 58. O Dedo Do Pé Do Tic Tac. 399 459 42. Xadrez Rei. 315 403 37. Xadrez Estratégia. 868 922 157. Execução Corredor.

[Encontro Miojo] Aceito uma Mãozinha (5º Level; D&D 5e)

2020.07.29 01:05 AdsonLeo [Encontro Miojo] Aceito uma Mãozinha (5º Level; D&D 5e)

Olá pessoal, postando aqui um encontro que já vinha querendo colocar no papel há um tempo. Faz parte da ideia de "Encontro Miojo", rápido para ler e colocar em jogo mas com potencial para se desenvolver em algo maior, como o nosso bom macarrão instantâneo. O mais importante é dar um pontapé em suas aventuras e alguns ganchos com o que trabalhar quando estiver em dúvida ou com preguiça.
Isso faz parte de um blog que atualizo nunca. Mas às vezes aparece algo lá e decido postar aqui. Espero que gostem e a quem interessar o blog é o Sopa de Dado e a postagem desta aventura é essa aqui.
Neste encontro busquei trazer desafio a aventureiros chegando em leveis medianos, sendo um combate desafiador mas também com um tom humorístico e leve. É possível até que não haja derramamento de sangue no fim e tudo se resolva com simples interações sociais e resultados finais interessantes para ambos os lados - heróis e vilões. Admito que talvez não seja toda mesa que acomode o "good ending" afinal, como verão, envolve lidar pacifica e amigavelmente com vilões óbvios.
De toda forma, este encontro é pensado para impor um desafio considerável para um grupo de quatro aventureiros no nível 5. Nomes em negrito se referem a criaturas encontradas em material de D&D 5ª edição e serão seguidos por uma notação entre parênteses com o nome do livro e página em que se encontram.
Como sempre com aventuras prontas use como bem entender, mas tendo em mente que ao corrê-la para grupos maiores ou menores e em níveis diferentes o desafio pode ficar significativamente mais fácil ou difícil. Se decidir utilizar este encontro ou elementos dele peço apenas para que dê crédito ao blog e ao autor, no caso eu.

Ganchos de Aventura

Nosso grupo de aventureiros se encontra viajando do ponto A ao ponto B, seguindo rio acima pela margem quando avistam algo curioso. Ou tenha ouvido rumores sobre uma velha torre abandonada que todos os moradores locais evitam, já que quem foi lá jamais voltou e luzes e sons macabros se projetam do topo. Talvez esses mesmos moradores ofereceram recompensas para que os destemidos heróis visitem o local e verifiquem a veracidade da história, eliminando qualquer ameaça presente. Seja como for, subindo o rio eles se deparam com um... pacato pescador?

Localização

Este encontro pode se resolver em duas localidades: à beira do rio ou na torre abandonada. O rio... é um rio. Cortando uma floresta provavelmente, como todo rio em RPG. Não existe segredo, pode ser qualquer rio em qualquer mundo onde você goste de mestrar. Gosto da ideia de locálizá-lo no rio Styx em Avernus caso esteja correndo a campanha Baldur's Gate: Descent Into Avernus ou algo assim. Sendo um plano mal onde o grupo interage constantemente com figuras de caráter duvidoso os aventureiros estarão mais acostumados a interagir com o que antes eram apenas inimigos com alvos pintados na cabeça. O importante mesmo é que os aventureiros estejam seguindo contra o curso deste rio.
A torre fica ainda mais rio acima, e, sinceramente, não é o foco desta aventura. Use o layout de qualquer torre, ou qualquer construção na verdade. Uma torre funciona melhor mas no final fica a seu critério. Caso tenha interesse poderá desenvolver com mais detalhes, mas para o propósito deste encontro miojo não tem muita importância. O que interessa é o que os aventureiros avistam enquanto caminham.

1. Pescaria Macabra

À beira do rio, poucos metros a frente após passarem por algumas árvores, o grupo avista uma figura sentada com uma vara de pesca em mãos e olhando distraidamente para o nada. O ser humanoide parece um pouco desengonçado e, numa inspeção mais atenta ou próxima, é possível notar que não se trata de um humanoide normal, e sim de um Flesh Golem (Monster Manual, 169). Vestindo um chapéu de palha que por pouco não é levado pelo vento, ele lança olhares ocasionais para a água. A linha da sua vara de pesca está sempre em movimento e bastante tencionada, porém ele não a puxa.
Caso os jogadores observem por mais tempo ou demorem a tomar uma decisão, eles notam que a linha fica mais frouxa até que da água emerge uma Flameskull (MM, 134). De início apenas uma caveira humana flutuante, ela gira algumas vezes no ar para se secar e logo explode em eletricidade, que fica estalando ao seu redor. Use os status e habilidades da Flameskull, porém substitua a magia preparada "Fireball" por "Lightning Bolt", ambas de terceiro nível.
O crânio pertence a Ginolvam Tyerulzo, mago humano de índole no mínimo questionável há muito morto por outros aventureiros. Cursou artes mágicas em [insira grande cidade do cenário] mas jamais conseguiu seguir as linhas de pesquisa monótonas dos outros, o que o levou à reanimação. Graças a rituais diversos executados meio que corretamente por ele quando vivo, o mago conseguiu voltar a vida. De certa forma. Apenas sua cabeça animada e ossuda se reanimou e, desde então, ele habita sua torre, onde continua seus experimentos em constructos feitos com partes de criaturas vivas.
A dita torre foi recentemente atacada por heróis, ou como ele chama, "um bando de rufiões metidos a salvadores da pátria". Os tais rufiões dizimaram sua coleção de golens e o mataram. De novo. Após uma hora ele despertou, apenas para descobrir que tudo de valor que ele possuía havia sido roubado pelos malditos e que seus brinquedos foram despedaçados e boa parte de seus pedaços lançados no rio próximo. Quanta barbárie. Após muito esforço Ginolvam reconstruiu um dos golems com o que pôde achar e se colocou a busca do restante das partes que foram levadas rio abaixo. Com medo de que pudesse se distrair e ficar perdido, ou até mesmo arrastado pela correnteza, agora confia que #1B segure firme enquanto ele vasculha as pedras e a lama do fundo em busca das peças que precisa para reestabelecer seu exército.
Ginolvam já aparece em cena com um braço, perna ou outro membro de sua preferência, sendo erguido por uma Mão Mágica conjurada por ele, e o joga numa pilha que já contem algo como meia dúzia de outros. Ele então fala em tom autoritário com o golem por alguns momentos, informando que irá forçar um pouco mais pois acredita ter avistado um tronco preso à vegetação.Neste momento, caso os personagens não tenham se escondido ou a furtividade seja menor que 12 (Percepção passiva da Flameskull), Ginolvam os nota e se dirige a eles, perguntando com confiança o que buscam, ao mesmo tempo em que #1B se coloca de pé. Caso os aventureiros se aproximem ou enderecem-no amistosamente, ambas as partes podem conversar de forma tranquila.
Durante o diálogo Ginolvam se mostra autoritário e confiante porém certamente disposto a evitar um combate, uma vez que a reconstrução de um único golem sem ajuda e quando se é apenas um crânio flutuante com Mãos Mágicas é um tarefa hercúlea. Sem contar que dessa vez, pensa ele, talvez esses sejam um pouco mais espertos e de fato o matem de uma vez por todas. Nesta solução pacífica desenrole o encontro como social, e o grupo fica a par da história do mago, sua morte, experimentos, torre, o ataque e morte de novo. Ele também faz questão de frisar que jamais fez mal às comunidades próximas ou ativamente atacou viajantes, mas que se defende caso necessário. Tem interesse apenas em seus experimentos, que são os causadores dos sons e luzes que as pessoas veem de tempos em tempos. Um personagem pode verificar que Ginolvam diz a verdade com um teste de Sabedoria (Insight) de CD 10. Com alguns minutos de conversa civilizada o mago arrisca pedir ajuda do grupo.
Talvez os aventureiros apenas sigam viagem com uma história curiosa para contar. Se ajudarem a caveira a encontrar mais partes e levá-las para a torre siga para a parte 2. Caso mesmo após a conversa eles decidam que é melhor dar cabo da caveira e seu amigo golem e engajem em combate siga para o próximo parágrafo.
Numa inevitável luta execute da seguinte forma. Ginolvam ordena #1B a lutar com todas as forças e protegê-lo, assim que chegar seu turno, voa a 9m do chão, de onde atira seus Fire Ray e Magic Missiles, e ambos focam aqueles indivíduos que podem efetivamente ferir a caveira. Em seu primeiro turno ele conjura a magia Blur em si mesmo para aumentar sua sobrevivência, assim como Shield quando necessário. O mago é relutante em conjurar seu trunfo, Lightning Bolt, logo de cara, ainda mais caso a quantidade de alvos que consiga atingir seja sub-ótima. Ele o fará caso veja que esses novos rufiões que o atacaram sem motivo sejam muito fortes e estejam dando trabalho a ele e ao #1B. Se uma oportunidade de ouro se apresentar, com todos os aventureiros em linha perfeita esperando pelo choque ele conjura de uma vez o raio elétrico. A função do Golem não é segredo: ficar no solo absorvendo o máximo de dano que conseguir e batendo de volta. Caso entre em Berserker, Ginolvam não tentará domá-lo a menos que a luta já esteja ganha ou os aventureiros implorem muito por misericórdia. Se tudo der certo ele estará uns bons metros no ar, longe dos ataques do seu constructo. Se o grupo todo cair faça como você achar melhor. Um TPK mesmo e mais corpos para o mago ou quem sabe nosso amigo cabeça possa prender os atacantes e conduzir mais experiências. Vilões megalomaníacos fazem isso e repetidamente dão a oportunidade dos capturados escaparem com vida... tsc tsc, nunca aprendem. Caso a luta pareça perdida Ginolvam tentará escapar voando para longe e acessar o que consegue recuperar depois.

2. Torre Abandonada

Se no final os aventureiros se resolveram amigavelmente com a dupla de pescadores e os ajudaram a trazer partes para cá, ou se venceram o combate e eventualmente alcançaram a estrutura, use algum mapa que achar interessante. Uma coisa é fato, está tudo saqueado. Algumas partes de golens são visíveis, mobílias intactas e quebradas, livros, frascos, mesas de encantamento, penduricalhos diversos e tudo o que magos em RPG costumam colecionar. Marcas de batalha são visíveis e recentes - perfurações, chamuscados, flechas e frascos de poção recém usadas pelo chão. Em duvida faça um mapa simples. Existe um ou dois quartos, uma cozinha e sala, um depósito e um laboratório provavelmente no topo. A torre é o formato ideal pois Ginolvam precisa atrair raios para alguns de seus experimentos. Infelizmente ele não tem poderes o suficiente para conjurar o seu próprio mais que uma vez ao dia.
O único butim de valor é o grimório da velha caveira. Um tomo grosso cuja capa é feita de retalhos de pele e com páginas amareladas que contém as magias conhecidas do mago (leia-se, as que a Flameskull tem preparada contando a alteração que fizemos). Um Mago pode copiar qualquer uma das magias descritas ou é possível vender o livro por 50 pesos de ouro caso encontrem comprador interessado.
Se todos chegaram aqui como amigos, Ginolvam convida o grupo a ficar e pede #1B para preparar algo para eles enquanto ele começa a montar o próximo golem. Talvez todos fiquem desconfiados e, mais uma vez, depende de você DM. Minha ideia de "good ending" é todos ficarem em bons termos, tomarem um chá e conversarem. Caso tenha um mago no grupo, e ele seja decentemente sociável, Ginolvam o acha merecedor de estudar o seu grimório e copiar uma das magias que tenha lá. Se achar necessário peça um teste de Charisma (Persuasion) para o conjurador da sua mesa e, se achar bom o suficiente, o deixe copiar mais que uma. Ginolvam se mostra amigável mas ainda é alguém meio difícil de lidar. Ao final de tudo, se realmente foi um momento extremamente prazeroso e os personagens se ofereçam para ajudar nas tarefas, como arrumar a bagunça e montar os golens, e passem a noite na torre, eles conquistam amigos fiéis em Ginolvam e #1B e o mago os presenteia com um Damaged Flesh Golem (Explorer's Guide to Wildemount, 248) feito de partes sobressalentes e cujo mestre e dono pode ser decidido pelo grupo ou pela própria caveira. Eles até podem ver o processo de animação com Lighting Bolt, em que todos os corpos montados são enfileirados e alvejados pela magia para ganharem vida própria e servirem seu mestre.
Mas quer saber? Talvez Ginolvam não é um cara tão legal. Neste caso ele pode atacar o grupo a qualquer momento em sua torre. Seja assim que chegarem, durante o chá ou com um exército de golens novos construídos pelas próprias vítimas MUAHAHAHA!!! Se assim for a tática é basicamente a mesma descrita no último parágrafo da parte 1, Ginolvam se protege e dá cobertura à distância enquanto o(s) golem(s) arrebenta(m) com os convidados.

O Que Vem Depois

Aqui repito o que adoro falar a todo momento: depende de você. Uma aventura é sua assim que decide corrê-la para seu grupo. Modifique como quiser e bem entender para que seja mais desafiadora, divertida, engraçada, curiosa, assustadora.
Gostou da aventura? Tem alguma crítica, elogio ou sugestão? Deixe um comentário! Se tiver usado alguma ideia apresentada no texto comente aí como foi, adorarei ler como tudo se deu na sua mesa. Até a próxima.
submitted by AdsonLeo to rpg_brasil [link] [comments]


2020.07.18 04:18 darkssister As coisas que faço por amor: Vida e morte

Voltando para analisar mais dois ensaios de A Guerra dos Tronos e a Filosofia, dessa vez já na Parte Dois chamada “As coisas que faço por amor”. Enquanto a parte um foi mais política essa julga mais a moral da personalidade e das escolhas das personagens. Escolhi analisar só dois textos dessa parte por achar que eles trazem mais reflexões interessantes.
5-O INVERNO ESTÁ CHEGANDO: A SOMBRIA BUSCA PELA FELICIDADE EM WESTEROS por Eric J. Silverman
Para Platão, a vida de justiça e virtude é uma vida feliz, logo o homem justo é feliz, e o injusto é desgraçado (p.77). Silverman pontua que em outras estórias épicas essa premissa é verdadeira, em ASOIAF não é bem assim. Nós vemos o justo e honrado Lorde Stark ser executado e traído:
(...) No que parece ser o repúdio da visão platônica, a virtude e a justiça não trazem felicidade para ele.
Mas talvez “viver feliz para sempre” não seja o tipo de felicidade ao qual Platão se referia ao alegar que o homem justo é feliz. (...) ele não pode estar dizendo que o homem virtuoso tem a garantia de uma vida bem sucedida em termos de felicidade material terrena. (p. 78)
Essa felicidade parece estar então ligada ao imaterial e não apenas ao prazer, podendo também estar ligada ao divino. Como exemplo Silverman traz a jornada de Bran que teve seu corpo quebrado.
Mas ele vive um tipo diferente de sucesso, desenvolvendo habilidades psíquicas como troca-pele, que pode ver tudo que as antigas árvores, chamadas represeiros, viram. Como promete o tutor de Bran, Brynden: “Você não voltará a andar...mas voará.” (p.80)
Será que podemos mesmo considerar isso enquanto um sucesso? E para além disso, Bran Stark é uma pessoa justa para merecer tal sucesso divino?
A Pessoa cruel é feliz?
Há pessoas injustas que enganam para parecerem virtuosas e assim adquirir benefícios (alô Maquiavel). Para Silverman essa é a principal estratégia de Cersei, mas ele deixa claro que essa não é uma estratégia confiável porque os atos cruéis dela exigem engodos constantes que podem ou não dar certo ou não o que a leva a cometer mais e mais maquinação. Entre essas maquinações de Cersei o autor cita a morte de Jon Arrys que nós sabemos bem que não está na cota de crimes da rainha. O autor deveria saber já que ele faz uma análise da personalidade paranoica de Cersei da qual temos contato em AFFC. Para ilustrar ele até utiliza de uma fala de Tyrion presente em ADWD na qual ele analisa a irmã.
Cersei é tão gentil como o Rei Maegor, tão altruísta como Aegon, o Indigno, tão sensata como Aerys, o Louco. Nunca esquece uma afronta, real ou imaginária. Confunde cautela com covardia e divergência com desafio. E é gananciosa. Tem ânsia de poder, de honra, de amor.
(ADWD, Tyrion VI)
Cersei nunca está feliz pois nunca está satisfeita. Para Platão, o problema mais grave do tirano cruel é a psique dominada pelo que há de pior nele e para Silverman, Cersei é a epítome daquilo que Platão alerta para ter cuidado: uma alma cruel, dissonante e instável.
“A vida não é uma canção, querida. Poderá aprender isso um dia, para sua mágoa”
Temos que concordar que só a justiça não é suficiente para alcançar a felicidade, mesmo que imaterial. Aristóteles em sua Ética a Nicômaco também concorda conosco. Conhecemos o interior de Eddard Stark e sabemos o quanto de sofrimento ele carregava.
(...) alguém pode ter virtude e ao mesmo tempo estar “sujeito aos maiores sofrimentos e infortúnios, e, afora quem queira sustentar a tese a qualquer preço, ninguém jamais considerará feliz um homem que vive nessas condições”. (p.84)
Nesse momento o autor erra ao dizer que Catelyn não queria que Eddard fosse para Porto Real, ele deve ter se confundido com a série. sabemos que na verdade ela tem medo que Robert suspeite que Ned se opõe a ele, completamente influenciada pelo mau pressagio da imagem da loba morta com o chifre de veado preso na garganta.
Em conclusão, Silverman acredita que jogar o jogo dos tronos é tolice caso esteja à procura de felicidade, pois se “ganha-se ou morre” o risco é alto demais e os ganhos não são assim tão positivos.
juro-lhe, nunca me senti tão vivo como quando estava ganhando este trono, nem tão morto como agora que o possuo.
(AGOT, Eddard II)
8-SERIA UM ATO DE MISERICORDIA: ESCOLHA ENTRE A VIDA E AMORTE PARA LÁ DO MAR ESTREITO por Matthew Tedesco
O autor faz um comparativo entre o estado de vida e morte de Bran e Drogo. Ele informa que enquanto Bran está sendo cuidado por um meistre da Cidadela, Daenerys recorreu a magia de Mirri Mas Durr. Porém Tedesco não cita que, antes da magia Mirri trata Drogo de uma forma muito parecida com a que um meistre da Cidadela faria (AGOT, Daenerys VII).
Ele faz uma digressão sobre as escolhas medicas da eutanásia a partir da frase “seria um ato de misericórdia” dita por Jaime a Tyrion em relação a Bran. Por mais cruel que seja essa frase (além de é claro o interesse de Jaime ser na possibilidade do segredo ser descoberto) ela faz um certo sentido quando se vai discutir sobre eutanásia ativa ou passiva “matar ou deixar morrer”.
De acordo com Brock, matar é causar a morte de modo intencional, não importando como ela ocorra. Como a eutanásia passiva é intencional e resulta em morte, trata-se de um ato de matar, tanto quanto a eutanásia ativa. (P.117)
Depois desse soco, Tedesco vai discutir algo ainda mais polêmico: a eutanásia em crianças, já que Bran Stark tem apenas 7 anos. Eu não vou discutir muito aqui sobre essa digressão que o autor faz (que diga-se de passagem é muito bem feita e detalhada trazendo até casos reais da medicina) pois não é algo que estou apta a falar.
Voltando ao assunto da misericórdia, o autor diz que o leitor fica obviamente horrorizado com a sugestão de Jaime Lannister, mas não é a mesma reação que temos quando Daenerys decide por matar Drogo. Ele atribui isso à vida que o leitor espera que Bran tenha depois de sua recuperação, já Drogo estará para sempre em estado vegetativo. Para entender melhor isso ele vai tratar sobre a diferença entre ser humano e ser pessoa.
Michael Tooley, por exemplo, alega que ter consciência e uma concepção de si como indivíduo contínuo de experiências são os critérios fundamentais para definir uma pessoa. (...) Mary Anne Warren cita uma lista de cinco critérios (consciência, raciocínio, atividade automotivada, capacidade de se comunicar e presença de autoconceitos) e argumenta que um número não especificado deles corresponde a uma pessoa. (p. 123)
Portanto o assassinato de Bran seria condenável por ele ser uma pessoa, mas o assassinato de Drogo não seria nem mesmo um assassinato. Seria? “as respostas raramente são fáceis” (p.124).
submitted by darkssister to Valiria [link] [comments]


2020.07.17 02:21 Marack_ TUDO FOI FEITO PELO SOL (Conto)

O escritor despertou com lágrimas nos olhos. Qual teria sido o pesadelo a lhe perturbar? Tentou recordar por alguns segundos enquanto se revirava na cama, mas não tardou a desistir. Jamais lembraria. A sensação de acordar com esse nó na garganta era tão recorrente, porém a reminiscência dos sonhos ruins sempre lhe escapava a consciência. Tinha a intuição que revisitava o mesmo pesadelo todas as noites, mas não conseguia evocar na memória seus flagelos oníricos. Apesar da curiosidade, no fundo achava melhor assim. Que bem lhe faria recordar o amargor na alma? De apavorante, já basta a realidade – pensou, sentindo-se ridículo pelo clichê. Enxugou o rosto no lençol, inspirando profundamente na expectativa dos pulmões se impregnarem de coragem enquanto levantava da cama com a visão ainda embaciada pelo torpor do despertar. Assim que dera o primeiro passo a caminho do banheiro, enroscou o pé em um par de chinelos ali estrategicamente colocados pelo azar, ocasionando um torcilhão no tornozelo que lhe obrigou a acostar uma das mãos no peitoril da janela afim de evitar o nariz quebrado. A outra, aspirando equilíbrio, se agarrou ao blecaute das cortinas – outrora alvas, agora amareladas – permitindo o adentrar de uma faixa de luz externa pelo vidro exposto, o que inundou de vida a imundice de semanas sem limpeza do seu pequeno apartamento. De imediato – tal qual um reflexo reptiliano – sentiu aquele calafrio convulso subindo-lhe a espinha dorsal com a invasão indesejada. Bloqueou como pôde o facho de sol, desabando sobre o assoalho de madeira com a sensação de que o brilho celeste havia sugado dele qualquer resquício de energia. Sempre o tremor incontrolável contiguamente seguido de um aplastamento mental que a inconveniente recordação causava em seu âmago. Há quanto tempo atrás o medo – esse ditador interno inflexível, tomara conta de seu corpo pachorrento? Oito meses? Nove? Dez anos? Apesar da vividez das minudências em sua memória, tinha vaga lembrança da cronologia do passado após o incidente. Tudo parecia-lhe muito nebuloso nesse aspecto, embaralhado como se os dias fossem cartas desordenadas em uma trapaça do jogo da vida. Se falassem para ele que ocorreu há mais de década, faria mesmo sentido quanto contarem que tudo se passara ontem. Além do que, nessa altura pouco importava, a única convicção do escritor era que o trauma aparentava tão enraizado em seu cerne que duraria o resto de sua fugaz existência, tendo o culpado por seu destino já condenado sem direito à apelação: era Hélio, o deus do sol. O problema da sentença é quem cumpria a pena – encarcerado em um apartamento – era ele.
Ainda prostrado no chão, apertando o tornozelo na tentativa de serenar a algia, tendo o dorso apoiado na parede e o crânio pressionado com raiva contra a cortina – como se fosse plausível aplicá-la uma penitência por não ter violado a lei da ação e reação, permitindo a passagem da luz solar – reviveu em recordação o exato recorte em que sua vida seria marcada pelo pavor.

Era solstício de verão segundo a capa do periódico que folheava aquela manhã enquanto bebericava sua xícara de café, hábito que adquiriu desde que mudara para a cidade. Pra ele, o dia só desenrolava depois que virasse a página derradeira do jornal, geralmente coincidindo com o último gole – nessa altura já frio – da bebida matinal. Na reportagem sobre o solstício constava que a Terra, com seu hemisfério sul inclinado em direção ao sol, seria palco do dia mais longo do ano. Esse fato fez o escritor abrir um largo sorriso, feliz pela possibilidade de gastar mais tempo no parque escrevendo antes da lua encerrar o expediente e assumir o papel de protagonista do firmamento.
Abriu a janela para fumar um cigarro – costume recém incorporado ao seu ritual matutino – constatando que realmente era uma manhã demasiada cálida e abafada. O calor não era inquilino comum na região, surpreendendo-o com aquela sauna a céu aberto. Pitou o cigarro até a metade, apagando a brasa no fundo da xícara de café que estava na pia, jogou na mochila o que precisava para escrever e desceu as escadas a passos largos rumo a seu local de inspiração.
Chegando no parque esbaforido pela caminhada, tomou a iniciativa de comprar uma garrafa de água do único ambulante que encontrara sob aquele sol, percebendo que nem a caixa térmica do vendedor conseguia manter a temperatura agradável. – Que calor infernal! – Vociferou o sujeito, assustando o escritor – Parece castigo de Deus!
Pagou o homem e foi em busca de um lugar tranquilo para sentar. Ao se acomodar, apercebeu que não avistara uma única nuvem sequer no céu. O resultado do mormaço implacável era que haviam somente alguns poucos aventureiros no gramado do parque, malgrado esses que lá ainda permaneciam já darem sinais que não tardariam a serem vencidos pelo astro rei. Ele – apesar do suor descendo pelas têmporas, pingando na camisa de linho bege – começava a achar aquele calor propício o suficiente para tirá-lo da inércia criativa e forçá-lo a se concentrar no capítulo final da história que estava escrevendo. Talvez fosse isso que precisava pra sua imaginação aflorar, um delírio causado pelo sol – pensou e sorriu com a imagem que formara na mente enquanto enxugava a transpiração na testa. Essa saga se arrastava por semanas, já havia escrito inúmeros desfechos pro livro, nenhum lhe agradava a ponto de ser coroado. Lembrava que na semana que começou a redigir a trama, rabiscou o arremate perfeito em um dos cadernos de bolso que usava sempre para registrar suas divagações, porém no desenrolar dos capítulos deduziu que sua conclusão careceria pequenos ajustes. Quando enfim chegou o momento de botar o epílogo no papel, releu o rabisco anotado e pareceu-lhe exageradamente piegas. A trama havia tomado outro rumo, não poderia terminar a história com tal desenredo, mas de que maneira concluiria? Tentou diversas proposições, os dias foram passando, nada parecia estar à altura dos capítulos pregressos, até que... Será? Uma centelha de inspiração brilhou durante um dos sonhos naquela noite. Acordara extasiado e lá estava ele no parque cercado de seus cadernos, jurando para si que só regressaria para o apartamento com o ponto final que encerraria o hiato criativo.
Lá pelas tantas, debruçado na grama e em pensamentos, já vislumbrando o êxito enquanto batia intrepidamente nas teclas que davam formas terminativas a sua obra, lhe ocorreu a sensação que o sol parecia estático no céu. Estava ali há quanto tempo? Pelo julgar de sua lembrança, no mínimo quatro horas desde que começou a escrever, o suficiente para o calor dar uma trégua, porém a impressão era que ao invés de esmaecer, a temperatura parecia intensificar. Quando constatou isso, sentiu sede. Abriu a garrafa de água, tomou o primeiro gole, cuspindo o resto que ficara na boca. O líquido estava a ponto de virar gasoso de tão férvido. Despejou o que sobrou na garrafa em sua mão e levou à nuca. Sentia seu pescoço ardendo em brasa, quem sabe a água, ainda que quente, ajudasse a aplacar o calor. Fitou o antebraço com olhar de espanto. Seriam bolhas de queimadura na sua pele? Piscou, mantendo as pálpebras cerradas por alguns instantes. Ao abrir, haviam sumido. Estava delirando? Muito sol na fronte? Obviamente não se sentia bem. Uma ânsia subiu pela sua garganta. Olhou para cima, como se negociasse um armistício com a estrela, porém a única coisa que ganhou com essa súplica fora um raio de sol lhe cegando integralmente a vista. Ao virar a cabeça na tentativa de escapar da claridade ofuscante, foi cúmplice da cena que ficaria cravada nas entranhas e ranhuras do seu cérebro.
A tragédia durou uma fração de segundos, mas para o escritor, o tempo – como já havia lido que ocorria em momentos assim – desacelerou, passando em câmera lenta, quadro por quadro, eternidade comprimida em um instante. Sua visão ainda debilitada pelo clarão estreitou sobre um homem que, cambaleante, dava sinais de estar prestes à desmaiar. Percebeu o contorno da faca na mão do sujeito. O aço da lâmina refletindo o brilho solar enquanto o indivíduo – esvaído de consciência, desfalecia. Caiu com a faca atravessada em seu peito. O sangue tingindo de vermelho a toalha xadrez sob a cesta de piquenine enquanto uma criança que estivera sentada ali todo o tempo soltava um grito choroso que ecoaria perpetuamente pelo silêncio do seu apartamento.
No periódico do dia seguinte deixado sobre o capacho da porta do escritor constava na matéria de capa que, segundo o plantonista presente no local, o falecido sentiu uma síncope devido à insolação, ocasionando o trágico acidente. Na notícia detalhava também a informação que pai e filha estavam comemorando o aniversário atrasado de oito anos da menina. Na última linha citava ainda um cidadão que presenciando o infortúnio, precisou ser internado para observação, pois – atônito – repetia copiosamente que a culpa era do sol.

