Eu preciso de um amigo rico

Todo seguro viagem possui vantagens e restrições. Não existe um seguro de viagem perfeito e que funcione para todas as pessoas e para todos os tipos de viagem. Aquele que seu amigo comprou e indicou pode não ser o melhor para você. Cada tipo de viagem exige um que se adapte ao que você planejou. Annie, eu sou o homem mais feliz do planeta E eu sou a garota mais feliz deste mundo. Nós dois somos um Um caso bem sério História de amor Que não tem mistério Eu não preciso de mais nada pra viver Eu só preciso de você. Você me mostrou Que ainda há esperança E eu nunca pensei Ter uma criança Ganhei um pai e uma família especial Todos a postos no Natal Eu preciso de um coroa rico para me bancar. Sobre o site Eu Confesso. O Eu Confesso é o único local na Internet onde você pode confessar qualquer coisa.SIM, qualquer coisa em TOTAL ANONIMATO.Todos os posts são 100% anónimos. Preciso de um amigo Que alem do que eu preciso Tenha paciência para me aturar E quando a amizade for embora Que seja por causa da hora De encontrar outro caminho Ai , mesmo sozinho Vou lembrar daquele perdido que além de ser querido Soube ser um grande amigo. Oscar de Jesus Klemz. Eu preciso de um amigo Companheiro e irmão Pra que eu sinta no meu peito Bater mais que um coração Só entende o que eu falo Quem passou dificuldade ... Milionário e José Rico, Chitãozinho e Xororó, Juliano Cezar e mais... Gospel. Aline Barros, Fernandinho, Gabriela Rocha, Bruna Karla e mais... Sertanejo Romântico. Nesse mundo de céticos, preciso de alguém que creia nessa coisa misteriosa, desacreditada, quase impossível: a amizade. Que teime em ser leal, simples e justo, que não vá embora se algum dia eu perder o meu ouro e não for mais a sensação da festa. Preciso de um amigo que receba com gratidão o meu auxílio, a minha mão estendida. Eu já não sei mais o que eu digo Eu preciso de um amigo Para mim desabafar Dei meu coração a quem não presta E na vida o que me resta É somente lamentar Eu quero que alguém me socorra ... Zezé Di Camargo e Luciano, Juliano Cezar, Milionário e José Rico, Chitãozinho e Xororó e mais... Sertanejo Hits. Marília Mendonça, Henrique e ... Um sujeito ponta firme Que apesar da correnteza Tenha sempre um carinho Pra impedir nossa tristeza. Eu preciso de um amigo E ele pode ser você Se depois disso que eu disse Me souber compreender. Eu preciso de um amigo Companheiro e irmão Pra que eu sinta no meu peito Bater mais que um coração. Só entende o que eu falo Quem passou ... Nesse mundo de céticos, preciso de alguém que creia nessa coisa misteriosa, desacreditada, quase impossível: a amizade. Que teime em ser leal, simples e justo, que não vá embora se algum dia eu perder o meu ouro e não for mais a sensação da festa. Preciso de um amigo que receba com gratidão o meu auxílio, a minha mão estendida. Amigo de rico Amigo de rico O amigo do rico raramente trabalha muito. Cultiva amizades que lhe garantem bem-estar e bons restaurantes ... – Ah, eu preciso que você me quebre um galho.

Em qualquer discussão sobre desigualdade, estas são as quatro perguntas que têm de ser feitas Sem essas quatro questões, qualquer discussão se torna puramente emotiva, ideológica e estéril

2020.09.22 22:50 AnzoLinux Em qualquer discussão sobre desigualdade, estas são as quatro perguntas que têm de ser feitas Sem essas quatro questões, qualquer discussão se torna puramente emotiva, ideológica e estéril

Steve Horwitz
Já escrevi vários artigos e concedi muitas entrevistas contestando a popular afirmação de que a desigualdade está piorando. Os artigos contêm uma ampla variedade de dados (muitos podem ser encontrados aqui e aqui), mostrando que muitas das afirmações sobre essa "desigualdade crescente" de renda ou estão erradas, ou são exageradas ou ignoram outras evidências.

Entretanto, o que eu quero aqui é, especificamente, focar em quatro questionamentos que devem estar no centro de qualquer discussão sobre desigualdade.

Primeira pergunta: estamos falando de desigualdade ou de pobreza?

Com frequência, esses dois problemas se confundem nesse tipo de discussão.

Pobreza diz respeito às condições absolutas em que alguém se encontra. Tem comida? Acesso a água potável? Habitação? Trabalho? Seus filhos podem frequentar uma escola ou se veem forçados a trabalhar? Os critérios são muitos.

Já desigualdade é uma variável relativa, que nada diz sobre as condições absolutas de vida. Para saber se um país é desigual, é preciso comparar seus habitantes mais ricos e mais pobres e ver a distância entre eles. Um país que tenha uma pequena parcela de milionários e o restante da população passe fome é muito desigual. Já um onde todos passem fome é igualitário. A condição objetiva dos pobres em ambos, contudo, é a mesma.

Igualmente, se os mais pobres viverem como milionários, e os mais ricos sejam uma pequena parcela de trilionários, a desigualdade é grande.

As duas coisas, pobreza e desigualdade, se confundem facilmente, de modo que muita gente que se preocupa com a pobreza (com quem não tem, por exemplo, acesso a saneamento básico ou a educação) acaba falando de desigualdade: da diferença entre os mais ricos e os mais pobres. E essa confusão muda a maneira de pensar: pobreza e desigualdade acabam se tornando a mesma coisa, de modo que o melhor remédio contra a pobreza seria a redução da desigualdade, o que via de regra significa tirar de quem tem mais e dar para quem tem menos.

Consequentemente, aqueles que se dizem preocupados com a desigualdade frequentemente começam a discorrer sobre como a situação está ruim para os mais pobres. Aparentemente, tais pessoas presumem que uma desigualdade crescente deve significar que os ricos estão enriquecendo e os pobres, empobrecendo.

Mais especificamente, alguns parecem acreditar que os pobres estão mais pobres porque os ricos estão mais ricos. Isto é, eles supõem que a economia seja um jogo de soma-zero, de modo que, se alguns estão mais ricos, esta opulênciasó pode ter vindo dos pobres.

Sendo assim, limpe o terreno, esclareça os termos e eleve o nível da conversa. Certifique-se de que todos estejam falando a mesma coisa. Porque se estivermos discutindo a pobreza, a evidência esmagadora é a de que, globalmente, a miséria se reduziu dramaticamente nos últimos 25 anos.

Segunda pergunta: estamos falando de desigualdade de renda, de riqueza ou de consumo?

Aqueles preocupados com desigualdade costumam confundir renda e riqueza nessas discussões. Mesmo este famoso vídeo comete esse deslize. Ele começa apresentando dados sobre riqueza, mas, várias vezes ao longo da apresentação — incluindo uma longa discussão a respeito de um gráfico — ele se refere ao salário das pessoas. Salário é renda, não riqueza.

Riqueza se refere à soma de nossos ativos (dinheiro, imóveis, terras, carros e outros bens) menos passivos (dívidas em geral e contas a pagar). A riqueza é um estoque.

Já renda é a variação líquida de nossa riqueza em um dado período de tempo, seja porque ganhamos um salário, um dividendo de uma ação, juros de uma aplicação, ou aluguel do inquilino. A renda é um fluxo.

É possível ter uma grande riqueza, mas uma renda baixa, como uma pessoa idosa que vive só de sua magra pensão ou dos juros de sua poupança, mas que tem uma casa totalmente quitada.

Inversamente, alguém pode ter alta renda e baixa riqueza financeira. Por exemplo, alguém que tem um alto salário, mas gasta imediatamente tudo em bens de consumo.

Os dados serão diferentes dependendo de estarmos falando de riqueza ou de renda. Seja claro nesse tópico.

Desigualdade de consumo é uma terceira possibilidade. Trata-se da diferença entre o que ricos e pobres podem consumir. As evidências disponíveis sugerem que a desigualdade de consumo é muito menor que a de renda ou riqueza, principalmente nos países mais desenvolvidos. Os lares dos americanos pobres possuem quase todas as coisas que os lares ricos, ainda que de qualidade mais baixa. E a distancia entre ricos e pobres neste quesito se estreitou nas últimas décadas. Uma vez que, em última análise, é o que consumimos o que interessa, essa é uma questão que tem de ser deixada clara em eventuais discussões.

Como dito neste artigo: a riqueza de Bill Gates deve ser 100.000 vezes maior do que a minha. Mas será que ele ingere 100.000 vezes mais calorias, proteínas, carboidratos e gordura saturada do que eu? Será que as refeições dele são 100.000 vezes mais saborosas que as minhas? Será que seus filhos são 100.000 vezes mais cultos que os meus? Será que ele pode viajar para a Europa ou para a Ásia 100.000 vezes mais rápido ou mais seguro? Será que ele pode viver 100.000 vezes mais do que eu?

O capitalismo que gerou essa desigualdade é o mesmo que hoje permite com que boa parte do mundo possa viver com uma qualidade de vida muito melhor que a dos reis de antigamente. Hoje vivemos em condições melhores do que praticamente qualquer pessoa do século XVIII.

Terceira pergunta: e a mobilidade de renda?

Os que se preocupam com a desigualdade frequentemente pontificam como se os ricos, que estão ganhando cada vez mais, e os pobres, que estão ganhando cada vez menos, fossem sempre os mesmos, ano após ano.

Eles veem aquelas estatísticas que mostram que os 20% mais ricos detêm hoje uma fatia da renda nacional maior do que 30 anos atrás, ao passo que os 20% mais pobres detêm uma fatia menor. Daí, concluem que esses ricos são exatamente os mesmos, e que eles ficaram ainda mais ricos; e que os pobres são exatamente os mesmos, e que eles ficaram ainda mais pobres.

Muito bem.

Sobre os pobres terem ficado mais pobres, esta é uma conclusão que, como já dito, simplesmente não se sustenta. Os pobres enriqueceram nos últimos anos (veja o gráfico 1 deste artigo).

Falemos então sobre a mobilidade de renda, que é o que está sendo realmente ignorado. Comparações entre dois anos separados entre si por décadas são retratos estáticos de um processo dinâmico. O que essas comparações realmente dizem é que "aqueles que eram ricos no ano X detinham Y% da renda nacional; e aqueles que são ricos no ano X + 25 — pessoas completamente diferentes daquelas do ano X — detêm Z% da renda nacional".

Em outras palavras, as pessoas e famílias que abrangem "os ricos" muda ano a ano. E o mesmo ocorre para os 20% mais pobres.

Uma fácil comprovação disso é você olhar a lista de bilionários da Forbes, publicada anualmente. Praticamente todas as pessoas que figuravam na lista em 1987 — primeira vez em que ela foi publicada — não mais estão nela hoje.

Há um grande e controverso debate entre economistas sobre quão fácil ou difícil é para uma pessoa que é pobre em um dado ano ter maiores fluxos de renda nos anos seguintes. Este é o debate. Que a mobilidade de renda realmente existe, isso não mais está em questão.

A conclusão é que você não pode falar sobre desigualdade sem, ao menos, discutir o grau de mobilidade. Se o que incomoda as pessoas no que diz respeito à desigualdade é a suposição de que os pobres estão estagnados ou empobrecendo, então, explorar o grau em que isso é realmente verdade é essencial à discussão.

Quarta pergunta: quais, exatamente, são os problemas causados pela desigualdade?

Se você já conseguiu esclarecer o que todos os debatedores pensam sobre as três primeiras questões, faça então a pergunta: se a pobreza está se reduzindo e, mesmo na atual condição, os pobres ainda conseguem manter um padrão de consumo decente, o que, exatamente, há de errado com a (crescente) desigualdade?

Pela minha experiência, uma resposta comum é que, mesmo se os mais pobres estiverem enriquecendo, o aumento ainda maior na prosperidade dos ricos confere a estes um acesso injusto ao processo político. Os super-ricos transformarão seu poder econômico em poder político, frequentemente de maneira que redistribui recursos para eles próprios e seus amigos.

Esta, obviamente, é uma preocupação legítima, mas observe que a conversa, subitamente, mudou da desigualdade em si para os problemas dos conchavos políticos, do capitalismo de estado (ou "capitalismo de quadrilhas") e do fato de haver um estado com poder suficiente para se criar tais distorções.

Para atacar esse arranjo estatal corporativista e reduzir a capacidade dos ricos de transformar riqueza em poder político há várias soluções que não envolvem a redistribuição forçada de renda — a qual, no final, faz com que ainda mais dinheiro vá para políticos e seus mecanismos.

Aqueles que levantam essa preocupação estão, na prática, reclamando apenas do compadrio gerado pelo estado, não da desigualdade em si. A fonte do problema é o estado, cheio de benesses e de favores a serem distribuídos, o qual, indiscutivelmente, se tornaria ainda mais poderoso e distorcivo caso os preocupados com a desigualdade tivessem suas políticas favoritas aprovadas.

Por fim, mesmo aqueles que são céticos em relação aos argumentos de que a desigualdade seja problemática, podem concordar que tem havido alguma redistribuição de riqueza do pobre para o rico nas últimas décadas. Isso se dá, majoritariamente, por causa das políticas do governo que favorecem quem já está próximo ao poder, seja devido aos exorbitantes salários que funcionários públicos de alto escalão recebem, seja por causa de sua política de expansão de crédito subsidiado para grandes empresas, seja por causa de suas políticas protecionistas que protegem as grandes indústrias criando uma reserva de mercado e impedindo os pobres de comprar bens mais baratos do estrangeiro, seja por causa de sua política fiscal que, ao incorrer em déficits orçamentários, aumenta a riqueza dos compradores dos títulos públicos.

Não nos esqueçamos também da exigência de licenças profissionais e dos encargos sociais e trabalhistas que dificultam a obtenção de trabalho pelos mais pobres, que costumam ser menos qualificados e não justificam o preço exigido como mínimo a ser pago por sua mão-de-obra.

Há, ainda, tentativas governamentais de regular e até mesmo banir o Uber, o Lyft, o AirBnB e todas essas empresas da chamada "economia compartilhada". Essas são, justamente, as melhores alternativas para alguém que não está encontrando oportunidades conseguir uma fonte de renda, já que é a área da economia menos controlada pelo governo que se conhece.

Por fim, vale ressaltar que é o estado quem impede que os moradores de favelas obtenham títulos de propriedade, os quais poderiam ser utilizados como garantia para a obtenção de crédito, com o qual poderiam abrir pequenas empresas e se integrar ao sistema produtivo.

Todas essas políticas são problemáticas justamente porque aumentam a desigualdade e a pobreza de forma artificial. Com efeito, uma discussão muito mais interessante incluiria qual o papel dessas políticas estatais na criação das desigualdades artificiais em oposição às desigualdades naturais, que são aquelas que surgem espontaneamente no mercado em decorrência da maior aptidão de cada indivíduo.

Conclusão

Novamente, os leitores interessados em dados devem consultar as duas monografias linkadas no primeiro parágrafo do artigo. No entanto, mesmo sem os dados, essas são as quatro perguntas que valem a pena ser feitas numa conversa sobre desigualdade se você quer realmente chegar ao cerne do que está em jogo e persuadir aqueles preocupados com a crescente desigualdade a ver a questão por um ângulo diferente.

___________________________________________________
https://www.mises.org.barticle/2632/em-qualquer-discussao-sobre-desigualdade-estas-sao-as-quatro-perguntas-que-tem-de-ser-feitas
submitted by AnzoLinux to brasilivre [link] [comments]