O escritor enfim levantou-se do chão, percebendo o molde que os pés deixaram na poeira do assoalho. Ficara tempo demais chafurdando as memórias do trauma, o suficiente para embotar a sua constante frágil disposição de seguir com o dia. Sentiu que a manhã passava de maneira arrastada. Observou também que sua existência – assim como a manhã, estava se arrastando. Não via mais razão para continuar seguindo nesse plano. A impressão que tinha é que aquele incidente abriu a fechadura de uma caixa de pandora, liberando inúmeros demônios que estavam espreitando em seu subconsciente. Buscou ajuda médica, tentou diversos medicamentos – legais e ilegais; frequentara várias terapias – baseadas em evidências e alternativas, mas nada parecia surtir efeito duradouro. Algumas tentativas até causavam uma leve melhora no início, mas não tardava a voltar para o fundo do limbo de onde parecia tropegamente estar saindo.
Ligou a televisão procurando uma distração para acelerar a passagem do dia, trocando os canais sem conseguir focar sua atenção em nenhum. Havia perdido essa capacidade também. Foco era um conceito distante, meramente teórico. Mediar a briga entre seu id e superego lhe esgotava o vigor, não restando forças para se concentrar em qualquer outra atividade. A vida agora se resumia em projetos inacabados. Prova cabal disso era seu livro inconcluso empoeirando em alguma gaveta, pendendo ainda um final. Nunca mais fora capaz de escrever de maneira consistente. Nos momentos de rara inspiração, tentava algumas linhas tortas aqui, outros parágrafos desconexos ali, nada que conseguisse dar continuidade. O destino final dessas folhas sempre era o lixo. Dessa maneira o desfecho para sua obra nunca pareceu tão distante.
Deixou a tevê ligada em um documentário monótono aonde o narrador com a voz arrastada divagava sobre a formação dos planetas e foi pra cozinha requentar o resto do almoço que sobrara de ontem, uma gororoba de tudo que havia encontrado na geladeira. Satisfeito, largou o prato sujo na mesa, serviu-se de uma taça de vinho e deitou no sofá para ler. Dormiu na segunda página.

Durante o sono, notou a presença de outro alguém em seu apartamento. A sombra no canto da sala se assemelhava a silhueta de um homem franzino, lembrando seu pai há muitos anos falecido, mas estava absconso demais para ter certeza. – Quem está aí? – sussurrou apavorado com aquela intromissão a sua rotineira solidão – Me deixe em paz, figura inoportuna. Apesar da tragédia em que me encontro, não sou Hamlet para desejar visitas paternas do além.
O contorno – desacatando sua ordem – foi aos poucos tomando forma enquanto se aproximava, até que ficara nítido o suficiente para ser reconhecido. Como se tivesse frente à um espelho, o escritor se viu prostrado diante de si. Estava em mais um de seus pesadelos. Lúcido da situação que se desenrolava, procurou despertar, mas o esforço foi em vão.
– Eu sou você. – Proferiu sua persona onírica – Nossa única distinção é que venho despido dos medos e traumas que te consomem. Esses demônios já domaram suficiente seu espírito, lhe privando o viver! Após incontáveis sonhos hostis, hoje você encontrará a redenção. Quando despertar desse sono, terá superado para sempre suas inúmeras psicoses arraigadas!
Imediatamente após escutar a sentença, como se nela constasse as palavras que vocalizadas fossem capazes de evocar uma metamorfose, o escritor experienciou-se trocando de matéria com seu clone morfeico, se sentindo totalmente liberto das agruras que lhe aprisionavam. Após cumprida a profecia, seu antigo eu expirou vanescendo no ar, deixando ele absorto com a experiência quimérica.
Querendo pôr à prova sua cura, abriu a porta do apartamento e partiu em disparada para o parque em que tudo ocorrera. A esfera celeste brilhava pujante no horizonte, cintilando sobre as pessoas dispersas no gramado. Estava são novamente. Ao invés de tremores, sentiu-se revigorado com a luz iluminando o mundo. Tudo parecia imbuído de energia. Viu a vida seguindo seu fluxo e o sol tendo papel crucial na ordem cósmica. Lembrou de imediato do documentário na televisão aquela manhã que falava sobre como os elementos químicos naturais eram forjados no núcleo das estrelas, e assim aparentou ter um instante epifânico aonde compreendia a origem do universo em que estava inserido, clareando na consciência a inspiração para o final do seu livro. – Eureca! É isso! O desfecho transcendente que tanto perscrutei nessa peregrinação pelos confins da minha alma! – Chorou, e ao sentir o sal da primeira gota escorrendo pelos lábios, acordou.
O escritor despertou com lágrimas nos olhos. Qual teria sido o pesadelo a lhe perturbar?
submitted by Marack_ to rapidinhapoetica [link] [comments]


2020.06.06 16:53 clathereum2 Psicanálise e protestos, I, dinâmica libidinal e revolta

Em seu texto "A moral 'cultural' sexual e o nervosismo moderno' Freud oferece um panorama da dinâmica libidinal na cultura atual, a qual é "baseada na repressão dos instintos" (p. 256). Esta percepção da cultura é justificada pela argumentação trazida neste texto, de 1908, e pode fornecer substratos para entender o movimento de passagem ao ato (acting out) que as manifestações no Brasil, Hong Kong, EUA e outros lugares, têm tomado.
A moral sexual "cultural" é a influência que reduz as formas de nervosismo à neurose pela repressão dos instintos sexuais. Temos o nosso gozo interditado em diversas áreas de nossa vida, no entanto isto não acontece de forma absoluta e em igual intensidade para todo mundo. Diz o pai da psicanálise:
A força original do instinto sexual provavelmente varia conforme o indivíduo: certamente oscila o montante que dele se presta à sublimação. Imaginamos que a organização inata do indivíduo decide primeiramente o quanto do instinto sexual se revelará sublimável e aproveitável; além disso as influências da vida e o influxo intelectual sobre o aparelho psíquico conseguem levar à sublimação mais uma parcela dele. Mas tal processo de deslocamento não pode prosseguir indefinidamente, não mais do que a transformação de calor em trabalho mecânico nas nossas máquinas. p. 257
Há diversos elementos interessantes nesta citação. Nela há um caráter hereditário ou atávico; algo de um teor mais constitucional e determinístico, onde temos um espaço de possibilidade parcialmente delimitado por nossas condições de nascimento (i.e.: recursos genéticos, socioeconômicos e, diria, até, imaginário atrelado ao conjunto destes dois). Naturalmente é possível a suposição de que, portanto, a população preta em geral, bem como a LGBTQI+ possuem uma dinâmica libidinal afetada pela forma com que nossa cultura é estruturada.
Temos também outra ideia de interesse neste breve trecho. Não é só a constituição que determina o quão aptos a sublimação nós seremos, mas também nossas experiências em vida. Temos, então, duas fontes que podem fortalecer nossa capacidade de sublimação caso precisemos de tal. Diz-se muito que a psicanálise mostra um retrato despojado das farsas humanas e, portanto, triste, mas vemos aí, na pluralidade de meios de sublimar a libido que não pode ser usada nos instintos sexuais, também a constituição mesma da resiliência humana, dizendo que suportamos muito. Mas é só isso: suportamos muito. Ainda há um limite.
E é precisamente o dito na continuação do parágrafo: sempre há uma perca de energia; conversão completa, com um n de 100%, um rendimento perfeito, não existe. O que isso significa em termos de teoria da libido? Significa que, por maiores que sejam as proezas de um certo grupo de indivíduos no manejo de sua própria libido, há um limiar de insatisfação. E há uma necessidade mínima de prazer. É preciso um mínimo de atividade sexual (vale lembrar que no jargão psicanalítico, "sexual" significa aquilo que nos dá prazer, e não só a atividade genital em relações íntimas). "Eu posso usar minha raiva e frustração para criar isso ou aquilo, mas se eu não puder me divertir, esse manejo de minha energia não será suficiente e desejarei expor meus ressentimentos de outra forma"
Afinal, o trabalhador assalariado que não gosta de seu trabalho, de usar transporte público, de sua casa e da escassez das ditas "commodities" se manteria são por quanto tempo sem descarregar sua libido na atividade sexual da cerveja do fim de semana? ou do futebol? O mesmo sendo válido para os estudantes com suas calouradas e férias. É digno de nota que podemos definir "festa" como um grupo de excessos permitidos socialmente. Podemos dar vazão à libido frustrada e impedida de atingir sua meta que vai se acumulando com as exigências de nossa cultura atual. "O instinto sexual humano não serve originalmente aos fins de procriação, tendo por meta, isto sim, determinadas formas de ganho de prazer" (p. 258). Tomando o sentido de "sexual" freudiano, uma vida "assexual" é insustentável para a psique humana.
Somos levados a remanejar nossa libido desde a infância. E, deveras, nesse período primevo talvez esse manejo seja benéfico, uma vez que, não podendo executar nossas funções genitais ainda, inevitavelmente a pulsão sexual manifestaria-se usando a libido de outra forma, de modo que a educação, por exemplo, inibe esta excitação. Mas uma vez percorrida esta evolução da pulsão sexual que se inscreve na função oral, sádico-anal, fálica, latente e genital, em que situação ficamos em relação a nossa cultura atual? Naturalmente, as restrições de Viena na época de Freud tinham suas particularidades, mas a lógica da fenomenologia libidinal mantém-se de pé se permutarmos as características da cultura europeia pela de nosso mundo e, mais especificamente, pela do Brasil.
Relativamente a essa evolução do instinto sexual, poderíamos diferenciar três estágios culturais. O primeiro, em que a atividade do instinto sexual ultrapassa livremente as metas de reprodução; o segundo, em que tudo no instinto sexual é reprimido, excetuando o que serve à reprodução; e o terceiro, em que apenas se admite como meta sexual a reprodução legítima. Este terceiro estágio corresponde à nossa presente moral sexual "cultural". p. 258
Que fique claro: no terceiro estágio apenas se admite o gozo para a reprodução. Isso não significa que não gozavam em outras situações, como com licores, bordeis e jogos de carta, por exemplo. Estas ultimas atividades sexuais apenas não eram tidas como bem reputadas socialmente, mas não eram materialmente inexequíveis. Claro que muitos, ao realizá-las, sofreriam o mal da lei social tácita que afetaria seus psiquismos - e essa dinâmica é válida até hoje.
Por mais que estejamos numa organização mais liberal no sentido de que não é mais socialmente condenável outras atividades sexuais que não apenas a atividade sexual reprodutiva, temos também outros meios de impedir nosso gozo em diversas esferas - quiçá todas.
No estado líquido de nosso tempo - há quem diga que já passamos do mundo líquido ao do gasoso - a interdição não se dá por uma repreensão pelo que fazemos, mas pela sensação de ser deixado para trás pelo que não fazemos. Todo mundo está trabalhando, formando-se numa faculdade, fazendo curso à distância, ioga, terapia, musculação, dieta, tudo ao mesmo tempo, e é exigida excelência em todas estas áreas: temos de ser laureados, fitness, "inalienados", conhecer todos os documentários da moda, teorias, séries e filmes, estar por dentro dos acontecimentos das redes sociais, estar ciente do quê 150 jornais estão dizendo,e ainda por cima saber cozinhar sopa croata pra entreter as visitas no jantar que damos. Mas não só isso. Além de sentirmos a obrigação de obter excelência em todos esses quesitos pra pensar numa vida "bem aproveitada", "bem vivida" - e pra quem não alcançou isso, ter a ilusão de que essa vida é boa, é sexual - temos ainda a obrigação de gozar. Divertir-se é agora, também uma obrigação, de forma que não é mais divertido.
Se é exigida excelência e gozo abundante em todas as nossas esferas de experiência humana, perguntemo-nos: as condições possibilitadoras da excelência e do gozo, que são tidas como ideais pelo sistema governamental, econômico e social, são distribuídas de forma justa e igual para todas as pessoas, para todos os grupos de pessoas?
Por intermédio da interdição sistemática à excelência e à descarga da pulsão sexual para a população negra, um montante cada vez maior de libido vai tornando-se deslocada e busca outra saída para obter prazer, gozo. As exigência sexuais, portanto, obrigam a um recalque da pulsão sexual,perturbando a libido, sendo que este recalque não é um completo sucesso, donde virá a conclusão de que a cultura - tanto a de Freud como a nossa - é falha.
Prossegue o autor:
Sendo o instinto sexual mais pronunciado, porém perverso, dois desenlaces são possíveis. O primeiro, que não será discutido, é aquele em que os afetados ficam pervertidos e têm de suportar as consequências de seu desvio do padrão da cultura. O segundo caso é bem mais interessante - consiste em que sob a influência da educação e das exigências sociais, é obtida uma repressão dos instintos perversos, mas um tipo de repressão que não o é propriamente, que seria mais bem designado como um fracasso da repressão. Os instintos sexuais inibidos não se manifestam como tais; nisso consiste o êxito - mas se manifestam de outra formas, que para o indivíduo são igualmente nocivas e que o tornam tão inutilizável para a sociedade como ele ficaria com a satisfação inalterada dos instintos reprimidos; nisso está o malogro do processo, que, a longo prazo, mais que contrabalanceia o êxito. p. 260
Passado um certo limiar de tempo suportando a opressão e a dissimulação do racismo que subjaz à estrutura falsamente democrática, os meios de realocar a libido, os meios de ser resilientes, não dão mais conta da frustração e interdição à descarga da libido da pulsão sexual. Disso vem que essa descarga dar-se-á por uma outra manifestação. Os protestos atuais, incluindo os que não se contentam apenas com o discurso falado e/ou escrito, são uma indicação do abuso persistente às condições aceitáveis para um organismo sexual, que precisa, para se manter saudável, ter oportunidade de gozo, de ser amado e de amar, de acessar serviços que promovam, mesmo que ilusoriamente, satisfação.
A experiência ensina que há, para a maioria das pessoas, um limite, além do qual sua constituição não pode acompanhar as exigências da civilização. p. 260
Quando um sujeito que ocupa um lugar que exerce maior poder, como um policial, um governante, etc., exige que minorias adotem um comportamento igual aos dos grupos que têm muito mais oportunidade de gozo e de excelência, muitas coisas estão acontecendo: pede-se o injusto; estrutura-se um discurso falacioso de permissão de retaliação por "insubordinação"; constrói-se, para os que estão numa relação de amor com essas figuras de autoridade, um alívio na consciência e reafirmação de preconceitos em relação a essas minorias, que podem fundamentar um terreno afetivo caótico o suficiente para uma revolta civil, etc.
Todas [as minorias] que querem ser mais nobres do que sua constituição lhes permite sucumbem à neurose; elas estariam melhores, se lhes fosse possível ser piores. p. 260
Este trecho deve ser interpretado com cautela se podemos, num exercício interpretativo, incluir, dentre a "maioria das pessoas", as minorias. Um indivíduo negro que tenta se alienar das desigualdades de acesso às condições de excelência e gozo entre ele e um branco, corre sérios riscos de adoecer psiquicamente porque a realidade se lhe mostrará muito distinta do que imaginou. E se ele se pensa como tendo as mesmas facilidades (como por exemplo, mesmo nível de qualidade de ensino, dieta adequada, tempo para exercitar-se, qualidade de sono, segurança, autoestima, etc.), ao falhar, poderá sofrer uma desestruturação de sua imagem, poderá perceber-se como burro, feio, incapaz, etc. Na recusa desta imagem pode ser acometido de sintomas neuróticos que vão dificultar sua vida ainda mais.
"...elas estariam melhores, se lhes fosse possível ser piores", ou seja: seria mais saudável colocar pra fora as moções pulsionais que foram interditadas. Seria melhor protestar, mesmo lutar, do quê, à custa da saúde psíquica, continuar tentando ser positivo e negando a injustiça incutida nas veias do organismo brasileiro dentro do qual estamos.
É uma evidente injustiça da sociedade que o padrão cultural exija de todas as pessoas a mesma condução da vida sexual, que algumas, devido à sua organização, conseguem sem maior esforço, mas que a outras impõe enormes sacrifícios psíquicos - uma injustiça que, a bem dizer, geralmente é compensada pela não observância dos preceitos morais. pp.260-1
Naturalmente, temos características, na nossa cultura, dos três estágios supracitados. Apenas analisei mais detidamente o terceiro porque, em termos de restrições tácitas, implícitas, podemos enxergá-lo mais presentemente que os outros dois. É evidente que dispomos de mais meios, hoje, para a descarga da pulsão sexual, mas esse aumento não sobrepõe as condições para sermos bem-sucedidos e/ou felizes (leia-se por essas condições: restrições). Então, ainda em relação ao terceiro estágio da cultura, o aumento das doenças mentais (leia-se: neuroses, para o contexto do texto), Freud alfineta:
Quem é capaz de penetrar nos determinantes da doença neurótica, logo adquire a convicção de que o seu aumento em nossa sociedade vem do crescimento das restrições sexuais. p.262
E, ainda:
...devo insistir no ponto de vista de que a neurose, não importando o seu alcance e a quem atinja, sempre consegue fazer malograr as intenções da cultura... p. 269
Onde isso nos deixa? Há um desenvolvimento linear nessa elevação das tensões afetivas, segundo Freud. E se mudanças não advirem dos protestos atuais, talvez não haja outro movimento libidinal de retorno a um estado equilibrado, como houve depois das manifestações contra Dilma. Nesse caso,
...é fácil prever o que acontecerá se a liberdade sexual continuar sendo restringida e a exigência cultural for elevada ao nível do terceiro estágio... p.261
Isto é: no caso em que prevaleça a situação de configuração do poder que originou estes protestos e continue-se a demandar de minorias e da população negra restrições sexuais incabíveis, é cabível esperar por protestos mais violentos como os que estão acontecendo nos EUA.
Diz Jean Paul Sartre, em "Orfeu Negro" (cito-o com o propósito de empatia, não de lugar de fala):
Quando removeste a mordaça que mantinha estas bocas negras caladas, o que esperavas? Que lhe cantassem louvores? Pensaste que quando se erguessem de novo, lerias adoração nos olhos dessas cabeças que nosso pais forçaram a abaixá-la até o chão? Eis os homens negros, de pé, olhando-nos, e espero que você - como eu - sinta o choque de ser visto. (tradução livre)
submitted by clathereum2 to SuturaPsicanalitica [link] [comments]


2020.02.13 01:55 nicholasaraujo00 Tutorial, convertendo o seu Windows em uma Steam Machine

Tutorial, convertendo o seu Windows em uma Steam Machine
Post Original: http://alvanista.com/pc/posts/2784390-tutorial-convertendo-o-seu-windows-em-uma-steam-machine
Primeira coisa, este tutorial é bem simples de fazer, mas saiba que ao fazer isto estará convertendo a sua máquina em uma máquina de games e basicamente só isto. Quase todas as funções sem ser games serão removidas / escondidas e será muito difícil acessa-las sem o devido conhecimento.
O que você deve fazer?
Primeiro você precisa ser o administrador do windows, se não for o administrador vai precisar de um conta de acesso do sistema como administrador.
Para evitar dores de cabeça, vamos criar um ponto de restauração, se fizer merda tem como desfazer a merda, ou caso não goste do resultado final.
Abra o menu iniciar e digite "restauração do sistema" no campo de busca sem as aspas (é possível localiza-lo na interface Metro do Win8), clique no menu e terá acesso a esta tela:

https://preview.redd.it/ynjaboyz8lg41.png?width=586&format=png&auto=webp&s=f0270a20119a404ca5bef0545f46a8b8c2d4a29f
Só seguir com as instruções e pronto, você tem a sua cópia contra burrice/incompetência/distração/choro.
Não esqueça de ter todos os drivers e tudo mais devidamente ANTES de fazer este procedimento, como eu disse você perderá muitas funcionalidades padrões do windows.
Se quiser remover aquela imagem padrão do windows, vou passar aqui como fazer isto, a primeira coisa é acessar a seguinte pasta "C:\Windows\System32\oobe\info\backgrounds" existe a chance de as pastas "\info\backgrounds" não existirem, se elas não estiverem ali, basta cria-las. Coloque esta imagem dentro da pasta (clique para abrir ela em resolução completa) e mude o nome dela para "backgroundDefault" sem as aspas.

https://i.imgur.com/yWibKgM.jpg
Você pode colocar qualquer imagem lá, ela apenas deve ser 1080p (1920x1080 pixels) e ter menos de 256kb e ser formato jpeg.
Agora que tem o seu ponto de restauração, vamos ao que mais importa, primeira coisa pressione a combinação de teclas SUPER+R (super é a tecla com desenho de janelinha) e digite na caixa "gpedit.msc" sem as aspas e tecle enter.
Você verá esta tela:

https://preview.redd.it/ewu33zny9lg41.png?width=640&format=png&auto=webp&s=d2e6ae0ba739660fb3b139353d20b18a4cc5d558

Navegue até o Logon, por estas pastas: Configurações do Computador > Modelos Administrativos > Sistema > Logon

https://preview.redd.it/mtp3npf4alg41.png?width=640&format=png&auto=webp&s=a7f2bbe8c189b79857ce47b76eb7f88a29b03498
Mude a ultima opção "sempre use o logon em segundo plano personalizado" para habilitado.
Agora acesse: Configurações de Usuário > Modelos Administrativos > Sistema > Interface de usuário personalizada:

https://preview.redd.it/zqj6d6q5alg41.png?width=640&format=png&auto=webp&s=04c28a5455c1dee525b66935e0ff27577e1871d9
De dois cliques e coloque como habilitado e no campo abaixo coloque o local onde seu steam está instalado (normalmente C:\Program Files (x86)\Steam\Steam.exe) depois do .exe de um espaço e coloque "-steamos" sem as aspas para ativar o steam em modo Steam OS.

https://preview.redd.it/ogmysv47alg41.png?width=640&format=png&auto=webp&s=8f64a372668f81f686de6996b4ebcaec16ab25da
De OK e pronto, você já tem o SteamOS ativo, porém existe um outro detalhe que precisa ser feito, vá no Steam e vá em configurações > interface > iniciar steam no modo Big Picture e confirme tudo.
Se não fizer isto, o steam não vai ativar em função gamepad.

https://preview.redd.it/mragry39alg41.png?width=640&format=png&auto=webp&s=1e1f803d5ca308ebb94a12a0c98c791d7ce88a72
Tudo pronto? Reinicie o PC, ele vai iniciar mais rapidamente e ficar mais leve pois ele não vai ativar o explorer e por isto tudo que era porcaria que roda em background não será mais ativada e o windows vai rodar e nível recém formatação.
Se precisar do explorer, de um ctrl + alt + del, vá no gerenciador de tarefas, depois em arquivo e nova tarefa e digite "explorer.exe" sem as aspas e irá executar o explorer normalmente sem qualquer problema, porém todas as tranqueiras vão iniciar junto com ele. Para voltar a incrementar o desempenho após abrir o explorer.exe será reiniciando o PC.
A principal vantagem é que poderá jogar qualquer jogo de windows sem problemas.
Postado por Gradash
submitted by nicholasaraujo00 to u/nicholasaraujo00 [link] [comments]


2019.12.09 21:47 ebookrevenda Já houve casos em que sites novos, mesmo que por sorte, ranquearam em poucos dias em primeiro lugar no buscador do Google?