2020.09.21 13:50 FlavioKD9 Ultimo desabafo

Bom, essa é a última vez que venho desabafar aqui no reddit, primeiro porque nem eu me aguento mais aqui, e segundo porque eu não aguento mais viver.
Vamos começar com toda razão do problema, eu tenho sido uma pessoa completamente frustrada, não tento mais realizar nada. Até porque o meu real sonho, eu não posso alcançar. Tenho o sonho de trabalhar com música, ser famoso, ter sucesso, poder marcar o meu nome na história da música brasileira. Sonhos de adolescente de 15 anos, eu sei. Só que, não sei cantar bem, não sei tocar um instrumento a nível profissional, não sou bonito, não tenho a voz boa, não sou popular e não sou inteligente. Ou seja, é tudo um sonho que vai viver na minha cabeça me consumindo. Só que eu amo música, eu consumo música como um bêbado consome cachaça, vou dormir, fazendo comida, tomando banho, até pra escolher música eu coloco alguma primeiro pra não ficar em silêncio. Eu tenho tido várias ideias pra letras/clipes de músicas, sigo anotando todas, se não fizer sucesso enquanto estiver vivo, quem sabe alguém acha depois que eu estiver morto, grava e faz sucesso. A vontade de ascender a classe social é outro sonho que não é tão alcançável, queria muito poder não me preocupar com dinheiro e poder ajudar os meus pais e outras pessoas, ou qualquer coisa do tipo.
Segundo ponto é a ansiedade, desde que começou a quarentena (março) eu não saio de casa, eu já não saia normalmente, por ser bastante antissocial. Mas, no fim de semana, sempre ia no Shopping olhar as coisas que queria comprar e não tinha dinheiro. Eu sempre fui uma pessoa ansiosa, mas nunca tinha tido uma crise de ansiedade, durante a quarentena tem dias que tenho 2 ou 3. Sinto palpitação no peito, dores de cabeça, começo a chorar, começo a suar, falta de ar, dormência nas pernas e tensão no corpo todo. E como sempre fui uma pessoa muito solitária, ninguém sabe dessas minhas crises. Nesses últimos dias, tenho sentido uma vontade enorme de cometer suicídio. Simplesmente, vou dormir todos os dias sonhando em não acordar no outro dia. Só que eu não posso ter essa escolha, porque minha mãe se sente sozinha comigo vivo. Eu não escolhi nascer, não escolhi ser uma pessoa sozinha, eu só quero que essa dor que eu sinto no meu coração, como se tivesse uma bola de fogo dentro do meu peito derretendo tudo e prestes a explodir. Queria que meus sonhos se realizassem, mas eu sei que nada nessa vida é como a gente quer. Queria poder ser rico, ter uma vida boa, poder dar uma vida boa para os meus pais, poder ajudar pessoas de alguma forma. Eu não consigo mais ficar na companhia de alguém por muito tempo, porque desde os meus 11 anos (acho) eu sempre fiquei sozinho praticamente o dia inteiro, não tinha irmão, não tinha amigos na escola, sempre foi um problema.
Um outro problema durante essa quarentena problemática do caramba, é que eu me apaixonei por uma mulher famosa, a qual eu acompanho o trabalho dela fazem 9/10 anos. Eu como um adolescente sentia atração por ela. Só que teve um hiato em que eu deixei de acompanhar, e esse ano, eu voltei a ver ela mais frequentemente nas redes sociais e em qualquer lugar. E não é mais atração que eu sinto por ela, é algo mais apaixonado, eu sonho com a gente tomando vinho, com as amigas(os) dela em uma sexta feira, sonho com a gente escrevendo músicas, olhando o pôr do sol numa tarde de domingo, contando histórias um pro outro, se divertindo, aproveitando a vida, ela mudando de cor e tamanho de cabelo o tempo todo, a gente meditando junto. Quando eu fecho os olhos agora, só consigo pensar no sorriso dela, e tudo que eu faria pra manter aquele sorriso no rosto dela pra sempre. Eu nunca a conheci pessoalmente, mas sinto uma ligação entre a gente (eu sei, é bobo e eu preciso de tratamento psicológico urgente). Só que eu acredito na merda do destino, mas também acredito que o destino não vai entregar tudo comigo parado em casa.
Vamos pra outro problema. Ela tem um crush em ninguém mais, ninguém menos que Jaden Smith. E eu não consigo competir com ele, eu sou gordo, feio, tenho mordida aberta (ou seja, meus dentes são fudidos) e tenho uma puta vergonha do meu corpo, e com isso tenho medo de me relacionar.
OBS!!!! Se você não quiser ler sobre meu corpo estranho e meu medo de se relacionar com alguém sexualmente, pule um parágrafo. Obrigado.
Sexta feira vou fazer 22 anos, e eu nunca me relacionei sexualmente com alguém antes, primeiro porque ninguém é louco o suficiente pra fazer isso, segundo porque mesmo que tivesse, eu não aceitaria porque tenho vergonha de lá de baixo também. Primeiro que ele não é grande e é fino, segundo porque como eu sou gordo, e tenho a parte em cima do pênis, gorda também, o que deixa ele menor ainda, terceiro, eu sou mono bola, ou seja, só uma desceu. Tenho medo de me relacionar com alguém, e a pessoa começar a rir na hora ou até fazer alguma coisa pior, sei lá.
Continuando, como começaram essas crises de ansiedade, eu comecei a meditar, e isso tem me ajudado um pouco, mas não dá pra meditar a cada 1 hora. Então tem alguns momentos em que eu fico com a pouca ansiedade, eu consigo relaxar o corpo e a mente. Outra relação com a meditação que tem me ajudado também, é que quando eu vou tomar banho, eu desligo as luzes, e começa a entrar uma luz natural pela janela (não tomo banho durante a noite, porque só tem uma banheiro que fica do lado do quarto dos meus pais, e eu não poderia acender velas nem tomar banho com luz desligada porque eles iam achar que eu estou maluco, não que eu não esteja, mas é meu momento de paz) e eu também coloco uma música pra relaxar. Aquele momento, é o melhor do meu dia, é o momento em que eu fico mais em paz. Nada pode me tirar do sério, meus pensamentos vão embora junto com a sujeira. Só que quando saio, passa uma hora e volta tudo ao normal. Também tem a meditação da caixa infinita, me vejo em uma caixa enorme que eu não consigo ver o fim, só que tem vezes que eu não consigo enxergar nada, é tudo escuro e frio. Tem vezes que é claro como o dia, eu consigo me ver realizando os sonhos que estão na minha cabeça, consigo ver tudo que eu mais queria. Consigo ver o rosto dela dentro da minha cabeça.
É isso, eu não sei mais o que fazer, estou pra fazer 22 anos, já sou frustrado, tenho certeza que nenhum dos meus sonhos vão se realizar, e queria poder ter a livre escolha de morrer. Não é que eu não ame a vida, eu amo demais, eu amo olhar pra lua, amo escutar música, amo sentir o cheiro de pão saindo do forno, amo ver o sorriso da pessoa que eu nunca vou me relacionar, amo meus pais (mesmo sendo problemáticos, o que é normal, porque todos somos), amo o som do mar e a música que a natureza cria.
Eu sinto que faltou muita coisa que eu não escrevi aqui, é que na verdade, minha cabeça tá uma bagunça, são tantos pensamentos, tanta ansiedade. Sei lá, desculpe se alguma coisa ficou confusa, ou sem sentido. Qualquer coisa me avisa aqui que eu tento explicar melhor. E obrigado separar um tempo pra ler essa epopeia enorme. Você é incrível.
submitted by FlavioKD9 to desabafos [link] [comments]


2020.09.20 14:53 UninformedImmigrant U wot m8? Estórias de um gajo que se mudou para o UK [Capítulo 1: Mudanças e chegadas]

Olá amigos. No post anterior introduzi levemente o espírito desta série, e este é o primeiro capítulo "a sério" da série. Este capítulo versa sobre o processo de preparação para a mudança e o "primeiro embate" da chegada ao novo país; que assuntos tive que tratar imediatamente antes de me mudar, assim como assim que cheguei. Como tenho dito, esta experiência é pessoal, e é importante que entendam que não se aplicará certamente a todos. Riam-se, chorem, e deixem os vossos pensamentos na caixinha em baixo.
Ao longo do texto vão ver uns números entre parênteses rectos ([XXXX]). Isto são referências que estão por extenso perto do fim do post, na secção apropriadamente denominada "Referências".

Take-Aways Principais

Eu gosto de ter uns bullet points com as ideias principais que se devem reter de cada capítulo, uma espécie de "se não leres mais nada, lê isto" do capítulo. Os deste capítulo rezam assim:
Os detalhes estão no texto por aí abaixo.

A odisseia do trabalho científico em Portugal

Já alguma vez tiveram aquele sonho em que querem gritar e não conseguem? Aquela sensação quase infantil de impotência, do pavor da inacção e do pasmo em relação ao que quer que seja que se está a desenrolar à nossa frente? Ou aquele em que querem esmurrar alguém mas não acontece nada? A sensação de impotência é, pessoalmente, das piores que podemos ter; a de querermos fazer alguma coisa, acharmos que sabemos o que fazer e não conseguirmos.
Trabalhar no tecido académico e de micro-empresas português (vulgo technology transfer) é um bocadinho assim. Por mais que um gajo se esforce, é muito difícil escapar à subsidio-dependência, à chico-espertice, à mediocridade, à inexperiência, à falta de processo e, acima de tudo, à falta de recursos. Por bom que seja o sonho, por interessante que seja o projecto, por positivo que seja o ambiente de trabalho, por porreiros que sejam os colegas, há uma sensação latente de "isto não vai dar para construir uma carreira". Isto torna-se particularmente agudo quando se trabalha numa área de tecnologia de ponta, para a qual inevitavelmente o mercado português está pouco desenvolvido. Não havendo mercado, a empresa vira papa-projectos e passa a viver de fundos comunitários, QRENs, COMPETEs, H2020s e coisas que tal. O tempo que se devia gastar em desenvolvimento é gasto a tentar convencer revisores de projectos a darem-nos mais uma esmola, e todos os projectos são uma corrida ao fundo: como é que conseguimos fazer esta omelete bonita com muito poucos ovos? Será que precisamos mesmo de duas pessoas para fazer isto, não dará só uma? Certamente o equipamento X também dá para este projecto.
Um aspecto particularmente doloroso neste ambiente é a altíssima rotatividade dos colegas. Quando se trabalha nestas condições tende-se a depender de recursos precários: bolseiros de investigação, estágios IEFP, estágios profissionais, estágios académicos, e por aí fora. Isto torna imediatamente impossível treinar alguém para fazer alguma coisa de jeito, e dei por mim a ensinar 3 ou 4 pessoas a fazer a mesma coisa em ocasiões diferentes ao longo dos anos. Nunca ninguém fica e toda a gente parte para outra, seja porque a empresa não lhes pode pagar, ou porque são incompetentes demais para nos darmos ao trabalho de lhes tentar arranjar financiamento. As caras e os nomes confundem-se numa espécie de groundhog day tecnológico em que cada ano que passa temos as mesmas conversas. Um tipo que vá ficando, ora porque é bom ou porque é teimoso, vai dando por si a avançar na idade ao mesmo tempo que os colegas não. A certo ponto, todos os meus colegas eram pelo menos uns 4 ou 5 anos mais novos que eu; ora se até eu quase nem tinha barba (hipérbole), então eles estavam mais verdes que as bananas da Costa Rica quando chegam ao Continente.
Quando me perguntam porque é que os portugueses têm tendência a se dar bem lá fora, aponto-os sempre para as condições em que somos habituados a fazer trabalho world-class. As publicações a que submetemos artigos não querem saber das nossas dificuldades; querem papers de qualidade. As agências de financiamento não querem saber de rotatividade, querem saber de know-how, track record e orçamentos. O trabalho que temos que entregar para sobreviver tem que ser de topo, ao mesmo tempo que as condições são de fundo. Pega-se num tipo habituado a isto, senta-lo numa cadeira de 300€, dá-se-lhe 3 monitores e um portátil que dava para comprar um carro, e é natural que o desempenho seja incrível.
Eu não me considero um perfeccionista (e acho que quem se considera perfeccionista pensa demais de si próprio) mas procuro estar numa constante curva ascendente no que toca à qualidade do meu trabalho. Umas vezes a curva é mais inclinada, outras vezes é menos inclinada, mas a cada dia estar um bocadinho melhor que no dia anterior. Aliás, quem me conhece sabe que esse é um traço que aplico em quase tudo: no trabalho, na vida, no desporto, etc. Antes de me mudar sentia que tinha batido no tecto da qualidade do que podia entregar. O meu esforço era máximo e o factor limitador da qualidade da entrega era a forma como o trabalho que eu tinha para fazer era entregue. Não havia tempo suficiente para inovação, era preciso planear de forma irrealista (e entregar de forma irrealista) para se conseguir fazer o malabarismo de todos os projectos. A constante mudança de contexto comia horas todos os dias.
A ética de trabalho portuguesa é, geralmente, horrível. Se eu trabalhei as minhas 8h, entreguei o que tinha para entregar e não tenho horário de trabalho, então vou sair às 16h. Ou chegar às 10h. Geralmente, fazer menos que 9-19 é mal visto, e eu fui sempre muito vocal (se calhar de forma prejudicial para mim próprio) acerca do quão estúpido isso me parece. Cheguei a ouvir algo semelhante a "tu és daqueles gajos que vão de férias desaparecem do mapa". Não é esse o objectivo das férias?

Um dia destes decidi mudar-me para o UK

Então um dia desatei a mandar CVs por esse mundo fora, a ver o que colava. Inevitavelmente, apareceram-me várias ofertas interessantes, a melhor das quais no UK. Contas feitas, a oferta praticamente multiplicou o meu salário bruto por 5 (talvez um bocadinho mais), empurrando-me de um salário mediano em Portugal para um salário bastante acima da média no UK. Esta é daquelas particularidades a que me refiro quando digo que a minha experiência é extremamente pessoal: eu tive a sorte de gostar e ter talento para trabalhar nesta área, e a dupla sorte de ser uma área em que simultaneamente há muita oferta e pouca procura de trabalho. Meio ao calhas cultivei um skillset muito valioso, ou que consegui vender bem. Infelizmente, para manter esta conta dissociada da minha identidade não vos posso especificar qual é; somos poucos, tornava-se muito fácil encontrar-me pelas publicações.
Curiosamente, está agora (à data da escrita) a fazer um ano que me decidi mudar. Nessa altura, a maior preocupação de quem se mudava para o UK era o Brexit, mas houve uma série de factores que me acalmaram:
Acerca deste último: ser estrangeiro no UK ou ser em qualquer outra parte é, para mim, semelhante. Então, se o Brexit por alguma razão resultasse numa perseguição aos estrangeiros, ou numa forte desvalorização da libra, etc, a minha situação ainda assim seria melhor que antes. Teria um CV mais rico, experiência adicional na indústria, e dinheiro no banco, tudo factores que facilitariam a mudança para um país terceiro.
Portanto com os factores políticos resolvidos por ora, e com a família a apoiar, lá me decidi.
Lá vim eu.

Preparação

A preparação para a mudança dividiu-se em:
Para benefício máximo meu e das duas empresas envolvidas, decidi reservar apenas umas 3 semanas sem trabalhar para tratar de tudo. Arrependi-me profundamente: devia ter fodido uma das empresas (a velha, potencialmente) e tido mais tempo para mim e para os meus. Naturalmente, houve muito que pude fazer enquanto trabalhava, como tratar da documentação. A logística foi um pesadelo; tive que esvaziar o apartamento em 2 dias e encontrar forma de arrumar tudo o que tinha na minha casa de família. Uma boa parte ficou por fazer pois queria passar tempo com a família em vez de arrumar merda. Tive que denunciar o contrato de arrendamento, da energia, da água e das telecomunicações. Obviamente, a Vodafone foi a mais merdosa no meio disto tudo, primeiro porque queriam que pagasse a fidelização (tive que demonstrar que vinha para o estrangeiro), e depois porque queriam cobrar o equipamento apesar de o ter entregue a horas e em boas condições. Típica escumalhice de telecom portuguesa, nada de novo.
A preparação legal foi mais cuidada. Para referência, a documentação que preparei foi:
Também nomeei (por procuração) um representante legal em Portugal. Inicialmente pareceu-me overkill, e apenas o recomendaria se tiverem alguém que seja de muita, muita confiança. Mas para mim tem sido muito útil, pois essa pessoa pode-me substituir em qualquer todos os compromissos, requerer a emissão de documentação em meu nome, transaccionar os meus bens (tipo vender o carro velho) e negociar em meu nome com as telecoms quando se armam em parvas (ver Vodafone acima). A pessoa que ficou com esta responsabilidade é da minha absoluta confiança, mas mesmo assim é um compromisso que deve ser mantido debaixo de olho e apenas pelo tempo necessário.
Às tantas perguntei-me "sua besta, já pensaste em quanto dinheiro vais gastar?" Bom, através de uma combinação de salário baixo e escolhas financeiras pouco saudáveis (que reconheço mas não quero detalhar), as minhas poupanças resumiam-se a uns míseros 2000€. Amigos, 2000€ não é dinheiro nenhum. Precisava de mais. Pelas minhas contas, e porque não vinha sozinho, precisaria de cerca de 15000€ para fazer isto com algum descanso, ainda que não conforto.
Lembram-se de quando tivemos uma crise "once in a lifetime" em 2008? Aquela da qual vamos ter saudades agora em 2021? Essa mesmo. Uma consequência engraçada dessa crise foi que as pessoas se habituaram a fazer crédito ao consumo, e os bancos habituaram-se a emprestar dinheiro como quem dá cá aquela palha, já que o Estado depois os resgata e ninguém vai preso. Como sempre trabalhei, paguei os meus impostos e nunca tive dívidas, pude pedir um crédito pessoal para pagar a mudança inicial. 15k no banco, check.
Obviamente não o gastei todo, e a empresa para onde fui trabalhar devolveu-me uma esmagadora parte do que gastei através de um fundo de "relocation expenses". A empresa pagou (mas eu tive que adiantar):
Em cima disso, paguei eu:
Admito que fiz algumas escolhas controversas, e houve muito dinheiro perdido em conversão de moeda. Podia ter ficado fora da cidade enquanto procurava apartamento, podia ter comprado mobília mais barata, podia ter dormido no chão, podia ter comprado malas mais baratas, podia ter andado de comboio em vez de alugar carros quando precisei. Mudei-me de uma forma que considero "medianamente confortável": não o fiz luxuosamente, mas dei-me ao luxo de trazer a Maria, de não ter que partilhar casa e de evitar largamente transportes públicos. Com o dinheiro que a empresa me devolveu constituí um fundo de emergência. Não liquidei logo a dívida porque entendo que é mais importante ter um fundo de emergência do que estar debt-free (mais sobre isso daqui a um post ou dois).
São escolhas. Emigrar é caro, amigos. Conheço quem o tenha feito com 200€ no bolso, mas não é confortável e não quero isso para mim.
Praticamente foi tudo pago através do Revolut. Criei uma conta pouco antes de vir, comprei o premium para não ter limites de conversões, e usei. Inclusivamente recebi lá o primeiro salário enquanto não criei a conta no banco.
A preparação emocional foi a menos complicada. O meu núcleo duro é relativamente pequeno, e toda a gente estava preparada há muito tempo para que eu "fugisse"; era conhecido praticamente desde que tinha começado o PhD que a minha área não era viável em Portugal, e que estava revoltado com a ética de trabalho merdosa. Naturalmente a minha mãe não gostou da ideia, mas são coisas da vida. Ainda assim, um conselho: não se armem em fortes e não descuidem a preparação psicológica/emocional que é necessária para este tipo de viagem. Eu sei que pessoas diferentes têm níveis de resiliência diferentes, mas o português tem muito a mania de achar que é o maior; cuidado com isso. Além disso, não deixem que estas preparações vos tomem todo o tempo que têm; guardem tempo para estar com a família, para lazer, e para descansar. Eu deixei-me consumir um pouco e não foi bom.

Como não ser sem-abrigo

Aterrei em meados de Setembro num dia nublado com duas malas de 30kg, uma mochila para mim e outra para a Maria, e a convicta certeza de que me estava a foder. Tinha cerca de 2.5 semanas até começar a trabalhar, e até lá a missão era só uma: encontrar um apartamento. Há muito para dizer acerca da habitação no UK, vou escrever um post só para isso e por isso aqui vou focar apenas na experiência do recém-chegado.
Eu decidi que não estava disposto a arrendar pelo privado; iria sempre através de uma agência imobiliária. Como não tinha tanta familiaridade com o mercado nem com a legislação, achei que seria mais seguro ir por essa via mais cara e minimizar a possibilidade de ser ludibriado. Recomendo vivamente. Então comecei a encetar contactos por telefone para marcar visitas a apartamentos.
E aí bateu-me.
Eu não conseguia perceber nada do que estes caralhos diziam ao telefone. NADA. "Ahka hrask apfiasdafsd duja sudn" diziam eles, e eu "sorry, I have a really bad connection, could you repeat that?" e eles lá repetiam mais calmamente "G'mornin, how can I help you today?". Muita vez disse eu que tinha pouca rede, a ver se eles abrandavam um bocadinho. E funciona! Top tip: se estiverem a tentar perceber o que eles dizem por telefone, queixem-se da ligação; o serviço móvel no UK é tão mau que eles vão na conversa.
Agora, eu sei falar inglês, ok? Naveguei perfeitamente bem as entrevistas, tenho dúzias de publicações em inglês "impecável", e trabalho em inglês há anos e anos. O problema é o seguinte: falar inglês enquanto se trabalha e escrever coisas em inglês são ambos experiências muito diferentes da de tentar falar com um nativo com sotaque, que assume maneirismos e expressões que não conhecemos, sobre locais que não conhecemos e dentro de um sistema (de arrendamento) que não conhecemos, tudo isto por telefone e sem poder ler nos lábios nem ler expressões corporais.
Com algum desenrascanço tipicamente português fui enchendo os dias de visitas a apartamentos na zona. Num dos dias aluguei um carro para ir ver apartamentos numa cidade vizinha (onde até acabei por ficar), algo que recomendo vivamente. Durante essas semanas vimos facilmente uns 25 apartamentos, talvez mais. As primeiras impressões foram:
(Um aparte acerca da alcatifa: se tiverem uma casa toda alcatifada comprem um robot aspirador de qualidade e aspirem todos os dias, até mais do que uma vez. A vossa qualidade de vida vai aumentar 1000 vezes.)
Escolhido o apartamento, fizemos uma oferta/candidatura. Oferecemos o valor que o senhorio pedia e, já tendo falado com muitos agentes, ofereci-me para pagar o contrato inteiro de 6 meses no dia da entrada. O que se seguiu foi um processo que, para mim, era completamente estrangeiro: o de "referencing" do potencial arrendatário. Pediram-me as moradas anteriores até 3 anos e os contactos dos senhorios, assim como a minha morada de família permanente e (muitos) dados pessoais. Essa informação foi usada para verificar que eu não era um impostor, e para verificar que tinha o hábito de pagar a renda. Ligaram para a minha antiga senhoria portuguesa, uma senhora de 82 anos, a perguntar se eu pagava a renda. Por mero acaso ela fala inglês (foi investigadora) e soube-lhes dar resposta, mas achei a atitude absolutamente desnecessária. Lembro-me de me sentir ofendido; "mas estes filhos da puta acham que pagar 6 meses à cabeça não chega?"
Seguiu-se um contrato de arrendamento para uma Assured Shorthold Tenancy [1], que é a modalidade "normal" de arrendamento para habitação por aqui. O agente imobiliário tratou de toda a papelada, mas eu tirei um dia para ler todo o contrato e verificar se batia certo com o que conhecia da lei daqui, o que recomendo vivamente. Atenção que a partir de meados de 2019 as taxas cobradas pelos agentes imobiliários passaram a ser limitadas por lei [2], por isso se vos pedirem alguma taxa administrativa mandem-nos sugar no pénis mais próximo. Na altura disseram-me que o normal, antes dessa mudança, seria o arrendatário pagar uma taxa de 700 libras à imobiliária pelo serviço. Era matá-los.
Assinado o contrato, ficou fixada uma data para entrada no apartamento. O valor a pagar é esperado nesta altura, no momento imediatamente precedente à entrega das chaves, o que significa que é preciso ter esse dinheiro disponível num cartão aceite pela imobiliária. Obviamente que é possível pagar por transferência, mas isso pode atrasar a data de entrada, e eu estava a pagar hotel por isso tinha interesse em me despachar.
Este processo foi, para mim, extremamente stressante. Até ao momento em que temos a chave na mão, o nível de incerteza é altíssimo: vou precisar de estender a estadia no hotel? Vou ter dinheiro que chegue caso o senhorio recuse o arrendamento? Será que vou ter que procurar noutra zona? Será que vou conseguir fazer isso enquanto trabalho? Para mim, encontrar a primeira casa foi facilmente a parte enervante da mudança. Agora já tenho uma posição muito mais sólida: conheço a zona, conheço o mercado, tenho um pé de meia e transporte próprio. O início custa muito mais.

Burocracias adicionais a tratar no início

Além da casa, que era a minha primeira preocupação, há um outro conjunto de coisas que têm que ser tratadas quanto antes:

Referências

[1] https://england.shelter.org.uk/housing_advice/private_renting/assured_shorthold_tenancies_with_private_landlords [2] https://www.gov.uk/government/collections/tenant-fees-act [3] https://www.gov.uk/council-tax [4] https://www.gov.uk/tax-codes [5] https://www.gov.uk/income-tax/how-you-pay-income-tax

Capítulos Anteriores

O próximo capítulo deve ser mais sobre habitação ou sobre compramanter carro e conduzir. Depende de qual o capítulo que acabar por ficar pronto mais cedo. Às tantas calha ser outro qualquer ¯\_(ツ)_/¯
Se este post gerar uma resposta tão forte como os outros, é possível que eu não consiga responder a todos os comments. Se for esse o caso, peço desculpa; vou dar o meu melhor.
No outro post alguém (um mod?) colocou o flair "Conteúdo Original". Não encontrei esse por isso pus "discussão".
Abraços, e obrigado por virem à minha TED talk.
submitted by UninformedImmigrant to portugal [link] [comments]


2020.09.10 23:51 Helamaa 😳👉🏻👈🏻

a carência tá imoral e eu tô procurando uma namoradinha, se vcs conhecerem alguma mina que tenha esses requisitos, me avisem redpillada channer, dogoleira, wgtow, ancap, , jogadora de poker, bv, virgem, sem amigos, crente, fã da UDR,magrela, footlet,escuta Chico Buarque, weeabo, hikkimori, otaku, gameri, hetero,federal,trader de bitcoin,hacker, defacer, cubista, penspinner, recordista de memorização de baralhos, timida, mãe de pet, hidratada, não consumidora de açucar, saudável, youtuber, netolover, pooper, cambista, shitposter, anarquista, materialista, roquista, travesquista, mono talon vlogger, blogueira, e-girl, intolerante a lactose, intolerante a gluten, grinder e hipnóloga, fiel, niilista existencialista, metaleira, headbanguer, pelo no suvaco, patriota, masoquista, ballbuster, jogadora de minecraft, buceta fedida, que não tenha medo de chuta minhas bolas pelo amor de deus eu nao consigo encontrar uma menina pra chutar minhas bolas por favor deus eu imploro nao agusnto mais isso nao eh um meme porque voces tem medo de me chutar no saco. Raça: nórdica Altura: 170cm+ Pele: 1 ou 2 (Fitzpatrick) Olhos: 7+ (Martin) Cabelos: qualquer cor, mas apenas lisos ou ondulados (FIA) Nariz: reto ou virado para cima Crânio: dolico ou mesocefálico Óculos: não Aparelhos: não Queixo furado: não Covinhas: não Orelha presa: não Orelha de abano: não Franja em V: não Pelos no corpo: muito pouco Tatuagem: não Graduação: apenas cursos voltados à pesquisa Faculdade: apenas bem conceituadas Habilidades matemáticas: sim Idiomas: fluência em inglês e mais outro idioma Álcool, cigarro, drogas: não, nenhum Personalidade: introversão Cultura: europeia ocidental RELIGIÃO: Cristã Ortodoxa Gostar de escutar rogério skylab:
Para ser sincero, você precisa ter um QI muito alto para entender Rogério Skylab Para ser sincero, você precisa ter um QI muito alto para entender Rogério Skylab. O humor é extremamente sutil e, sem uma compreensão sólida de filosofia moderna, a maioria das piadas vai passar despercebida pelo telespectador médio. Há também a visão niilista de Rogério, que está habilmente tecida em sua caracterização - sua filosofia pessoal se baseia fortemente na literatura de Nododaya Volya, por exemplo. Os fãs entendem essas coisas; eles têm a capacidade intelectual para realmente apreciar a profundidade dessas piadas, para perceber que elas não são apenas engraçadas - elas dizem algo profundo sobre a VIDA. Como conseqüência, as pessoas que não gostam de Rogério Skylab são verdadeiros idiotas - é claro que eles não apreciariam, por exemplo, o humor no bordão existencial de Rogério "Chico Xavier é viado e Roberto Carlos tem perna de pau", que é uma referência criptíca para o épico Pais e Filhos do russo Turgenev. Estou sorrindo agora mesmo imaginando um desses coitados simplistas coçando a cabeça em confusão enquanto as músicas se desenrolam na tela de seu computador. Que tolos… como eu tenho pena deles. E sim, a propósito, eu tenho uma tatuagem do Rogério Skylab. E não, você não pode vê-la. É só para os olhos das damas. E mesmo elas, precisam demonstrar de antemão que possuem um QI com diferença absoluta de no máximo 5 pontos do meu (de preferência para baixo).
Rotina, Habitos e interesses: Nofap + Banho Gelado + comer carne crua + comer virado pra parede + biohack + dormir no chão + Jordan Peterson + mewing + HBD + PUA + jelq + dormir 5 horas por dia + café gelado sem açúcar + hipismo + compilação mitadas Enéas + alho cru + podcast do Joe Rogan + redpill + Brain Force + Jejum + meditação iasd + músicas para concentração, foco e inteligência + teste de QI da internet + grupos de linhagem viking do facebook + ficar longe do poste de internet 4G + youtube do varg vikernes + essência de morango da turma da mônica no narguilé + jogar vape na cara de todo mundo que tentar entrar no bloco da faculdade + 5 segundos de calistenia no deserto do atacama + darkcel + óculos do aécio na foto de perfil + ler quotes do nietzsche no brainy quote + criar galinha no quarto sem os pais saberem + Alho cru + uma colher de azeite quando acorda e outra antes de dormir + jejum de 24hrs a cada 72hrs + assistir VT no premiere logo que chega do estádio + canal Ultras World + LibreFighting + Operation Werewolf + comprar os artigos do Paul Waggener + Centhurion METHOD + humilliation exposure com a finalidade de criar uma crosta na sua mente capaz de desenvolver uma resiliência que resiste à humilhação como se ela fosse nada + tomar banho descalço em chuveiro de academia com chão mijado + musculação caseira + hackear o sono + Empreender + 10 livros de auto ajuda por mês + PUA + Selo super fã da fúria e tradição + Biokinesis + 432hz music + Mexer o pau sem piscar o cú + meditação transcendental + veganismo + minoxidil para cultivar uma barba + filmografia Jason Stataham + assistir vikings + redpill + ir no cinema sozinho + treino saitama + coach quântico + enema de café + dieta lair ribeiro + agua alcalina + O Método de Wim Hof + sabedoria hiperbórea + artigos da Nova Resistência + Biblioteca do Dídimo Matos + dormir virado pra patede assoviando no escuro pra espantar o curupira + dar 3 pulinhos toda vez que levantar da cama + dizer amém quando um 1113 azul passar por você na rua + 100 flexões por dia + 6 meses de jelq + injaculação guiada + sociedade thule + energia vril + chapéu de alumínio para se proteger das armas psicotronicas emitidas pela CIA + caderno de anotações smiliguido + pedir a bênção ao carteiro toda segunda de manhã + 3 horas de academia + 4 horas de corrida + mascar café + exercícios penianos do Dr. Rey + maratona saga Rocky + trilha sonora saga Rocky + trilogia Mercenários + filmes do Jason Statham + assoviar o hino do Palmeiras de ponta-cabeça + intro do Canal do Nicola em loop + palestras do Antonio Conte + vídeos do Rodrigo Baltar + dicas do Gustavo Gambit + aulas de italiano + dormir ouvindo Ultraje a Rigor + ler Walden pelado na mata atlântica de madrugada + ouvir músicas em velocidade aumentada + canto gregoriano árabe + ensinar hino do botafogo pra calopsita + fritar comida com banha de porco + assistir videos de situaçoes de risco com a finalidade de se preparar para o perigo + Terapia Holistica com formandos da UFPR no Jardim Botânico + Radiestesia para harmonizar vibração da casa + Metatron 432HZ no YouTube entoando a oração EU SOU + ler O Código da Vinci + Jesus Quântico + Barra Fixa na praça de madrugada escutando audiolivro do Jordan Peterson na voz do cara dos Fatos Desconhecidos + grupo POPEYE AFIANDO A PIKA + MyInstants AEEE KASINAO + Memes do Fausto Silva + ler O Evangelho dos Animais + stories do Copini no Instagram + Canal SocialGames7 com Gustavo Gambit e CIA + textos de Raphael Machado (Nova Resistência) + ser ex-membro do grupo Comunismo Ortodoxo + Monja Coen + Fazer origami com papel do bis + perder dinheiro com maquina de pegar ursinho + fumar palheiro com o avô + quebrar palito de dente no meio depois que usar + rezar Pai Nosso em aramaico + tentar se comunicar com o ashtar sheran + virar catequista e passar Plínio Salgado para as crianças + Limpeza de 21 dias de São Miguel Arcanjo + arrancar a fimose comendo cu apertado de galinha caipira + Regata branca WifeBeater com calça jeans clara e bota marrom + Ingressar na legiao estrangeira + Comprar toras de eucalipto pra reproduzir o centurion method mas nunca começar o treinamento + vender máquina de cartão de crédito + ler os escritos do Unabomber + Escutar a discografia do Paul Waggener + ler todos os livros do Pavel Tsatsouline + ouvir rap eslavo de cunho político suspeito + café com um cubo de manteiga dentro precedendo a primeira refeição do dia + beber 2L de leite por dia + Stronglifts 5x5 + Dieta Cetogênica + Canal Jason PROJETO GIGA + Cd do TRETA + comprar torre de chopp no prensadão + 2 cápsulas de Tadalafellas antes do sexo + só comprar comida japonesa importada pra dieta + comer arroz sem sal com peixe cru sem tempero enrolado em folha do fundo do mar + memes da página Dollynho Puritano + Deus Vult na capa do Facebook + acessar o dogolachan pelo computador da escola pra postar fanfic gay do Gilberto Barros + Trollar atendentes do mcdonalds no habbo hotel + ligar para o Motel Astúrias perguntar quando custa a bolacha Bauducco que aparece no site + Mandar entregar pizza na Rua dos Tamoios casa n°18 com portão vermelho + cosplay de russo no Omegle pedindo pra mostrarem a bunda + Dormir imaginando uma linha pra fazer viagem astral + recitar Homero pra mendigo + tomar antibiótico no café da manhã + Meditar imaginando o raio de luz violeta que representa a energia transmutadora + Workshop Reiki do Canal Luz da Serra MULHERES TERRAPLANISTAS RALEM.
Primeiro de tudo! Vai tomar no cu, MULHERES terraplanistas! Junto com todas que me contrariaram nos últimos meses falando "dur hur você não sabe nada de paleontologia, vai assistir seus desenhos filipinos e não encha o saco". TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! LERAM DIREITO? TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! A farsa ficou tão óbvia, que eles não tem mais como esconder que TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! Alguns mais penas, outros menos penas, MAS TODOS TEM. E aproveitando no mesmo vídeo, NÃO TEVE METEORO PORRA NENHUMA! Provavelmente as mudanças climáticas naturais, junto com a separação gradual dos continentes, é que extinguiu a mega-flora e a mega-fauna. E se teve algum meteoro, apenas acelerou o processo em uma região muito especifica. Agora só falta as ((especialistas)) e a (((Academia))) admitir que dinossauros nunca existiram e que foi tudo um erro grotesco de interpretação de pessoas que não sabiam que caralhos eram aqueles esqueletos. São apenas aves e mamíferos ancestrais de milhões de anos atrás. E antes que eu me esqueça, vai todo mundo que me contrariou tomar no cu!
GOSTAR DE MIM POR QUEM EU SOU E NAO PELA MINHA APARENCIA
Sério, de verdade, ser uma pessoa bonita não é fácil em nossa sociedade atual; não é só os olhares de desejo das mulheres e dos homens que me incomoda, e sim, o fato de ser só isso para as pessoas. Sou muito mais que apenas um cara bonito. Tenho qualidades além dessas, e saber que as pessoas não ligam para elas, pois estão entorpecidas de anseio pela minha formosura, me entristece muito.
Não suporto mais ser bonito. Tudo que eu queria era poder nascer de novo num corpo de uma pessoa feia, pois sério, vocês não sabem como me dói saber que por culpa de algo que nasceu em mim (a incrível beleza), serei rotulado eternamente por isso.
Eu trabalho, estudo, procuro, conheço, aprendo! Sou um ser-humano como qualquer outro e não só mais um rostinho bonito.
Pergunta antes de eu poder te namorar: Você é ocultista?
Essa é a pergunta de um milhão de dólares que raramente vejo sendo feita.
Se você ainda não for, pra se tornar minha namorada precisará ser e aqui está como fazer isso
É fato que a maior parte da literatura especializada ocidental acredita em Deus e Cristo, somente olhando-o por uma lente diferente. Não há um ritual que lhe aproxime de Deus, as coisas raramente são tão simples. Entretanto, com estudo e meditação o caminho começa a ficar mais claro.
Entenda que não sou nenhum senhor da verdade, e o que te falo hoje posso descobrir ser mentira amanhã. Saiba também que um dos maiores problemas desse meio é a falta de um início claro, sendo as obras tidas como introdutórias porcarias completas. Dito isso, lhe respondo o seguinte:
  1. O caminho mais completo para se aproximar do que você quer começa com noções do pensamento Helênico. Entenda que boa parte da visão de mundo cristã vem da antiguidade clássica, principalmente as noções de harmonia e belo. Não te peço para ler tudo o que já foi jogado ao chão pelos gregos, mas saiba um pouco das origens das coisas. Tenha uma ideia básica dos quatro humores gregos, e que essa é uma das origens para atribuirmos personalidades aos elementos da natureza. Entenda um pouco dos seus deuses e Cosmos, porque eles serão utilizados no futuro de forma metafórica em textos. Saiba que quando aparecer um hermafrodita em um texto especializado não há conexão com desvios modernos, mas com um simbolismo mais antigo (Salvo engano, sua origem é Platônica. Mais especificamente, O Banquete, durante os discursos sobre amor).
  2. Entenda que boa parte da origem da magia ocidental vem da confluência da cultura grega com a egípcia, incluindo a alquimia. A tábua esmeralda é um texto obrigatório. Leia um pouco sobre o Axioma de Maria, A judia. Aprenda um pouco da simbologia alquímica, porque será importante para você no futuro. É dentro da alquimia que irão discursar sem final sobre a trindade (pelo menos os da corrente de Paracelso). Não se pretenda nenhum mestre dos espagíricos, porque os químicos farão isso melhor do que você. Entenda que não havia essa separação absoluta entre o material e o espiritual, então os dois conhecimentos andaram juntos ao decorrer da história. Entenda também que haviam escritores voltados especificamente para a alquimia espiritual, enquanto outros à química.
  3. Estude a Cabala. Eu entendo que para alguns seja difícil dar atenção à Cabala Judaica com o surto conspiracionista chanístico sobre a índole de todo um povo, mas querendo ou não o judaísmo é o Pai da fé cristã, sendo Jesus judeu. Entenda que a árvore da vida é um estudo sobre Deus e suas emanações, e dela virá uma boa parte de seu conhecimento.
  4. Leia as coisas atuais sobre o assunto. Dê atenção aos escritores herméticos, principalmente.
Ocultismo é um saco, pelo menos se você for estudar seriamente. Você pode perder a vida se tiver um projeto ambicioso como se aproximar de Deus.
Você também pode pular algumas etapas no que te falei. Sobre a parte do pensamento grego, saiba que boa parte é "dispensável". Dito isso, recomento que entenda um pouco sobre o funcionamento do Cosmos de Ptolomeu. Entenda também alguns dos símbolos planetários, porque seu entendimento irá lhe ajudar no futuro.
Pra me namorar também tem que gostar dos animes:
Akame ga Kill! Akarui Sekai Keikaku Ana Satsujin Asu no Yoichi! Azumanga Daioh Balance Policy Black Cat BlazBlue: Remix Heart Chichi ga Loli na Mono de Choujigen Game Neptune: The Animation - Dengeki Comic Anthology Come Come Vanilla! Criminale! Dog Style Domina no Do! Eden no Ori Evangelion Fullmetal Alchemist K-on! Naruto Shingeki no Kyojin Yu-gi-oh
Sobre assistir Yu-gi-oh; quando eu era adolescente, gostava (na época que passou na TV Globinho e era moda), mas hoje em dia não gosto mais; então não assistiria de novo.
Quanto às minhas lembranças marcantes de Yu-gi-oh:
Em 2003, Yu-gi-oh era moda e todo mundo na escola da quinta e da sexta série jogava com cartinhas piratas, já o pessoal da sétima e da oitava não se interessava. A propósito, em 2003 tiveram duas grandes modas de brinquedos baseados em animes, cartinhas de Yu-gi-oh e Beyblade. Outro brinquedo que todo mundo da quinta e da sexta série levava pra escola em 2003 depois que passou a moda de Yu-gi-oh e começou a moda da Beyblade era a Beyblade.
Outra lembrança marcante que tenho de Yu-gi-oh é que em 2003 na escola o pessoal criava suas próprias cartinhas, fazendo desenhos e estatísticas.
Fujimura-kun Mates Gantz Gou-Dere Bishoujo Nagihara Sora♥️ Higurashi no Naku Koro ni Kai: Matsuribayashi-hen Hitsugi no Chaika Ichigo 100% Ichinensei ni Nacchattara In Bura!: Bishoujo Kyuuketsuki no Hazukashii Himitsu Jigokuren: Love in the Hell Jinzou Shoujo JoJo no Kimyou na Bouken Part 4: Diamond wa Kudakenai JoJo no Kimyou na Bouken Part 5: Ougon no Kaze JoJo no Kimyou na Bouken Part 6: Stone Ocean JoJo no Kimyou na Bouken Part 7: Steel Ball Run Kaibutsu Oujo Lucky☆Star Mahou no Iroha! Mahou Tsukai Kurohime Monster Hunter Orage Mujaki no Rakuen Needless Zero Nyotai-ka Onihime VS Oretama Perowan!: Hayakushinasai! Goshujinsama♪ Re:Marina Rosario to Vampire Saitama Chainsaw Shoujo Sankarea School Rumble Shingetsutan Tsukihime Shocking Pink! Shurabara! Sora no Otoshimono Sora no Otoshimono Pico Akame ga Kill! Ana Satsujin Asu no Yoichi! Azumanga Daioh Balance Policy Black Cat BlazBlue: Remix Heart Chichi ga Loli na Mono de Choujigen Game Neptune: The Animation - Dengeki Comic Anthology Come Come Vanilla! Dorohedoro Nekopara Pet Toaru Kagaku no Railgun Magia Record: Mahou Shoujo Madoka☆Magica Gaiden Rikei ga Koi ni Ochita no de Shoumei shitemita.Rikei ga Koi ni Ochita no de Shoumei shitemita. Isekai Quartet 2Isekai Quartet 2 Ishuzoku Reviewers Somali to Mori no Kamisama Eizouken ni wa Te wo Dasu na!Eizouken ni wa Te wo Dasu na! Itai no wa Iya nano de Bougyoryoku ni Kyokufuri Shitai to Omoimasu.Itai no wa Iya nano de Bougyoryoku ni Kyokufuri Shitai to Omoimasu. Jibaku Shounen Hanako-kun Haikyuu!!: To the TopHaikyuu!!: To the Top Darwin's GameDarwin's Game Kyokou SuiriKyokou Suiri Plunderer
PRE REQUISITO: GOSTAR DE FILMES DE FAROESTE.
IMPORTANTE: Se você gosta de filmes de super heroi, pare de ler e va se foder.
Se você é assim, fique longe de mim.
NÃO QUERO AS MULHERES QUE: As que falam palavrões As que fumam As que usam drogas As que postam foto com bebida Que bebem (menos 🍷, isso é coisa de dama) As que vão para balada, festa, rave etc As que postam foto com decote ou sensuais
Há uma coisa que eu quero que você entenda sobre nós os homens.
Quando você colocar uma foto sua nua no facebook, fazendo uma pose gostosa, mostrando os seios ou como vemos em várias fotos mostrando o bumbum ou deitada sedutoramente em sua cama, a única coisa que você faz é que as pessoas tenham desejo sexual por você, claro em A maioria dos casos por parte de homens.
Eu sei que você vai ficar tão emocionada com os 500 likes, 120 comentários e as inúmeras mensagens privadas! Você vai querer postar cada vez mais fotos para se sentir cada vez mais no topo.
Mas há algo importante que você precisa saber:
Na verdade nenhum desses caras que gostam, comentam ou enviam mensagens privadas te ama. Tudo o que eles querem é usá-la e depois atirá-la para o lixo, para ser honesto nenhum deles a levaria para sua casa para ser sua esposa, acredite em mim, você para eles não é mais que uma menina de programa em busca de popularidade barata No Facebook.
Os homens ricos os que tem o que você procura "dinheiro" ou os pobres admiram as mulheres que se vestem com decência e se respeitam. Uma vestimenta decente que não revela muito o seu corpo, leva-os a amar e a respeitar-te, isto a simples vista nos diz que és uma mulher virtuosa, alguém a quem se pode levar para casa para ser esposa e mãe.
Isto em muitos casos diz-lhes que você foi criada com princípios morais e lhes dá detalhes do seu bom histórico familiar.
Eles não se preocupam muito com a maquiagem excessiva, uma mulher digna de propor casamento sempre se distingue do monte, não importa como.
Valoriza seu corpo, lembre-se que para encontrar diamantes é preciso cavar, respeita, e um verdadeiro homem vai te respeitar de um modo ou de outro.
Mas você terá muito respeito: Mulher, não mostre seu corpo no facebook, você não sabe que tipo de pessoas, venha suas coisas, você é uma mulher bela, não precisa de fotos, nem mostrar tanto, você pode conquistar com sua simpatia, com seu educación con seu sonrrisa,
As que já ficaram com amigos seus, ou que ficam com mais de 3 em um único ano As que não trabalham ou estudam (ou que estão em um curso irrelevante de humanas) As que não sabem o básico de uma casa, como lavar, passar roupa, cozinhar, trocar fralda, etc As interesseiras As que estão pedindo presentes sempre As que já estão comprometidas As não gostam de crianças ou dizem que não querem ter filhos (pessoas que não querem ter filhos não são confiáveis) As que tem piercing de bufalo
submitted by Helamaa to smurfdomuca [link] [comments]