Já houve casos em que sites novos, mesmo que por sorte, ranquearam em poucos dias em primeiro lugar no buscador do Google?

https://preview.redd.it/k3fsgnzw6o341.png?width=820&format=png&auto=webp&s=2c97dc5ee699b24eab7a397ab3d9939c7aa2bad5
Sim com Total certeza, um bom ranqueamento no Google não depende apenas de tempo, depende principalmente das palavras chaves usadas por seu site, título da página, descrição, etc… E como você já deve ter visto em outras respostas quanto mais específica sua palavra-chave mais facilmente você vai rankear nas primeiras posições de busca, não somente do Google mas também de outros buscadores como Yahoo, Bing, entre outros.
Atual uma técnica que me ajuda muito com isso, Por exemplo, ao divulgar os meus trabalhos na internet me foco muito em um título que seja bem atrativo e menos concorrido Assim fica mais fácil de hackear nas buscas, e por menos concorrente que seja o título Com certeza você vai conseguir talvez até mais visitas do que usando um título mais concorrido.
Para fazer as divulgações utilizando um software chamado PCG programa classificados grátis O qual até hoje só tenho ouvido falar bem e ajuda muito nessa questão de posicionamento no Google.

https://preview.redd.it/zqddsrxx6o341.png?width=820&format=png&auto=webp&s=8ea9f23460fb964a8899c47c729b30f1f84b4174
O software que citei é um agregador de sites de classificados grátis, ele serve para facilitar o seu trabalho de anunciar em sites de classificados, você não precisa mais ficar buscando o site pois o programa já tem uma lista completa de sites e quando você for anunciar nesses sites o programa Vai fazer o preenchimento automático de todos os campos do site e você vai apenas confirmando o seu anúncio.
O programa conta com sites atualizados constantemente assim você sempre terá uma lista atualizada de sites onde poderá anunciar, atualmente o programa tem quase 250 sites mas esse número pode variar conforme são adicionados ou removidos sites do programa.
O objetivo do programa é justamente melhorar o seu posicionamento em buscadores como o Google e outros, e logicamente alem disso você vai ter as visitas vindas também dos sites de busca e visitas orgânicas que são geradas do seu melhor posicionamento nos buscadores.
No seguinte link: https://pcg.onlinerenda.com.bvideo/ApresentacaoProgramaPCG.mp4
você pode ver um vídeo de como usar o programa passo a passo e no site do mesmo você pode ver vídeos de clientes mostrando os resultados excelentes que tiveram usando o programa PCG.
Enfim, espero de coração ter ajudado em algo com minha resposta “Meu MINI MANUAL” sobre como dar uma melhor posicionada em seus trabalhos no Google, qualquer duvida que tenha fique a vontade pra perguntar pois uso o programa já a um bom tempo e conheço os resultados de “cabo a rabo” precisando só comentar ai abaixo,
Fico muito grato se tiver um voto positivo de sua parte, agradeço muito, desejo sucesso e até uma proxima oportunidade...
Palavras chave relacionadas:
buscador concorrente do google, buscador antes do google, buscador google drive, buscador google imagenes, buscador google uruguay, buscador google chrome, buscador google academico, buscador google maps, buscador google fotos, buscador google android, buscador google anterior, buscador anonimo google, buscador alternativo google, buscador de google audio, buscador a google, buscador google académico, buscador google brasil, buscador booleano google, buscador blogs google, buscador google barra, buscador google borrar, buscador google bajar, como alterar o buscador do google chrome, buscador google celular, buscador google.com, buscador google chile, buscador google china, buscador google como predeterminado, buscador google desktop, buscador google de imagenes, buscador google de celular, buscador google de fotos, buscador google de voz, buscador google de vuelos, buscador google de musica, buscador google de personas, buscador de imagens do google, buscador de palavras do google, buscador de passagens do google, buscador de viagens do google, buscador en google drive, buscador google en español, buscador google en ingles, buscador google españa, buscador google estados unidos, buscador scholar google, buscador google ecuador, buscador google en modo oscuro, buscador google en china, buscador google en smart tv, como funciona o buscador do google, buscador google firefox, buscador google em frances, buscador fantasma google, buscador fotos google iphone, buscador ftp google, buscador predeterminado google firefox, buscador formulario google, buscador google gps, buscador google guatemala, buscador google historia, busca hotel google, buscador google html, buscador google historial, buscador google honduras, buscador google herramientas, buscador de google historia, buscador google imagens, buscador imagem google, buscador google ingles, buscador google internet explorer, buscador google instalar, buscador google idioma, google imagens buscador, buscador google italiano, buscador inverso google, jogos no buscador do google, buscador google japones, buscador google juegos, buscador de google juego, buscador tipo google javascript, buscador keywords google, como limpar o buscador do google, buscador google lento, buscador libros google. busqueda avanzada, buscador google libros, buscador google logo, buscador de google lugares, buscador melhor google, fazer do google meu buscador padrão, buscador google mexico, buscador google movil, buscador google musica, buscador google mx, buscador google microfono, buscador google maps api, buscador google no edge, como colocar o buscador do google no meu celular, brincadeiras escondidas no buscador do google, buscador google no funciona, buscador google niños, buscador google noticias, buscador google nicaragua, buscador google no funciona en android, buscador google no abre, alem do google outro buscador, como mudar o buscador do google chrome, buscador de google or, buscador google oscuro, outro buscador alem do google, como tirar o buscador yahoo do google chrome, buscador google para celular android, buscador passagens google, buscador por imagens google, buscador google por foto, buscador google predeterminado, buscador google predeterminado chrome, buscador google que es, buscador rival do google, buscador google republica dominicana, buscador google reino unido, google russia buscador, buscador rostros google, buscador rutas google, buscador google smartphone, buscador google scholar, buscador google similar, buscador sonido google, buscador google se queda en blanco, buscador google sin publicidad, buscador google se detiene, buscador satelital google, buscador satelital google earth, buscador seguro google, s buscador google, buscador tipo google, buscador google trucos, buscar telefono google, buscador google traductor, buscador google trabajo, buscador tiquetes google, como usar buscador do google, buscador google url, buscador google usa, buscador google ubicacion, buscador universitario google, buscador google urgente, buscador google voice, buscador voos google, buscador voo google, buscador google venezuela, buscador google vuelos, buscador google voz, buscador vuelos google españa, buscador virus google, buscador de google videos, buscador google ventajas y desventajas, buscador google widget, buscador www google com, buscador google web, buscador google wordpress, buscador de google wikipedia, buscador web google caracteristicas, buscadores google yahoo, buscador google yahoo, buscadores google yahoo bing, buscador google y sus partes, buscador google y sus caracteristicas, buscador google 2018, buscador 3d google
submitted by ebookrevenda to MarketingDigitalBR [link] [comments]


2019.11.04 16:24 nat23rod Bibliografias MT

1-Mentalismo

Mentalismo
-13 escalones del mentalismo
-Arte de ler mentes-Henrik Fexeus
-O mentalista
-Tricks of the mind - Derren Brown
-Absolute Magic-Derren Brown
-Pure effect-Derren Brown
-Easy mentalism
-Practical Mental magic-Theodore Annemann

Psiquiatria
-Manual de psiquiatria portugues
-Cinema e Loucura

Psicologia
-Psicologia Facil - Ana Merces Bahia Bock

PNL
-Introdução à programação neurolinguística-Joseph 0'Connor e John Seymour
-despertar do gigante interior
-PNL Programacao Neurolinguistic - Steve Andreas
-Usando Sua Mente (PNL) Richard Bandler
-PNL: A Nova Tecnologia do Sucesso

Neurociência
-Neurociências - Desvendando o sistema nervoso Bear, M. F., Connors, B. W., & Paradiso, M. A.,
-As bases biologicas do comportamento-marcus brandao
-Truques da mente-Stephen L.Macknik & Susana martinez-Conde
com Sandra Blakeslee
-Subliminar - Leonard Mlodinow

Hipnose
-Hipnoterapia Ericksoniana Passo a Passo-Sofia Bauer
-hipnose - dicas, métodos e técnicas
-o homem de fevereiro-erickson
-Manual hipnose completo-fabio puentes
-Hackeando mentes - Marcelo Maia
-A Realidade é Plástica- Anthony Jacquin

Sedução
-Como se dar bem com as Mulheres - Ron Louis e David Copeland
-A Arte Natural da Sedução - Richard La Ruina
-Manual de Artes Venusianas
-O Jogo-Neil Strauss
-O livro negro da sedução
-Biblia da sedução

Microexpressões
-linguagem das Emocoes-Paul Ekman
-O código de Ekman -A.Freitas Magalhães
-Inteligência visual-Amy E.Herman

Persuasão
-As Armas da Persuasao - Robert B. Cialdini
-Manual de Persuasão do FBI - Jack Shafer

Interpretação
-A preparação do Ator-Stanislavski

Memorização
-Mentes Geniais - Alberto Dell isola
-Mentes Brilhantes

Argumentação
-A Arte de Argumentar
-tratado de argumentação a nova retórica-Chaim Perelman
-logica juridica-chaim perelman
-Argumentação Juridica-Vitor Gabriel
-schopenhauer - como vencer um debate - dialetica eristica
-schoppenhauer - do pensar por si
-Oratória-Reinaldo Polito
-Introducao a retorica-Olivier Reboul
-How to Argue & Win Every Time- Gerry Spence

Redação
-tecnicas basicas de redacao-branca granatic

Pedagogia
-A encantadora de Bebes

Adestramento
-Adestramento Inteligente
-Como Criar o Cao Perfeito Desde - Cesar Millan

Motivação
-Magica de Pensar Grande-David J SchwartzA

Mitologia
-Mitologia Greco-Romana - René Ménard
-Os Mitos Gregos-Robert Graves

Mágica
-Ultimate secrets of card magic
-Expert card technique -Jean Hugard & Frederick Braue
Magia & Ocultismo A.Alquimia -Alquimia-Marie Louise Von Franz -Psicologia e Alquimia-C.G. Jung -Alquimia E A Imagição Ativa -Marie Louise Von Franz -Anatomia da psique alquimia B.Astrologia -Astrologia e Mitologia-Ariel Guttman e Kenneth Johnson -Curso Básico de Astrologia-MARION D. MARCH & JOAN McEVERS -A Astrologia e a Psique Moderna-DANE RUDHYAR -A Astrologia dos ciganos-Maria Helena Farelli C.Tarot -Tarô de Marselha-Paul Marteau -Tarô Dicionário & Compêndio Jana Riley -O Tarô e a Viagem do Herói-Hajo Banzhaf D.Magia -Dogma e Ritual da Alta Magia -Eliphas Lévi -O Livro Do Prazer-Austin Osman Spare -Lex Satanicus -Curso de magia-J. R. R. Abrahão -A Magia Do Vodu-Maria Helena Farelli -A Bíblia Satânica - Anton LaVey -O livro da Lei - Aleister Crowley

2-Trading

Trade
-Apostila aprenda a investir na bolsa corretora xp
-OPERANDO NO MERCADO COM MT4
-Analise Fundamentalista
-Os supersinais da analise técnica
-Investir cada vez melhor
-Sobreviva na bolsa
-Aprenda a operar
-Manual do pequeno investidor em - Fabio Almeida

Transações imobiliarias
-apostila TTI
-como montar uma imobiliaria
-dominio da venda imobiliaria

Economia
-Freakonomics
-SuperFreakonomics O Lado Oculto do Dia a Dia - Steven D. Levitt
-Curso basico de macroeconomia
-Historia Pensamento economico
-manual de Economia da USP
-Economia nua e crua - Charles Wheelan

ADM
-Manual do CEO
-O CEO é o limite

Estratégia
-os axiomas de Zurique
-Pai rico pai pobre
-investimentos O segredo de George Soros e Warren Buffet
-O X da questão
-Investimentos inteligentes - Gustavo Cerbasi

História
-Sonho Grande
-A jogada do seculo-Michael Lewis
-Bumerangue-Michael Lewis
-Flash Boys-Michael Lewis
-O homem que roubou Portugal
-Os Genios dos Negocios-Peter-Krass
-Golpes bilionarios-kari nars
-A ascensao do dinheiro - Niall Ferguson
-A bola de neve-Alice Schroeder
-crash-uma breve histria da economia
-O Lobo de Wall Street - Jordan Belfort
-O Sequestro da America - Charles H. Ferguson
-Por que sai do Goldman Sachs - Greg Smith


3-Ciência

Medicina
---------
1-Anatomia
Anatomia Humana Basica Dangeloe Fattini
Atlas de Anatomia Humana Netter
Atlas Fotográfico de Anatomia - Yokochi
Grays p. estudant.
Anatomia Moore orientada para a clínica

2-Fisiologia
Fisiologia Humana - Dee Unglaub Silverthorn
3-Patologia
Bogliolo Patologia
4-Histologia
Histologia Básica - Junqueira e Carneiro

5-Biologia celular
Biologia Celular e Molecular -Junqueira & Carneiro

6-Bioquímica
Bioquímica Médica Básica de Marks

7-Bioestatística

8-Embriologia
embriologia clinica Moore

9-Microbiologia
Microbiologia Medica - Patrick Murray

10-Imunologia
Murphy - Imunobiologia De Janeway

11-Genética
Griffiths - Introdução à Genética

12-Parasitologia
Parasitologia Humana Neves

13-Radiologia
Fundamentos de Radiologia e Diagnóstico por imagem
Tratado de Técnica Radiológica - Bontrager

14-Farmacologia
Farmacologia Básica Clínica Bertram Katzung
Goodman - Farmacologia

15-Semiologia
Semiologia Medica - Porto
Semiologia Bates
Exame Clínico-Porto
Semiologia médica - mario lópez
Semiologia Médica - Rocco

16-Clínica Geral
Harrison - Medicina Interna
Cecil

17-Urgência e Emergência
ATLS
Manual APH

18-Pediatria
Blackbook Pediatria
Nelson Tratado de Pediatria

19-Ginecologia e Obstetrícia
Obstetricía Rezende
Obstetricia Basica
Rotinas Em Obstetricia
Ginecologia Fundamental
Rotinas em Ginecologia

20-Neurologia
A Neurologia que todo médico deve saber - Nitrini
Neurociências - Bear, M. F., Connors, B. W., & Paradiso, M. A.
Cem bilhoes de neuronios
Neuropsicologia - Roger Gil

21-Psiquiatria
Compêndio de Psiquiatria - Kaplan
Manual De Psiquiatria Portugues

22-Cirurgia geral
Cirurgia ambulatorial - Savassi
Manual de técnica cirúrgica para a graduação
Propedeutica Cirurgica
Ruy Garcia - Tecnica Operatória e Cirurgia Experimental
Sabiston - Tratado de Cirurgia
TECNICA CIRÚRGICA Goff
23-Cardiologia
Cardiologia para Clinico Geral
Serrano - Tratado de Cardiologia SOCESP

24-Exames Laboratorias
Exames Laboratoriais - Nemer, Neves e Ferreira
Medicina Laboratorial para o Clínico
Renato Failace - Hemograma - Manual De Interpretação

25-Diversos
Manual de Medicina Legal - Delton Croce Junior
Fundamentos em Toxicologia de Casarett e Doull
Williams - Tratado de Endocrinologia
Current Reumatologia
Dermatologia - Azulay & Azulay
Nefrologia - Riella
Pneumologia - Série No Consultório
Andrew Holtz - A ciência médica de House
Onde não há medico
Biologia
Quimica
Rotinas de enfermagem


Engenharia
----------
-Princípios de Mecatrônica-João Maurício Rosário


Física,Astronomia e Cosmologia
-----------------------------------
-50 Ideias de Fisica Que Precisa - Joanne Baker
-Física Moderna para iniciados, interessados e aficionados
-O Universo Numa Casca de Noz-Stephen Hawking
-Breve história do tempo-Stephen Hawking
-O universo elegante - Brian Greene
-A Realidade Oculta - Brian Greene
-O Tecido do Cosmo - Brian Greene
-Fisica do futuro - Michio Kaku
-Hiperespaco - Michio Kaku
-Mundos Paralelos - Michio Kaku
-Batendo a porta do ceu - Lisa Randall
-O cerne da matéria
-Cosmos - Carl Sagan
-El grande diseno-Stephen Hawking
-E SE Respostas científicas para perguntas absurdas - Randall Munroe

Matemática
----------
-50 Ideias de Matematica Que Pre - Tony Crilly
-17 Equacoes Que Mudaram o Mundo - Ian Stewart
-20.000 léguas matemáticas
-As maravilhas da matemática
-Introdução a filosofia da matemática
-O diabo dos numeros
-O andar do bebado
-Em busca do infinito
-Os misterios dos numeros
-Sera que Deus joga dados
-Simetria matematica
-A Matemática nos Tribunais - Leila Schneps, Coralie Colmez
-Mathemagics How to Look Like a Genius Without Really Trying Mantesh Marked
-Mania de matemática


Biologia
--------
-50 Ideias Genetica - Mark Henderson
-O Maior Espetáculo da Terra As Evidências da Evolução-Richard Dawkins
-POR QUE A EVOLUÇÃO É UMA VERDADE -Jerry A. Coyne


Lógica
------
-A Arte de Pensar Claramente - Rolf Dobelli
-Tratado Lógico Filosófico-Wittgeinstein
-Pinóquio no País dos Paradoxos
-Raciocínio Lógico e Matemática para Concursos CESPE/UNB
-Raciocínio Lógico Passo A Passo -Cabral,Luiz Claudio; Nunes, Mauro César
-Pense Como um Freak_ Como Pensa - Steven D. Levitt
-Guia das falácias de Stephen Downes
-Lógica jurídica-Chaim Perelman
-Modal Logic for Open Minds - Johan van Benthem
-Philosophical Perspectives on Infinity-Graham Oppy


Combate
--------

AMT
-Armamento
-C 23-1 - TIRO DAS ARMAS PORTÁTEIS - 1ª Parte - FUZIL
-Catálogo de Armas
-C 5-37 Minas e Armadilhas

Assault
-The hunter's page
-CI 7-5-2 combate em area edificada
-CI 21-75 patrulhas
-Manual de Conduta de Patrulha pmesp
-Apostila Instrucao Tatica Individual FNSp

Sniping
-atirador de elite
-IP 21-2 caçador
-CI 21-2-1 contra caçadores
-The Ultimate Sniper -Maj.John Plaster

Artes Marciais
-C 20-50 luta
-MDPM
-GET TOUGH! W.E.FAIRBAIRN
-Ninjutsu - Arte da resistencia
-Mystic Art of the Ninja - Stephen Hayes
-Ringue Master
-Gracie Jiu-Jitsu - Thomas de Soto

Sobrevivência
-IP 21-80-sobrevência na selva

Manuais
-cgcfn 1003 manual basico do fuzileiro naval
-cgcfn 1004 combatente anfibio

Criminalística
-Techniques of Crime Scene investigation-Barry A.J Fisher
-Introduction to Criminalistics-Barry A.J Fisher,
William J.Tilstone e Catherine Woytowicz
-Procedimento operacional padrão:Perícia Criminal-Ministério da Justiça BR
-Manual de orientação de quesitos da perícia criminal-DPF

A.Localística
-Practical Crime Scene Processing and Investigation

B.Balística
-Hanbook of Firearms and Ballistics-Brian J.Heard

C.Hematologia Forense
-Interpretation of Bloodstain Evidence at Crime Scenes-
Stuart H.James & William G.Eckert

D.Perfil
-Serial Killer louco ou cruel-Ilana Casoy
-Mentes Perigosas - O Psicopata - Ana Beatriz Barbosa Silva

Medicina Legal
-Medicina Legal-Genival Veloso
-Manual técnico-operacional para os médicos-legistas do Estado de São Paulo
-Manual de Medicina Legal - Delton Croce Junior
-Manual de Técnicas em Necropsia médico-legal-Luiz Carlos L.Prestes Jr. &
Roger Ancillotti

4-Arte

Sadismo
-120 dias de sodoma
-Justine-Marques de Sade
-O orgasmo multiplo do homem
-Sexo Tântrico - Alicia Gallotti
-Dossiê do beijo

5-Ceticismo

Ateísmo
-God The Failed Hypothesis- Victor J. Stenger
-The Miracle of Theism Arguments for and Against the Existence of God- J L Mackie
-The Non Existence of God-Nicholas-Everitt
-Arguing About Gods-Graham Oppy
-Iron Chariots Wiki
-Arguing for Atheism-Robin Le Poidevin
-O relojoeiro cego-Dawkins
-Atheism: A Philosophical Justification Michael Martin
-Logic and Theism - Jordan Sobel
-The Cambridge Companion to Atheism - Michael Martin
-Irreligion -John Allen Paulos
-A Cosmological Argument for a Self-Caused-Quentin Smith


Ceticismo
-The Skeptic's Dictionary- Robert Todd Carroll
-The Skeptic Encyclopedia of Pseudoscience - Michael Shermer
-An Encyclopedia of claims,frauds,and Hoaxes of
the Occult and Supernatural- James Randi
-O Mundo Assombrado pelos Demonios-Carl Sagan
-Cerebro e Crenca - Michael Shermer
-Por que as Pessoas Acreditam em - Michael Shermer
-Pura Picaretagem - Daniel Bezerra

6-Budismo
-A Doutrina de Buda
-contos zen budistas
-O cérebro de Buda
-O Livro de ouro do Zen -David Scott & Tony Doubleday



----------------------------
submitted by nat23rod to u/nat23rod [link] [comments]


2019.10.26 18:55 pegasus29 [OC] O 3-4-3 e como realçar a melhores armas do FCP

Começo por dizer que isto é apenas a minha interpretação das nossas melhores qualidades e da melhor forma de as potenciar. Não digo saber mais que outrem mas que existem alternativas a explorar e o apontar do dedo não terá de recair unicamente nos jogadores, mas também no modelo de jogo, senão mais.
Modelo Inicial: https://imgur.com/8TLJHmS
Como pode o Porto colocar mais um elemento defensivo em troca de um dos seus mais ofensivos em campo e tornar-se mais perigoso, mais versatil e mais estável? Quais são na verdade os seus maiores talentos e os quais que tem maior possibilidade de crescer notro ambiente? Em termos de valor concreto atual (tirando o baixo de forma que neste momento parece alastrar-se a equipa inteira), os melhores jogadores do Porto serão provavelmente o Alex, Corona, Danilo, Uribe, Pepe e Marchesin. E quais o que devidamente utilizados ou colocados num ambiente mais propicio ao seu futebol, poderiam entrar ou até ultrapassar aquele lote de jogadores? Luis Diaz, Baro, Nakajima, Esteves, Fabio e Diogo Leite são valores que para mim saltariam logo a vista. O único a sair prejudicado? A infame dupla de PL's pura e o correbol. Até o proprio Marega poderia ganhar uma nova vida neste sistema, assim como Ze Luis poderia dar mais do que mostra.
A colocação de um terceiro central como libero é a primeira vista uma adição defensiva numa equipa com problemas ofensivos mas o efeito que teria nas restantes posições seria de criar estabilidade para que a equipa possa jogar sem o receio de um erro criar perigo critico e dai não ter de recorrer a bola longa e possibilitar que a criatividade/individualidade venha ao de cima sem as amarras da rigidez de papeis atuais ou da necessidade de ter 4 pulmões de forma a interpretar o seu papel ofensivo e defensivo sem compreter nehum dos dois.
Neste momento, há duas soluções para este papel de libero no plantel. Com as devidas diferenças de caracteristicas, tanto Leite como Mbemba poderiam ser usados neste papel. Leite com a sua capacidade de passe ou o Mbemba com uma melhor interpretação dos espaços a preencher.
Assim como maior parte do plantel teria espaço neste modelo, que conforme a imagem, não tem jogadores especificos mas sim posições/papeis.
GK- Marche; D.Costa / DC: Marcano, Pepe, Leite, Mbemba / Libero: Mbemba, Leite / Ala esq: Alex / Ala dir: Corona/Tomas / MCE: Danilo, Loum / MCD: Uribe, Oliveira / Av esq ou SA: Luis Diaz, Fabio Silva / Av dir ou 10: Otavio, Nakajima, Baro / PL: Ze Luis
Começando pela fase de construção inicial: https://imgur.com/a/9k8NDPw
Poderia ser feito de 2 formas consoante pressão adversária, mas sempre com inicio a três, algo que o Porto já o faz. Contra pressão alta, o Libero baixa ligeiramente entre os centrais, dando lhes linha de passe e obtendo posição privilegiada para se necessário quebrar a pressão com transporte ou bola na profundidade. No entanto, um dos médios baixa e o 10 ocupa o seu espaço assim como o PL posiciona-se entre os centrais adversarios e o SA fica nas entre-linhas, preferencialmente os médios mais capazes na construção recuada como o Uribe e o Oliveira, criando uma triangulação com os defesas, linha do meio campo e o ala-central.
Contra Pressão baixa, o libero sobe acima dos centrias, colocando-se como um médio defensivo e o FCP posiciona-se num 4-4-2 losango fechado com os alas a dar largura. Continua a saida em triangulação mas com o bloco mais subido.
Ambas possibilitam várias alternativas de ataque sejo pela saida organizada, transição rapida pelas alas ou transporte dos médios ou busca na profundidade (sem ser em balão) do SA e PL.
Disposição em ataque organizado no meio campo adversário: https://imgur.com/M5kjbO2 Disposição em ataque pelas alas (exemplo lado esq, aplicavel no lado contrario): https://imgur.com/t0h9kbn
Depois de chegados ao meio-campo adversario, o FCP dispunha de poder construir pelo meio atraves de troca pelo meio em triangulações, com o 10 entre-linhas para oferecer a equipa o remate de meia distancia, ultimo passe para os avançados ou colocação nas alas para o cruzamento. Aquando a procura por um dos lados do ataque, dependendo da cobertura feita, o SA ataca o primeiro poste ou chega-se ao ala para dar linha de passe e dai quebrar a ultima linha para um remate ou cruzamento, o 10 chega-se ao vértice da área para dar linha de passe, daí partir para cima da defesa e colocar a bola nas costas, rematar de longe ou virar o flanco para o outro ala. Nisto os médios tem responsabilidades diferentes consoante o lado que se ataca. O médio do lado oposto que ataca, sobe para a linha do 10, dando-lhe uma linha de passe ou em caso de cruzamento, atacar a area vindo de tras. Durante este movimento, o libero sobe para ocupar o espaço do médio que subiu. O médio do lado que se ataca, desce para dar linha de passe para trás mas essencialmente para dar cobertura defensiva em caso de perda de bola. Caso a bola lhe chegue, pode rodar a bola rapidamente para a outra faixa através do libero.
Momento defensivo
Em caso do porto sofrer um contra-ataque rápido: https://imgur.com/VMeo1E1
Caso o FCP seja obrigado a defender uma equipa que joga preferencialmente em transição rápida, pode defender em 4-4-2 como está habituado em SA e o PL fazem a pressão a perda de bola, o ala do lado que perdeu a bola faz a linha de 4 com os médios e o 10, que consoante o seu posicionamento fecham a ala do outro lado. O ala do lado contrario desce para a linha dos centrais, enquanto o central do lado que perdeu a bola fecha o flanco e o central restante e o libero cobrem o meio.
Caso o adversário saia preferencialmente em ataque organizado: https://imgur.com/zH9DXa7, o Porto sobe o bloco, com o PL, SA (do lado esq) e 10(do lado direito) a fazerem a primeira pressão, com os alas, libero e medios a fazerem quase como uma linha defensiva no meio campo de 5, com os medios mais subidos, o libero no tipico lugar de trinco e os alas entre as linhas dos dois anteriores. Os centrais ficam responsaveis por fazer a cobertura no espaço por tras.
Quando instalados no nosso meio-campo:https://imgur.com/A8LpBRG, o Porto compacta-se, fazendo uma linha de 5 na defesa, a dar os flancos, com o volante no meio dos centrais, responsavel por cobrir a zona entre guarda-redes-centrais e o espaço central entre a proxima linha defensiva, consoante os movimentos preferenciais do adversario. Acima dos 5, ficam os medios e o 10, com um dos medios a ficar mais recuado centralmente, com uma linha proxima do SA e PL, responsaveis por fazer pressão em toda a linha do meio-campo. Aquando a recuperação rápida, o Porto pode então "explodir" na profundidade na procura do PL e SA.
Isto é apenas a minha opinião. Espero que daqui se possa criar um saudável debate.
submitted by pegasus29 to fcporto [link] [comments]


2019.10.20 23:52 Stalin_bae Revisão da Rodada 30 (Série B)

Estrada para o sofrimento 2020
Estrada para o inferno 2020
O legal da Série B é a dificuldade em apontar um time que mais desaponta o torcedor. Essa rodada foi um show de horrores.
______________________________________________________________________________________________________________________
Quinta-Feira 17/10
Santa Cruz
Botafogo 0x0 Atlético
Botafogo foi em busca da vitória no primeiro tempo, conseguiu bola na trave e mais quatro chances de gol, enquanto o Atlético buscava se defender na estreia do Barroca. Na segunda etapa, o dragão melhorou e fez o Darley entrar no jogo, enquanto o pantera perdeu duas chances claras de gol. Empate horrível para o Botafogo e não ideal para o Atlético, mas considerando o plano de jogo, foi um sucesso.
Previsão para o Atlético: se não subir, grande erro demitir o Wagner Lopes por causa de três jogos. Se subir, parabéns para o presidente Adson por prever o Tencati de 2019 e conquistar o acesso.

Arena Pantanal
Cuiabá 2x1 Guarani
02' Jean Patrick 29 2T' Filipe Cirne
07' Jefinho
Cuiabá aproveitou dois erros bizarros da defesa do Guarani e em 10 minutos fez dois gols. O dourado ainda perdeu um gol de pênalti, enquanto o bugre fez um jogo muito abaixo. Na segunda etapa foi mais equilibrado, o Guarani melhorou e descontou quando o Cuiabá diminuiu o ritmo, mas que conseguiu segurar a reação e administrou a vitória.
Chamusca estreia com uma vitória contra o time que o tirou do comando do CRB, enquanto o Guarani vai enfrentar as consequências dos 13 pontos no primeiro turno, pois os próximos jogos são: São Bento (fora), Sport, Bragantino e Ponte Preta.
______________________________________________________________________________________________________________________
Sexta-Feira 18/10
Heriberto Hülse
Criciúma 0x1 CRB
30 2T' Léo Ceará
Mandante, o Criciúma fez uns bons 20 minutos iniciais e o Léo Gamalho teve três chances de marcar, mas o CRB começou a equilibrar, e o Luiz teve de fazer uma grande defesa. Na segunda etapa o Criciúma teve bola perto do travessão, mas quem marcou foi o galo. No final da partida o atacante Vinicius do Criciúma perdeu uma grande chance para desespero do torcedor presente no estádio.
CRB reencontra a vitória e segue como melhor visitante, enquanto o Criciúma está cada vez mais fundo no Z4.

Barradão
Vitória 0x1 Londrina
31 2T' Raí Ramos
Que jogo horrível, foi pior que Cuiabá x Londrina e coincidentemente o Londrina venceu os dois jogos fazendo o mínimo possível ofensivamente, só o Vitória tentou marcar, mas sem criatividade, nada deu certo, apenas sofrimento, então nem vou comentar isso.
______________________________________________________________________________________________________________________
Sábado 19/10
Moisés Lucarelli
Ponte Preta 1x1 Bragantino
16 2T' Roger 34 2T' Thiago Ribeiro
44 2T' Rafael Carioca (Vermelho)
Estratégia da Ponte no primeiro tempo era sair no contra-ataque, que não deu certo, enquanto o Bragantino criou três chances de risco (duas defendidas pelo Ivan e uma foi na trave), mas novamente o Massa Bruta estava errando mais do que o normal. A macaca mudou e voltou melhor na etapa complementar, e abriu placar com Roger quando o Uillian Correia errou. A Ponte Preta recuou e foi punida com o empate quando o Thiago Ribeiro aproveitou rebote do Ivan.
Esse foi o jogo de número 100 do Ivan e a Ponte precisa vencer no mínimo 7 dos próximos 8 jogos para subir. O Bragantino está se esforçando para trazer uma disputa pelo título nas rodadas finais, mas não vai acontecer por causa do Sport.

Arena Barueri
Oeste 0x1 América
30 2T' Flávio
O América manteve controle da partida inteira e venceu por apenas um gol de diferença por causa da pontaria, o Oeste foi cauteloso e algumas de suas principais chances vieram de bola parada.
O América tem 56,5% chance de acesso, é maior que a probabilidade do Coritiba e do Atlético. Na próxima rodada o coelho vai para o Antônio Accioly e pode entrar no G4, jogo muito importante.

Serra Dourada
Vila Nova 2x2 Coritiba
09' Gustavo Henrique 35 2T' Sabino
35' Ramon 47 2T' Giovanni
Estreia do Itamar Schülle no comando do Vila, o tigre saiu pressionando e abriu o placar logo no começo de bola parada. O Vila seguiu pressionando a saída de bola e o Coritiba concedeu um gol com erro do zagueiro Vitor Carvalho, não foi um bom primeiro tempo do coxa. Na segunda etapa o Vila novamente começou bem, mas parece que esse time não tem preparador físico e foi caindo na partida, na reta final o Coritiba marcou duas vezes de bola parada e o tigre segue sem vencer no Serra Dourada.
O Vila ainda tem chance de rebaixamento menor do que a do Figueirense, serão 4 confrontos diretos, Sport e Bragantino, o Operário como mandante (péssimo mandante contra péssimo visitante) e na última rodada DEVE ser o reencontro do Itamar com o Cuiabá, então as chances de se salvar ainda existem.

Durival Britto
Paraná 0x1 Figueirense
07' Betinho
Estreia do Pintado e o Figueirense está a dois pontos de deixar o rebaixamento. O Figueirense fez diferente do imaginado e tomou inciativa, abriu o placar em um chute de fora da área que contou com desvio para tirar o goleiro. Depois teve chance de ampliar, enquanto o Paraná estava fazendo um jogo bagunçado. Na segunda etapa o Paraná teve três bolas na trave e o Pegorari fez uma defesa.
Esse Paraná de hoje nem parecia o mesmo que dominou o Brasil de Pelotas na última rodada. Os jogadores do Paraná adotaram a mesma postura dos jogadores do xavante e não estão falando com a imprensa por causa dos salários atrasados.

Germano Krüger
Operário 2x1 São Bento
21' Maílton 16' Doriva
28 2T' Marcelo
Jogo estava 1x1, o que vai acontecer nessa imagem?
Em questão de alguns minutos no começo do jogo o São Bento criou três grandes oportunidades e abriu o placar. O Operário logo empatou e entrou no jogo, só não virou por causa da grande noite do goleiro Henal. No começo da segunda etapa tivemos o lance da imagem, o fantasma dominou, mas criou pouco, incrível como o São Bento conseguiu sofrer o segundo gol.
______________________________________________________________________________________________________________________
Domingo 20/10
Bento Freitas
Brasil de Pelotas 0x0 Sport
Jogo feio, não vai ser comentado, ainda tem o agravante do Sport ter decepcionado pela milésima vez nessa Série B.

______________________________________________________________________________________________________________________

Classificação

Posição Clube Pontos Vitórias Empates Derrotas Saldo de Gols
1. Bragantino 59 17 8 5 31
2. Sport 53 13 14 3 16
3. Atlético 49 12 13 5 10
4. Coritiba 47 13 8 8 8
5. América 47 13 8 9 6
6. Botafogo +1 44 12 8 10 3
7. Paraná -1 44 11 11 8 -1
8. CRB 43 12 7 11 3
9. Operário 43 12 7 11 -6
10. Ponte Preta 41 10 11 9 4
11. Cuiabá +1 39 10 9 10 -1
12. Brasil de Pelotas -1 38 10 8 12 -7
13. Guarani 35 10 5 15 -7
14. Londrina +2 35 10 5 15 -8
15. Oeste -1 35 7 14 9 -2
16. Vitória -1 33 8 9 13 -9
17. Figueirense +2 31 6 13 11 -9
18. Vila Nova -1 31 6 13 11 -10
19. Criciúma -1 29 6 11 13 -9
20. São Bento 27 7 6 17 -12

______________________________________________________________________________________________________________________
Que time mais derrubou treinadores na Série B? Eu vi algo similar a isso no sub, mas era apenas para a Série A, então decidi fazer esse
América (1)

Atlético (1)

Botafogo (2)

Bragantino (0)

Brasil de Pelotas (1,5)


Coritiba (1)


CRB (1)


Criciúma (1)

Cuiabá (0)

Figueirense (1,5)


Guarani (2)


Londrina (0)


Oeste (1)


Operário (2)


Paraná (0)


Ponte Preta (0)


São Bento (2)


Sport (3)


Vila Nova (2)


Vitória (1)
______________________________________________________________________________________________________________________

Artilharia

Jogadores Gols
Hernane (Sport) 13
Guilherme (Sport) 12
Roger (Ponte Preta) 11
Rodrigão (Coritiba) 11
Mike (Atlético) 10
Ytalo (Bragantino) 10
Fábio (Oeste) 9
Zé Roberto (São Bento) 9
Felipe Augusto (Operário) 8
Claudinho (Bragantino) 8
Léo Ceará (CRB) 8
Júnior Viçosa (América) 7
Jenison (Paraná) 7
Murilo Henrique (Botafogo) 7
______________________________________________________________________________________________________________________
Próxima rodada:
Quarta-Feira: Sport x Paraná
Quinta-Feira: CRB x Botafogo, Coritiba x Operário
Sexta-Feira: Atlético x América, Londrina x Oeste, Bragantino x Vila Nova
Sábado: São Bento x Guarani, Figueirense x Criciúma, Brasil de Pelotas x Cuiabá
Domingo: Ponte Preta x Vitória
______________________________________________________________________________________________________________________
Rodadas 4-29: https://pastebin.com/raw/AqYSwcja
submitted by Stalin_bae to futebol [link] [comments]


2019.10.02 20:44 luizahelenita Como A Tecnologia Mudou As Ideias Para Bares.

Como A Tecnologia Mudou As Ideias Para Bares.
Dj para festa profissional, Ideias para bares terem mais clientes e todo um conteúdo especial nesse artigo para melhorar seu negócio.
Você sabia que para saber bem Ideias para bares? Não é preciso absorver tantas e tantas dicas para ter mais clientes e promotor de eventos sobre isso? Veja este simples artigo com dicas simples.
Você sabia que os principais motivos pelo qual festas de flashback não conseguem vencer as barreiras de não ter equipamento completo está no que eles acreditam?
Como Ideias para bares pode revolucionar o mundo em que vivemos? Pelo menos na nossa área? Já imaginou? Seus filhos e netos falando sobre quando você ajudou muitos baladas top?
E é exatamente por isso que decidi publicar esse meu artigo hoje, pois não ter equipamento completo pode ser resolvida com o que se chama dj som iluminação, e vou dizer o porquê…

Programa de fidelização

Para estimular os clientes a voltarem para o seu bar, aposte nos programas de fidelização.
Pode ser o tradicional cartão, que deve ser preenchido para ganhar em troca um prêmio, ou algo mais moderno, como por meio de aplicativos.
O importante é estimular seus clientes a consumirem no seu bar, oferecendo algo em troca dessa fidelidade.
E, além da fidelização, essa tática pode ser usada na aquisição de novos clientes.
É só fazer uma promoção do tipo “indique seu amigo e ganhe um chope”, por exemplo.

Desconto para aniversariantes

O desconto para aniversariantes é um clássico das promoções de bares.
Oferecer um drink, entrada gratuita, sobremesa ou outro brinde para a pessoa no dia do aniversário dela é uma forma de atrair gente para o seu bar.
Isso porque provavelmente essas pessoas levarão amigos e consumirão outros produtos, movimentando o seu estabelecimento.
O desconto, aliás, pode ser compartilhado com os amigos de quem faz aniversário.
Você pode envolver o acompanhante dando a ele um bônus de 10% na conta ou uma sobremesa, por exemplo.
É possível atingir o ponto exato e alcançar seu objetivo de conseguir ampliar as vendas de forma certa. Você sabia que os maiores nomes que falam a respeito de Ideias para atrair clientes para o bar costumam seguir basicamente esses passos abaixo?
Será que você já conhece os mais PODEROSOS dicas para ter mais clientes sobre Ideias para atrair clientes para o bar? Veja abaixo, pois será a solução perfeita para resolver os problemas de custar caro que acontecem com baladas top que estão começando.
Gostou das dicas de hoje? Fique por dentro desse blog, pois é sempre o melhor que separo pra você sobre Ideias para atrair clientes para o bar.

Abraçar as Redes Sociais

Hoje em dia, as plataformas de redes sociais conectam pessoas com interesses semelhantes de forma incomparável. Os milenares constroem muitas vezes uma vida social ativa através das redes sociais, conectando-se com pessoas que vivem nas proximidades. As ideias de marketing através de redes sociais para serviços de bar incluem as seguintes possibilidades:
  • Incentivos Apenas para os SóciosAs publicidades especiais para grupos sociais específicos podem ampliar o seu perfil social e o seu alcance.
  • Incorporar Ideias dos ClientesPode abrir uma competição em várias redes sociais, pedindo ideias aos seus clientes para novos alimentos, lanches, bebidas e temas.
  • Cultivar Grupos ComunitáriosAs redes sociais são a plataforma ideal para promover o espaço do seu bar para eventos comunitários, angariação de fundos e noites de casino para angariar fundos para caridade e outros eventos.
  • Cativar Celebridades Locais e InfluencersPode usar as redes sociais para entrar em contacto com as celebridades locais e influencers e persuadi-los a promoverem uma ideia, causa ou produto no seu bar.
Não tem forma mais divertida de se conseguir isso do que colocando um Dj para sua festa ainda melhor se bom e barato.
Agora, seu espaço é muito limitado para se colocar grandes equipamentos de sonorização? Não se preocupe, o nosso serviço de Dj standard leva uma estrutura mais compacta que se adéqua a qualquer espaço.
Esse equipamento é ideal para a realização de festas em ambientes menores, tais como salão de festa de prédio e casa. Atende muito bem a um número menor de convidados.
Além do equipamento de som, também são levados juntos a este serviç, os aparelhos de iluminação para efeitos de pista de dança. Eles fazem lindos efeitos de jogos de luzes, para deixar o seu ambiente muito mais colorido e divertido.
Esse serviço é perfeito para quem está procurando um dj com preço barato para festa mas faz questão de qualidade de serviço no seu evento. Conheça a seguir os equipamentos que fazem parte deste pacote de Dj e solicite seu orçamento.

Estatísticas Sobre Ideias Para Bares Que Vão Impressionar Você.

Como é possível? Muitos baladas top ainda não conseguem vencer custar caro. Saiba como evitar os principais problemas, que infelizmente faz isso acontecer. Sim, hoje decidi revelar alguns dicas para ter mais clientes sobre como conseguir ampliar as vendas, e você não vai se arrepender ao não conhecer o Baladas SP.
baladas top, mesmo alguns já sendo conhecidos por ser tão profissionais e bons no que fazem, ainda enfrentam problemas quando falamos de custar caro.
Não deixe para depois: Comece a fazer o que precisa ser feito, como todos os baladas top que já conseguiram boas razões para ter resultados altamente favoráveis com Ideias para bares.

Confira as dicas que o Baladas SP oferece na escolha do melhor Dj, que tenha som e iluminação para qualquer tipo de evento em SP.

Quando você vai contratar um Dj profissional para sua festa, tanto casamento, aniversário, festa de 15 anos, você precisa pensar nos seguintes aspectos:

– Repertório.

O Dj que for contratar precisa ter repertório amplo, não só para as músicas que você determinou antes, mas ter também alguma variação caso surja alguma pequena mudança no andamento do evento.

– Profissionalismo.

Nada pior que um Dj que chega atrasado, que não se preocupa com o trabalho, ou que talvez, nem compareça a seu evento. Prefira escolher profissionais com bom histórico de festas.

– Dj som iluminação com equipamentos em completos.

Pergunte sempre se quem você for contratar, possui os serviços de dj som iluminação e qual irá levar no dia do evento. Deixe já tudo programado.
O Baladas SP DJs está preparado para atender sua festa com competência, profissionalismo e muita animação! A função do DJ é animar a festa e proporcionar momentos inesquecíveis aos convidados.

O Baladas SP Djs tem quanto tempo de experiência no mercado? Quais idéias para bares vocês oferecem em relação ao melhor dj ?

Estamos há mais de 15 anos nesse ramo, como uma das mais importantes empresas do segmento. Se busca pelo o que há de melhor e mais moderno quando se trata de Dj para festas, tanto corporativa, como social ( festa de 15 anos, casamentos, aniversários, etc ).
Trabalhamos com foco total em nossos clientes, priorizando entender a fundo os gostos musicais e os objetivos com seu evento, garantindo assim momento único e inesquecível!

Ideias para atrair clientes para o bar através de aniversários.

Você deve saber que uma das coisas que mais traz clientes para sua casa, é ter muitos aniversários marcados e é aí que a Rush Eventos entra, nós temos um sistema que traz muito mais aniversariantes do mês pro seu estabelecimento.

Quer ter acesso a diversos aniversários em seu estabelecimento?

Conheça O Steve Jobs Do Mercado De Ideias Para Bares.

Você não pode ficar fora disso. Juntando tudo o que você aprendeu até aqui, eu tenho mais informações pra você. Só que dessa vez, são dicas para ter mais clientes de Ideias para bares que realmente vão te levar a outro nível de fechamento de aniversários.

Olhe para si e para o seu mercado

Antes de tudo, antes de pensar em propaganda, você precisa ter a segurança de que o seu negócio tem uma boa proposta para o público. Se a identidade da sua marca não é boa, a imagem não terá pilares para se sustentar. Pense e avalie que características o seu negócio tem para que você possa considerar diferenciais competitivos frente à concorrência. Não é válido dizer que é a qualidade da comida e bebida, ambiente legal, o atendimento, som de qualidade, pois esses pontos são obrigações e não diferenciais. Se você embasar um desses pontos como diferencial (mesmo que sejam diferenciais nesse momento), o primeiro concorrente com uma estrutura mais legal que você vai chegar e tirar todos os seus clientes, um a um.
Faça um planejamento estratégico para o seu negócio. Estabeleça a sua missão, os seus valores, a sua visão.

Como ampliar a propaganda de bar com as Ideias para bares da Rush Eventos.

Idéias para atrair clientes para o bar através da Rush Eventos. Uma empresa que tem conhecimento e experiência para trazer mais clientes para o seu negócio. Oferecemos serviços para seu estabelecimento ampliar a captação de aniversários, público em geral, criação de artes e desenvolvimento de sites profissionais para bares.

Ideias para atrair clientes para o bar através de aniversários.

Você deve saber que uma das coisas que mais traz clientes para sua casa, é ter muitos aniversários marcados e é aí que a Rush Eventos entra, nós temos um sistema que traz muito mais aniversariantes do mês pro seu estabelecimento.
SAIBA MAIS CLICANDO AQUI !
Blog Estratégia 10k.

https://preview.redd.it/9yh82pa0b6q31.jpg?width=100&format=pjpg&auto=webp&s=0d3c1654761f1e1a864383eec480e0cb4e76a754
submitted by luizahelenita to u/luizahelenita [link] [comments]


2019.07.03 14:58 Amanda3exceler True Detective: muito além de uma simples série policial CS SAT Soluções em TVs

Não é novidade para ninguém que a HBO tornou-se sinônimo de produções de qualidade. O carro-chefe do canal, sem dúvidas, é a bem-sucedida “Game of Thrones”, além de outros seriados arrojados como “Westworld” e “Big Little Lies”. No entanto, dentro do excelente catálogo do canal, existe uma preciosidade que merece bastante atenção: o suspense policial “True Detective”.
Se você curte seriados policiais mais populares, como CSI, Criminal Minds, entre muitos outros que surgiram nas últimas décadas, True Detective pode causar uma pequena estranheza no começo, mas nada que fará você se arrepender de dar uma chance ao seriado. Para começar, o programa foi lançado em forma de antologia, ou seja, cada temporada apresenta uma nova história com atores diferentes das anteriores.
A primeira temporada, por exemplo, narra a história sobre uma investigação de um assassinato bizarro, em 1995, que é reaberto em 2012. As vidas dos dois detetives, Rust Cohle (Matthew McConaughey) e Martin Hart (Woody Harrelson), colidem e se entrelaçam na busca desse serial killer implacável. Ficou interessado? Para te dar uma forcinha, separamos abaixo alguns motivos para você maratonar o aclamado suspense policial da HBO!

1 – Mistério, mistério e mais mistério!

Boa parte da trama é narrada a partir do ponto de vista sobre os eventos de 1995. Dessa forma, há várias dúvidas abordadas e muitas possibilidades para serem exploradas. O roteiro é assertivo neste começo, colocando uma série de mistérios nos primeiros episódios da série. Ou seja, fãs que adoram uma teoria ficam bastante entusiasmados tentando desvendar o crime.

2 – Puro realismo

Diferente de outras séries do gênero, True Detective é cruelmente realista. Sendo assim, você vai assistir cenas com situações bem verossímeis na rotina de investigações policiais, na própria entidade policial e nas relações entre os envolvidos. Aliás, aqui é importante um adendo: o seriado não é indicado para quem tem estômago fraco e evita ver programas mais pesados; já que há cenas marcantes de violência, em algumas situações, envolvendo ainda crianças (esteja avisado!).

3 – Violência com propósito

A violência é um recurso amplamente usado nas produção de entretenimento. O diretor Tarantino, por exemplo, faz um grande e belíssimo uso de situações que, normalmente, são horrorosas. Isso só é capaz pois a violência exposta tem um propósito, e não está lá apenas como apelo visual. Em True Detective temos essa mesma situação: tudo que é mostrado precisa ser exibido dessa forma para mergulhar o telespectador no obscuro mundo que nos é revelado pouco a pouco.

4 – Elenco de primeira

Os dois detetives que protagonizam a primeira temporada são atores que acumulam dezenas de prêmios e indicações. Matthew McConaughey estrelou o brilhante Clube de Compras de Dallas; e Woody Harrelson, fez parte das adaptações de Jogos Vorazes.

5 – Uma boa série começa com uma boa abertura

Existem dois tipos de fãs de seriados: os que se importam com abertura; e os que não ligam. Faça um exercício rápido: me diga quantas aberturas icônicas de séries que você se lembra? Eu penso nas entradas de CSI, ao som de The Who. Recentemente, tivemos a soturna abertura de Demolidor, da Netflix, podemos citar também a emblemática intro de Vikings que passa todo o clima do programa.
Com True Detective não é diferente! A sequência de abertura, ao som de “Far From Any Road”, da banda The Handsome Family, cria um clima obscuro que completa perfeitamente a série. Toda a sequência, com imagens que se sobrepõem, e a própria letra da canção, vão ganhando sentido conforme você avança no seriado.

6 – Final

Pode falar, com toda essa propaganda positiva, aposto que ficou uma dúvida na sua cabeça: será o que o final da temporada condiz com toda a expectativa que a série provoca? Embora seja uma opinião pessoal, há um consenso que o fim da primeira temporada é quase tudo o que um fã poderia esperar. Digo quase pois pode faltar um detalhe ali, outro aqui, coisas bem subjetivas. No geral, a narrativa é muito bem construída e o seu desfecho que faz jus a toda história desenvolvida.

Maratone True Detective com a CSSAT

A tecnologia do CSSAT trouxe consigo o avanço da TV digital, que tem o intuito de solucionar o problema daqueles que só possuíam acesso aos canais de TV analógicos de má qualidade: o sinal de TV analógico era instável e de péssima qualidade do sinal.
Muitas vezes a tecnologia empregada sofria interferência de diversas fontes, comprometendo a qualidade do sinal, o som e a imagem. Dessa forma, o teste CS é a solução que faltava para você acompanhar sua série favorita. Acesse a sua série predileta com seu celular, tablet, notebook, TV e demais dispositivos. Conte com teste CSSAT e boa maratona!

Conheça a CS SAT: https://www.cssat.com.br
submitted by Amanda3exceler to u/Amanda3exceler [link] [comments]


2019.05.23 01:44 hex-editor Vamos testar nossos conhecimentos geográficos com GeoGuessr!

Vamos testar nossos conhecimentos geográficos com GeoGuessr!
GeoGuessr é um web browser game (assim como Gartic e Stopots, que já apareceram na stream) que testa os conhecimentos geográficos dos jogadores. O jogo pode ser jogado em Single Player ou no modo Challenge, que permite desafiar outros jogadores.

O jogador seleciona o Mapa onde deseja jogar (ex: Brasil) e então o game seleciona uma localidade aleatória neste Mapa para que o jogador tente adivinhar onde está. Para isso o jogo conta com o recurso Street View da Google, permitindo que o player explore o ambiente onde está em busca de informações que possam lhe ajudar nessa tarefa (como placas, números de telefone, outdoors publicitários etc.).

No modo Challenge o ideal é que se estabeleça um tempo para que os jogadores descubram (ou arrisquem) a localidade onde estão. Recomendo 2 minutos por round, pois desta maneira cada desafio não levará mais do que 10 minutos, uma vez que são 5 rounds (ou seja, cinco localidades no Mapa).
Captura de tela durante um round. No topo da imagem podemos ver algumas informações, como o tempo restante para o fim do round (40seg), o round atual (1/5), o score (zero, pois era o primeiro round) e o mapa (world, ou seja, pode ser qualquer localidade do planeta).