2020.09.08 04:53 jogarfora46292047 Meus amigos estão crescendo na vida, e eu estou ficando estagnado.

É muito difícil crescer com pessoas que você conhece desde pequeno, principalmente quando essas mesmas pessoas são estudantes de alta performance.
TODOS os meus amigos passaram pra federal menos eu, alguns em cursos concorridíssimos, como medicina e direito. Me sinto inferior a eles, pois não passei no enem, e não consigo mudar meu estilo de vida.
Não tenho disciplina, não sou esforçado, gosto de fazer coisas que me deem prazer, não estudei nada no ensino médio, enfim, minha situação é uma tristeza. Preciso passar pra uma boa faculdade LOGO, não sou rico, não posso pagar uma boa faculdade particular, e não vou ter papai pra me bancar pra sempre.
Sou a pessoa de boa condição que convive com pessoas que tem dinheiro sabe? Infelizmente por conta de alguns problemas pessoais na infância meus pais não me colocaram em um bom colégio, então não tive o hábito de estudar nem uma boa base de estudos.
Tenho os recursos necessários: materiais de estudos como cursos pré vestibular online completos, apostilas, aparelhos tecnológicos( kindle, IPAD PRO). SÓ ME FALTA A MALDITA VONTADE DE ESTUDAR! A PORRA DA DISCIPLINA, A FORÇA DE VONTADE QUE MOVE MONTANHAS. CARALHO eu sou MUITO preguiçoso. E pra piorar to com tanta coisa na cabeça que fico com dificuldade de me concentrar nas vídeo aula e leituras, começa a vir pensamentos aleatórios (ex: Pikachu, Meme aleatório, essas porcarias todas).
Enfim... eu temo que meus amigos se afastem de mim, afinal ninguém quer um amigo fracassado. E temo também pelo meu futuro... meu deus, é desesperador.
submitted by jogarfora46292047 to desabafos [link] [comments]


2020.08.01 03:57 OLVPLAGUE Chef estressada e sozinha como um cachorro abandonado

Eai galera... desculpa se o texto n ficar muito bom pois eu estou meio bebado nesse momento, mas vou comecar bem do inicio, eu realmente nunca fui um aluno exemplar ali no ensino medio (estudamos no e.m para ter um emprego bom) para ser um medico ou um engenheiro... estudei sempre em colegio bom mas nunca dei a minima para estudo, ate que cheguei no 3 ano sem ideia de que profissao eu segueria, e sem ter estudado nada apenas o bastante para ensinar as mais totosa da sala, (consegui passar no curso de contabilidade) enfim, minha madrinha me arrumou um emprego no servico dela, onde e uma contabilidade, e ali entrei para ser um contador, eu durei 3 anos nessa empresa, aprendi a fechar balanco, dre, dfc e os escambal, fui mandado embora porque eu ja tava fazendo porra nenhuma, porque eu fazia simples nacional, e pra mim aquilo ja se tornou um tedio, eu ganhava 2K para fazer porra nenhuma, eu so precisava chegar no horario, eu sempre almejei aprender a fazer lucro real, mas nunca tive a oportunidade, (lucro real e um regime tributario muito complexo), eu enfim arrumei um emprego nessa area, atualmente minha responsabilidade e contabilizar 8 postos de combustiveis, o que e muito dificil realmente, nao e qualquer um que faz isso, mas eu dominei isso com maestria, mas minha chef e muito encrenqueira, ela chega umas 10horas da manha ja reclamando da vida, flando que o cafe nao ta bom, ou que o zelador do escritorio nao limpou a cozinha, enfim nao tem um dia que ela nao chega reclamando, e eu sou um cara que estando no fundo do poco eu estou rindo, e tentando ser feliz, mas sei la ela tem alguma coisa encrostada no coracao dela,eu realmente nao dou a minima para ela, eu nao tenho amigos em servico, para mim sao colegas de trabalho, e hj eu falei para ela ``Eu serei o melhor contador da cidade`` e ela me olhou com aquele olhar de fuzilar tipo dizendo `` vc quer roubar meus clientes?`` mas eu nao dei a minima, eu realmente fiz de conta que nem vi o olhar dela, mas oq eu percebi é que vc é a media das 5 pessoas que vc mais convive, estou dois meses nessa empresa, e vi que desde o dia que entrei ate agora, ela (minha chef) esta muito mais feliz, pego as vezes ela rindo sem motivo, ou fazendo piadas idiotas, e eu realmente nervoso, as vezes ate grosso, o que eu nao sou porque eu sou bem calmo e diplomatico, mas a moral é que vc pode ser podre de rico, andar de mercedes ter casa no aplhaville, ser cercado de pessoas (falsas amizdes) e ser infeliz quando vc deita na sua cama, eu nao quero ajudar ela a ser mais feliz ou dela deixar de ir na psicologa dela toda segunda feira, eu so quero aprender a fazer o fiscal do lucro real, e poder montar o meu escritorio e rachar de ganhar dinheiro o bastante para comprar uma RS6 que é o meu sonho de consumo, mas enquanto eu tiver la eu vou dar uns toque nela para ser menos reativa a coisas que vc nao pode controlar, hj eu trabalhei até as 8horas da noite para entregar as ECD das empresas que eu faço, ela achou uma maravilha eu não ter ido embora as 6 e ter deixado ela sozinha, eu desejo que ela encontre um amor, para que ela n se sinta tanto sozinha igual ela se sente.



ADVICES: para ser rico não e preciso ter curso superior, apenas precisa ter ideia e foco, igual o dono desses postos que eu faço que o cara é milhonario é quase analfabeto, não teve estudo e é um cara da roça.. mas ele teve visão de negocio, soube aplicar seu dinheiro, e fazer grana, pois quem tem dinheiro faz dinheiro, ele n teve que sentar a bunda na cadeira de um faculdade para ser rico, apenas teve visão e aplicou oq ele achou que seria o melhor, eu realmente vou ter que ralar muito para chegar a 1% do seu patrimonio, mas eu sou guerreiro e sei que meu capital esta a crescer....


aqueles que acha que dinheiro não e tudo, discordo, pois se não fosse meu pai n pegaria dinheiro emprestado comigo.
submitted by OLVPLAGUE to desabafos [link] [comments]


2020.06.06 04:55 FERNANDANOCRATO Eu fui a babaca por não aceitar mais que meu tio sugasse o dinheiro da minha mãe?

Oi luba, editores, gatas e turma que esta a ver, eu vou dar um pouco de contexto aos fatos para contar a historia.
Meu nome é Fernanda, eu sou a unica filha da filha mais velha da minha vó e a unica de 18 netos que cuida da minha vó, minha mãe nunca teve muito dinheiro, mas como eu não tenho pai, fui criada desde pequena pela minha Avó e pela minha mãe, sendo que minha vo tem 8 filhos, e a maioria deles se quer visita ela, (minha mãe se dedica de tempo integral a minha vo). Minha vó sempre foi do tipo que me dava tudo que eu queria, pagava colegio particular pra mim e "regava" os meus sonhos de ser artista.
Em 2019, minha mãe foi chamada pelo meu Tio-avo (irmão mais novo da minha vó) para cuidar dele, em outro estado, como ele era "rico" (na verdade muuito bem de vida), ele prometeu todo o conforto, para minha mãe, vo e eu, nos mudássemos para uma capital maior, para cuidar da saude dele e dos bens materiais, ja que ele não tinha filhos ou esposa.

Ai que começa minha historia.
Eu tenho um tio (irmão da minha mãe) que mora nessa capital, ele NUNCA foi presente, ligava pra minha vo (MÃE DELE) 1 vez por ano e olhe lá, e quando ela ligava ele falava rapido e desligava, com medo dela pedir dinheiro dele. Ele tem 2 filho, um homem 5 anos mais velho que eu, e uma menina 5 anos mais nova, e uma esposa. (isso é importante) Esse meu tio vou chama-lo de Carls, prometeu que ia ajudar a minha mãe, a cuidar desse meu tio, eu achei estranho, pois nos meus 19 anos, ele NUNCA ajudou ela em nada. Tudo bem, ela achou que ele tava tentando recuperar o tempo perdido.
Quando chegamos nessa capital minha mãe descobriu que meu tio-avo, estava com muitas dividas e teria que vender a maioria dos imoveis, para não perder tudo e ate sua aposentadoria estava comprometida pela metade, por empréstimos e dividas que ele fez sem noção nenhuma, o Tio Carls então se mostrou muito prestativo, arrumou um caseiro (muito importante) para ficar tomando de conta de um dos melhores sitios do meu tio-avo, no interior, a poucos minutos da capital e ajudou a minha mãe em mudança e outros pequenos problemas, quando começamos a ver como vender os imoveis, o Carls, chegou com um papo de pedir da minha mãe uma ajuda, com o valor do predio que seria vendido, uma ajuda de 100 mil reais, para ele investir na candidatura da minha tia, e em uma reforma na casa dele.
Minha mãe prestativa e TROUXA disse que daria de bom grado e ainda colocaria ele como socio em uma fabrica ela estaria montando cmg e meu namorido. (detalhe, quando ele "entrou como socio" sem dar um centavo ou trabalhar pra nada, começou a ir contra as coisas que eu e meu namorido queria para a empresa, que não foi pra frente por causa dele).
Outro contexto que é preciso dar para chegar ao apice da historia, é que esse tio e a minha tia foram super carinhosos cmg, e ao longo do tempo se tornando mais brutos e grossos. A minha prima mais nova foi ficando cada vez mais implicante mesmo eu tentando ser amiga dela, dando varias coisas como maquiagens caras que eu ganhava de trabalhos e etc ps: sou influencer, tenho um perfil ate que com alguns seguidores e minha tia queria tirar proveito disso na politica, mas quando falei que não ia fazer campanha ela começou a fica "rabugenta" cmg
Minha prima começou a soltar coisas como "patricinha" dizendo que eu era mimada pela minha vó, so por que a minha vo me dava roupas, sapatos e ate mesmo ajudou a comprar a mobilia do meu quarto, tudo isso pq minha vó sempre me criou como filha, e eu sempre cuidei dela, minha prima chegou a fazer minha vo comprar o mesmo conjunto de moveis do quarto que ela comprou pra mim por inveja, mas eu não falava nada e ate apoiava a minha vo quando queria comprar algo pra ela.
Chegou o fatídico dia, que em dezembro eu ganhei um notbook (bem caro) para poder fazer meus trabalhos, (tbm sou desingner) e nesse dia eu so queria "curtir" meu presente, mas como toda familia ia para aquele sitio que meu tio arrumou o caseiro todo fim de semana, fui e levei o not.
Chegando la minha tia soltou algumas piadas, e um tempo depois ate a minha mãe confirmou que percebeu que ela ficou incomodada pelo fato deu ter ganho um notbook.
Sentada na frente da piscina a qual a minha mãe pagou SOZINHA 150 reais para limpa-la, minha prima entrou e começou a gritar dizendo que tava cheia de bicho, eu me aproximei e vi que era verdade, tinha varios pontinhos pretos na pscina e fui reclamar com o caseiro.
Caseiro esse que ja tinha dado DIVERSOS problemas para minha mãe, quebrando coisas dentro do sitio, "perdendo" galinhas, entre outros. Fui questionar pq minha mãe gastou tão caro e a pscina estava suja, (na minha visão eu estava no direito pois funcionário da minha mãe, por tabela era meu funcionário). Meu tio, passou a mão na cabeça dele, tirando TODA a minha moral.
ultimo detalhe para começar o barraco, esses meus tios tinha uma vida financeira boa, mas nunca ajudaram nos passeios de fim de semana, ele obrigava a minha mãe a colocar gasolina na combi e todas as despesas, de forma psicologica, pedindo dinheiro dela na frente de todos para que ela não podesse negar ou fazendo compras e falando para ela pagar , mesmo indo uma caralhada de amigos do meu tio e da minha tia, Amigos com dinheiro que não davam um centavo, cerveja, carne, limpeza da piscina, tudo era bancado pela minha mãe.
Depois de ficar furiosa pelo meu tio ter tirado minha moral com o caseiro que não fazia nada, nem capinar o sitio, meu primo mais velho o Carls Jr. chegou, falou com o pai dele, e gritou na frente dos funcionarios da minha minha mãe (empregada e caseiro) e dos convidados do Carls, que eu era Fresca e mimada que não tinha que falar nada e que não tinha poder de p+ha nenhuma, eu explodi e virei pro Carls Jr, e disse que ele não deveria falar comigo daquela forma, que o sitio era a responsabilidade da minha mãe por isso meu tambem, e que no momento que ele o pai dele e os outros convidados ajudassem a pagar pelo menos a limpeza que da piscina que eles curtiam pois eu nunca entrava na piscina ele poderia palpitar em alguma coisa. ( era cerca de 15 a 20 convidados que poderiam muito bem dar fazer uma vaquinha dar 10 reais sla, mas não faziam nada)
Minha tia a Mae do Carls Jr, foi gritando em direção a minha mãe que tava dentro da casa, contando a historia toda distorcida, mas da cozinha minha mãe tinha ouvido e sabia a verdade, repreendeu minha tia pois ela não tinha autoridade pra gritar comigo daquele jeito.
Eu irritada e chorando subi para o segundo andar, e disse que queria ficar sozinha, fiquei assistindo serie, um tempo passou e depois do almoço aquele primo apareceu no 2 andar, para se deitar na rede ao lado da janela do meu quarto, ficou soltando piadinhas, me chamando de chorona e ligou uma caixa de som ao lado da janela, me impossibilitando de assistir a serie, desci para pedir um pouco de respeito para a minha mãe, pedi para ele se retirar ou apenas desligar o som e minha vo que ja estava de saco cheio da situação disse que ia embora cmg de volta para a capital. Foi ai que a minha tia Tri bebada, chegou gritando comigo, dizendo pra minha mãe coisas como "poe ela pra fora da sua casa" "ela so serve para arrumar dividas" "ela nunca sera famosa" "ela é uma fracassada" minha mãe mandou a "tia" se acalmar, mas ela virou com o dedo na minha cara dizendo que eu não era nada, Eu me revoltei pois ela so havia me conhecido naquele ano, e nem as tias que ajudaram a minha mãe a me criar me trataram daquela forma. Eu gritei pra ela para de gritar comigo, mas ela me EMPURROU contra a parede e veio querer me bater, eu empurrei ela de volta e como ela tava muito bebada consegui sair de perto, as irmãs dessa minha tia ficaram a meu favor, e me defenderam.
Quando uma das irmãs dela me perguntou o que aconteceu, eu pedi desculpa pelo desconforto, contei a historia, e disse que não havia nada com os convidados eu so queria respeito e que entendessem que os 900 reais que minha mãe pagava pro caseiro não trabalhar direito era comida e lazer que ela tirava de casa para proporcionar algo legal para todos, e que nenhum tinha o direito de me tratar daquela forma, por querer que o dinheiro que minha trabalhava duro cuidado do meu tio-avo fosse valorizado.
Minha mãe chamou um uber, deixamos o sitio com eles e quando ela foi dar ordem para o caseiro para quando eles fossem embora fechassem tudo, o Tio Carls, pediu uma desculpa esfarrapada, no mesmo dia umas 22h ele mandou um audio dizendo que ele não queria mais nada com a nossa familia que a familia dele estava la com ele e que eu era uma perdida vagabunda.
Ps agora que minha mãe esta fechando negocio da venda do predio, essa tia veio que fazendo a egípcia perguntar como estavam todos bem e saber das novidades, minha mãe ignorou.
Iai Luba e Turma, eu foi babaca por afastar o meu tio da irma e da mãe? Estava errada em ter reclamado?

Eu FUI A BABACA?
submitted by FERNANDANOCRATO to TurmaFeira [link] [comments]


2020.05.19 04:51 lucius1309 A MELHOR SENSAÇÃO DO MUNDO


É sempre um processo doloroso voltar às teclas, mas ás vezes é necessário. Quando fico muito tempo longe disso, parece que vou me enchendo um pouco de tudo, fico irritadiço muito facilmente e preciso vir aqui dar uma esvaziada básica.
Pra me ajudar nesse processo, segue a trilha sonora da noite.
THE DOORS - THE SOFT PARADE (1969)
https://www.youtube.com/playlist?list=PLkLimRXN6NKxwmhQhY_eTQQq-OzcA9bDS
Começando o texto como deveria começar, devo ressaltar que agora tenho um computador decente, adquirido no meu recém novo trabalho que até o momento é pioneiro (nunca vi ninguém fazer exatamente o que eu faço), e bom, ganhei um computador do meu chefe. O que é bem legal. Pra ele não faz muita diferença, uma vez que ele tira uns 50k por mês graças às suas empresas que geram lucro todos os dias da semana, 30 dias no mês e 365 dias no ano. E eu faço parte disso, com um salário muito mais modesto, sim, mas ainda assim, algo que nunca esperei pra minha vida, em momento nenhum, que fosse possível.
Ok, tenho deixado de lado a escrita, e isso é um processo natural, não vou dizer que é falta de tempo pois tenho tido muito tempo, trabalho agora igual deputado (três dias na semana, quatro ou cinco horas por dia) e basicamente só tomo decisões importantes para o rumo de todas as empresas do grupo.
Nada mal pra um bêbado de merda que costumava pedir moedas na rua pra juntar dois conto e poder comprar um Corote de meio litro.
Não estou aqui pra me gabar, estou só tentando explicar que junto com a arte existe necessariamente o sofrimento, e quando não há o sofrimento, a arte se torna quase impossível. Como não sou obrigado a forçar a arte, prefiro me abster, como venho fazendo.
Estou aqui pra falar um pouco sobre seres humanos e seus comportamentos, não necessariamente fazer arte.
Devido à recente pandemia o mundo vem passando por mudanças interessantes, e algumas delas deveriam ser mantidas, como por exemplo, a ideia de home office. Quero dizer, o chefe gosta de ter o empregado por perto, pra poder sadicamente sentir que tem o controle sobre ele, sobre quantos cafés o sujeito toma ou sobre quantas vezes ele vai ao banheiro, limitando claro que ele tem uma hora de almoço somente e que essa hora deve ser quando o chefe achar melhor. Mesmo que ele passe a maior parte do dia sem fazer muita coisa.
Pensem comigo, quanto menos pessoas precisarem ir aos seus ambientes de trabalho, menos trânsito, menos transporte público cheio, menos gastos pra empresa com infraestrutura, menos gastos com cafezinho e inclusive com vale refeição e vale transporte. E o funcionário pode trabalhar o dia todo de cueca em frente ao computador enquanto acaricia seu gato.
Nada mal.
Claro que nem todos podem se dar a esse luxo, mas se um por cento puder, muito melhor.
Estamos todos sendo sugados até o nosso talo. Meus amigos de trinta anos de idade estão todos ACABADOS. A cara deles entrega seres humanos cansados, exaustos de um sistema em que eles foram inseridos e que tem pouca chance de mudar, ou de dar ideias novas. Somos sim presos a um sistema, e qualquer um que queira viver fora do sistema é marginalizado, geralmente de forma bem pejorativa, claro.
Mas mudando de pato pra ganso.
A boa notícia é que vamos sobreviver à pandemia, e a má notícia é que muitas pessoas vão morrer ainda. Muitas. Isso é inevitável, por mais que tomemos cuidado, por mais que sigamos as ordens dos orgãos de saúde. Muitos ainda vão morrer.
Adultos, idosos, crianças, ricos, pobres, de qualquer cor, credo ou opção sexual. A doença é democrática. Não escolhe.
Antes eu me orgulhava de bons empregos, bucetas lindas que comi ou baladas caras que eu fui, não nego, meu ego se tornava gigante diante de algumas situações que eram proporcionadas a mim. Já hoje, depois de ter vivido dez anos a mil, me sinto privilegiado de ter um pouco de consciência coletiva, honestidade e principalmente paciência. Isso é o que me ajuda a me manter sem encher o cu de cachaça.
Não nego que gosto de encher o cu de cachaça, mas algumas coisas devem mudar para que a vida possa prosseguir. Como mudamos nossos comportamentos devido à pandemia.
Não conheci ainda sensação melhor no mundo do que me trancar num quarto, desligar o telefone, a televisão e o rádio, colocar vários discos pra tocar e encher o rabo de Velho Barreiro por (pelo menos) três dias direto. No escuro, claro. E se alguém tocasse minha campainha, eu fingia que não estava. Era e ainda é a melhor sensação que eu senti na vida.
Mas o preço a se pagar era alto demais: dores no fígado, loucura, alucinações, surtos de raiva, vontade de chorar, quebra de mobília, etc. Então optei por viver de outra forma, hoje levo uma vida tranquila sem grandes aventuras, e por enquanto ainda não encontrei a verdadeira adrenalina da vida sem drogas e álcool, mas tem sido melhor assim.
A beleza das coisas às vezes não é visível.
Tudo pode estar oculto e não percebemos o valor até que não tenhamos mais.
Por enquanto, tudo no seu devido lugar. Prometo me cuidar mais, prometo não me suicidar amanhã, prometo principalmente trabalhar minhas emoções pra que eu possa sentí-las verdadeiramente e encontrar dentro do meu passado onde tudo começou a dar errado. Sei que tá lá, tenho certeza disso.
Prometo continuar colocando comida na mesa da minha casa e cuidando dos gatos que correm pelos corredores.
Vida longe de estar perfeita, mas qual vida É perfeita? Isso mesmo, nenhuma.
submitted by lucius1309 to desabafos [link] [comments]


2020.05.02 00:14 NoiteAmorosa PROCURO NAMORADINHA

EU QUERO UMA NAMORADINHA: redpillada channer, dogoleira, wgtow, ancap, jogadora de lol, jogadora de poker, bv, virgem, sem amigos, crente, fã da UDR,magrela, footlet,escuta Chico Buarque, weeabo, hikkimori, otaku, gamer, furry, fujoshi, hetero,federal,trader de bitcoin,hacker, defacer, cubista, penspinner, recordista de memorização de baralhos, timida, mãe de pet, hidratada, não consumidora de açucar, saudável, youtuber, netolover, pooper, cambista, shitposter, anarquista, materialista, roquista, travesquista, mono talon vlogger, blogueira, e-girl, intolerante a lactose, intolerante a gluten, grinder e hipnóloga, fiel, niilista existencialista, metaleira, headbanguer, pelo no suvaco, patriota, masoquista, ballbuster, jogadora de minecraft, buceta fedida, que não tenha medo de chuta minhas bolas pelo amor de deus eu nao consigo encontrar uma menina pra chutar minhas bolas por favor deus eu imploro nao agusnto mais isso nao eh um meme porque voces tem medo de me chutar no saco. Raça: nórdica Altura: 170cm+ Pele: 1 ou 2 (Fitzpatrick) Olhos: 7+ (Martin) Cabelos: qualquer cor, mas apenas lisos ou ondulados (FIA) Nariz: reto ou virado para cima Crânio: dolico ou mesocefálico Óculos: não Aparelhos: não Queixo furado: não Covinhas: não Orelha presa: não Orelha de abano: não Franja em V: não Pelos no corpo: muito pouco Tatuagem: não Graduação: apenas cursos voltados à pesquisa Faculdade: apenas bem conceituadas Habilidades matemáticas: sim Idiomas: fluência em inglês e mais outro idioma Álcool, cigarro, drogas: não, nenhum Personalidade: introversão Cultura: europeia ocidental RELIGIÃO: Cristã Ortodoxa Gostar de escutar rogério skylab:
Para ser sincero, você precisa ter um QI muito alto para entender Rogério Skylab Para ser sincero, você precisa ter um QI muito alto para entender Rogério Skylab. O humor é extremamente sutil e, sem uma compreensão sólida de filosofia moderna, a maioria das piadas vai passar despercebida pelo telespectador médio. Há também a visão niilista de Rogério, que está habilmente tecida em sua caracterização - sua filosofia pessoal se baseia fortemente na literatura de Nododaya Volya, por exemplo. Os fãs entendem essas coisas; eles têm a capacidade intelectual para realmente apreciar a profundidade dessas piadas, para perceber que elas não são apenas engraçadas - elas dizem algo profundo sobre a VIDA. Como conseqüência, as pessoas que não gostam de Rogério Skylab são verdadeiros idiotas - é claro que eles não apreciariam, por exemplo, o humor no bordão existencial de Rogério "Chico Xavier é viado e Roberto Carlos tem perna de pau", que é uma referência criptíca para o épico Pais e Filhos do russo Turgenev. Estou sorrindo agora mesmo imaginando um desses coitados simplistas coçando a cabeça em confusão enquanto as músicas se desenrolam na tela de seu computador. Que tolos… como eu tenho pena deles. E sim, a propósito, eu tenho uma tatuagem do Rogério Skylab. E não, você não pode vê-la. É só para os olhos das damas. E mesmo elas, precisam demonstrar de antemão que possuem um QI com diferença absoluta de no máximo 5 pontos do meu (de preferência para baixo).
Rotina, Habitos e interesses: Nofap + Banho Gelado + comer carne crua + comer virado pra parede + biohack + dormir no chão + Jordan Peterson + mewing + HBD + PUA + jelq + dormir 5 horas por dia + café gelado sem açúcar + hipismo + compilação mitadas Enéas + alho cru + podcast do Joe Rogan + redpill + Brain Force + Jejum + meditação iasd + músicas para concentração, foco e inteligência + teste de QI da internet + grupos de linhagem viking do facebook + ficar longe do poste de internet 4G + youtube do varg vikernes + essência de morango da turma da mônica no narguilé + jogar vape na cara de todo mundo que tentar entrar no bloco da faculdade + 5 segundos de calistenia no deserto do atacama + darkcel + óculos do aécio na foto de perfil + ler quotes do nietzsche no brainy quote + criar galinha no quarto sem os pais saberem + Alho cru + uma colher de azeite quando acorda e outra antes de dormir + jejum de 24hrs a cada 72hrs + assistir VT no premiere logo que chega do estádio + canal Ultras World + LibreFighting + Operation Werewolf + comprar os artigos do Paul Waggener + Centhurion METHOD + humilliation exposure com a finalidade de criar uma crosta na sua mente capaz de desenvolver uma resiliência que resiste à humilhação como se ela fosse nada + tomar banho descalço em chuveiro de academia com chão mijado + musculação caseira + hackear o sono + Empreender + 10 livros de auto ajuda por mês + PUA + Selo super fã da fúria e tradição + Biokinesis + 432hz music + Mexer o pau sem piscar o cú + meditação transcendental + veganismo + minoxidil para cultivar uma barba + filmografia Jason Stataham + assistir vikings + redpill + ir no cinema sozinho + treino saitama + coach quântico + enema de café + dieta lair ribeiro + agua alcalina + O Método de Wim Hof + sabedoria hiperbórea + artigos da Nova Resistência + Biblioteca do Dídimo Matos + dormir virado pra patede assoviando no escuro pra espantar o curupira + dar 3 pulinhos toda vez que levantar da cama + dizer amém quando um 1113 azul passar por você na rua + 100 flexões por dia + 6 meses de jelq + injaculação guiada + sociedade thule + energia vril + chapéu de alumínio para se proteger das armas psicotronicas emitidas pela CIA + caderno de anotações smiliguido + pedir a bênção ao carteiro toda segunda de manhã + 3 horas de academia + 4 horas de corrida + mascar café + exercícios penianos do Dr. Rey + maratona saga Rocky + trilha sonora saga Rocky + trilogia Mercenários + filmes do Jason Statham + assoviar o hino do Palmeiras de ponta-cabeça + intro do Canal do Nicola em loop + palestras do Antonio Conte + vídeos do Rodrigo Baltar + dicas do Gustavo Gambit + aulas de italiano + dormir ouvindo Ultraje a Rigor + ler Walden pelado na mata atlântica de madrugada + ouvir músicas em velocidade aumentada + canto gregoriano árabe + ensinar hino do botafogo pra calopsita + fritar comida com banha de porco + assistir videos de situaçoes de risco com a finalidade de se preparar para o perigo + Terapia Holistica com formandos da UFPR no Jardim Botânico + Radiestesia para harmonizar vibração da casa + Metatron 432HZ no YouTube entoando a oração EU SOU + ler O Código da Vinci + Jesus Quântico + Barra Fixa na praça de madrugada escutando audiolivro do Jordan Peterson na voz do cara dos Fatos Desconhecidos + grupo POPEYE AFIANDO A PIKA + MyInstants AEEE KASINAO + Memes do Fausto Silva + ler O Evangelho dos Animais + stories do Copini no Instagram + Canal SocialGames7 com Gustavo Gambit e CIA + textos de Raphael Machado (Nova Resistência) + ser ex-membro do grupo Comunismo Ortodoxo + Monja Coen + Fazer origami com papel do bis + perder dinheiro com maquina de pegar ursinho + fumar palheiro com o avô + quebrar palito de dente no meio depois que usar + rezar Pai Nosso em aramaico + tentar se comunicar com o ashtar sheran + virar catequista e passar Plínio Salgado para as crianças + Limpeza de 21 dias de São Miguel Arcanjo + arrancar a fimose comendo cu apertado de galinha caipira + Regata branca WifeBeater com calça jeans clara e bota marrom + Ingressar na legiao estrangeira + Comprar toras de eucalipto pra reproduzir o centurion method mas nunca começar o treinamento + vender máquina de cartão de crédito + ler os escritos do Unabomber + Escutar a discografia do Paul Waggener + ler todos os livros do Pavel Tsatsouline + ouvir rap eslavo de cunho político suspeito + café com um cubo de manteiga dentro precedendo a primeira refeição do dia + beber 2L de leite por dia + Stronglifts 5x5 + Dieta Cetogênica + Canal Jason PROJETO GIGA + Cd do TRETA + comprar torre de chopp no prensadão + 2 cápsulas de Tadalafellas antes do sexo + só comprar comida japonesa importada pra dieta + comer arroz sem sal com peixe cru sem tempero enrolado em folha do fundo do mar + memes da página Dollynho Puritano + Deus Vult na capa do Facebook + acessar o dogolachan pelo computador da escola pra postar fanfic gay do Gilberto Barros + Trollar atendentes do mcdonalds no habbo hotel + ligar para o Motel Astúrias perguntar quando custa a bolacha Bauducco que aparece no site + Mandar entregar pizza na Rua dos Tamoios casa n°18 com portão vermelho + cosplay de russo no Omegle pedindo pra mostrarem a bunda + Dormir imaginando uma linha pra fazer viagem astral + recitar Homero pra mendigo + tomar antibiótico no café da manhã + Meditar imaginando o raio de luz violeta que representa a energia transmutadora + Workshop Reiki do Canal Luz da Serra MULHERES TERRAPLANISTAS RALEM.
Primeiro de tudo! Vai tomar no cu, MULHERES terraplanistas! Junto com todas que me contrariaram nos últimos meses falando "dur hur você não sabe nada de paleontologia, vai assistir seus desenhos filipinos e não encha o saco". TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! LERAM DIREITO? TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! A farsa ficou tão óbvia, que eles não tem mais como esconder que TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! Alguns mais penas, outros menos penas, MAS TODOS TEM. E aproveitando no mesmo vídeo, NÃO TEVE METEORO PORRA NENHUMA! Provavelmente as mudanças climáticas naturais, junto com a separação gradual dos continentes, é que extinguiu a mega-flora e a mega-fauna. E se teve algum meteoro, apenas acelerou o processo em uma região muito especifica. Agora só falta as ((especialistas)) e a (((Academia))) admitir que dinossauros nunca existiram e que foi tudo um erro grotesco de interpretação de pessoas que não sabiam que caralhos eram aqueles esqueletos. São apenas aves e mamíferos ancestrais de milhões de anos atrás. E antes que eu me esqueça, vai todo mundo que me contrariou tomar no cu!
GOSTAR DE MIM POR QUEM EU SOU E NAO PELA MINHA APARENCIA
Sério, de verdade, ser uma pessoa bonita não é fácil em nossa sociedade atual; não é só os olhares de desejo das mulheres e dos homens que me incomoda, e sim, o fato de ser só isso para as pessoas. Sou muito mais que apenas um cara bonito. Tenho qualidades além dessas, e saber que as pessoas não ligam para elas, pois estão entorpecidas de anseio pela minha formosura, me entristece muito.
Não suporto mais ser bonito. Tudo que eu queria era poder nascer de novo num corpo de uma pessoa feia, pois sério, vocês não sabem como me dói saber que por culpa de algo que nasceu em mim (a incrível beleza), serei rotulado eternamente por isso.
Eu trabalho, estudo, procuro, conheço, aprendo! Sou um ser-humano como qualquer outro e não só mais um rostinho bonito.
Pergunta antes de eu poder te namorar: Você é ocultista?
Essa é a pergunta de um milhão de dólares que raramente vejo sendo feita.
Se você ainda não for, pra se tornar minha namorada precisará ser e aqui está como fazer isso
É fato que a maior parte da literatura especializada ocidental acredita em Deus e Cristo, somente olhando-o por uma lente diferente. Não há um ritual que lhe aproxime de Deus, as coisas raramente são tão simples. Entretanto, com estudo e meditação o caminho começa a ficar mais claro.
Entenda que não sou nenhum senhor da verdade, e o que te falo hoje posso descobrir ser mentira amanhã. Saiba também que um dos maiores problemas desse meio é a falta de um início claro, sendo as obras tidas como introdutórias porcarias completas. Dito isso, lhe respondo o seguinte:
  1. O caminho mais completo para se aproximar do que você quer começa com noções do pensamento Helênico. Entenda que boa parte da visão de mundo cristã vem da antiguidade clássica, principalmente as noções de harmonia e belo. Não te peço para ler tudo o que já foi jogado ao chão pelos gregos, mas saiba um pouco das origens das coisas. Tenha uma ideia básica dos quatro humores gregos, e que essa é uma das origens para atribuirmos personalidades aos elementos da natureza. Entenda um pouco dos seus deuses e Cosmos, porque eles serão utilizados no futuro de forma metafórica em textos. Saiba que quando aparecer um hermafrodita em um texto especializado não há conexão com desvios modernos, mas com um simbolismo mais antigo (Salvo engano, sua origem é Platônica. Mais especificamente, O Banquete, durante os discursos sobre amor).
  2. Entenda que boa parte da origem da magia ocidental vem da confluência da cultura grega com a egípcia, incluindo a alquimia. A tábua esmeralda é um texto obrigatório. Leia um pouco sobre o Axioma de Maria, A judia. Aprenda um pouco da simbologia alquímica, porque será importante para você no futuro. É dentro da alquimia que irão discursar sem final sobre a trindade (pelo menos os da corrente de Paracelso). Não se pretenda nenhum mestre dos espagíricos, porque os químicos farão isso melhor do que você. Entenda que não havia essa separação absoluta entre o material e o espiritual, então os dois conhecimentos andaram juntos ao decorrer da história. Entenda também que haviam escritores voltados especificamente para a alquimia espiritual, enquanto outros à química.
  3. Estude a Cabala. Eu entendo que para alguns seja difícil dar atenção à Cabala Judaica com o surto conspiracionista chanístico sobre a índole de todo um povo, mas querendo ou não o judaísmo é o Pai da fé cristã, sendo Jesus judeu. Entenda que a árvore da vida é um estudo sobre Deus e suas emanações, e dela virá uma boa parte de seu conhecimento.
  4. Leia as coisas atuais sobre o assunto. Dê atenção aos escritores herméticos, principalmente.
Ocultismo é um saco, pelo menos se você for estudar seriamente. Você pode perder a vida se tiver um projeto ambicioso como se aproximar de Deus.
Você também pode pular algumas etapas no que te falei. Sobre a parte do pensamento grego, saiba que boa parte é "dispensável". Dito isso, recomento que entenda um pouco sobre o funcionamento do Cosmos de Ptolomeu. Entenda também alguns dos símbolos planetários, porque seu entendimento irá lhe ajudar no futuro.
Pra me namorar tambéme tem que gostar dos animes:
Akame ga Kill! Akarui Sekai Keikaku Ana Satsujin Asu no Yoichi! Azumanga Daioh Balance Policy Black Cat BlazBlue: Remix Heart Chichi ga Loli na Mono de Choujigen Game Neptune: The Animation - Dengeki Comic Anthology Come Come Vanilla! Criminale! Dog Style Domina no Do! Eden no Ori Yu-gi-oh
Sobre assistir Yu-gi-oh; quando eu era adolescente, gostava (na época que passou na TV Globinho e era moda), mas hoje em dia não gosto mais; então não assistiria de novo.
Quanto às minhas lembranças marcantes de Yu-gi-oh:
Em 2003, Yu-gi-oh era moda e todo mundo na escola da quinta e da sexta série jogava com cartinhas piratas, já o pessoal da sétima e da oitava não se interessava. A propósito, em 2003 tiveram duas grandes modas de brinquedos baseados em animes, cartinhas de Yu-gi-oh e Beyblade. Outro brinquedo que todo mundo da quinta e da sexta série levava pra escola em 2003 depois que passou a moda de Yu-gi-oh e começou a moda da Beyblade era a Beyblade.
Outra lembrança marcante que tenho de Yu-gi-oh é que em 2003 na escola o pessoal criava suas próprias cartinhas, fazendo desenhos e estatísticas.
Fujimura-kun Mates Gantz Gou-Dere Bishoujo Nagihara Sora♥ Higurashi no Naku Koro ni Kai: Matsuribayashi-hen Hitsugi no Chaika Ichigo 100% Ichinensei ni Nacchattara In Bura!: Bishoujo Kyuuketsuki no Hazukashii Himitsu Jigokuren: Love in the Hell Jinzou Shoujo JoJo no Kimyou na Bouken Part 4: Diamond wa Kudakenai JoJo no Kimyou na Bouken Part 5: Ougon no Kaze JoJo no Kimyou na Bouken Part 6: Stone Ocean JoJo no Kimyou na Bouken Part 7: Steel Ball Run Kaibutsu Oujo Lucky☆Star Mahou no Iroha! Mahou Tsukai Kurohime Monster Hunter Orage Mujaki no Rakuen Needless Zero Nyotai-ka Onihime VS Oretama Perowan!: Hayakushinasai! Goshujinsama♪ Re:Marina Rosario to Vampire Saitama Chainsaw Shoujo Sankarea School Rumble Shingetsutan Tsukihime Shocking Pink! Shurabara! Sora no Otoshimono Sora no Otoshimono Pico Akame ga Kill! Ana Satsujin Asu no Yoichi! Azumanga Daioh Balance Policy Black Cat BlazBlue: Remix Heart Chichi ga Loli na Mono de Choujigen Game Neptune: The Animation - Dengeki Comic Anthology Come Come Vanilla! Dorohedoro Nekopara Pet Toaru Kagaku no Railgun Magia Record: Mahou Shoujo Madoka☆Magica Gaiden Rikei ga Koi ni Ochita no de Shoumei shitemita.Rikei ga Koi ni Ochita no de Shoumei shitemita. Isekai Quartet 2Isekai Quartet 2 Ishuzoku Reviewers Somali to Mori no Kamisama Eizouken ni wa Te wo Dasu na!Eizouken ni wa Te wo Dasu na! Itai no wa Iya nano de Bougyoryoku ni Kyokufuri Shitai to Omoimasu.Itai no wa Iya nano de Bougyoryoku ni Kyokufuri Shitai to Omoimasu. Jibaku Shounen Hanako-kun Haikyuu!!: To the TopHaikyuu!!: To the Top Darwin's GameDarwin's Game Kyokou SuiriKyokou Suiri Plunderer
PRE REQUISITO: GOSTAR DE FILMES DE FAROESTE.
IMPORTANTE: Se você gosta de filmes de super heroi, pare de ler e va se foder.
Se você é assim, fique longe de mim.
NÃO QUERO AS MULHERES QUE: As que falam palavrões As que fumam As que usam drogas As que postam foto com bebida Que bebem (menos 🍷, isso é coisa de dama) As que vão para balada, festa, rave etc As que postam fotos com short curto, decote ou sensuais
Há uma coisa que eu quero que você entenda sobre nós os homens.
Quando você colocar uma foto sua nua no facebook, fazendo uma pose gostosa, mostrando os seios ou como vemos em várias fotos mostrando o bumbum ou deitada sedutoramente em sua cama, a única coisa que você faz é que as pessoas tenham desejo sexual por você, claro em A maioria dos casos por parte de homens.
Eu sei que você vai ficar tão emocionada com os 500 likes, 120 comentários e as inúmeras mensagens privadas! Você vai querer postar cada vez mais fotos para se sentir cada vez mais no topo.
Mas há algo importante que você precisa saber:
Na verdade nenhum desses caras que gostam, comentam ou enviam mensagens privadas te ama. Tudo o que eles querem é usá-la e depois atirá-la para o lixo, para ser honesto nenhum deles a levaria para sua casa para ser sua esposa, acredite em mim, você para eles não é mais que uma menina de programa em busca de popularidade barata No Facebook.
Os homens ricos os que tem o que você procura "dinheiro" ou os pobres admiram as mulheres que se vestem com decência e se respeitam. Uma vestimenta decente que não revela muito o seu corpo, leva-os a amar e a respeitar-te, isto a simples vista nos diz que és uma mulher virtuosa, alguém a quem se pode levar para casa para ser esposa e mãe.
Isto em muitos casos diz-lhes que você foi criada com princípios morais e lhes dá detalhes do seu bom histórico familiar.
Eles não se preocupam muito com a maquiagem excessiva, uma mulher digna de propor casamento sempre se distingue do monte, não importa como.
Valoriza seu corpo, lembre-se que para encontrar diamantes é preciso cavar, respeita, e um verdadeiro homem vai te respeitar de um modo ou de outro.
Mas você terá muito respeito: Mulher, não mostre seu corpo no facebook, você não sabe que tipo de pessoas, venha suas coisas, você é uma mulher bela, não precisa de fotos, nem mostrar tanto, você pode conquistar com sua simpatia, com seu educacióncon seu sonrrisa,
As que já ficaram com amigos seus, ou que ficam com mais de 3 em um único ano As que não trabalham ou estudam (ou que estão em um curso irrelevante de humanas) As que não sabem o básico de uma casa, como lavar, passar roupa, cozinhar, trocar fralda, etc As interesseiras As que estão pedindo presentes sempre As que já estão comprometidas As não gostam de crianças ou dizem que não querem ter filhos (pessoas que não querem ter filhos não são confiáveis) As que tem piercing de bufalo
submitted by NoiteAmorosa to DiretoDoZapZap [link] [comments]