Como jogar? (você pode clicar nas palavras entre aspas para ir diretamente aos links)

  1. É preciso ter uma conta para jogar o modo desafio do game, então registre-se em https://geoguessr.com/
  2. Após confirmar seu email, você poderá mudar seu nick em "My profile"
  3. Salve as mudanças e, no canto esquerdo da página, clique em "Browse maps"
  4. Logo de cara você verá os mapas oficiais do jogo. Role um pouco a página e clique no botão verde "More official maps"
  5. Opte por sempre jogar em mapas oficiais, pois os criados por usuários podem conter erros. Caso queira jogar em um mapa não-oficial, veja os mapas "mais populares" criados pelos usuários
  6. Como exemplo, jogaremos no mapa Brazil, que está entre os mapas oficiais do jogo, ache-o e clique em Challenge
  7. Agora, selecione o tempo limite de cada round (ex: 2min) e clique em Next
  8. O jogo gerou um link para que você envie aos seus amigos e testem seus conhecimentos geográficos num desafio de 5 rounds, clique em Start Challenge
  9. Uma mensagem aparecerá informando que você poderá acompanhar os scores dos outros players utilizando este mesmo link após terminar o desafio, clique em Start Challenge
  10. O game iniciará e o seu objetivo é descobrir em qual lugar do Brasil (mapa escolhido) está, para isso você deverá explorar o ambiente em busca de informações que lhe ajudem
  11. Descobriu onde está? É hora de confirmar pelo mapa localizado no canto inferior direito do game. Você pode deixá-lo maior, se quiser, bem como dar zoom. Para confirmar, encontre o local onde está no mapa, selecione e clique no botão verde Make Guess
  12. O jogo mostrará sua pontuação neste round. Quanto mais próximo da localização correta você selecionar, maior será sua pontuação
  13. Lembre-se do tempo limite dos rounds. Se ele zerar, você não poderá selecionar a localidade no mapa e, consequentemente, não pontuará no round em questão
  14. Agora é só clicar em que Play Next Round e continuar jogando, até o fim dos 5 rounds
  15. Ao final do 5º round, o jogo lhe mostrará sua pontuação final (a soma das suas pontuações em cada round)
  16. Clique em Show Full Results para visualizar as pontuações dos jogadores que já concluíram o desafio e comparar os acertos por round. Você pode visualizar as escolhas de cada jogador individualmente selecionando apenas ele no Highscore, presente no canto superior direito

Modelo para a Stream

  • O jogo já oferece informações importantes para a tomada de decisão (placas, números de telefone, outdoors etc.), logo, o ideal é que não se permita o uso do Google para a consulta de informações, de modo que a experiência seja ainda mais divertida (ex: um jogador observa uma placa indicando a cidade de Toronto, mas não faz ideia de onde isso fica).
  • 2 minutos para a tomada de decisão (tempo limite do round), pois diminui as chances de fraude por parte dos jogadores e deixa o jogo mais engraçado por conta do desespero, além de possibilitar que várias pessoas participem, afinal, são 10 minutos de desafio neste modelo.
  • Uso de webcam por parte dos jogadores, de modo que possa ser verificado com mais precisão qualquer tipo de fraude.
-------------------------------------------------------------------------------------
Algumas imagens do jogo:

Tela de fim de round. Mostra sua pontuação e a de outros jogadores que já fizeram suas escolhas.

Tela final. Mostra os scores de cada jogador que concluiu o desafio e permite visualizar suas pontuações e escolhas em cada round.
submitted by hex-editor to mattayahu [link] [comments]


2019.03.13 20:14 fidjudisomada UEFA Liga Europa 2018/9, 2.ª mão dos 8-avos-de-final: SL Benfica vs. GNK Dinamo Zagreb

BRUNO LAGE: "VAMOS À PROCURA DO RESULTADO PARA SEGUIR EM FRENTE"

"Jogar bem, criar oportunidades de golo e dar a volta ao resultado" – é isto que Bruno Lage quer ver o Benfica fazer na receção ao Dínamo Zagreb a partir das 20h00 de quinta-feira no Estádio da Luz, na 2.ª mão dos oitavos de final da Liga Europa.
O que é que o Benfica tem de fazer de diferente para corrigir a desvantagem na eliminatória?
Temos de fazer o que fizemos nos primeiros 30 minutos de Zagreb e o que temos vindo a fazer no Campeonato. Jogar bem, criar oportunidades de golo e dar a volta ao resultado. Não quero estar a falar muito do jogo da primeira mão, mas, em Zagreb, criámos a primeira oportunidade de golo, estivemos muito bem nos primeiros 30 minutos. Ao contrário daquilo que o treinador do Dínamo pensa, conhecemos ao detalhe todos os nossos adversários. O trabalho dos treinadores é conhecer os adversários ao máximo e depois, em função do que são as competições, definir o melhor onze para jogar. Foi o que fizemos. Com a lesão do Seferovic, o nosso plano de jogo ficou um pouco condicionado. Posto isto, o que temos de fazer é continuar no nosso caminho, a jogar bem, com qualidade, porque só assim podemos dar alegrias aos Sócios; jogar bem e ir à procura de vitórias, é isso que vamos tentar fazer também amanhã [quinta-feira], em busca de um resultado que nos permita passar a eliminatória.
Perdeu Seferovic, que se lesionou na 1.ª mão, mas na manhã desta quarta-feira já vimos Fejsa no relvado a treinar com a equipa. Ganha uma solução numa fase com muitos jogos...
Todos os jogadores são importantes e ainda falta recuperar alguns. Por vezes as pessoas confundem rotatividade e gestão de esforço... Não, é gestão de plantel e em função disso perceber que temos jogadores de 20 anos, de 25, outros de 30... O mais importante é identificarmos o que cada um deles pode dar à equipa e definir a estratégia e o melhor onze. Há jogadores que recuperam melhor, outros pior... Quanto mais jogadores tivermos disponíveis, melhor será para darmos sempre uma resposta competente de três em três dias. É a nossa ambição, estar sempre presente e vencer.
O Dínamo Zagreb está em vantagem na eliminatória. Espera um adversário mais à defesa, a segurar o resultado?
Não, acredito que vai ser igual ao que vi na 1.ª mão, um Dínamo compacto, a tentar bloquear e a pressionar ao máximo os nossos médios, a tentar controlar o nosso jogo interior, e depois na expectativa de sair e tentar apanhar-nos desequilibrados. Foi o que vi em Zagreb e é o que espero para amanhã [quinta-feira]. Está a vencer por 1-0, sabe que não é um resultado seguro, mas não prevejo grandes alterações em relação ao jogo que fizeram lá. Nós é que temos de fazer melhor exibição e ir à procura do resultado que nos permita seguir em frente.
O Campeonato é o objetivo número um. Vai adotar a rotatividade do plantel ou vai apostar no melhor onze?
Quando se diz "aquela rotatividade" até parece que se está a fazer alguma coisa fora do normal. Nós não fazemos rotatividade, fazemos uma gestão normal do plantel. Porque estamos numa dinâmica de jogos de três em três dias ou apenas dois dias e meio, como vai acontecer entre este jogo com o Dínamo e a partida de domingo. Temos de estar preparados para isso, escolher um onze que dê garantias para vencer todos os jogos. É verdade que, quando as coisas não correm tão bem como sucedeu na Croácia, vocês fazem questão de dar uma certa dimensão, e quando corre tão bem como na Turquia passam um bocadinho ao lado. O lado de cá tem de tomar decisões antes de as coisas acontecerem; o vosso lado é sempre mais fácil, porque é fazer uma análise do que aconteceu.
Mantém a confiança em Odysseas e Rúben Dias depois do jogo com o Belenenses?
O futebol é um jogo onde se erra muito, por vezes mais do que se acerta. O Ody e o Rúben tiveram erros tremendos que deram golos, é um facto, mas e o contrário? Quantas vezes é que eles estão associados a momentos muito positivos? É usar a balança e perceber isso. Tenho aqui um registo do que fazemos... O Rúben não precisa de defesa, porque ele é um homem... É um jovem internacional que, quando as coisas acontecem bem, vai para ali ou para acolá, dito por vocês. Mas quando as coisas correm mal, é o Rúben que tem 11, 12 ou 13 erros que já custaram pontos à equipa... Tem de haver equilíbrio nas análises. O Rúben, em termos físicos, tem andado acima da média em todos os jogos. Os erros acontecem a todos. Diga-me um central que ainda não passou uma bola curta a um guarda-redes e que deu golo; diga-me um guarda-redes que ainda não viu uma bola assim [como a do jogo com o Belenenses] dar golo... Aqui, o básico é eles correrem, trabalharem, quererem ser equipa. Tenho falado no Jonas, mas vocês estavam na dúvida... Ele correspondeu, correu 90 minutos, parecia um jovem de 18 anos; trabalhou e lutou para a equipa, e colocou-nos em vantagem no jogo [com o Belenenses]. O que tenho visto é isto: 20 e tal jogadores a correr, disponíveis, a querer formar uma equipa, que fizeram uma recuperação fantástica. Mais ninguém sofre tanto como eles quando erram. É seguir em frente. Esta mentalidade é que faz a diferença na carreira dos jogadores e dos treinadores.
Os portugueses têm muito o luto do insucesso. Senti isso quando cheguei a Inglaterra: a derrota carrega-nos muito. Lá, é sempre a andar. Keep going, let's go... seguir! Tive de adaptar-me nos primeiros meses. É uma coisa cultural, uma perspetiva diferente de olhar para o insucesso, mas não é só no futebol, é também na sociedade. Fizemos bem, jogámos bem, fizemos o nosso melhor, a seguir temos outro jogo. É esta a mentalidade que quero incutir aqui. Ser cada dia melhores, treinar muito bem e andar para a frente. Perceber onde é que errámos, continuar a evoluir e dar uma boa resposta amanhã [quinta-feira], à imagem do que temos vindo a produzir.

Lista de Convocados

  • Guarda-redes: Odysseas e Svilar;
  • Defesas: , André, Corchia, Grimaldo, Yuri, Rúben e Ferro;
  • Médios: Pizzi, Živković, Rafa, Cervi, Fejsa, Samaris, Gabriel, Gedson e Krovinović;
  • Avançados: Jonas, Félix e Jota.

Boletim Clínico

  • Ebuehi: status pós-cirurgia a rotura do ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo;
  • Jardel: lesão muscular na coxa direita;
  • Conti: traumatismo no pé direito;
  • Salvio: lesão tendinosa do bicípete femoral à direita; e
  • Seferović: rotura muscular no adutor à direita.

Talking Points

Preparámos uma lista de temas para conversas sobre este jogo, mas estejam à vontade para passar por cima dela, ou pegar num ou alguns, e apresentar as tuas observações e expressar opiniões:
  1. Qual é a tua previsão sobre o resultado final e os marcadores?
  2. Qual é o teu onze inicial, estrutura e dinâmicas preferidos para este jogo?
  3. Que jogador ou aspeto do jogo do adversário constitui-se como a maior ameaça para o SL Benfica?
  4. Que jogador terá que fazer acontecer, superar-se a si próprio e embalar a equipa para a vitória?
submitted by fidjudisomada to benfica [link] [comments]


2019.02.19 03:42 lonelymoon2 sou viewer do matta e darei minha opinião feminina (reflexão)

Olá matta e comunidade, eu sou uma viewer sua de um bom tempo já, tenho 21 anos e depois de ver o vídeo que você postou no YouTube sobre a discussão de ontem me veio à cabeça alguns pontos e quero expor um pouco a minha opinião feminina um pouco diferente da que você viu ontem.
Eu sou uma garota que está nesse meio de computador e jogos online faz MUITO tempo, comecei no FPS onde é tudo bem mais pesado se percebem que você é mulher, então eu aprendi a lidar com isso. Como eu consegui fazer isso? Sendo melhor que todos os homens que jogavam comigo/contra eu, sim, eu já presenciei inúmeras situações onde mandaram eu lavar louça e me chamaram de ruim, a questão, matta, é que eu não me sinto nenhum um pouco ofendida com isso porque eu era muito melhor do que a galera que jogava comigo, quando eu realmente fiquei muito boa e dava um ''pau'' em todos, nunca mais fui desrespeitada, ainda sim existiam os babacas... mas sabe quando te ofendem por uma mentira e você LITERALMENTE não liga porque é mentira?
Eu não acho que seu emote sobre a lulu seja machista ou incite o machismo e também não entendi porque a garota que conversou com você ontem se sentiu ofendida por dizer que a maioria das meninas jogam de lulu, eu não entendo até que ponto a realidade pode se tornar ofensiva. Assim como ressaltei ali em cima, se é mentira, você não vai ligar. Diferentemente de esportes físicos, LoL é um jogo que exige mais da mente do que de qualquer aspecto físico, e cientificamente falando (eu sou bióloga então vou falar alguns aspectos evolutivos), as mulheres têm muita capacidade de múltiplos focos, algo que é bastante exigido no LOL, é um ótimo ponto que justifica que não existe NENHUMA diferença...
Mas porque não existem mulheres no competitivo? → porque simplesmente não existe garota high elo (que não seja low challenger) e se destaque, ''poxa... mas você tá sendo machista'', bom, então olhe o top 10 e me fale quantas são garotas? Como isso pode ser consertado? ESFORÇO. Representatividade/visibilidade não vai levar ninguém ao top 10, esforço sim. Se ainda sim, quem tiver lendo isso achar que visibilidade contribui contra o machismo, olhe o exemplo do campeonato russo e me pergunte se eu me sinto representada, a resposta vai ser NÃO.
A discussão de ontem foi vergonhosa da parte da gabruxona, nós mulheres, não precisamos de LACRAÇÃO, precisamos de MUDANÇAS, enquanto as meninas que jogam LoL continuarem na sua medíocre zona de conforto jogando de Janna e suportes dando Shield pra um hypercarry, isso NUNCA vai mudar. Se você mulher (a maioria esmagadora das e-girls de twitter) acha que não é preciso parar de jogar com o que curte pra mudar isso, bom... eu acho que as meninas devem jogar com o que quiser, mas também não deve ligar caso encaixe no esteriótipo já que ela claramente se encaixa nele. Se você mulher, não gosta de ser estereotipada e QUER MUDAR ISSO, seja diferente, não seja mais um pouco do mesmo, se você fala sobre a causa, SEJA A CAUSA mesmo que abrindo mão de gostos pessoais.
1º: parar de aceitar duo com amiguinho high elo, sendo homem ou mulher, isso é duo boost (job)
2º você mulher, suba sozinha e prove que é boa, você vai se destacar positivamente
3º qualquer tipo de preconceito infelizmente às vezes não é combatido no diálogo, é combatido na prática, se você mulher fica ofendida sobre ser chamada de jobada e main janna, não seja e pronto.. SIMPLES, não tem porque se ofender caso chamem disso.
Se você mulher, aceita ser submissa a homem, mesmo que um amigo, indo duo e portanto ser jobada, é hipocrisia você falar sobre machismo no lol sendo que você mesma contribui pra isso (isso é uma opinião totalmente pessoal minha, se não concordarem ok).
Aonde está o problema? NAS ORGANIZAÇÕES! O problema começa na org que bota menina diamante pra jogar com o high elo e ser stompada pra prejudicar ainda mais a imagem feminina no eSport, o problema também começa quando o patrocínio, as atenções, de preferência vão pras meninas diamante 3, com visual padrão e namorada de pro player, enquanto por exemplo meninas como a primata ficam aí recebendo um total de 0 atenções.
Sobre a gabruxona: tentativa falida de lacração. Vejo no twitter dela que ela quer muito visibilidade pela gameplay, acho isso MARAVILHOSO sendo mulher porque é exatamente o que eu busco. Mas acho muita HIPOCRISIA ela se objetificar nas mídias sociais e estando plenamente ciente do mundo machista e que com certeza vão assistir porque ela é muito ''gostosa'' ela continua. Se você NÃO QUER esse tipo de viewer, não atraia, daí vocês podem me falar ''ela é dona do seu próprio corpo pode mostrar tudo se quiser'', SIM!!!!!! ELA PODE!!! Mas se ela realmente tá lutando pela causa existem alguns esforços pessoais a serem feitos mesmo que ela queira, se ela busca viewers preocupados e focados em gameplay, que ela deve agir totalmente focada nisso, mesmo que ela queira os dois (gameplay e exibição), às vezes não dá, e tá tudo bem, deve ser colocado numa balança, o que é mais importante pra ela? Fazer as pessoas assistirem porque realmente gostam dela e da gameplay, ou porque ela usa um grande decote? :) Queria muito que desse pra fazer os dois, mas o mundo é muito machista pra isso e só vamos conseguir mudar isso começando mudar por dentro, por nós mesmas.
Por fim, mulheres, o matta nunca desrespeitou vocês, eu assisto TODOS OS DIAS a stream dele e ele mesmo dá o maior apoio para que mulheres consigam seu espaço (sozinhas e muito bem resolvidas com qualquer que seja o campeão), se você se sente ofendida porque ele identifica lulu à você, se você curte o campeão, continue jogando e vc não se sentirá ofendida, se não curte, joga de outra coisa. Não existe mudança sem esforço, não existe ofensa se não há fundamento.
E, sinceramente, se eu curto o jogo, eu muto todo mundo e jogo, se eu não quero ser incomodada por ser mulher, não vou deixar explicito que sou mulher. A impressão que eu tenho é que essa grande massa feminina que começou a jogar LoL não sabe lidar com a comunidade de jogos online e tão mais preocupadas com a opinião dos outros do que com o jogo mesmo. Por que a maioria não consegue jogar sem chat?
Enfim, obrigada pela atenção... opinião de uma viewer mulher.
submitted by lonelymoon2 to mattayahu [link] [comments]


2018.07.23 21:18 Ronanfalcon Problema bem específico com o jogo Titan Quest Anniversary Edition.

Muitos de vocês sabem que o jogo Titan Quest, recebeu há alguns anos uma versão Anniversary Edtion. Eu já joguei esse jogo com um amigo, há muitos anos atrás, muito antes de tal versão, pirateado, porém nunca terminamos o jogo.
Nesta última semana resolvemos jogá-lo novamente, aproveitando-se que já tinham compra do o jogo na Steam, e que temos esta versão de anivesário.
Contudo, ao tentarmos jogar, aconteceu um erro bem peculiar, que talvez até muitos conheçam: Em todas as tentativas de nos juntar-mos em um a partida, o jogo dá um erro, exibindo a mensagem "Unable to connect to server".
Fizemos algumas buscas sobre o assunto e descobrimos que tal problema está ocorrendo simplesmente porque meu amigo utiliza o antivírus Kaspersky. Imagem sobre a busca nos fóruns da steam aqui.
Vários outros usuários nos fóruns da Steam relatam este problema, e todos descrevem que se o antivirus for desinstalado resolve o problema.
Meu amigo fez o teste, e confirmou exatamente o que estes outros usuários do fórum relatavam: removendo-se o antivirus Kaspersky, a conexão se torna possível, mas se ele for novamente instalado, o problema retorna. Alguns dos posts descrevem que apenas tentar fechar o Kaspersky, ou tentar alguma configuração de whitelist, não resolvem o problema, e meu amigo tentou várias dessas coisas (eu e ele temos bons conhecimentos em informática, o suficiente pra lidarmos com estas coisas). Uma postagem que resume bem o que tem acontecido aqui.
Embora ele pudesse desinstalá-lo, mudar de antivirus, este não é o desejo do meu amigo, porque ele possui uma licensa paga (para além da preferência pessoal pelo Kaspersky).
Alguém aí tem uma sugestão?
TL;DR: Meu amigo e eu não conseguimos nos conectar em uma partida online no Titan Quest porque o Kaspersky antivirus bloqueia esta conexão. Ele somente conseque se desinstalá-lo, porém ele não deseja fazer isto pois possui uma versão paga do programa.
submitted by Ronanfalcon to brasil [link] [comments]


2017.08.10 20:01 npalmeida Backup dos posts de Nicholas Almeida de Ago 2016 a Ago 2017

Segredos da fonte por trás daqueles cartões de $ da App Store.
http://blog.equinux.com/2017/07/cracking-the-code-behind-apples-app-store-promo-card-design/
Um texto muito legal sobre o poder do Mercado Livre no e-commerce:
https://www.linkedin.com/pulse/o-mercado-%C3%A9-livre-introspec%C3%A7%C3%A3o-anal%C3%ADtica-da-do-ml-com-deivison-arthur
O Dave Desandro, que fez o Flickity que a gente usa e um dos melhores plugins de carrossel disponíveis, lançou o Infinite Scroll v3 que, como sempre ficou uma joia! Uma das coisas que eu mais gostei foi fato dele ser pensado em SEO e compartilhamento. A URL vai mudando conforme você "scrolla" e se você fizer "5 scrolls", copiar o link e mandar pro amiguinho, pimba, ele cai na página 5 e não no começo do scroll. Assim como outros plugins dele, o uso comercial é pago mas, se precisar para algum projeto, a gente compra!
https://infinite-scroll.com/
O site Update or Die fez uma seleção de 37 trabalhos que devem voltar com leões de Cannes este ano (http://www.updateordie.com/2017/06/12/37-trabalhos-que-devem-voltar-com-leao-do-cannes-lions-2017/4/). Vi vários e fiz um compiladão do que eu achei melhor. Se não der pra ver todos, vai só no: "The World Biggest Asshole" (https://youtu.be/-FeybXs18tk).
--
Fearless Girl
Essa é a maior barbada do festival deste ano. Não há dúvida sobre se o case ganhará prêmios, mas sim quantos. “Fearless Girl” é uma ideia simples, mas incrivelmente poderosa em visual e conceito, além de complicadíssima de se executar: colocar a estátua de uma menina em frente ao tradicional Charging Bull de Wall Street. Um pequeno pedaço de bronze que se transformou no símbolo mais representativo – até aqui – da força da mulher no mundo dos negócios, e na geração do necessário debate sobre o assunto.
https://youtu.be/AGGE8GDA408
--
My Mutant Brain
Aplguns trabalhos ganham Cannes não necessariamente pela criatividade, mas pela originalidade ou pela qualidade de produção. “Meu cérebro mutante” deverá ser um exemplo. Um filme de pouco menos de 4 minutos com a protagonista deixando um daqueles eventos chatíssimos e indo à loucura no caminho (bem non-sense) de fuga. A criação e direção é de ninguém menos que Spike Jonze; produção da MJZ (uma das maiores produtoras de comerciais do mundo); e música de Sam Spiegel & Ape Drums – com o mesmo nome do filme. Tá longe de ser o meu favorito, mas pode ter certeza que estará na lista de premiados.
https://youtu.be/ABz2m0olmPg
--
The World Biggest Asshole
Um dos meus filmes prediletos do ano, ele conta a história de Coleman Sweeney, “o maior cretino do mundo”. O típico ser que deveria ser abolido do universo, com exceção de um pequeno detalhe: ter, em algum momento, ter escolhido ser doador de órgãos. Graças ao destino, o filme tenta convencer a fazer o mesmo, mostrando que “mesmo um cretino pode salvar vidas”.
https://youtu.be/-FeybXs18tk
--
The Box That Keep Giving
Um trabalho primoroso de design para realizar uma ideia incrível e consideravelmente simples. Uma enorme caixa de chocolates Godiva, que você ganha, come metade e a outra metade vira uma caixa menor para presentear alguém. E assim vai, até o último e solitário bombom. Muito bom. :)
https://youtu.be/Q-2X8g1xK-g
--
The Hacker Spot
Um case brasileiro, para o digital, que deve ganhar destaque também na Riviera Francesa. Ao descobrir que os banners publicitários acessados por cegos não respondiam bem aos aplicativos de acessibilidade, uma vez que não eram preparados para isso, agência e fundação começaram a transformar os códigos de programação em informações relevantes para os deficientes. Agora, ao invés de ouvir códigos aleatórios, eles recebem conteúdo pertinente em áudio, dedicado exclusivamente a esse público.
https://youtu.be/koNXlcoe_pk
--
The Entire Journey
Esse filme de pouco mais de 5 minutos teve chamada no Super Bowl deste ano e foi, por muitos, considerada a peça mais emocional entre as veiculadas por lá. Foi, ainda, a mais claramente direcionada ao discurso de Donald Trump de construir um muro na divisa com o México. O trabalho, que divulga a loja de materiais de construção 84 Lumber, mostra a jornada de uma criança e uma senhora para atravessar a fronteira. Se tiver um tempinho, vale o play.
https://youtu.be/nPo2B-vjZ28
--
Hello News
Para referendar a qualidade fotográfica de seu aparelho Moto Z, com o acessório Moto Snap Hasselblad, a Motorola fez uma parceria especial com o Estadão. Durante três meses, os profissionais do jornal utilizaram o smartphone em questão na cobertura das matérias: ou seja, colocando na edição impressa do periódico as imagens clicadas pelo celular, em vez de suas câmeras profissionais. Foram publicadas cerca de 300 fotos, todas com crédito direto ao Moto Z, além das matérias nas versões digitais. Ao final, as melhores imagens ainda viraram uma exposição fotográfica na capital paulista.
https://vimeo.com/212637314
--
The DNA Journey
A Momondo é uma companhia aéreas com passagens mais acessíveis. E digamos que este case está longe de uma linguagem trivial para convencer potenciais passageiros a investir seu dinheiro com eles. Ao invés de descontos ou um filme inspiracional sobre turismo, eles convidaram dezenas de pessoas com uma visão patriota ou extremista de quem eram e os desafiaram a realizar um teste de DNA para descobrir realmente de onde eles vinham. O resultado é que ninguém é de apenas uma origem – então, que tal conhecer melhor suas raízes por aí? Se não para vender passagens aéreas, serve como um belo experimento sociológico.
https://youtu.be/tyaEQEmt5ls
--
Vigie Aqui
O Reclame Aqui traz informações sobre diversas empresas atuantes no Brasil. Mas numa época em que um dos nossos piores prestadores de serviço são os políticos, nada como ter mais informações sobre cada um deles, sempre que possível. O “Vigie aqui” oferece exatamente isso: um plugin para o Google Chrome que, quando instalado, colore em roxo o nome de políticos suspeitos citados em qualquer notícia, trazendo toda a ficha deles num simples passar de mouse.
https://vimeo.com/195358808
Pix2Pix é um WebApp que gera fotos bizarras.
https://www.theverge.com/tld2017/6/6/15749754/pix2pix-auto-fill-neural-network-images-portraits
Os Emojis bizarros da Samsung:
https://hackernoon.com/samsungs-bizarre-emojis-6be568a3b7d9?gi=355e60af42c5
Um montão de experimentos visuais de HTML + CSS + JS
http://gearaward.com/inspiration.html?en
Não sei se vocês viram a nova versão do Google Earth pra Web, se não viram, vale a pena: https://www.google.com/earth/ E tem um vídeo MUITO legal explicando COMO eles fazem as imagens 3D do Earth! https://www.youtube.com/watch?v=suo_aUTUpps
https://www.google.com/earth/
Algumas listas de plugins legais pra Sketch.
https://www.designernews.co/stories/82747
Design is Code, Code is Design! Sketch 43 arrebentando!
https://uxdesign.cc/design-is-code-code-is-design-b941c14f3fd8
Wordpress provê 26% da internet!
https://managewp.com/statistics-about-wordpress-usage
Esse plug-in "Auto Layout" está tomando conta do Sketch! Nesse vídeo, o apresentador mostra como criar um sistema / guia para design que é uma jóia!
https://www.youtube.com/watch?v=_bjqVF7Fvg4
Acho que algum estag colocou um "zero" a mais no comando e derrubou a internet ...
https://www.theverge.com/2017/3/2/14792442/amazon-s3-outage-cause-typo-internet-server?utm_campaign=theverge&utm_content=chorus&utm_medium=social&utm_source=twitter
Quiz simples e bonitinho.
http://amiarealdeveloper.com/
Nossa, muito legal esse Chrome Experiment!
https://lines.chromeexperiments.com/
Um plug-in BEM legal para Sketch que facilita a construção e visualização de layouts responsivos / fluídos para diversos tamanhos de tela.
https://medium.com/sketch-app-sources/introducing-auto-layout-for-sketch-24e7b5d068f9#.9o6uhsqop
Encontrei uma ferramenta muito legal para a aplicação de "print screens" de telas em Mockups. É muito útil para fazer apresentações e coisas rápidas. → http://www.mightydeals.com/deal/smartmockups-app.html… Super fácil de usar além de ter verões para Mac e PC. Ela faz imagens como as abaixo de forma super simples. Você escolhe uma imagem ou site para ser seu "conteúdo" e ele monta a imagem dentro dos "devices". Existem sites que também fazem isso, mas não com a mesma qualidade / preço. Comprei pra mim e recomendo! Se alguém tiver interesse, está em uma promoção por US$ 14 (normalmente US$ 30).
Um vídeo muito legal sobre os princípios de design de jogos que a Nintendo busca em seus jogos.
https://www.youtube.com/watch?v=2u6HTG8LuXQ
E se o diabo fosse um UI Designer?
https://uxdesign.cc/if-satan-was-a-web-designer-dc5cdf06dff9?gi=78041c88b773#.4t9sz7bwn
Why we use progressive enhancement to build GOV.UK
https://gdstechnology.blog.gov.uk/2016/09/19/why-we-use-progressive-enhancement-to-build-gov-uk/
É, acho que os taxistas não vão gostar disso. Nem os motoristar de Uber. Nem os motoristas de caminhão. Nem ninguém que viva de levar alguém ou alguma coisa daqui até ali...
https://www.uber.com/blog/pittsburgh/pittsburgh-self-driving-ube?ref=producthunt
Site que monta uma experiência visual e sonora bem legal.
https://kamra.invisi-dir.com/589damxb/
Codificando um jogo (pong) em 5 min com Canvas + JS
https://www.youtube.com/watch?v=KoWqdEACyLI
Encontrei uma ferramenta bem interessante para abrir arquivos PSD. Funciona direto no browser e é bem rápida. Possibilita ligar e desligar layers, efeitos e etc. É bem interessante para quem não tem o Photoshop instalado na máquina mas que precisa inspecionar / alterar levemente o arquivo.
https://www.photopea.com/
submitted by npalmeida to fbiz [link] [comments]