2020.04.27 22:47 shinytrash_92 Eu sou um peso na vida do meu marido

Ensaiei esse post por horas. Escrevi, apaguei, fui tomar banho, reescrevi, editei e não postei. Criei uma conta alternativa e reescrevi uma última vez para conseguir postar e não ser rastreada, pois o que estou prestes a falar é humilhante demais para sequer imaginar que alguém que eu conheça esteja lendo, principalmente meu marido. Mas, a verdade é que sou um peso na vida dele, e pior: covarde demais para me separar e deixar que ele prospere sozinho.
Contexto: estamos juntos há 14 anos, sendo 4 de casamento e 10 de namoro. Nos conhecemos super novos, ainda no cursinho. Eu era uma menina bonitinha, magrinha e pequena, com alguns hobbies e planos pela frente, mas, já fazendo tudo com uma certa dificuldade, principalmente por conta de um background com família e emocional bem instáveis. Ele era um cara super inteligente, já falava 3 línguas, tinha morado fora e vinha de uma família rica e equilibrada. Logo passou em medicina, numa faculdade pública, enquanto eu perdi mais uns anos no cursinho pra passar em um curso meio bosta numa particular.
Quero deixar claro que essas visões são minhas: Ele jamais me subestimou por ser mais rico, mais inteligente ou ter feito uma faculdade melhor que a minha. Eu que fui desenvolvendo esse olhar conforme fui percebendo que, enquanto eu sofria para estudar e precisava de ajuda dele com trabalhos e exercícios, ele ia fazendo a faculdade dele e a minha também, por tabela. Não estou exagerando: ele desistiu de matérias para me ajudar com o meu curso. Virou noites fazendo exercícios e estudando comigo. Quando casamos e veio a residência, onde mal conseguíamos nos ver, me afundei em uma depressão profunda. A casa estava sempre uma zona, pois eu não conseguia cumprir com as tarefas domésticas (que eram minha responsabilidade, uma vez que ele tinha me ajudado com a faculdade e agora precisava de ajuda para terminar a dele). Não sei explicar, não tenho energia. Não é como se eu passasse o dia fazendo outras coisas, eu passava o dia na cama olhando pro teto. Nem séries eu tinha vontade de ver. De quebra Engordei 40kg e tive muita dificuldade com o meu TCC. Sinto que ele vem me carregando desde então.
Se antes eu sentia que não bastava por ser esse saco de lixo burro e inútil, agora eu também estou gorda e horrorosa. Nem esse, que era o papel mais basal de uma esposa - o de ser bonita - eu consigo mais cumprir. Nossa vida sexual também foi embora - e não por culpa dele, mas, por culpa minha! Ele insistia para fazermos amor, mas, eu tinha vergonha demais do meu corpo e fui recusando, até ele parar de pedir. Esse ano, se transamos 3x foi muito.
Obviamente que não é só isso. Para o pacote ser bem completo, além de burra, inútil e gorda, eu também sou uma pessoa difícil de lidar. Briguei e cortei relações com muita gente próxima dele. Vários amigos dele não gostam de mim, o irmão dele me odeia, as tias dele também. Sei que os pais dele são corteses, mas que também prefeririam que ele estivesse solteiro. Eu tenho surtos de raiva, provavelmente relacionados com o meu background familiar, e sempre acabo com as minhas relações pessoais. Ele é praticamente a única pessoa que restou. Mesmo minha amiga mais próxima, a única que conservei da faculdade, sinto que só gosta de mim por que quer estar próxima dele também.
A gota d'água foi recentemente ter sido mandada embora da empresa em que eu trabalhava, que, por conta do COVID decidiu só manter os funcionários essenciais. Obviamente que eu não sou essencial e fui afastada. Agora, além de gorda, inútil e burra, também sou financeiramente dependente dele. Nem o salário terrivelmente baixo que eu recebia eu tenho mais para ajudar com as despesas (que eu mesma gero).
Ele, sempre paciente, diz que está tudo bem. Diz que segura as pontas, para eu aproveitar esse tempo e procurar um curso online e me relançar no mercado quando a quarentena acabar. Ele banca. E essas palavras me cortam por dentro, porque com que cara eu vou falar pra ele que não tem absolutamente nada que eu queira fazer? Que quando eu acordo de manhã, o simples pensamento de levantar da cama me faz querer morrer? Que o ponto alto do meu dia é quando eu vou dormir e passar horas desacordada??? Eu não tenho mais energia, minha cabeça dói o tempo todo, preciso fazer pausas enquanto faço as tarefas domésticas ou não consigo continuar. Não posso falar nada disso pra ele pois ele já perdeu tempo demais lidando com a minha bullshit no passado e tem uma fucking pandemia acontecendo no país, que é muito mais urgente.
Eu só queria poder retribuir um milésimo de tudo o que ele fez por mim. Eu só queria não ser um peso na vida do homem que eu amo.
Eu vejo essas esposas modelo e me sinto tão absolutamente aquém. Eu só queria conseguir fazer coisas simples, sabe? Basicas. Não precisa ser nada de grandioso no começo. Pintar minhas unhas, por exemplo, essas mulheres sempre tem unhas tão compridas e bonitas... Mas, nem isso eu consigo fazer. As minhas são roídas e horrorosas.
Queria poder receber ele em casa com um jantar balanceado e saudável todos os dias. Mas, não consigo manter minha dieta nem por 2 dias consecutivos.
Queria manter a rotina de limpeza da casa, passar roupa, cuidar dele como ele sempre cuidou de mim. Mas não consigo manter, me desinteresso, passo um dia na cama e os outros já estão perdidos depois.
O fato é que estou cansada de tentar e fracassar toda vez. Devo ter algum problema psicológico ou um retardo mental que me impede de fazer melhor.
Eu já pensei diversas vezes em deixá-lo, porque, certamente ele conseguirá me substituir por alguém melhor, mais atenciosa, mais presente. Alguém que não seja um atraso. Sei inclusive de mulheres do hospital em que ele trabalha dando em cima dele. Eu fico brava e com ciúmes, mas, ao mesmo tempo sou tão insuficiente que penso: será melhor não deixar acontecer?
Mas, a verdade é que sem ele eu perderia a única coisa que fiz certo na minha vida. Eu nem teria pra onde ir pois não tenho família nem dinheiro. Estaria literalmente na rua. Que patético, né? Em pleno século 21, depois de tantos direitos conquistados por mulheres que vieram antes de mim, meu maior feito na vida foi ter casado com um homem bom... E não merecê-lo. Não consegui conquistar nada por mim mesma.
Se eu tivesse vergonha na cara daria um fim nessa vida miserável e parava de ser um peso morto (rsrs sacaram? é pq eu sou gorda também)
submitted by shinytrash_92 to desabafos [link] [comments]


2020.03.16 22:10 mouraobeta Hoje decidi escrever algo sobre o que se tem passado (contém palavrões e é um texto mais bruto, acho que ser contido nas palavras e pedir bom senso não está a funcionar).