2017.06.29 14:10 feedreddit Aplicativos de celular mostram histórias da região Portuária “esquecidas” pela Prefeitura

Aplicativos de celular mostram histórias da região Portuária “esquecidas” pela Prefeitura
by Cecília Olliveira via The Intercept
URL: http://ift.tt/2t4A5v6
“O museu me decepcionou e saber disso me causa repulsa”. A surpresa da mineira Margarete Schmidt ao visitar o Museu do Amanhã, na zona portuária do Rio de Janeiro, se deu quando foi informada de que a região – conhecida como “Pequena África” – foi a porta de entrada de centenas de milhares de pessoas escravizadas até o fim de 1830 . “Fiquei enojada. Não dá para imaginar a situação de vida dessas pessoas”, disse estarrecida.
As informações sobre a região não foram encontradas no Museu do Amanhã, que é focado em ciências e “possíveis caminhos para os próximos dos próximos 50 anos”, mas no Museu do Ontem, um aplicativo criado pela Agência Pública que ajuda os usuários a descobrirem histórias escondidas no centro do Rio.
O app segue uma lógica parecida com a do Pokémon Go, uma vez que permite uma interação do usuário com o espaço onde a história foi feita. Uma das opções para quem estiver na região é explorar o porto a pé, guiado pelo mapa atual ou por um de 1830, redesenhado pela artista plástica Juliana Russo. O aplicativo mostra os pontos turísticos e traz um compilado de reportagens sobre fatos pouco conhecidos. É possível, por exemplo, ouvir anúncios de negociação de escravos publicados nos jornais do Rio à época, narrados na voz da cantora Anelis Assumpção, ou até mesmo trechos do livro 1808, do jornalista Laurentino Gomes.
São 160 pontos mapeados e distribuídos em cinco tours temáticos: Terror, Samba, Fantasmas do Centro, Corrupção e História do Brasil. O tour do Terror se desenvolve a poucos metros do Boulevard Olímpico ­– onde turistas e moradores do Rio aproveitavam o “clima olímpico” durante os Jogos de 2016. Com o aplicativo, o usuário se depara no local com a deprimente história dos “Tigres”, como eram conhecidos os escravos na época. O áudio é angustiante:
A urina e as fezes dos moradores recolhidas durante a noite eram transportadas de manhã para serem despejadas no mar por escravos que carregavam grandes tonéis de esgoto nas costas. Durante o percurso, parte do conteúdo, repleto de amônia e uréia, caía sobre a pele e com o passar do tempo deixava listras brancas sobre as costas negras. Por isso, estes escravos eram conhecidos como ‘Tigres’.
Os “Tigres” continuaram em atividade na região até 1860. Para Margareth, o aplicativo faz a pessoa sentir o cheiro, a dor do “Tigre” e o olhar de repulsa dos transeuntes. “O problema é que o primeiro que ouvir poderá contraindicar [o app] a terceiros, pois é pesado. Muitos podem negligenciar, pois é mais fácil que encarar a história”, pondera.
Claro, a história da escravidão não é algo agradável. Mas negá-la não a faz desaparecer. Para a advogada Thais Pinhata, que estuda temas relacionados à negritude e já visitou a zona portuária mais de uma vez, “por maior que seja a cidade, ela ainda carrega um ‘quê’ de provinciana”. “São as mesmas famílias, ocupando os mesmos espaços e se vangloriando de fortunas e feitos que saem desse período de império/colônia, mas que se forem pensados a fundo, terão de ser vistos também sob outras perspectivas, como a escravização. É fácil dizer que o avô construiu esse ou aquele prédio, que fulano trouxe a art deco para o centro, difícil é dizer o custo que isso teve para quem vivia ali”, disse.
Em abril, Thais participou do lançamento de outro roteiro com propósito semelhante ao proposto pelo do Museu do Ontem. O “Pequena África” faz parte do aplicativo desenvolvido pelo projeto “Passados Presentes – turismo de memória da escravidão no Brasil”, da Universidade Federal Fluminense. O roteiro oferecido também busca difundir a memória da escravidão no Rio, especialmente as dos quilombos.
Imagem: Projeto Passados Presentes - turismo de memória da escravidão no Brasil
“Eu sabia da existência do mercado de escravos aqui, sabia que tinha alto volume de pessoas. Mas, quando estive com as pessoas que desenvolveram o aplicativo e elas mostraram a quantidade de quarteirões que isso ocupava, me assustei muito. Imagina quem nem para e pensa sobre isso. Falar de espaços faz com que tenhamos que falar de temas mais profundos”, reitera Thais sobre o porquê da escolha de se priorizar o Amanhã em detrimento do Ontem.
Os mercados de escravos tomavam conta da região portuária do Rio. No entanto, até 2011, isso era desconhecido. A área a que a advogada se refere tem quase um quilômetro de extensão. Sai do Cais do Valongo – maior porto negreiro das américas, onde mais de 700 mil negros escravizados aportaram a partir do século 18 –, passa pelo Museu de Arte do Rio (Antigo Palacete Dom João VI) e sobre o Túnel Rio 450 Anos, inaugurado em março de 2015.
São locais que fazem parte do conjunto de obras realizadas no Porto Maravilha, “concebido para a recuperação da infraestrutura urbana, dos transportes, do meio ambiente e dos patrimônios histórico e cultural da Região Portuária“. Parece que a prefeitura do Rio “esqueceu” a história africana ao construir o complexo sobre os milhares de ossos de escravos traficados, dizem os historiadores.
Largo da Prainha “ontem”, na pintura de Johann Moritz Rugendas na década de 1820 e hoje.
Mas o Museu do Ontem foi desenvolvido para resgatar a história. Por isso, quando o usuário chega no Largo de São Francisco da Prainha, é notificado que ali havia um dos mercados de escravos da região do Valongo. Era ali que, de acordo com o Passado Presente, provavelmente se situava o barracão pintado pelo artista alemão Johann Moritz Rugendas na década de 1820, já que a torre ao fundo é identificada como a da Igreja da Venerável Ordem Terceiro de São Francisco da Penitência, que ainda se pode avistar do local.
Um Hoje esvaziado
A região portuária e as pomposas obras do Boulevard Olímpico, Túnel Rio 450 e Museu do Amanhã também são cenário de outra história no Rio, a a da corrupção. A região abriga a maior parceria público-privada do país, feita em 2009 para o desenvolvimento do Porto Maravilha, como foi denominada a revitalização da zona portuária. O conjunto de obras aparece nas planilhas de contabilidade de corrupção da empreiteira Odebrecht, e foi citada Operação Xepa, da Polícia Federal, como uma das fontes de pagamento de propina a políticos. A revitalização custou R$ 8,2 bilhões e foi anunciado como um dos legados da Rio 2016. Além da Odebrecht, a Carioca Engenharia e OAS também participaram das obras na região. As duas também são investigadas na Operação Lava Jato.
Vista do Boulevard Olímpico
Foto: Tasso Marcelo/AFP/Getty Images
O “Tour da Corrupção” também está disponível no aplicativo com imagens e reportagens. Para descobrir os caminhos do dinheiro desviado, o usuário precisa de uma hora. Já o “Tour História Brasil”, que demanda duas horas de caminhada, aborda a história da região desde a chegada da família real. No “Tour do Samba”, o usuário descobre, em uma hora, os encantos da casa da Tia Ciata, do Afoxé Filhos de Gandhi, da Pedra do Sal entre outros outros locais onde o samba se desenvolveu na cidade. Porque afinal, a história dos negros não se resume a pilhagens e escravidão. É também a riqueza de nossa cultura.
O Museu do Amanhã promete “uma narrativa sobre como poderemos viver e moldar os próximos 50 anos”, “para ampliar nosso conhecimento e transformar nosso modo de pensar e agir”. A pergunta que fica é quase retórica: Como planejar o amanhã desconsiderando o ontem?
The post Aplicativos de celular mostram histórias da região Portuária “esquecidas” pela Prefeitura appeared first on The Intercept.
submitted by feedreddit to arableaks [link] [comments]


2017.06.10 15:44 feedreddit O pior da agenda tóxica de Donald Trump só será desencadeado com uma grande crise nos EUA

O pior da agenda tóxica de Donald Trump só será desencadeado com uma grande crise nos EUA
by Naomi Klein via The Intercept
URL: http://ift.tt/2rM3USm
Durante a campanha presidencial, algumas pessoas achavam que os pontos mais abertamente racistas da plataforma de Donald Trump eram apenas uma estratégia para causar irritação, não um plano de ação concreto. Porém, na primeira semana de seu mandato, quando ele vetou a entrada de cidadãos de sete países de maioria muçulmana, a ilusão logo foi desfeita. Felizmente, a reação foi imediata: marchas e protestos em aeroportos, greves de taxistas, manifestações de advogados e políticos locais. Por fim, o veto foi considerado ilegal pela Justiça americana.
Esse episódio mostrou a força da resistência e a coragem da Justiça; havia muito o que comemorar. Alguns chegaram a dizer que essa primeira derrota havia disciplinado Trump, que a partir de então seguiria uma rota mais convencional e racional.
Outra perigosa ilusão.
É verdade que muitos dos itens mais radicais da agenda do governo ainda não foram realizados. Mas não se enganem; ele não abandonou seus projetos. Eles estão bem guardados, à espreita, e uma grande crise pode trazê-los à tona.
Grandes choques costumam ser aproveitados para nos empurrar goela abaixo medidas impopulares e antidemocráticas a favor dos grandes empresários que jamais seriam aprovadas em tempos de estabilidade. É a “Doutrina do Choque”, nome que utilizei para descrever esse fenômeno. Ela foi utilizada repetidamente nas últimas décadas, seja por ditadores como Augusto Pinochet ou por presidentes americanos, como no caso do furacão Katrina.
Vimos a Doutrina do Choque em ação recentemente, antes da eleição de Trump, em cidades americanas como Detroit e Flint, onde a falência financeira do município foi usada como pretexto para dissolver a democracia local e nomear “gestores emergenciais”, que declararam guerra aos serviços e educação públicos. O mesmo está acontecendo em Porto Rico, onde a crise da dívida foi a desculpa utilizada para a criação do Conselho de Gestão e Supervisão Financeira, uma entidade que, sem precisar prestar contas a ninguém, tem o poder de implementar medidas de austeridade como cortes previdenciários e fechamento de escolas. A mesma tática está sendo usada no Brasil, onde, após o bastante questionável impeachment da presidente Dilma Rousseff, instalou-se um regime ilegítimo e ferventemente pró-empresariado. Entre as medidas adotadas estão o congelamento dos gastos públicos por 20 anos e o leilão de aeroportos, usinas de energia e outros ativos públicos, em um verdadeiro frenesi privatizante.
Como escreveu Milton Friedman, muitos anos atrás, “apenas uma crise – real ou presumida – produz mudanças. Quando uma crise ocorre, as medidas adotadas dependem das ideias presentes na paisagem política. Esta é a nossa função primordial: desenvolver alternativas às políticas existentes, mantendo-as ao alcance da mão até que o politicamente impossível se torne politicamente inevitável”. Certos alarmistas estocam comida enlatada e água para o caso de um grande desastre natural; outros estocam ideias espetacularmente antidemocráticas.
Agora, como muitos já perceberam, a história está se repetindo com Donald Trump. Durante a campanha, ele não disse a seus admiradores que iria cortar verbas de programas de fornecimento de alimentos a pessoas necessitadas. Ele também nunca admitiu que iria tentar tirar o plano de saúde de milhões de americanos ou adotar cada uma das medidas sugeridas pelo grupo Goldman Sachs. Não, ele disse o contrário de tudo isso.
Desde que assumiu a presidência, Donald Trump não fez o menor esforço para dissipar a atmosfera de caos e crise. Algumas turbulências, como o dossiê russo, surgiram contra a sua vontade ou por pura incompetência, mas muitas delas parecem ter sido deliberadamente fabricadas. Em todo caso, enquanto estamos distraídos pelo espetáculo Trump, ávidos por notícias sobre suas supostas crises conjugais ou globos luminosos, seu projeto de concentração de renda segue em frente, metódico e silencioso.
A velocidade das mudanças também contribui para isso. Com o tsunami de decretos presidenciais assinados nos 100 primeiros dias do governo de Trump, logo ficou claro que seus assessores estavam seguindo o conselho dado por Maquiavel em O Príncipe: “As injúrias devem ser feitas todas de uma vez, de forma que, sendo menos saboreadas, causem menos ofensa”. A lógica é simples: é mais fácil resistir a mudanças graduais e contínuas; se as transformações acontecem de uma só vez, a população não consegue se organizar para lidar com todas ao mesmo tempo, acabando por engolir o sapo.
Mas tudo isso não passa de uma versão light da Doutrina do Choque; é o máximo que Trump pode fazer com as pequenas crises que ele mesmo cria. Embora seja necessário denunciar e resistir ao que está sendo feito agora, também deveríamos nos preocupar com o que Trump fará quando puder se aproveitar de uma verdadeira crise. Talvez seja um _crash_econômico, como a crise das hipotecas _subprime_de 2008; ou uma catástrofe natural, como a Supertempestade Sandy; ou então um terrível ataque terrorista, como o atentado a bomba de Manchester. Qualquer uma dessas crises poderia alterar radicalmente a conjuntura política, transformando subitamente o que hoje parece improvável em algo inevitável.
Vamos analisar alguns cenários de choques possíveis, e como eles poderiam ser utilizados para tornar realidade a nociva agenda de Donald Trump.
Policiais se juntam ao público em St Ann’s Square, em Manchester, para observar as flores e mensagens em homenagem às vítimas do atentado de 22 de maio na Manchester Arena. (31 de maio de 2017)
Foto: Oli Scarff/AFP/Getty Images

Choque terrorista

Os recentes atentados em Londres, Manchester e Paris nos dão um indício de como o governo Trump tentaria explorar um grande ataque terrorista contra os EUA em seu próprio território ou no exterior. Depois do terrível atentado a bomba de Manchester, no mês passado, o governo conservador inglês lançou uma campanha feroz contra o Partido Trabalhista e Jeremy Corbyn, por este ter sugerido que o fracasso da “Guerra ao Terror” estaria alimentando o terrorismo. As declarações de Corbyn foram qualificadas de “monstruosas” – uma atitude muito parecida com a retórica “ou vocês estão conosco, ou com os terroristas” usada por George W. Bush após o ataque de 11 de Setembro de 2001. Para Donald Trump, o atentado foi consequência das “milhares e milhares de pessoas que estão entrando em vários países”, embora o terrorista – Salman Abedi – tenha nascido no Reino Unido.
Da mesma forma, logo após o atentado de Westminster, em março 2017, quando um motorista jogou um carro contra uma multidão de pedestres, matando quatro e deixando dezenas de feridos, o governo conservador logo declarou que a privacidade das comunicações digitais era uma ameaça à segurança nacional. A ministra do Interior, Amber Rudd, disse em um programa da BBC que a criptografia de programas como o Whatsapp era “totalmente inaceitável”. Ela afirmou estar negociando a “colaboração” das grandes empresas de tecnologia, para que elas forneçam ao governo um acesso especial a essas plataformas. Depois do atentado da London Bridge, ela voltou a atacar a privacidade na internet de forma ainda mais veemente.
De maneira ainda mais preocupante, depois dos atentados de Paris, em 2015 – que deixaram 130 mortos –, o governo de François Hollande declarou o estado de emergência na França, proibindo manifestações políticas. Estive na França uma semana depois daqueles horríveis acontecimentos e não pude deixar de estranhar o fato de que, embora os ataques tenham sido perpetrados contra os símbolos da vida parisiense cotidiana – um show, um estádio de futebol, restaurantes etc. –, apenas a atividade política nas ruas havia sido proibida. Grandes shows, mercados natalinos e eventos esportivos – alvos perfeitos para futuros atentados – continuaram funcionando normalmente. Nos meses seguintes, o estado de emergência foi repetidamente prolongado. Ele ainda está em vigor e deve durar pelo menos até julho de 2017. Na França, o estado de exceção virou a regra.
Isso foi feito por um governo de centro-esquerda em um país com uma longa tradição de greves e manifestações. Só uma pessoa ingênua acreditaria que Donald Trump e Mike Pence não aproveitariam um ataque terrorista nos EUA para ir ainda mais longe. A reação seria imediata, declarando manifestantes e grevistas que bloqueassem rodovias e aeroportos – os mesmos que reagiram ao veto à entrada de muçulmanos – uma ameaça à “segurança nacional”. Os líderes dos protestos seriam alvo de rigorosa vigilância e jogados na prisão.
Temos que nos preparar para o uso de crises de segurança como pretexto para intensificar a criminalização de grupos e comunidades que já estão na mira do governo: imigrantes latinos, muçulmanos, líderes do movimento Black Lives Matter, ativistas ambientais e jornalistas investigativos. Essa é uma possibilidade concreta. Em nome da luta contra o terrorismo, o secretário de Justiça, Jeff Sessions, poderia finalmente acabar com a supervisão federal das policias estaduais e municipais, favorecendo a impunidade nos casos de abuso policial contra negros e outras minorias.
E não há nenhuma dúvida de que o presidente se aproveitaria de um atentado terrorista para atacar o Judiciário. Ele deixou isso bem claro ao escrever em sua conta no Twitter, após a suspensão judicial do veto migratório: “Como um juiz pode colocar nosso país em risco? Se algo acontecer, a culpa será dele e do sistema judicial”. Na noite do atentado da London Bridge, no dia 3 de junho, ele foi ainda mais longe: “O Judiciário tem que nos devolver os nossos direitos. Precisamos do veto de entrada como uma segurança extra!” No contexto de histeria coletiva e revolta que se instalaria depois de um ataque terrorista em solo americano, talvez os juízes não tenham a mesma coragem para barrar uma nova proibição à entrada de muçulmanos nos EUA.
Nesta foto tirada em 7 de abril de 2017 pela marinha americana, no Mar Mediterrâneo, o contratorpedeiro USS Porter (DDG 78) lança um míssil Tomahawk contra uma base aérea síria. O bombardeio foi uma retaliação a um terrível ataque com armas químicas realizado naquela mesma semana.
Foto: Mass Communication Specialist 3rd Class Ford Williams/U.S. Navy via AP

Choque bélico

A reação mais exagerada e letal de um governo a um ataque terrorista é se aproveitar do clima de medo para declarar guerra a outro(s) país(es). Não importa se o alvo não tem nenhuma relação com o atentado terrorista em questão; o Iraque não tinha nada a ver com o 11 de Setembro, mas foi invadido mesmo assim.
Os alvos mais prováveis de Trump estão no Oriente Médio, incluindo países como Síria, Iêmen, Iraque e, principalmente, Irã. Outro inimigo em potencial é a Coreia do Norte, sobre a qual o secretário de Estado americano, Rex Tillerson, afirmou que “estamos abertos a todas as opções”, se recusando a descartar a possibilidade de um ataque preventivo.
Os colaboradores mais íntimos de Trump – principalmente aqueles oriundos do setor de defesa – têm diversas razões para apoiar mais ações militares. O lançamento de mísseis contra a Síria em abril de 2017 – realizado sem a aprovação do Congresso e, portanto, ilegal, segundo alguns especialistas – rendeu-lhe a cobertura midiática mais positiva de seu mandato até então. Os assessores mais próximos do presidente aproveitaram para declarar que o ataque era uma prova de que não havia nada de indecoroso nas relações entre a Casa Branca e a Rússia.
Mas há uma outra razão, menos evidente, para usar uma crise de segurança como desculpa para entrar em guerra: essa é a maneira mais rápida e eficaz de forçar um aumento no preço do petróleo, principalmente se o conflito prejudicar o fornecimento global da commodity. Isso traria grandes vantagens para gigantes como a Exxon Mobil, cujos lucros diminuíram drasticamente com a queda do preço desse produto. Feliz coincidência para a Exxon: Rex Tillerson, antigo diretor-executivo da empresa, é o atual secretário de Estado dos EUA. Tillerson trabalhou na Exxon durante praticamente toda a sua carreira – 41 anos; ao se aposentar, ele fechou um acordo com a empresa para receber espantosos US$ 180 milhões.
Além de empresas como a Exxon, talvez o único beneficiado com um aumento do preço do petróleo advindo da instabilidade global seria a Rússia de Vladimir Putin, um país que depende da venda dessa matéria-prima e que tem atravessado uma crise econômica desde a queda dos preços no mercado internacional. A Rússia é o maior exportador mundial de gás natural e o segundo maior de petróleo – depois da Arábia Saudita. Uma alta de preços seria uma boa notícia para Putin; antes de 2014, metade das receitas do Estado russo era proveniente do setor de óleo e gás.
Porém, quando os preços desabaram, a Rússia perdeu centenas de bilhões de dólares, uma catástrofe econômica com sérias consequências para o povo russo. Segundo o Banco Mundial, em 2015, os salários reais caíram quase 10% no país; o rublo perdeu quase 40% de seu valor e o número de pobres subiu de 3 para 19 milhões. Putin tenta manter sua imagem de homem forte, mas a crise econômica o deixa vulnerável.
Também já se falou muito sobre o vultoso acordo entre a Exxon Mobil e petroleira estatal russa Rosneft para a extração de petróleo no Ártico. Putin chegou a se gabar do montante envolvido – meio trilhão de dólares. É verdade que a negociação saiu dos trilhos com as sanções americanas à Rússia; porém, apesar da postura conflitante dos dois países em relação à Síria, é possível que Trump decida suspender as sanções e abrir caminho para a concretização do negócio, o que ajudaria a Exxon a superar seu momento difícil.
No entanto, mesmo se as sanções forem retiradas, ainda haveria outra pedra no caminho do projeto: o baixo preço do petróleo. Tillerson fechou o acordo com a Rosneft em 2011, quando o preço do barril chegou a altíssimos US$ 110. Em um primeiro momento, o consórcio faria a prospecção de petróleo nas águas ao norte da Sibéria, onde a extração seria difícil e cara. Para ser viável economicamente, o petróleo do Ártico teria que vendido a cerca de US$ 100 o barril – ou até mais caro. Portanto, mesmo se as sanções forem suspensas pelo governo Trump, o projeto da Exxon e da Rosneft só valerá a pena se o preço do petróleo estiver suficientemente alto. Consequentemente, qualquer instabilidade que empurre a cotação do petróleo para cima seria do interesse de muita gente.
Se o barril de petróleo ultrapassar a marca dos US$ 80, a corrida desenfreada para encontrar, extrair e queimar combustíveis fósseis vai recomeçar, mesmo se for preciso perfurar nossas calotas polares em derretimento ou extrair petróleo altamente poluente das areias betuminosas. Se isso acontecer, podemos acabar perdendo a nossa última chance de evitar uma catástrofe climática.
Portanto, evitar um conflito internacional e deter as mudanças climáticas são duas batalhas de uma mesma guerra..
Uma tela mostra dados financeiros no dia 22 de janeiro de 2008.
Foto: Cate Gillon/Getty Images

Choque econômico

Uma das marcas do projeto econômico de Trump tem sido o frenesi de desregulamentação financeira, o que aumenta em grande medida o risco de novos choques e desastres econômicos. O presidente americano anunciou que pretende revogar a Lei Dodd-Frank, peça fundamental da reforma financeira implementada pelo governo Obama após o colapso bancário de 2008. Embora não seja rigorosa o suficiente, a lei impede que a especulação desenfreada de Wall Street crie novas bolhas, que, quando explodem, causam novos choques econômicos.
Trump e sua equipe sabem disso, mas os lucros obtidos com as bolhas são sedutores demais para que eles se importem. Além do mais, os bancos nunca foram realmente à falência, e continuam sendo “grandes demais para quebrar”. Trump sabe que, no caso de outra grande crise, teremos outro resgate das instituições financeiras, exatamente como em 2008. O presidente chegou mesmo a decretar a revisão de um mecanismo da Lei Dodd-Frank criado para evitar que o contribuinte pague a conta de um novo resgate aos bancos. Visto a quantidade de ex-executivos do Goldman Sachs no governo Trump, isso é um péssimo sinal.
Alguns membros do governo também veem a crise econômica como uma oportunidade para atacar certos programas sociais. Durante a campanha, Trump seduziu o eleitorado com a promessa de não mexer na Seguridade Social nem no Medicare, o plano de saúde público dos EUA. Mas isso pode ser impraticável devido à grande redução de impostos que vem por aí, embora o governo aplique uma matemática fictícia para argumentar que o crescimento econômico gerado compensaria as perdas. O orçamento que foi proposto já é um primeiro ataque à Seguridade Social, e uma crise econômica poderia dar a Trump um conveniente pretexto para descumprir suas promessas. Em uma conjuntura pintada como apocalipse econômico, Betsy DeVos poderia até realizar seu sonho de substituir as escolas públicas por um sistema de escolas charter e vouchers.
A camarilha de Trump tem uma longa lista de políticas que jamais seriam aprovadas em tempos de normalidade. No início do mandato, por exemplo, Mike Pence se reuniu com o governador do Wisconsin, Scott Walker, que lhe contou como havia conseguido retirar o direito à negociação coletiva dos sindicatos do setor público no estado, em 2011. E qual foi o argumento utilizado para a aprovação da medida? A crise fiscal do governo estadual, o que levou o colunista Paul Krugman, do New York Times, a declarar que “a Doutrina do Choque está sendo aplicada de forma escancarada” no Wisconsin.
Juntando as peças do quebra-cabeça, o cenário fica claro: a barbárie econômica do governo provavelmente não será realizada no primeiro ano de mandato. Ela vai se revelar mais tarde, quando, inevitavelmente, as crises orçamentária e financeira chegarem. Só então, em nome da salvação fiscal do governo – e quem sabe da economia inteira –, a Casa Branca começará a realizar os desejos mais polêmicos das grandes corporações.
Gado pastando perto de um incêndio florestal nas cercanias de Protection, Kansas. (7 de março de 2017)
Foto: Bo RadeWichita Eagle/TNS/Getty Images

Choque ambiental

Da mesma forma que as políticas de segurança nacional e econômica do governo certamente causarão e aprofundarão crises, o foco de Trump em aumentar a produção de combustíveis fósseis, desmontar a legislação ambiental dos EUA e sabotar o Acordo de Paris abre caminho para novos acidentes industriais e futuras catástrofes climáticas. O dióxido de carbono lançado na atmosfera leva cerca de 10 anos para ter um efeito sobre o aquecimento global; portanto, as piores consequências das políticas de Trump só devem ser sentidas quando ele não estiver mais no poder.
Mesmo assim, o aquecimento global já está em um nível tão alarmante que nenhum presidente pode chegar ao fim do mandato sem enfrentar grandes desastres naturais. Donald Trump mal havia completado dois meses na função quando teve que lidar com grandes incêndios florestais no centro-oeste dos EUA. A mortandade de gado foi tão grande que um pecuarista descreveu a situação como “o nosso Furacão Katrina”.
Trump não demonstrou preocupação com os incêndios; não escreveu um tuíte sequer. Porém, quando uma supertempestade atingir o litoral do país, teremos uma reação muito diferente desse presidente que conhece o valor dos imóveis à beira-mar, despreza os pobres e investe apenas em construções para os mais abastados. A grande preocupação é com a repetição do ataque às escolas públicas e à habitação social e do vale-tudo imobiliário que se seguiram ao desastre – o que não é nada improvável, visto o papel central do vice-presidente Mike Pence na elaboração das políticas pós-Katrina.
Mas os grandes beneficiados da era Trump nessa área serão, sem dúvida, as empresas de resgate particular, direcionadas à clientela mais rica. Quando eu estava escrevendo “A Doutrina do Choque”, o setor ainda estava engatinhando, e muitas empresas não sobreviveram. Uma delas era a Help Jet, sediada na cidade queridinha de Trump, West Palm Beach. Enquanto esteve em atividade, a Help Jet ofereceu serviços de resgate VIP para quem pagasse uma taxa de associação.
Quando um furacão se aproximava, a Help Jet mandava limusines para buscar seus clientes, fazia reservas em hotéis cinco-estrelas e spas em algum lugar seguro e despachava-os em jatos particulares. “Sem fila nem multidão; apenas uma experiência de primeira classe que transforma um problema em um feriado”, dizia um dos anúncios da empresa. “Aproveite a sensação de evitar o pesadelo dos planos de evacuação em caso de furacão”, sugeria outra propaganda. Em retrospectiva, parece que a Help Jet, longe de ter superestimado o potencial desse nicho, estava apenas à frente de seu tempo. Atualmente, no Vale do Silício e em Wall Street, os mais abastados e temerosos se preparam para o caos climático e social comprando vagas em abrigos subterrâneos personalizados no Kansas – protegidos por mercenários fortemente armados – e construindo refúgios nas alturas da Nova Zelândia. E, lá, só se chega de jatinho particular, é claro.
O que é realmente preocupante nesse fenômeno da “sobrevivência de luxo” – além da esquisitice da coisa toda – é que, enquanto os ricos criam seus suntuosos refúgios particulares, há cada vez menos investimentos em infraestruturas de prevenção e resposta a desastres que possam ajudar a todos independentemente da renda. E foi exatamente isso que causou tanto sofrimento desnecessário em Nova Orleans depois da passagem do Katrina.
Os EUA estão caminhando cada vez mais rápido em direção a um sistema privado de resposta a desastres. Em estados como Califórnia e Colorado, mais suscetíveis a incêndios, empresas seguradoras oferecem um serviço especial: em caso de incêndio florestal, uma equipe de bombeiros particulares é despachada para aplicar um tratamento antichamas nas mansões dos clientes, deixando as outras à mercê do fogo.
A Califórnia nos oferece uma amostra do que ainda vem por aí. O estado emprega no combate a incêndios mais de 4.500 presidiários, que recebem 1 dólar por hora para arriscar a vida na linha de frente e cerca de 2 dólares por dia no acampamento. Segundo estimativas, a Califórnia economiza bilhões de dólares por ano graças a esse programa – um produto emblemático da mistura entre austeridade, encarceramento em massa e mudança climática..
Migrantes e refugiados se aglomeram perto do local de travessia na fronteira nas proximidades do povoado grego de Idomeni, no dia 5 de março de 2016, onde milhares de pessoas esperam para entrar na Macedônia.
Foto: Dimitar Dilkoff/AFP/Getty Images

Um mundo de zonas verdes e zonas vermelhas

Com o desenvolvimento de soluções privadas para catástrofes naturais, os setores mais abastados da sociedade têm menos motivos para pressionar o governo por mudanças na política ambiental e evitar um futuro ainda mais catastrófico para a vida na Terra. Isso pode explicar por que Trump está tão determinado a acelerar a crise climática.
Por enquanto, a discussão sobre os recuos da política ambiental de Trump gira em torno de um suposto racha no governo entre os céticos – aqueles que negam as mudanças climáticas, como o próprio Trump e o chefe da Agência de Proteção Ambiental, Scott Pruitt – e aqueles que reconhecem o fator humano do aquecimento global, como Rex Tillerson e Ivanka Trump. Mas isso é irrelevante. O que todos os assessores de Trump têm em comum é a crença de que eles, seus filhos e seus pares estarão em segurança; que sua riqueza e contatos irão protegê-los do pior. Eles perderão alguns imóveis com vista para o mar, é verdade, mas isso não é nada que não possa ser substituído por uma bela mansão nas montanhas.
Essa despreocupação é uma tendência extremamente inquietante. Em uma era de desigualdade crescente, uma boa parte das nossas elites está se isolando física e psicologicamente do destino coletivo da humanidade. Esse isolacionismo, ainda que apenas mental, permite que os ricos não só ignorem a necessidade de proteger o meio ambiente, mas também se aproveitem dos desastres e do clima de instabilidade para lucrar ainda mais. Estamos indo em direção a um mundo dividido entre “zonas verdes” fortificadas para os ricos e “zonas vermelhas” para o resto. E “zonas negras” – prisões secretas – para quem não estiver satisfeito. Europa, Austrália e América do Norte estão fortificando (e privatizando) cada vez mais as fronteiras para se isolar daqueles que fogem de seus países para sobreviver. Muitas vezes, os próprios países que agora estão se fechando são em grande parte responsáveis pelas ondas de imigração, seja por meio de acordos comerciais predatórios, guerras ou desastres ambientais intensificados pelas mudanças climáticas.
De fato, se mapearmos as áreas que mais sofrem com conflitos armados atualmente – dos sangrentos campos de batalha no Afeganistão e Paquistão à Líbia, Iêmen, Somália e Iraque –, um fato nos salta aos olhos: esses são alguns dos lugares mais quentes e secos do planeta; são regiões à beira da fome e da seca, dois catalisadores de conflitos, que, por sua vez, ajudam a produzir migrantes.
E a mesma tendência a diminuir a humanidade do “outro” – tornando-nos insensíveis às vítimas civis de bombardeios em países como Iêmen e Somália – agora está sendo aplicada aos refugiados, cuja busca por segurança é vista como a invasão de um exército ameaçador. É nesse contexto que, de 2014 para cá, 13 mil pessoas que tentavam chegar à Europa morreram afogadas no Mediterrâneo, muitas delas crianças e bebês; é nesse contexto que a Austrália está tentando normalizar o encarceramento de refugiados em centros de detenção nas ilhas de Nauru e Manus, em condições classificadas por diversas organizações humanitárias como análogas à tortura. É nesse mesmo contexto que o gigantesco acampamento de refugiados de Calais, recém-desmantelado, foi apelidado de “selva” – da mesma forma que as vítimas abandonadas do Katrina foram chamadas pela mídia de direita de “animais”.
O dramático crescimento nas últimas décadas do nacionalismo de direita, do racismo, da islamofobia e do supremacismo branco em geral está intimamente ligado às novas tendências geopolíticas e ecológicas. A única maneira de justificar essas formas bárbaras de exclusão é apostando em teorias de hierarquização racial, que determinam quem merece ou não ser excluído das “zonas verdes”. É isso que está em jogo quando Trump chama os mexicanos de estupradores e “_hombres_maus”; quando os refugiados sírios são tachados de terroristas em potencial; quando a política conservadora canadense Kellie Leitch defende um teste de “valores canadenses” para imigrantes; ou quando sucessivos primeiros-ministros australianos classificam os sinistros campos de detenção como uma alternativa “humanitária” à morte no mar.
Esse é o resultado típico da instabilidade global em nações que nunca repararam os crimes do seu passado; em países que insistem em ver a escravidão e o roubo das terras indígenas como meros solavancos em uma história gloriosa. Afinal de contas, a separação entre zonas verdes e vermelhas já existia na sociedade escravocrata: os bailes na casa dos senhores aconteciam a poucos metros da tortura nos campos. E tudo isso nas terras violentamente arrancadas dos índios – terra sobre a qual a riqueza norte-americana foi construída. Agora, as mesmas teorias de hierarquia racial que justificaram tanta violência em nome do progresso estão ressurgindo à medida que a riqueza e o conforto que elas proporcionaram começa a se desgastar.
Trump é apenas uma manifestação precoce desse desgaste. Mas ele não é o único. E não será o último.
Moradores da favela da Mangueira assistem de longe aos fogos de artifício da cerimônia de abertura das Olimpíadas de 2016, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. (5 de agosto de 2016)
Foto: Mario Tama/Getty Images

Uma crise de imaginação

Cidades fortificadas exclusivas para os ricos, isolados do resto do mundo em luta pela sobrevivência. É sintomático que esse seja um tema recorrente de diversos filmes de ficção científica atualmente, como Jogos Vorazes, em que o decadente Capitólio enfrenta as colônias desesperadas; e Elysium, em que uma elite vive em uma estação espacial acima de uma enorme e violenta favela. Esta é uma visão entranhada na mitologia das grandes religiões ocidentais, com suas épicas narrativas sobre dilúvios purificadores e um pequeno grupo de eleitos; histórias de infiéis ardendo em chamas enquanto os justos se refugiam em uma cidade fortificada nos céus. A dicotomia entre vencedores e condenados está tão presente no nosso imaginário coletivo que é um verdadeiro desafio pensar em outros finais para a narrativa da humanidade; um final em que a raça humana se una em um momento de crise em vez de se separar; um final em as fronteiras sejam derrubadas em vez de multiplicadas.
Afinal de contas, o objetivo de toda essa tradição narrativa nunca foi simplesmente descrever o que inevitavelmente acontecerá com a humanidade. Não, essas histórias são um aviso, uma tentativa de abrir os nossos olhos para que possamos evitar o pior.
“Nós temos a capacidade de dar ao mundo um novo começo”, disse Thomas Paine muitos anos atrás, resumindo em poucas palavras o desejo de fugir de um passado que está no cerne tanto do colonialismo quanto do “sonho americano”. Porém, a verdade é que nós _não temos_esse poder divino de reinvenção; nunca o tivemos. Temos que conviver com nossos erros e problemas, bem como respeitar os limites do nosso planeta.
Mas o que nós temos é a capacidade de mudar, de reparar velhas injustiças e a nossa relação com o próximo e com o planeta em que vivemos. Essa é a base da resistência à Doutrina do Choque.
Adaptado do novo livro da Naomi Klein, _No Is Not Enough: Resisting Trump’s Shock Politics and Winning the World We Need. _O livro será publicado em novembro de 2017 pela Bertrand Brasil. Foto do topo: Bombeiros do Kansas e de Oklahoma lutam contra um incêndio perto de Protection, no Kansas. (6 de março de 2017)
Tradução: Bernardo Tonasse
The post O pior da agenda tóxica de Donald Trump só será desencadeado com uma grande crise nos EUA appeared first on The Intercept.
submitted by feedreddit to arableaks [link] [comments]


2016.09.24 18:37 Paralelo30 O maluco solitário e o Ministério Público (Sobre Deltan Dallagnol) - Maria Cristina Fernandes (Valor, 23/09)

Derek Sivers é um músico californiano de 47 anos radicado em Cingapura. Fez fortuna com uma empresa de transação on-line de CDs que depois se tornaria uma das maiores vendedoras de música independente do mundo. Em 1º de abril de 2010, a plataforma digital de palestras TED colocou no ar um vídeo de três minutos intitulado "Como Iniciar um Movimento". Nele, Sivers mostra um rapaz de dorso nu dançando freneticamente numa montanha. Uma pessoa se levanta e passa a imitá-lo. Logo todos os jovens que o assistiam se levantam e passam a fazer o mesmo. "É o seguidor que transforma o solitário em um líder. É preciso ter coragem e não ter medo de ser ridicularizado", diz Sivers.
O vídeo teve 5,6 milhões de visualizações. Uma delas partiu de Deltan Martinazzo Dallagnol, que resolveu incorporá-lo às palestras que promove em defesa das dez medidas anticorrupção. Em fevereiro deste ano, num encontro com lideranças reunidas pela Primeira Igreja Batista de Curitiba, o procurador do Ministério Público Federal exibiu o vídeo. Ao final, dirigiu-se à sua plateia com a recomendação: "Quando encontrar um maluco solitário com uma boa causa tenha a coragem de segui-lo".
O procurador de 36 anos foi, na semana passada, a estrela da denúncia contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O terno azul-escuro, os óculos de aros pretos, a dicção que não deixa escapar uma única sílaba e o uso preciso do subjuntivo não sugerem disfunção psíquica.
A presença de todos os 12 procuradores que, sob sua coordenação, compõem a força-tarefa da Lava-Jato e a anuência do juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba, Sérgio Moro, também não autorizam a interpretação de que esteja sozinho. Durante a apresentação da denúncia, no entanto, o procurador abusou dos recursos que lançou mão para criar o movimento das dez medidas anticorrupção.
A apresentação de 1h04 foi pautada pela mesma oratória usada por Dallagnol nas mais de 150 palestras que já fez país afora desde o lançamento da campanha pela subscrição e aprovação das medidas que empoderam o Ministério Público no combate à corrupção. A retórica da persuasão do procurador parte da repetição de construções de fácil compreensão. A mais recorrente, na apresentação da denúncia foi a de que o país estava diante de uma "propinocracia, governo gerido pela propina" que, segundo o procurador, tem uma dimensão "gigantesca, maior do que muito grande".
Seu uso como arma de retórica fica evidente na comparação entre a fala e a denúncia impressa. A construção aparece 12 vezes na apresentação do procurador, mas não está registrada na acusação levada a Moro.
A retórica de Dallagnol ainda lança mão de figuras de linguagem para nominar o ex-presidente que não foram incorporadas ao texto impresso. O procurador referiu-se a Lula dez vezes como comandante de esquema criminoso, sempre acompanhado dos adjetivos "máximo", "real", "supremo". A ocorrência do termo "comandante" no documento, além de reduzida à metade, nunca é adjetivada.
Dallagnol ainda chama Lula de "maestro" e "general". Nenhuma das denominações aparece na denúncia formal. Nela, o ex-presidente surge com mais frequência como "chefe do Poder Executivo" ou "ocupante do cargo público mais elevado".
A descrição da organização criminosa no documento, que ocupa mais da metade de suas 149 páginas, é tão farta quanto na apresentação. A acusação não está no escopo das atribuições da força-tarefa, mas, sim, da Procuradoria-Geral da República, em Brasília. Sob a alçada de Curitiba estão o crime de corrupção e lavagem de dinheiro. Procuradores em Brasília avaliam que os 13 procuradores da força-tarefa poderiam ter cumprido melhor sua tarefa se tivessem se limitado aos crimes atinentes. A inclusão do crime organizado no documento e, principalmente, na fala do procurador, no entanto, compõe a narrativa do movimento do qual o procurador natural da Lava-Jato é o principal porta-voz: o projeto, em tramitação no Congresso, das dez medidas anticorrupção.
O foco na organização criminosa é sustentado pelas construções da persuasiva retórica do procurador. Dallagnol sustentou em sua fala que o ex-presidente era comandante de uma organização destinada a prover "governabilidade corrompida, perpetuação criminosa no poder e enriquecimento ilícito". Os três objetivos com os quais Lula teria assumido a Presidência da República foram repetidos nove vezes pelo procurador.
As manifestações dos integrantes do Ministério Público não estão submetidas ao mesmo cerceamento imposto a juízes, cumprido com habilidade por Sérgio Moro, que se vale dos autos e dos offs, mas não concede entrevistas. Sem o mesmo freio, o procurador não apenas tem farta presença no noticiário como é ativo usuário das redes sociais.
Nascido em Pato Branco, skatista e surfista na juventude, Dallagnol é filho de um promotor de Justiça. Entrou no Ministério Público aos 22 anos. No Twitter, apresenta-se como "seguidor de Jesus, marido e pai apaixonado, procurador da República por vocação (hoje coordenando o MPF na #LavaJato em Curitiba) e mestre em direito por Harvard".
Nos últimos dois meses, Luís Roberto Barroso (STF) e Laurita Vaz (STJ) são os únicos ministros de tribunais superiores citados nos tuítes do procurador. Barroso, pela defesa do MP quando a instituição foi atacada pelo colega de tribunal, Gilmar Mendes, e Laurita, pela frase: "A corrupção tira comida dos pratos das famílias e crianças dos bancos das escolas". Em suas postagens no Facebook, inclui mais um ministro. Quando Luiz Fachin foi indicado para o Supremo, Dallagnol compartilhou um perfil simpático ao ex-professor da Universidade Federal do Paraná, onde graduou-se.
A mulher do procurador, a farmacêutica Fernanda Dallagnol, usa sua página para compartilhar entrevistas, artigos do marido e vídeo da musa da Lava-Jato, a jornalista Joice Hasselman, além de curtir postagens do marido sobre cuidados com crianças. O casal tem dois filhos pequenos. Em entrevistas e palestras, Dallagnol não se furta a comentar sobre a privação de convivência maior com as crianças como preço a pagar pela missão na Lava-Jato.
Os tão criticados slides em powerpoint da denúncia contra Lula são muito pouco criativos quando comparados às ilustrações das palestras do procurador. Naquela dirigida a lideranças da Igreja Batista em Curitiba, depois de mostrar foto em que aparece adolescente de cabelos encaracolados "vocacionado na busca da justiça", Dallagnol exibe slide em que um par de sapatinhos de bebê aparece sobre a barriga de uma grávida. Dizia assim que a Lava-Jato havia chegado em sua vida junto com o primeiro filho.
Com um raro domínio de cena, o procurador busca empatia com humor. Diz, por exemplo, que a Lava-Jato tem tantas fases quanto o "Candy Crush Saga", sucesso do mercado de jogos eletrônicos. Em entrevista a Jô Soares chegou a relatar o dia em que pensou ter mandado mensagem de WhatsApp para seu médico, Paulo Roberto Costa Claro, descrevendo sintomas de uma infecção intestinal. Só se deu conta do engano ao receber resposta educada de seu investigado, o homônimo ex-diretor da Petrobras, que lamentava não ter formação em medicina para ajudá-lo. "Ainda bem que não mandei foto", acrescentou, arrancando risos.
Tem abordagens específicas para cada palestra, mas sempre lança mão de pelo menos três máximas - "Precisamos deixar de ser vítimas do passado para sermos senhores do nosso destino", "a saída para o Brasil não é aeroporto", "a corrupção não é um problema do partido A ou do partido B" - e arruma um jeito de encaixar uma citação de Martin Luther King. Tem uma coleção de frases do líder negro americano, sempre lembrado como pastor batista, que remetem à realização de sonhos por quem os persegue.
Depois que a plateia, com humor e emoção, está em suas mãos, Dallagnol passa à fase mais substantiva de suas intervenções. O coordenador da Lava-Jato tem uma interpretação culturalista da história. Acha que foi a colonização portuguesa quem legou a corrupção à terra natal. "Quem veio de Portugal para o Brasil foram degredados, criminosos. Quem foi para os Estados Unidos foram pessoas religiosas, cristãs, que buscavam realizar seus sonhos, era um outro perfil de colono".
O espírito cristão dos colonizadores americanos não os impediu de dizimar a população nativa, colecionar genocídios em sua política externa e conviver com o pesadelo de uma Casa Branca ocupada por Donald Trump. Mas o ex-estudante de Harvard só trouxe admiração pelas instituições americanas. O mesmo fascínio alimenta em muitos de seus compatriotas a ilusão de que o Brasil seria uma grande Amsterdã se os holandeses não tivessem sido expulsos. Não cogitam o Brasil como uma versão ampliada da África do Sul.
O coordenador da Lava-Jato, em sua pregação anticorrupção, trata de tranquilizar suas plateias de que a saída não passa por engajamento partidário, mas pela cidadania a ser exercida com a adesão às dez medidas. Cita investimentos em saúde e educação que poderiam ser feitos sem o dreno da corrupção e mostra slide de uma família emagrecida sentada à mesa vazia. A imagem se assemelha àquelas que o PT, sigla a que sempre se refere por extenso, exibiu na propaganda eleitoral em 2014.
Num esforço de quem parece buscar a linguagem de seus interlocutores, Dallagnol ilustra a janela histórica de mudança que se abre no país. "Quando você vai a Miami ou ao Paraguai pensa: não gastaria isso que estou gastando, mas é uma questão de oportunidade. Pois hoje vivemos esta oportunidade. Podemos contar com você?". Pede que levante as mãos quem o apoia. Nem precisou dançar freneticamente. Saca o celular e faz a foto do mar de mãos que surgem à sua frente. Maria Cristina Fernandes, jornalista do Valor, escreve neste espaço quinzenalmente
submitted by Paralelo30 to BrasildoB [link] [comments]


2016.01.28 22:51 ExplosionZeus Somethin's wrong with RIOT Brazil (Here's some proofs)

[ENGLISH]
For consideration on the Reddit rules, the names here given are all public in the brazilian scene, and i do not have any intention to humiliate or to make any kind of harm to those people. Like i say on the top of this text, all the source is avaible at the bottom, following the subreddit rules:

"Calling out professionals for wrong behavior is all right, but do so with proper evidence. This means that posts need to provide an unbiased account with evidence that a reasonable person could use to make their own informed decision. Any claims or accusations without strong evidence will only hurt that person or organization's reputation and will be considered a personal attack."