Vou ser bruto nas palavras e vão aparecer palavrões ao longo da escrita, mas parece-me que a sensibilidade e o conter-se não leva a lado nenhum. Tampouco acho que o que escrevo vá ter um grande impacto, mas acredito que tenha algum. Há coisas que não se entendem. Custa muito ficar em casa, caralho? Não têm o quarto para limpar? Não podem aprender a cozinhar alguma coisa? Não há series ou filmes para ver? Masturbações a fazer, não há? É que se a vida já vos fode tanto tentem não foder os outros também, eu sei decidir quando me apetece.
É que isto é muito simples, há gente que tem de sair de casa para manter o país a funcionar. Eu trabalho num supermercado, estes não podem fechar, têm uma responsabilidade social com a população onde estão inseridos e não, não podemos ver só a partir do lucro que estão a ter porque acabariam por tê-lo, mais tarde ou mais cedo. A minha mãe trabalha no mesmo sítio que eu e o meu pai trabalha na limpeza das vias públicas e anda nas ruas a apanhar o lixo que a sociedade faz. E vocês estarão, certamente, a pensar que se estão nesses empregos deviam ter estudado e ter procurado mais, mas o mundo não é tão fácil na prática como o é na teoria. Tanto um como o outro emprego não pode parar com o serviço que presta e estão expostos ao vírus, não porque querem ir ao caralho da praia ou ao café, mas porque são empregos que têm responsabilidade social. Tal como os médicos, enfermeiros e os polícias, bem como os outros que estão na frente desta batalha, que são os primeiros a dar a cara, não por opção, mas por dever. Vocês estão a cagar-se para isso e eu sei porquê, no fundo isto é um vírus que mata quem já tem problemas respiratórios e acima de tudo, velhos, por isso que se foda, não é? Se o vírus matasse todos por igual já não havia o tesão de ir à praia porque está bom tempo e porque há que aproveitá-lo. Mas o engraçado é que as pessoas que fazem compras exageradas para caso de emergência são os mesmos que levam os mais velhos das famílias deles e os mais pequenos, que recém começaram a caminhar como já vi, para as filas de 20 pessoas num talho ou peixaria. São também aquelas que me tossem para cima e que não respeitam as marcações feitas no supermercado para manter a distância de segurança.
O que é isto do Corona Party, em Santa Maria da Feira ? Quem pensa que é boa ideia desviar os meios de assistência através de uma falsa chamada de emergência para uma festa, em plena crise pandémica, deve ter atraso mental grave ainda não descoberto ou então come todos os dias antes de sair para ir às compras uma colher de sopa de merda para manter os níveis na cabeça. Já que querem uma festinha temática deviam ser identificados e enviados para os hospitais para ajudar todos aqueles que lutam para travar a pandemia e que trabalham horas a fio, turno atrás de turno, a lutar uma batalha injusta. Visto que querem brincar às temáticas deviam alimentar alguém infectado, podia ser que vos espirrassem ou tossissem para a cara, aí entravam no espírito pandémico que tanto parecem desejar.
Eu até podia não me estar a chatear a escrever isto mas sendo que tenho colegas bombeiros a ser chamados pelo 112 para suspeitas do vírus e que chegam perto da pessoa com sintomas sem o saber até inspirarem aquele oxigénio, se não tivesse colegas, amigos e família que trabalham em profissões que têm de manter o mínimo de coesão social para não virarmos animais selvagens onde tudo vale, se não tivesse familiares nos grupos de risco, se não tivesse noção, como muitos que poderão estar agora a ler isto, então eu não escrevia. Vocês nunca estudaram História, caralho? É que não estamos agora a viver a primeira pandemia, meus meninos... algumas lavram durante anos a fio. Leiam alguma coisa sobre a peste negra ou sobre a gripe espanhola, têm tempo, não? O vosso problema é que pimenta no cu dos outros é refresco e enquanto não estiver a 50 metros das vossas casas não vai ser problema vosso, mas acreditem que o cu se vos vai apertar em breve e o vosso tesão vai diminuir consideravelmente.
E mais vos digo, pedem-vos que fiquem em casa, a coçar os tomates ou onde vos der comichão, e não conseguem fazê-lo, mas não existirão profissionais, instalações e equipamentos para tratar todos, inclusive os vossos entes queridos, depois chorem nos corredores dos hospitais e digam que não são atendidos quando vocês também têm culpa(s) no cartório. Um dos grandes problemas neste mundo do século XXI é que o ego vos faz ter dificuldade em acatar as coisas, porque vocês só fazem o que vos apetece, porque de outra forma estão a ser obrigados e não se pode ir contra as liberdades individuais. E não devem, mas as vossas teimosias individuais estão a permitir que isto se alastre, que por si só é impossível conter de um dia para o outro, mas é possível atrasar, se vocês não forem atrasados. Não, vocês não são um exemplo por ir contra as autoridades, são só parvalhões e imprudentes e podem vir a aprender isso da pior forma possível quando alguém que vos seja importante ficar infectado e, possivelmente, falecer. Vocês agem como se fossem ricos e tivessem capacidade para resolver as coisas com dinheiro, mas a verdade é uma, grande parte dos que vão ler isto não têm meios e vão estar à mercê dos meios existentes, chorem depois pelo leite derramado.
Precisamos olhar uns pelos outros, o governo tarda em fazer alguma coisa decisiva, nos nossos aeroportos continuam os desembarques sem qualquer controle, por isso façam o que vos compete e olhem por vocês e por quem vos é próximo, não sejam egoístas, o caralho do álcool não acaba, façam chamada de Skype e bebam com os vossos amigos e fiquem de ressaca, deixem os bolinhos diários ou o pequeno almoço no café, comam em casa, não podemos dar-nos ao luxo de continuar com os nossos vicíozinhos diários, hoje mais do que nunca é preciso adaptar o comportamento à situação. Troquem a merda dos prazeres a curto prazo pelo prolongamento da vossa e da vida dos outros. Sejam conscientes e acima de tudo, deixem-se de merdas, saiam somente para ir buscar água e comida ou bens essenciais ou vão para sítios sem gente, evitem os contactos próximos, lembrem-se é que não serão os únicos a pensar ir para determinado local porque não costuma ter ninguém. Resumidamente, tenham bom senso e ouçam as diretrizes do governo e da DGS e não os vídeos dos facebookianos entendidos que versam sobre como matar o vírus com recurso a sal e vinagre.
-Terminado-
Protejam-se e protejam! Um bem haja a todos!
submitted by mouraobeta to portugal [link] [comments]


2020.03.13 19:20 existencialismoXX Carai ser criança é TOP, lembrei até de uma história

Antes de contar a história eu preciso que vocês conheçam meu primo quando ele era criança ainda.
Um menino moderadamente rico, aficionado por tudo que era militar, tinha uma coleção enorme de bonecos de ação e armas de brinquedo. Na escola era um bagunceiro, temido por sua força descomunal de criança obesa, mas amigo de muitas pessoas. Uma vez ele me perguntou se eu queria que ele descesse a porrada num moleque que me incomodava. Eu recusei porquê na época meu compasso moral era baseado no desenho "Doug".
Mas vamos direto ao ponto.
Em uma data aí dos anos 90, quando éramos bem pequenos, ele levou pra casa dos nossos avós uns bonecos G.I. Joe pra gente brincar. Eram uns brinquedos TOP, cabulosos, caros pra caralho e que todo moleque queria ter.
Antes da brincadeira começar ele me perguntou:
"Eu vou chamar meu boneco de * inserte aqui nome típico de estadunidense * ok? Aí você me chama assim e eu te chamo pelo nome do seu boneco, escolhe aí"
Eu demorei alguns segundos pra pensar no nome mais motherfucking badass que minha mente infantil podia imaginar, algo tão foda quanto o nome americano que ele escolheu. Olhei pro brinquedo e disse:
"Faiter".
"De Street Fighter???".
"É ué".
Ele olhou pra mim perplexo, como se eu tivesse dito que o Papai Noel não existe.
"Como que o miserável conseguiu pensar num nome tão PICA???" era o que ele deveria estar pensando, imaginando o Faiter dando rajadas de tiros com uma M16A1 em cada mão, explosões e a bandeira dos Estados Unidos no fundo.
Depois de uns segundos de silêncio, decidi que a melhor reação era começar a brincar como se o Faiter fosse um avião, fazendo barulhos de motor.
Meu primo tirou o boneco da minha mão, com uma agressividade que acabou dando uma esticada violenta no elástico que segura o torso e o quadril do boneco, mas felizmente nenhuma fatalidade ocorreu com o soldado super musculoso de plástico.
"Vamo videogame, vo ligar lá" ele disse.
E nem lembro se a gente jogou Street Fighter II ou não naquele dia.
Fim.

Não comi o cu de quem tá lendo.
submitted by existencialismoXX to brasil [link] [comments]


2020.03.10 00:57 Ruuukasu Eu preciso de ajuda urgente

É a primeira vez que posto algo aqui, tanto no sub quanto no reddit. Eu não quero enrolar demais porque tô desesperado. Tenho 17 e minha namorada 15. Ela sofre agressão dos pais praticamente todo dia desde que ela era criança. Cada vez fica pior e eu nem sou capaz de denunciar, porque eu sei que se ela for pra um abrigo pode ser muito pior. Eles são ricos extremamente conservadores, isso parece coisa de filme de tão absurdo. Eles odeiam qualquer amigo que ela fazia porque vários são negros ou não seguem um padrão de estilo comum. Talvez você deve pensar "ah são aqueles jovens que vão em festas e desmaiam de tanto beber e se acham os diferentoes". Não. Tô falando de pessoa que ficam a tarde toda estudando na biblioteca da escola, que vão em amostra de filmes cult, aqueles clássicos nerds que se encontram toda semana pra jogar rpg de mesa. Os pais dela odeiam esse tipo de gente, acham que traz uma imagem ruim. Ela tem um irmão mais velho que passou pelas mesmas coisas. Tiraram ele da escola por causa dos amigos. Sim ele ia desfazer as amizades por causa disso... óbvio... Não! Ele continuou com esses amigos, foi pra uma escola onde fez amigos novos, mas que levaram ele pra merda. Ele sai de casa pra comprar droga todo dia e tem vez que demora dias pra voltar, além de agora tá tendo que responder na justiça por assédio sexual. Os pais espancam ela sem motivo nenhum. Trancam ela no quarto e começam a bater nela e ela chega com hematomas. Uma vez o irmão perdeu o carregador da mãe e ela entrou no quarto dela e começou a bater nela pra depois perguntar onde tava. Uma vez ela não escutou o que a mãe tinha dito, e de alguma forma a filha da puta achou que ela tava debochando e enforcou a própria filha. Minha namorada tem tdah, mas não num nível que precisa tomar remédio o tempo todo. A mãe comprou um remédio que o médico nem receitou e tava dando pra ela, e ela tava passando mal todo dia até que o irmão descobriu e falou pra ela. O pai xinga ela por qualquer coisa e sempre humilha ela quando ela pede ajuda pra estudar. Xinga a aparência dela o tempo todo e zoa as cicatrizes no braço dela. Sim, ela se cortava. Ela sofreu bullying por muito tempo, e quando os pais descobriram começaram a rir falar que tava feio e que ela ia pro inferno. E obviamente ela começou a se cortar mais até que virou um vício... Ela tem um outro irmão, diagnosticado com autismo. E um autista vivendo numa casa violenta vira uma pessoa?... violenta! Sim, o irmão repete o que os pais fazem e bate nela, uma vez fez pegou uma faca e tentou atingir a mãe. Recentemente eles descobriram que ela namora. E descobriram que eu tenho um Black Power e que meu pai é fotógrafo e minha mãe funcionária pública. Resolveram tirar ela da escola, e nem preciso falar que no dia seguinde ao que eles descobriram ela chegou cheia de hematomas... Ela vai pra uma escola conhecida por ter muito bullying. Apesar dos pais, na escola eu e os amigos dela conseguiamos animar ela, e fazer ela esquecer do vício de se cortar e até parar de pensar em suicídio. Queria ter pedido ajuda sobre isso antes, não aguento mais ver isso, ela tá perdendo toda a infância e a juventude, nem sair de casa ela pode. Bem é isso. Eu não sei o que fazer...
submitted by Ruuukasu to desabafos [link] [comments]


2020.02.09 15:43 KaylePT Objetivo de Vida – Reformar antes dos 40 em Portugal - É possível?

Olá a todos,
O texto vai ser longo mas acredito que valha a pena ler e comentar.
Gostava de saber a vossa opinião relativamente ao meu objetivo de vida: reformar antes dos 40.
Perguntei a várias pessoas conhecidas e dizem-me que os seus objetivos de vida são: constituir família, serem famosos, serem ricos,… mas nunca encontrei ninguém me diga que o objetivo de vida era igual ao meu, que é chegar a um ponto da minha vida em que só continuo a trabalhar se me apetecer, obtendo rendimentos de forma passiva que cubram as minhas despesas e deixem ainda uma margem de manobra para fazer o que bem me apetecer. Para mim isso é ser rico, livre e feliz.
Sou um jovem de 26 anos e venho de uma família bastante humilde que sempre me ensinou a poupar e dar real valor ao que tenho. Até há uns anos estava cheio de dividas porque tive de pedir empréstimos na ordem dos milhares para poder estudar. De momento estou livre disso. Posso dizer que tenho um estilo de vida minimalista e não me interesso por bens materiais. Para mim, numa casa, preciso apenas de comida, produtos de higiene, 1 cama, 1 mesa, 1 cadeira, 1 tv, 1 telemóvel, 1 pc e algumas roupas (ah e livros, pois conhecimento é poder). Pronto, é o essencial. Tudo o resto seria futilidade. Gasto dinheiro só em algo que me traga conhecimento e me torne uma pessoa melhor, bem como algo que me possa divertir e traga felicidade (viajar, ver exposições, museus, visitar espaços verdes/ar livre, concertos ao vivo,…). Existem tantos eventos públicos gratuitos que se pode assistir! A minha casa é super pequenina e é só para ir dormir umas horitas de noite ou estar lá um bocado a descansar a ver tv e estar no pc, pelo que para mim não faz sentido mobilar ou colocar outros objetos. Posso dizer que tenho o mesmo telemóvel e pc há mais de 7 anos e só comprarei algum novo caso deixem totalmente de trabalhar. Além disso não tenho vícios, não fumo, não bebo álcool, não jogo em jogos de azar, etc… evito ao máximo gastar o meu dinheiro em passivos, ou seja, coisas que custam dinheiro e me tiram dinheiro todos os meses (ex: carro (gasolina, seguro, IUC, manutenção,…). Nunca percebi qual a ideia de comprar carro novo, algo que deprecia a cada dia e que basta ter 1 acidente ou aparecer um maluco com uma chave para riscar o carro e xau xau dinheirinho. Se eu tiver mesmo necessidade de comprar carro, para mim um de 1.000€ ou um de 100.000€ são o mesmo, tem 4 rodas e levam de A a B (quero lá saber se um anda mais rápido, novo ou é mais bonito).
Sou solteiro e não faço a mínima intenção de casar e ter filhos, pelo que despesas vindas destes 2 nunca existirão (casamento, criar um puto até 18 anos, propinas, etc…).
Sendo assim, o que pretendo é começar a fazer investimentos e até aos 40 ter rendimentos passivos na ordem dos 1.500€ (ou mais se puder), ou seja, eu não tenha de trabalhar para ganhar este dinheiro. Por exemplos, dividendos de ações, rendas de apartamentos, etc… se eu sei que irei tentar sempre que o meu estilo de vida seja abaixo de 1.000 € mensais, para mim um rendimento passivo na ordem dos 1.500€ é mais do que suficiente. Vá, com possíveis medicamentos na velhice… uns 2.000€.
Imaginem só, reformar nesta idade (40) e, admitindo que chego aos 80, ter cerca de 40 anos a fazer o que bem entender, não dar justificações a ninguém, viajar pelo mundo, conhecer novas realidades, comer gajas forte e feio, conhecer pessoas, etc… para mim é a definição de liberdade e um sonho que quero tornar realidade. Até admitindo que mudo de ideias e depois quero casar, 40 é uma idade totalmente possível de ter isso. Arranjava uma gaja entre 20 a 30 anos e pronto (embora espero que não aconteça). Quando for mesmo velhinho, ir para um lar e deixar o pouco que restar de dinheiro a algumas instituições de caridade.
Tenho amigos que estão sempre desanimados com a vida, a queixar que os salários são baixos, que não podem ter um carrão, uma casa enorme, roupas de marca,… pá, com os salários atuais em Portugal, se é esse o vosso objetivo de vida, comprar e ter essas cenas, claro que é muito dificil. Enquanto isso eu sou feliz com pouco e gasto só no que para mim verdadeiramente interessa. As pessoas deviam era aprender a gastar o dinheiro só no essencial e a poupar ao máximo, em vez que andarem sempre a queixar que ganham pouco. Eu atualmente nem 1.000€ ganho de salário e chega-me perfeitamente (mas prontos, cada pessoa é diferente e alguns de facto passam necessidades, esses não posso julgar e espero que tudo lhes corra bem na vida). Prefiro chegar a velho cheio de histórias para contar do que ter uma carrada de bens materiais que, no fundo, valem zero na vida de alguém.
Isto basicamente é um FIRE (financially independent retire early). Se quiserem saber mais procurem na net pelo termo.
Face ao exposto, que acham deste meu objetivo? Sou um génio ou sou maluco?
submitted by KaylePT to portugal [link] [comments]


2020.01.30 06:27 curiosity_br Tenho muito o que dizer, mas ngm pra escutar...

Vou tentar fugir um pouco do estereótipo do jovem carente aqui... Pois bem, vou fazer 18 (março), sou bv e consequentemente nunca tive um relacionamento.
Sei os meus problemas que me fazem não ter uma namorada, mas vamos deixar isso de lado um minutinho...
Desde criança sempre me senti bem sozinho, não que eu seja isolado ou sla, até gosto da solidão, o problema é q nunca senti q as pessoas me entendiam, ou que entendia os outros... Sempre me senti um estranho, mesmo com meus amigos, as vezes sinto q não posso ser eu mesmo sabe, que tenho q dozar o meu eu...
Não gosto de conversa fiada, gosto de falar de coisas que aprendo e tal, percebo q a maioria das pessoas é o oposto, desde de sempre noto isso... Não tenho dificuldade de criar amizades, apesar de ser super tímido, mas isso sempre me incomodou o fato de parecer q todo mundo é tão diferente de mim, não consigo explicar tão bem por esse posto, mas se sentissem isso... Entenderiam q falo sério...
Não me considero uma pessoa carente, mt pelo contrário, sou do tipo que curte ficar sozinho, mas independente... Só q já to de saco cheio de não ter ngm que me ame, sabe de ter uma namorada, alguém pra se preocupar... Queria muito alguém pra escutar o que tenho a dizer, tenho tanta coisa pra falar...
Só quero uma namorada pra conversar? Não, nunca tive um relacionamento sinto falta disso, ja postei várias coisas aqui no Reddit sobre meus problemas e tal, mas nunca tinha parado pra pensar profundamente sobre a minha vida, até esse fim de semana q foi o pior.
Cheguei a conclusão de que sinto muita falta de alguém q me intenda q possa me abrir, que me de forças e me motive, que seja recíproco... Isso é carência?
Sinceramente, mesmo se for e dai? Nunca tive uma namorada, quero uma garota inteligente que goste de falar cmg e que me ame...
Já to cansado de ficar triste e não ter ngm com quem eu possa me abrir, que me forças...
E tenho tantas assuntos que gostaria de conversar, coisas sobre ciência e teorias malucas... Por isso queria uma menina inteligente que fosse na mesma vibe que eu...
Meio q já encontrei algumas mas não deu certo, agora tenho o número de 2 no wapp, pena que uma meio q só me usa pra dar risada, e a outra conversa de boa e vácuo conversa de boa e vácuo... Já cansei disso
Só queria alguém que gostasse de mim e me aceitasse, sou super tímido, mas tenho qualidades que valem a pena eu sei, tem cada cara q nem acredito q namora, pq não poso achar alguém legal né
Vi uma frase que reflete muito o que sinto no momento "'Quando eu me sento sozinho me conheço um pouco mais. Mas preciso de mais do que eu mesmo dessa vez"
Já to cansado de passar por dias ruins sozinho, sem ngm pra me dar apoio... No fim de semana foi o que senti, precisava de alguém pra me fazer esquecer das minhas tristezas, nem q fosse por um segundo...
Enfim, espero que não pareça muito idiota esse texto, mas é o que eu sinto no fundo do meu coraçao....
Pq não tenho arrumo uma? Não me importo com beleza, mas gosto de garotas inteligentes, 95% são muito sem assunto, acho chatas... Não saio de casa, pq? Moro na roça, e não tenho jeito de sair... E sou muito tímido,
Mas quero achar uma menina q eu goste de vdd, e que goste de mim, se isso acontecesse, ia dobrar o mundo pra que desse certo.
Não me mandem ficar no estudo ou sla, isso não vai me ajudar no momento, não ja resolver nada, e o fato de sla, alguma mulher se interessar por mim se fosse rico... Sem comentários, isso não me ajuda.
submitted by curiosity_br to desabafos [link] [comments]


2020.01.24 03:08 grossecommeunevache A pessoa que eu mais amo está se matando e eu não consigo fazer ele parar.

A pessoa mais maravilhosa que eu já conheci, a pessoa mais carinhosa, mais sincera e mais confiável que eu já conheci na minha vida, a pessoa que sempre deixou tudo de lado pra cuidar de mim, que sempre escondeu sua dor pra me salvar está se matando, se destruindo, desistindo de si próprio, e eu sou fraca de mais pra salvar ele, ele me salvou tantas vezes e eu não consigo salvar ele uma única vez.

Meu irmão, o mais novo de nós três, o caçula, que sempre ficou quietinho no canto dele fazendo as coisas dele - desenhando, lendo livrinhos, andando no quintal atrás de insetos pra observar, olhando para qualquer pássaro que passava como se fosse a coisa mais impressionante do mundo, o garoto mais legal e inteligente que eu já conheci, o garoto mais sensível, carinhoso, generoso e honesto que eu conheci está desistindo, quer ir embora, sumir desse mundo.