Hello everyone, this is a long story in which I will express myself on a number of cases that have occurred in the Brazilian national competitive scene of League of Legends. I'm interested that my opinions and information expressed herein reach the team at Riot NA, as this is disturbing the competitive scene, and for reasons that are evident in the text below we cannot rely on Riot BR to take appropriate actions.
I would like to make it clear that I will be leaving here available sources of all data cited, and I have no connection with any team or branch company. I'm just a spectator in search of respect and seriousness.
Let's start with the case of "poaching" of Caio "Loop" Almeida, according to Riot BR the team support, that was currently in contract by INTZ, was enticed by Pain Gaming when an email was sent to his father (Loop’s businessman), the evidence never went public, and according to interview that was granted to the website MyCNB, Loop denies the existence of the email in the same way that Paada (owner of Pain) also denies the existence of it. I believe that transparency is needed with the community and even with the convicts, who according to them, since the time it happened still there is not proof of it.
The Pain team informed that they tried to negotiate with INTZ, but the negotiation went no further and INTZ didn’t inform the player about the interest from the other organization to negotiate.
According to Loop, he only knew about the interests of Pain to negotiate after the closure of the transfer window, but not by INTZ or Pain, but by Pain Gaming Top Laner Matheus "Mylon" Borges’s mother, who is a friend of his mother. After knowing that INTZ had hidden Pain’s offer, he wanted to leave the team for lack of confidence in the organization, he also had other problems with them and that wasn’t the only reason for his departure.
Below is the punishment imposed by Riot BR on Pain Gaming:
. "- Loss to the right of awarding the First Stage of CBLoL 2016 (full amount) for the team, so the prize ​​obtained will be given exclusively for its players. The penalty relates only to financial values ​​and do not affect possible team rankings for other tournaments;
Now things start to get more interesting, as we will explore the relationship between INTZ and Riot BR, in the case of same organization teams (INTZ and INTZ RED/RED Canids).
It was very clear to the public that Riot BR was favoring INTZ when the scandal involving the team RED Canids went public. Under the rules of CBLoL 2016 organizations could not have two teams, and the INTZ or INTZ RED teams had to be dissolved, one team should be sold to another organization or lose their would placement. As with the Kabum organization, who owned Kabum’s Orange and Black teams, where the placement of Black team was given to Jayob team, which was the first place in the Challenger Series, remember this, it will be important later on.
The INTZ "sold" INTZ RED for a "group of anonymous investors" according to a Facebook post, giving the new team the name "RED Canids". But when it came to public the ownership structure of RED Canids was noticed that the owner is Luan Rodrigo Florencio de Almeida who is Roger "Formiga"’s son (owner of INTZ), in partnership with Dinara Guzairova, Lucas Simon Almeida's girlfriend (Rogério’s associate in INTZ), and still Luan is registered as a sub for INTZ.
Below is Riot BR’s punishment of the case:
"-Penalties -The INTZ or the Red Canids should be sold or donated to a proven independent organization until Friday (01/15/2016) at noon (12:00);
-If the sale or donation is not implemented and approved by the Season 2016 Official Crew, the INTZ or Red Canids should cede their place in CBLoL 2016;
-Suspension of the INTZ directors and the ownership structure of Red Canids for 01 (one) year from the day 01/16/2016, being prevented from attending the CBLoL studios or the events of Riot as representatives of the teams. In addition, they may not represent the organization before the contest officials during that period; other organization professionals should be designated for this purpose;
-Loss the right to award the First Stage prize of CBLoL 2016 (full amount) for the remaining staff, so the values ​​obtained will be used exclusively for its players. The penalty relates only to financial values ​​and doesn't affects possible team rankings for other tournaments;
-Loss the amount related to image rights on the First Stage of CBLoL 2016 (full amount) for the remaining staff, so the values ​​obtained will be used exclusively for its players.
-Other Considerations
-If the sale or donation is not achieved within the given time frame, team players who give their place may be hired and enrolled in CBLoL 2016 by other organizations without penalty points until 01/31/2016;
-If there is fraud, omission of material information or bad faith on proving the ownership transfer of INTZ or Red Canids, additional punishments will be applied;
-The Multiple Teams Rule will be reviewed in order to further protect the league's integrity. "
Let's look at some facts now:
1 - The Riot BR has made an agreement with INTZ (such agreement was denied by Riot in a statement) but Lucas Simon Almeida showed what happened in a post leaked from a group of INTZ RED players. By the time the Riot only stated:
"The Riot Games vehemently denies any form of agreement with any team, especially an agreement that violates the ethics, integrity or the rules. We also emphasize that an immediate arise of a link between INTZ and Red Canids started a research process to investigate the facts. Thus, Riot will decide as soon as this process is completed. Our history between the player and the Brazilian public allows us to state that they know our mission and commitment in the country, which is to give the best experience to the player and contribute to develop the eSports scene here. That is how the company will move ever."
Here is Lucas Almeida’s quote on Facebook:
“We created a plan with Riot and we won’t sell the team. In fact we are going to invest even more in you and we may just change the team’s name and put more people to help in the management You can stay cool because at next year’s ending it will be INTZ v Red with another name I hope we keep this between us, but it is just for you to stay cool with your thoughts.”
It would be such an innocence to believe that Lucas Simon Almeida said it spontaneously, because there was no reason to say it if the agreement did not existed.
2 - The Kabum organization was injured in this situation due to loss of their Black team, because INTZ won a larger window for selling their secondary team even breaking the rules of Multiple Teams Regulation. In my point of view the INTZ RED should be donated or their placement be passed on to the second place of the Challenger Series, as the first had caught the place from Kabum Black that did not sell the team on scheduled time.
3 - The Riot BR Crew only took action when the teams threatened to boycott the CBLoL where they would refuse to participate in the tournament if actions were not taken. Still dissatisfied with the decisions taken by Riot, teams are doing boycott to the INTZ team, not carrying out training with them.
I do not know the reason for the teams to not appeal to heavier penalties to the INTZ team because the penalty is clearly much higher proportion than those laid down punishments.
Now for the latter case I would like to clarify here, the incompetence of Riot BR crew to analise cases of unsportsmanlike conduct.
It was published yesterday (01/27/16) a punishment note to the Pain Gaming player Matheus "Mylon" Borges, where he made an obscene gesture to a teammate in the living room of CBLoL studio(it's the room where the players can relax, chat and watch the other teams matches), where according to players they were talking amicably and that gesture was merely a joke between them.
Following it, the ABSURD punishment imposed on the player:
"Suspension of player Matheus" Mylon "Borges by two (2) next rounds of CBLoL (from the day 30/01 to 14/02). This suspension includes CBLoL and Challenger Series, both in the same period.
In addition, a fine of R$ 2,000.00 (two thousand brazilian reais) will be applied to the player. "
For comparison, the Jungler of Cloud 9 Hai "Hai" Lam during the world championships, made a similar gesture during the interview that the player of the opposing team was performing, directed straight to him, and the punishment was a fine of 500 euros, which is approximately 1/3 of the minimum French wage (where the tournament was being held). While R$2,000 is approximately 2.3 times the minimum Brazilian wage (R$ 880).
This is not the first time Mylon is punished, in other situation during the Regional Final Fortaleza, while still playing for Keyd Stars, made offensive gestures and spoke obscene words to the opponent, he admitted and apologized for what happened, the team received as punishment a ban loss for 4 matches.
Another time, Mylon was also punished with bans in matches, but in an unjust situation, he talked in the game chat to one of the opponents, where they made a joke among themselves, the Riot BR Crew considered the conversation between the two offensive and gave punishment even after clarification state from both players.
Due to the various events that occurred, I'm starting to question myself about the competence and honesty of Riot BR, because we expected transparency from them and to revise the punishments they've done, cause in some cases it appeared to have complete incompetence and /or corruption, becoming apparent favoritism that certain teams have been receiving.
I thank everyone who took the time to read, and I am available here on reddit or on my twitter.
@ManiacRichard
Sources - MyCNB is one of the main brazilian eSports news website, google translate will fit you well to read the following content:
Mylon's case: http://mycnb.uol.com.bnoticias/3611-apos-gesto-obsceno-mylon-e-suspenso-por-duas-rodadas-no-cblol http://mycnb.uol.com.bnoticias/2678-pain-gaming-perdeu-ban-por-xingamento-de-mylon-a-adversario-no-chat https://www.youtube.com/watch?v=IVxVc_CCb6U http://lolesports.com.bnoticias/5521241f-e373-4790-8a79-2b67017455c1
Loop's case: http://mycnb.uol.com.bnoticias/3593-loop-soube-de-interesse-do-pain-pela-mae-de-mylon-mas-nega-aliciamento http://mycnb.uol.com.bnoticias/3531-loop-quebra-o-silencio-e-confirma-desejo-de-ter-saido-do-intz http://espn.uol.com.bnoticia/566403_league-of-legends-dono-da-pain-gaming-fala-sobre-caso-loop-com-exclusividade-para-a-espn-games http://lolesports.com.bnoticias/b78df2cb-aa21-40d1-8d95-1a1b17869496 http://mycnb.uol.com.bnoticias/3498-dono-do-pain-nega-aliciamento-critica-punicao-e-diz-que-vai-recorrer
INTZ & INTZ RED/RED Canids's case: http://mycnb.uol.com.bnoticias/3579-por-imbroglio-com-red-canids-times-do-cblol-deixam-de-treinar-com-intz http://mycnb.uol.com.bnoticias/3569-depois-de-punicao-dono-da-brasil-mega-arena-compra-red-canids http://mycnb.uol.com.bnoticias/3563-gerente-da-riot-admite-erros-no-caso-red-canids-pisamos-na-bola http://mycnb.uol.com.bnoticias/3555-donos-de-intz-e-red-canids-sao-suspensos-do-lol-por-um-ano http://mycnb.uol.com.bnoticias/3549-riot-abre-investigacao-para-apurar-relacao-entre-intz-e-red-canids http://mycnb.uol.com.bnoticias/3545-dono-do-intz-indica-acordo-com-riot-e-disse-que-intz-red-so-mudaria-de-nome http://mycnb.uol.com.bnoticias/3544-cinco-equipes-ameacam-boicote-ao-campeonato-brasileiro-de-lol http://mycnb.uol.com.bnoticias/3540-namorada-e-filho-dos-donos-do-intz-estao-por-tras-do-red-canids http://mycnb.uol.com.bnoticias/3536-base-da-kabum-black-jogara-pelo-estudio-xp-no-desafiante http://lolesports.com.bnoticias/d8e7d65c-bb84-4345-8227-89b2b686e730 http://lolesports.com.bnoticias/5b68e069-6e03-4703-babb-1e5fc55cdcc9
[PORTUGUÊS] Olá a todos, esse é um relato longo no qual vou me posicionar diante a diversos casos que vem ocorrendo no cenário competitivo nacional brasileiro de League of Legends. Tenho interesse que minhas opiniões e informações aqui expressas alcancem a equipe da Riot NA, pois isso vem atrapalhando o cenário competitivo, e por motivos que ficam evidentes no texto abaixo não podemos confiar na Riot BR para tomar as devidas providências.
Gostaria de deixar claro que estarei deixando a disposição aqui as fontes de todos os dados citados, e que não tenho vinculo com nenhum time ou empresa do ramo. Sou apenas um espectador em busca de respeito e seriedade.
Vamos começar pelo caso de "aliciamento" de Caio "Loop" Almeida, segundo a Riot BR o suporte do time, que estava com contrato vigente pela INTZ, foi aliciado pela Pain Gaming quando um email foi mandado para o seu pai (empresário de Loop), as provas nunca vieram a público e segundo entrevista que foi concedida ao site MyCNB o Loop nega existência do email, da mesma forma que o Paada (dono da Pain) também nega a existência do mesmo. Acredito que seja necessário transparência com a comunidade e inclusive com os condenados, que segundo eles, não foi apresentado até o dado momento provas do ocorrido.
A Pain informa que tentou negociar com INTZ, porém a negociação não foi adiante e a INTZ não informou ao jogador do interesse da outra organização em negociar.
Segundo Loop, ele ficou sabendo do interesse da Pain em negociar somente após o fechamento da janela de transferências, mas não pela INTZ nem pela Pain e sim através da mãe de Matheus "Mylon" Borges, que é amiga de sua mãe. Ao saber que a INTZ havia ocultado a oferta da Pain, ele quis sair do time pela falta de confiança na organização devido ao ocorrido, segundo ele haviam também outros problemas com a organização e que este não era o único motivo da sua saída.
Segue abaixo a punição imposta pela Riot BR sobre a Pain Gaming:
" A organização paiN Gaming violou a Política Interregional de Antialiciamento e será penalizada. Com isso, ficam também impedidos de inscrever o jogador Caio “Loop” Almeida como membro da organização em qualquer evento ou torneio da Riot, pela Temporada 2016 de League of Legends. Isso não impede que o jogador seja inscrito por qualquer outra equipe durante esse período, inclusive pela INTZ. A Comissão de Operações de Ligas também definiu que, considerando que o desempenho do jogador pode ficar abalado como consequência dessa proposta, a equipe INTZ poderia inscrever um jogador adicional, sem penalidades. Isso não afeta as questões contratuais correntes entre o jogador e a organização, que devem ser tratadas entre as partes.
Agora as coisas começam a ficar mais interessantes, pois iremos explorar a relação INTZ e Riot BR, com o caso de equipes de mesma organização (INTZ e INTZ RED - RED Canids).
Ficou bem claro ao público que a Riot BR estava favorecendo a INTZ quando saiu a público o escândalo envolvendo o time RED Canids. Segundo as normas do CBLoL 2016 as organizações não poderiam ter 2 equipes, sendo as equipes INTZ ou INTZ RED dissolvidas, um dos times deveria ser vendido para outra organização ou perderia a vaga. Como ocorreu com a Kabum, que possuia os times Orange e Black, onde a vaga do Black foi passada a Jayob, que era o primeiro colocado na Liga Desafiante, lembrem-se disso, será importante mais a frente.
A INTZ "vendeu" a INTZ RED para um "grupo de investidores anônimos" segundo publicação no Facebook, dando novo nome a equipe, "RED Canids". Porém quando veio a público o quadro societário da RED Canids nota-se que o dono é Luan Rodrigo Florencio de Almeida que é filho do Rogério "Formiga" (dono da INTZ), em parceria com Dinara Guzairova, namorada de Lucas Simon Almeida (sócio de Rogério na INTZ), além disso Luan está inscrito como jogador reserva da INTZ.
Segue abaixo a punição do caso pela Riot BR:
"-Penalidades
-A INTZ ou a Red Canids deverá ser vendida ou doada a uma organização comprovadamente independente até sexta-feira (15/01/2016) ao meio-dia (12h00);
-Caso a venda ou a doação não seja concretizada ou ainda aprovada pelos Oficiais da Temporada 2016, a INTZ ou a Red Canids deverá ceder sua vaga no CBLoL 2016;
-Suspensão dos diretores da INTZ e do quadro societário da Red Canids por 01 (um) ano, a partir do dia 16/01/2016, ficando impedidos de comparecerem aos estúdios do CBLoL ou aos eventos da Riot como representantes das equipes. Além disso, eles não poderão representar a organização perante os oficiais da competição durante esse período; outros profissionais da organização deverão ser designados para esse fim;
-Perda de direito à premiação da Primeira Etapa do CBLoL 2016 (valor integral) pela equipe remanescente, assim os valores obtidos serão destinados exclusivamente a seus jogadores. A penalidade só diz respeito aos valores financeiros e não afeta possíveis classificações do time para outros torneios;
-Perda do valor referente aos direitos de uso de imagem da Primeira Etapa do CBLoL 2016 (valor integral) pela equipe remanescente, assim os valores obtidos serão destinados exclusivamente a seus jogadores.
-Outras considerações
-Caso a venda ou a doação não seja concretizada dentro do prazo determinado, os jogadores da equipe que ceder sua vaga poderão ser contratados e inscritos no CBLoL 2016 por outras organizações sem penalidade de pontos até 31/01/2016;
-Caso haja fraude, omissão de informações relevantes ou má-fé na comprovação da transferência de titularidade da INTZ ou da Red Canids, punições adicionais serão aplicadas;
-A Regra de Múltiplas Equipes será revisada de forma a proteger ainda mais a integridade do campeonato."
Vamos analisar alguns fatos agora:
1º - A Riot BR realizou um acordo com a INTZ (tal acordo foi negado pela Riot em comunicado oficial), porém Lucas Simon Almeida evidenciou o ocorrido em postagem vazada em um grupo de jogadores da INTZ RED. Até o momento a Riot somente se deu o trabalho de dizer:
"A Riot Games nega veementemente qualquer forma de acordo com qualquer equipe, ainda mais um acordo que infrinja a ética, a integridade ou as regras estabelecidas. Ressaltamos, ainda, que imediatamente após surgirem informações sobre vínculo entre INTZ e Red Canids foi iniciado um processo de investigação para a apuração dos fatos. Dessa forma, a Riot se pronunciará assim que esse processo for concluído.
Nosso histórico com o jogador e com o público brasileiro nos permite afirmar que eles conhecem a nossa missão e compromisso no País, que é dar a melhor experiência ao jogador e contribuir para desenvolver aqui o cenário de eSports. É nesse sentido que a empresa se movimentará sempre."
A seguir a citação do Lucas S. Almeida no Facebook:
“Criamos um plano com a Riot e não venderemos a equipe. Na verdade, vamos investir ainda mais em vocês e devemos apenas mudar o nome e colocar mais pessaos pra ajudar na gestão Podem ficar tranquilos que final do ano que vem será INTZ x RED com outro nome Espero que mantenhamos isso entre nós, mas já para vocês ficarem tranquilos com dúvidas.”
Seria muita inocência acreditar que Lucas Simon Almeida falou aquilo de forma espontânea, pois não havia motivos para se dizer aquilo se não a existência do acordo.
2º - A Kabum foi lesada nesta situação devido a perda da equipe, pois a INTZ além de infringir as regras do regulamento de múltiplas equipes, ganhou uma janela maior para venda da equipe. Ao meu ver a INTZ RED deveria ser doada ou a vaga da mesma ser repassada ao segundo colocado da Liga Desafiante, já que o primeiro colocado havia pego a vaga da Kabum Black que não efetuou a venda da equipe no prazo estabelecido.
3º - A Riot BR evidentemente só tomou providências quando as equipes ameaçaram boicote ao CBLoL, onde elas se recusariam a participar do torneio se providências não fossem tomadas. Ainda insatisfeitas com as decisões tomadas pela Riot as equipes estão fazendo boicote ao time da INTZ, não efetuando treinos com o mesmo.
Não sei o motivo das equipes não recorrerem de forma rígida por punições mais pesadas ao time da INTZ, pois a penalidade é de proporção muito maior do que as punições estabelecidas.
Agora vamos ao último caso que gostaria de esclarecer aqui, a incompetencia da Riot BR em analisar casos de conduta anti-esportiva.
Foi publicado ontem (27/01/16) um comunicado de punição ao jogador da Pain Gaming Matheus "Mylon" Borges, onde o mesmo fez um gesto obsceno para um colega de equipe na área de convivência do estúdio do CBLoL, onde segundo os jogadores eles estavam conversando de forma amigável e que o gesto não passou de uma brincadeira entre eles.
Segue abaixo a ABSURDA punição imposta ao jogador:
"Suspensão do jogador Matheus “Mylon” Borges pelas 2 (duas) próximas rodadas do CBLoL (do dia 30/01 até 14/02). Essa suspensão inclui o CBLoL e o Circuito Desafiante, ambos no mesmo período. Além disso, uma multa de R$ 2.000,00 (dois mil reais) será aplicada ao jogador."
Para comparação, o Jungler da Cloud 9 Hai "Hai" Lam durante o campeonato mundial, fez um gesto idêntico durante a entrevista que o jogador do time adversário estava realizando, diretamente direcionado a ele, e a punição foi uma multa de 500 euros, o que é aproximadamente 1/3 do salário mínimo Francês (local onde o campeonato estava sendo realizado). Enquanto R$2000 é aproximadamente 2,3 vezes o salário mínimo do Brasil (R$880).
Esta não é a primeira vez que Mylon é punido, em outra situação durante a Final Regional Fortaleza, quando ainda jogava pela Keyd Stars, fez gestos ofensivos e falou palavras obscenas para o adversário, ele admitiu e se desculpou pelo ocorrido, a equipe recebeu como punição a perda de um banimento por 4 partidas.
Em outra vez, Mylon também foi punido com banimentos em partidas, porém numa situação injusta, ele conversou no chat do jogo com um dos adversários, onde eles fizeram uma brincadeira entre sí, a Riot considerou a conversa entre os dois ofensiva e deu a punição mesmo após esclarecimento dos jogadores.
Devido aos diversos fatos ocorridos começo a questionar-me sobre a competência e honestidade da Riot BR, poís o que esperávamos dela era transparência e que revisassem as punições efetuadas, pois em alguns casos aparentou total incopetência e/ou má fé, ficando evidente o favorecimento que certas equipes tem recebido.
Agradeço a todos que dedicaram tempo a ler, e estou a disposição para contato aqui no Reddit ou no meu twitter.
@ManiacRichard
Fontes - O Site MyCNB é um dos principais portais de notícias no Brasil:
Caso Mylon: http://mycnb.uol.com.bnoticias/3611-apos-gesto-obsceno-mylon-e-suspenso-por-duas-rodadas-no-cblol http://mycnb.uol.com.bnoticias/2678-pain-gaming-perdeu-ban-por-xingamento-de-mylon-a-adversario-no-chat https://www.youtube.com/watch?v=IVxVc_CCb6U http://lolesports.com.bnoticias/5521241f-e373-4790-8a79-2b67017455c1
Caso Loop: http://mycnb.uol.com.bnoticias/3593-loop-soube-de-interesse-do-pain-pela-mae-de-mylon-mas-nega-aliciamento http://mycnb.uol.com.bnoticias/3531-loop-quebra-o-silencio-e-confirma-desejo-de-ter-saido-do-intz http://espn.uol.com.bnoticia/566403_league-of-legends-dono-da-pain-gaming-fala-sobre-caso-loop-com-exclusividade-para-a-espn-games http://lolesports.com.bnoticias/b78df2cb-aa21-40d1-8d95-1a1b17869496 http://mycnb.uol.com.bnoticias/3498-dono-do-pain-nega-aliciamento-critica-punicao-e-diz-que-vai-recorrer
Caso INTZ e INTZ RED/RED Canids: http://mycnb.uol.com.bnoticias/3579-por-imbroglio-com-red-canids-times-do-cblol-deixam-de-treinar-com-intz http://mycnb.uol.com.bnoticias/3569-depois-de-punicao-dono-da-brasil-mega-arena-compra-red-canids http://mycnb.uol.com.bnoticias/3563-gerente-da-riot-admite-erros-no-caso-red-canids-pisamos-na-bola http://mycnb.uol.com.bnoticias/3555-donos-de-intz-e-red-canids-sao-suspensos-do-lol-por-um-ano http://mycnb.uol.com.bnoticias/3549-riot-abre-investigacao-para-apurar-relacao-entre-intz-e-red-canids http://mycnb.uol.com.bnoticias/3545-dono-do-intz-indica-acordo-com-riot-e-disse-que-intz-red-so-mudaria-de-nome http://mycnb.uol.com.bnoticias/3544-cinco-equipes-ameacam-boicote-ao-campeonato-brasileiro-de-lol http://mycnb.uol.com.bnoticias/3540-namorada-e-filho-dos-donos-do-intz-estao-por-tras-do-red-canids http://mycnb.uol.com.bnoticias/3536-base-da-kabum-black-jogara-pelo-estudio-xp-no-desafiante http://lolesports.com.bnoticias/d8e7d65c-bb84-4345-8227-89b2b686e730 http://lolesports.com.bnoticias/5b68e069-6e03-4703-babb-1e5fc55cdcc9
submitted by ExplosionZeus to leagueoflegends [link] [comments]


2014.08.24 18:54 BlizzShark Os Lusitanos - 2º Aniversário

Find The Asura v3.0
Três Asuras perderam-se enquanto exploravam Tyria e conselho Asura emitou um pedido de busca a todas as raças. Para ajudar esta comunidade, Os Lusitanos decidiram mobilizar todos os recursos disponíveis. Para isso desafiamos todo os membros a ajudarem nas buscas. Mas não desesperem, a comunidade Asura está a trabalhar num dispositivo que vai permitir ver os Asuras perdidos. Resta-nos esperar que Os Lusitanos consigam encontrar os Asuras perdidos antes que algo de mal aconteça. Se acham que conseguem encontrar uma agulha num palheiro e que já conhecem Tyria como a palma da vossa mão, este jogo é para vocês.
Data
Domingo, 24 de Agosto de 2014 às 22h 00min.
Objectivo
O objectivo deste jogo é encontrar os Asuras perdidos.
Mecânica
O dispositivo Asura vai permitir-nos ter acesso ao mapa e a uma imagem de um dos Asura. Esta imagem vai ser colocada na página de Facebook da guild. A partir deste momento, devem dirigir-se ao mapa em questão e procurar o Asura. O vencedor deste desafio é o primeiro a conseguir chegar à localização do Asura. A busca por cada Asura funciona independentemente, sendo que a imagem de cada Asura será divulgada após o Asura anterior ser encontrado ou após 30 min da divulgação da imagem anterior.
Poster
submitted by BlizzShark to OsLusitanos [link] [comments]


Inter De Milão X Napoli AO VIVO COM IMAGENS HOJE 28/07 ... Adivinhe o Filme de Imagem ou Pôster: Jogo de Quiz - Nível 45 - Beeks JOGO ABERTO - 23/04/2020 - PROGRAMA COMPLETO - YouTube Montando uma Imagem de um Jogo Adivinhe o Filme de Imagem ou Pôster: Jogo de Quiz - Nível 48 - Beeks AMERICA MG X CUIABÁ COPA SUL AMERICA JOGO DE VOLTA OITAVAS DE FINAL INFELIZMENTE FOMOS ELIMINADOS. Imagens do jogo de ontem JOGO BRASILEIRO DE SOBREVIVÊNCIA - RIO: Raised In Oblivion ... ESTABA EN BUSCA DE LA NUEVA ARMA Y PASO ESTO!! FREE FIRE JOGO AO VIVO DE GOIÁS X SÃO PAULO COM IMAGEM HD

aap2 ludicudade e educação1-De acordo com Vygotsky ...

  1. Inter De Milão X Napoli AO VIVO COM IMAGENS HOJE 28/07 ...
  2. Adivinhe o Filme de Imagem ou Pôster: Jogo de Quiz - Nível 45 - Beeks
  3. JOGO ABERTO - 23/04/2020 - PROGRAMA COMPLETO - YouTube
  4. Montando uma Imagem de um Jogo
  5. Adivinhe o Filme de Imagem ou Pôster: Jogo de Quiz - Nível 48 - Beeks
  6. AMERICA MG X CUIABÁ COPA SUL AMERICA JOGO DE VOLTA OITAVAS DE FINAL INFELIZMENTE FOMOS ELIMINADOS.
  7. Imagens do jogo de ontem
  8. JOGO BRASILEIRO DE SOBREVIVÊNCIA - RIO: Raised In Oblivion ...
  9. ESTABA EN BUSCA DE LA NUEVA ARMA Y PASO ESTO!! FREE FIRE
  10. JOGO AO VIVO DE GOIÁS X SÃO PAULO COM IMAGEM HD

MESMO COM DUAS ASSISTÊNCIAS DE KAKÁ , O ORLANDO CITY CEDE MAIS UM EMPATE DENTRO DE CASA. AMERICA MINEIRO VAI EM BUSCA DE MAIS UM DESAFIO,TENTAR PASSAR PELO GRANDE CUIABÁ NAS OITAVAS DE FINAL DA SUL AMERICANA. MASTER LIGA ONLINE SLP PES2020. Montando uma Imagem de um Jogo grt7529. Loading... Unsubscribe from grt7529? ... Como criar imagem .ISO de arquivos e pastas - Duration: 2:55. Gabriel Tutors 454,545 views. tags: assistir ao vivo jogo do inter x napoli agora, assistir ao vivo com imagem inter x napoli, assistir ao vivo com imagem jogo do inter x napoli, inter x ... Hola sniper! Bienvenido a un nuevo video bien chido, espero que te guste y si es asi SUSCRIBETE y deja tu like (si quieres mas videos de FREE FIRE dime en lo... Vídeo com informações sobre um novo jogo de sobrevivência que está sendo desenvolvido por brasileiros e se passará na cidade do Rio de Janeiro. Para saber ma... INSCREVA-SE NO CANAL E NÃO PERCA NENHUM DETALHE DO JOGO ABERTO. Quer ver o programa completo ao vivo? Não perca, de segunda a sexta-feira, às 11h: band.com.b... Adivinhe o Filme de Imagem ou Pôster: Jogo de Quiz - Nível 46 - Beeks - Duration: 1:38. Games Answers No views. New; 1:38. Denzel Washington's Life Advice Will Leave You SPEECHLESS LISTEN THIS EVERYDAY AND CHANGE YOUR LIFE - Duration: 10:18. Grow Successful 5,202,110 views Adivinhe o Filme de Imagem ou Pôster: Jogo de Quiz - Nível 43 - Beeks - Duration: 1:32. Games Answers No views. New; 1:32.