Ele sempre foi meu melhor amigo, sempre junto de mim, jogando bola no quintal, bolando travessuras pra pegar nos nossos vizinhos, conversando comigo na madrugada sobre todos os tópicos mais aleatórios possíveis, sempre do meu lado, sempre me abraçando e sorrindo pra mim, me fazendo rir, sorrir e me erguer quando ninguém mais conseguia me fazer lutar, eu sempre vi ele com tanta admiração e orgulho, até um pouco de inveja, ele era o aluno exemplar, o gênio da classe, o favorito dos professores, trazia orgulho pra nossa mãe, até pro nosso pai, ele estava sempre aprendendo algo por conta própria, ele aprendeu a desenhar sozinho, desenhava animais tão bem, sabia tudo sobre história, adorava biologia, na nossa adolescência ele começou a se interessar por filosofia, política e geopolítica, quando ele falava todo mundo se calava pra ouvir o que ele tinha a dizer, por que ele era quieto e falava pouco mas também por que todo mundo sabia que ele era inteligente e não falava se não tivesse algo de útil pra dizer, ele escrevia muito, escrevia poemas lindos, eu tinha um orgulho imenso de falar "ele é meu irmão!" - me sentia na sombra dele às vezes, principalmente na escola, mas mesmo assim eu não conseguia deixar de me orgulhar por esse irmão maravilhoso que eu tenho, eu comecei a lutar, me esforçar pra ser como ele, eu tinha que estudar duro, passar noites debruçada nos livros e apostilas pra conseguir chegar no nível dele que nem se esforçava tanto assim e parecia conseguir essa excelência e destaque naturalmente, eu tinha certeza absoluta que ele iria ter um sucesso imenso na vida, todo mundo pensava isso, eu lembro que uma amiguinha de escola disse uma vez pra ele: "quando você for rico, tiver sua empresa, lembra de mim, tá?" todo mundo sabia com certeza absoluta que ele iria deixar todos nós pra trás comendo poeira, ele era especial, uma estrela.

Eu não sei o que deu errado, eu não sei o que fizeram pra quebrar o coração dele desse jeito, eu não sei se o tempo todo ele estava fingindo, resistindo, lutando, retaliando do jeito dele a crueldade e monstruosidade do nosso pai, se ele fazia isso pra compensar, pra se sentir valorizado pelos outros pra compensar o desprezo e ódio que nosso pai infligiu nele, mas eu sei que quando nossos pais se separaram e nós ficamos com a nossa mãe eu fiquei tão feliz, ele nunca me maltratou, na verdade eu era a favorita dele, ele tratava nossa irmã com muito carinho também, mas eu odiava ele por causa do que ele fazia com meu irmão, ele era horrível, maltratava ele o tempo todo, sem nenhum motivo, meu irmão era um menino incrível, ele obedecia tudo que nossos pais diziam sem reclamar, ele queria ser amado, ele queria mostrar o amor dele o tempo todo e tudo que ele recebia era desprezo, gritos, castigos, humilhações, violência, eu odiava ele e queria que ele saísse da nossa vida, queria que meu irmão fosse tão confiante e incrível em casa como ele era na escola, eu tinha certeza que quando eles se separaram meu irmão teria paz, mas não foi assim, ele começou a andar com pessoas que faziam coisas ruins, ele começou a fumar, depois beber, depois ele sumia de noite e de madrugada sem explicar direito onde estava, chegava estranho, de ressaca, aí ele começou a ter uma performance ruim na escola, cabular aula, não fazia sentido - ele nunca foi assim, o que está acontecendo maninho? você não era assim! mas ele não dizia, ele só dizia que estava tudo bem, e eu achava que era uma fase ou sei lá, eu não me preocupei como deveria, eu não fiz o que devia fazer, eu não fiz por ele o que tinha feito por mim a vida toda: deixar de lado minhas preocupações pra abraçar ele e cuidar dele. Eu falhei com ele e quando eu vi ele já estava bebendo todos os dias, fumando meio maço de cigarros por dia, fumando maconha, usando cocaína todos os dias ou quase todos os dias, injetando umas drogas que eu nem sabia que existiam, medicações que deviam ser injetadas em animais, em cavalos, por que caralho?? por que eu não consigo te ajudar? não consigo aliviar sua dor como as drogas aliviam? por que? eu te amo porra, eu vou ficar despedaçada se você morrer assim, eu já estou acabada, ver você no hospital todo imundo, vomitado, amarrado, se debatendo, gritando, olhando desse jeito como se nem lembrasse de mim já acabou comigo, o que eu faço pra te salvar? eu não sou médica mas eu te amo, eu daria tudo pra te salvar, o que eu faço? para de falar que tá tudo bem, não está nada bem, você é tão amado, tinha uma multidão de gente no hospital, seus amigos estavam lá querendo saber de você, brigando com o pessoa do hospital pra entrar lá e te ver, você é lindo, talentoso, inteligente, você é tão carinhoso, humilde, sincero e generoso que todo mundo gosta de você em todo lugar, na escola, no trabalho, no nosso bairro, por que uma pessoa assim está fazendo isso??? não está tudo bem se você está assim, para de ser idiota, para de achar que você tem que enfrentar tudo sozinho, para de mentir na minha cara sabendo que eu sei que você está mentindo pra mim, fala o que eu tenho fazer, eu faço qualquer coisa, eu faço agora mesmo, eu sacrifico tudo por você, mas eu preciso que você me dê só uma chance, por favor, não me abandona, eu sempre vivi com você, eu não sei como é viver sem você, eu não sei se eu consigo, eu tô com medo, eu não consigo parar de chorar, eu não sei o que fazer pra te salvar.

Eu não aguento isso, eu sinto raiva, eu sinto ódio, tanta gente que só fodeu comigo vivendo numa boa e meu irmão que sempre foi tão bom que acabava se prejudicando, sendo engando e mesmo assim perdoava sem pensar duas vezes, tratava as pessoas que maltratavam ele com respeito e compaixão está sofrendo desse jeito, que merda injusta do caralho mano, isso é errado, ele não consegue sentir raiva e odiar ninguém, não consegue machucar ninguém, então por que parece que ele se odeia tanto, por que ele se machuca tanto, eu não entendo isso, eu tô desnorteada, eu não sei o que fazer, eu só quero voltar atrás e abraçar ele antes de ele sair pela porta de noite sem dizer onde ia, dizer que eu amo ele e pedir pra se abrir comigo e contar comigo ao invés de ir atrás dessas coisas que estão destruindo ele.

Ele perdeu muito peso, ele não se cuida mais, ele foi parar no hospital várias vezes em uma única semana, ele não come, ele não conversa comigo direito, só desconversa e fica insistindo nessa merda de cuidar de mim quando é ele que precisa de cuidado, ele ficava escrevendo sobre suicídio, pesquisando sobre suicídio, ouvindo músicas de suicídio, ele deve estar em casa agora largado na cama olhando pro teto sem mexer um músculo ou do lado de fora bebendo e fumando sem parar, ele pode já estar morto, e eu não vou estar lá pra ajudar por que preciso estudar, eu não vou saber por que se mando mensagem ele diz que está tudo bem, mentindo pra mim, eu não quero perder meu irmão, não é justo, é errado, é cruel, eu não vou conseguir aguentar isso.
submitted by grossecommeunevache to brasil [link] [comments]


2020.01.04 03:14 altovaliriano O Leão na teia da Aranha

Texto original: https://warsandpoliticsoficeandfire.wordpress.com/2016/02/05/heirs-in-the-shadows-the-young-lion/
Autores: GoodQueenAly; @BryndenBFish
Título original: Heirs in the Shadows - The Young Lion

Introdução

Tyrek Lannister pode ser considerado pelos leitores pouco mais que um personagem terciário em As Crônicas de Gelo e Fogo. A avaliação não é irracional: nem mesmo mencionado pelo nome no primeiro livro, aparecendo apenas duas vezes antes de seu misterioso desaparecimento na revolta violenta em Porto Real em A Fúria dos Reis , o jovem Tyrek merece pouco mais do que uma nota de rodapé entre seus parentes Lannister mais proeminentes, muito menos no grande elenco de personagens. Caso notado, ele pode ser lembrado apenas como uma vítima, no mesmo plano que seu primo Willem: um infeliz peão das ambições dinásticas de Lannister, um inocente assassinado pelo povo revoltado da capital.
No entanto, Tyrek desapareceu tão completamente - e tão misteriosamente - que, afinal, seu "simples" desaparecimento pode não ser tão simples. Em vez de ser um dos muitos corpos retirados das ruas nos dias e semanas após o tumulto, Tyrek pode estar vivo e bem (ou pelo menos relativamente bem). Ainda mais, Tyrek pode estar esperando para fazer um reaparecimento dramático em Westeros, enquanto é instruído e preparado por um improvável "aliado". Quem iria querer o jovem primo Lannister e o que poderia estar reservado para ele no futuro?
[...]

Apresentando o Peão

Tyrek Lannister nasceu por volta de 286 dC, o único filho de Sor Tygett Lannister e sua esposa Darlessa Marbrand. Sor Tygett era o terceiro filho de Lorde Tytos Lannister, um irmão mais novo do futuro Lorde Tywin e Sor Kevan. Como os dois irmãos mais velhos de Tygett se casaram e tiveram filhos antes do nascimento de Tyrek, não houve grande pressão sobre esse terceiro filho para se casar e procriar também (embora ainda não saibamos quando Tygett e Darlessa se casaram).
Em uma família mais pobre, Tygett poderia ter sido levado para a Muralha, a Fé ou a Cidadela para reduzir os estoques familiares, mas os Lannisters eram ricos o suficiente para sustentar as famílias dos filhos mais novos. Tygett também não teve que abaixar os olhos para encontrar sua noiva: Darlessa era uma Marbrand, uma casa vassala respeitável dos Lannisters (e parente da mãe de Tygett, Jeyne Marbrand).
Na época em que o bebê Tyrek nasceu, ele era possivelmente o nono na fila de Casterly Rock (dependendo se seus primos Martyn e Willem Lannister e Joffrey Baratheon já haviam nascido e se o pai de Tyrek já havia morrido). Ainda que outros pretendentes tenham enfrentado probabilidades menores (Aegon V pode ter sido o décimo primeiro na fila no momento de seu nascimento), a possibilidade de um recém nascido sentar-se no assento dos Reis do Rochedo parecia muito improvável.
Ainda assim, o jovem Tyrek não teve nenhuma sorte. Como Lannister (e especialmente Lannister do Rochedo), neto da linha masculina de Lorde Tytos, Tyrek nunca teria falta de dinheiro ou influência. De fato, sendo a rainha uma Lannister (e havendo um herdeiro “meio”-Lannister da idade de Tyrek), carregar o nome de "Lannister" faria com que até um membro da família de status relativamente baixo como Tyrek ganhasse importância.
Seu pai, Tygett, recebeu alguns elogios durante a Guerra dos Reis Ninepenny: embora muito jovem - possivelmente até mais jovem do que Tyrek quando desapareceu - Tygett matou um homem em sua primeira batalha e depois matou um cavaleiro da Companhia Dourada. Portanto, Tyrek descendia de uma safra de boa qualidade das Terras Ocidentais e, pelo menos, poderia ter esperado se casar com uma donzela nascida nas Terras Ocidentais quando tivesse mais idade.
A rainha Cersei, no entanto, tentaria elevar seu jovem primo Lannister ainda mais do que ele poderia ter imaginado:
Não conseguiu deixar de reparar nos dois escudeiros: rapazes bonitos, loiros e bem constituídos. Um tinha a idade de Sansa, com longos cachos dourados; o outro teria talvez uns quinze anos, cabelos cor de areia, um fio de bigode e os olhos verdeesmeralda da rainha.
– Aqueles rapazes – Ned lhe perguntou– são Lannister?
Robert assentiu, limpando as lágrimas dos olhos.
– Primos. Filhos do irmão de Lorde Tywin. Um dos mortos. Ou talvez o vivo, agora que penso nisso. Não me lembro. Minha esposa vem de uma família muito grande, Ned.
Uma família muito ambiciosa, Ned pensou. (AGOT, Eddard VII)
Ned foi perspicaz em sua conclusão: a rainha Lannister teve bastante iniciativa no aprofundamento das relações dos Lannister na corte (uma característica que mais tarde ela criticaria na noiva de seus filhos, Margaery Tyrell). Consequentemente, Cersei convenceu o rei Robert a nomear o jovem Tyrek seu escudeiro, junto com o primo de ambos, Lancel (o filho mais velho de Kevan Lannister).
Não se sabe quando Tyrek começou a servir o rei, embora provavelmente não tenha sido mais de alguns anos (se muito) antes do início de A Guerra dos Tronos. Para efeito de comparação, os dois Walders em Winterfell começaram a servir Ramsay Bolton por volta dos oito ou nove e Edric Dayne a Beric Dondarrion aos dez. Assim, Tyrek deveria estar com Robert há cerca de três anos antes da morte do rei, no máximo.
Quanto mais alto o cavaleiro ou senhor, maior seria a honra de ser escudeiro (a razão pela qual, entre outras concessões, Walder Frey exigiu que seu filho Olyvar se tornasse escudeiro do então Lorde Robb Stark), e nenhuma honra maior poderia ser concedida a um menino Westerosi que ser escudeiro do próprio rei.
A nomeação como escudeiro do rei poderia ser o começo de uma carreira na corte para Tyrek, semelhante ao começo cortês do tio Tywin como um pagem para Aegon V. O príncipe Rhaegar, afinal, transformou seus escudeiros, Myles Mooton e Richard Lonmouth, em firmes aliados e amigos. Se Tyrek provasse ser um espadachim tão talentoso quanto seu pai, poderia se tornar o mestre de armas da Fortaleza Vermelha (uma posição que Tywin realmente tentou, mas falhou, em garantir para Tygett). Com um primo na Guarda Real, uma capa branca poderia até estar no futuro de Tyrek (de fato, uma colocação na Guarda Real poderia ter servido para remover cuidadosamente um excesso de Lannisters do Rochedo). Dyanne Dayne pode ter assegurado um casamento real devido à sua nomeação para a corte da rainha Mariah Martell. Um noivado com a princesa Myrcella provavelmente era impossível para um mero primo Lannister, mas na corte Tyrek não careceria de conexões poderosas - enquanto os Lannister permanecerem no poder.
No entanto, também pode ter havido um lado mais sombrio em Tyrek ter se tornado escurdeiro - um não explorado nos livros, mas que, no entanto, é importante considerar à luz do possível papel de Tyrek no futuro. Espera-se que escudeiros sigam seus cavaleiros em todos os lugares, e o exemplo de Justin Massey demonstra que Robert poderia levar seus escudeiros a lugares estranhos:
Massey quer a princesa selvagem também. Ele certa vez serviu meu irmão Robert como escudeiro e adquiriu o seu apetite por carne feminina. (ADWD, Jon IV)
Esse "apetite por carne feminina" quase certamente incluía os bordéis de Porto Real que Robert visitava com alguma frequência. Tyrek era um pouco jovem demais para participar da maneira que Stannis disse que Justin Massey fazia (ou mesmo da maneira que Lancel poderia ter feito, se incentivado por Robert), mas ele não teria que passar tempo com nenhuma prostituta para observar algo muito mais perigoso que os adúlterios do rei.
Os leitores sabem que Robert tinha pelo menos um bastardo de uma prostituta de Porto Real: a bebê Barra, nascido de uma jovem prostituta de Chataya. A bebê, como todos os bastardos conhecidos de Robert, tinha o cabelo preto de seus antecedentes Baratheon - um fato que Mindinho não deixou de notar, o fez levar Eddard para ver a bebê e revelar a conspiração incestuosa dos Lannister.
Certamente, seria demais supor que Tyrek, um garoto de 12 anos, tivesse descoberto que os verdadeiros filhos bastardos de Robert tinham aparência de Baratheon, e que seus primos em primeiro grau eram, na verdade, bastardos nascidos do incesto de Lannisters. No entanto, Tyrek talvez tenha visto demais, mesmo que ele próprio não tivesse juntado as peças do quebra-cabeça. O escudeiro mais jovem do rei provavelmente viu em primeira mão os filhos bastardos de cabelos pretos do rei (com nove bastardos não registrados do rei, parece provável que pelo menos um outro além de Barra e Gendry tenha nascido onde o rei passava a maior parte do tempo: a capital) e, presumivelmente, era amigo de confiança e companheiro dos filhos de aparência Lannister da rainha. Se esse conhecimento fosse posto a disposição de um indivíduo mais ardiloso do que o inocente Tyrek, o garoto poderia se tornar uma testemunha útil na derrubada do regime de Baratheon-Lannister.
No entanto, Tyrek não precisaria servir Robert como escudeiro (ou segui-lo em suas aventuras lascivas) por muito tempo. Em 298 dC, Robert morreu – aparentemente de um acidente de caça, mas de fato por um meio-assassinato criado por Cersei para impedir a descoberta de seu incesto. O veículo que ela usou foi o primo de Tyrek e também escudeiro, Lancel Lannister.
Aparentemente, Tyrek não acompanhou o rei em sua última caçada, mas ele pode ter ouvido trechos da trama via Lancel. Seu status duplamente íntimo - como primo em primeiro grau e companheiro escudeiro (os dois parecem ter sido os únicos escudeiros de Robert no momento de sua morte) - dão a Tyrek maior potencial de conhecer os fatos por trás do assassinato de Robert - fatos que também serviriam para derrubar Linha real de Cersei.
Naquele momento, Tyrek era simplesmente um antigo escudeiro real, então alocado na corte de Joffrey sem qualquer objetivo maior. Os eventos, no entanto, logo perturbariam a existência relativamente pacífica de Tyrek e o empurrariam para uma tempestade de caos político - e ambição secreta.

Um Desaparecimento Estranho

Para acrescentar a todo o mistério que cerca seu desaparecimento, em A Fúria dos Reis, Tyrek é visto apenas uma vez:
Lorde Gyles tossia, enquanto o pobre primo Tyrek vestia sua capa de noivo de pele de esquilo e veludo. Desde seu casamento com a pequena Senhora Ermesande, três dias antes, os outros escudeiros tinham começado a chamá-lo de “Ama de Leite”, perguntando-lhe que tipo de cueiros sua noiva usara na noite de núpcias. (ACOK, Tyrion VI)
Longe de ser a noiva filha de um glamuroso cortesão que Tyrek esperava que sua posição de corte lhe desse - ou mesmo da donzela das Terras Ocidentais que ele poderia ter antecipado em circunstâncias normais - o "primo pobre" de Tyrion fora casado com Ermesande Hayford. Dinasticamente, a combinação foi agradável: a Casa Hayford era uma respeitável dinastia das Terras da Coroa, com pelo menos uma casa de cavaleiros juramentada. Sua atual dama, Ermesande, era a última de sua linhagem, o que significa que as terras e rendas de Hayford seriam graciosamente transferidas para os Lannisters.
Infelizmente para Tyrek, Ermesande também era um bebê. O novo lorde de Hayford teria que esperar até os vinte e poucos anos para contemplar a consumação de seu casamento. No entanto, se era pessoalmente humilhante ser casado com uma garota ainda não desmamada, Tyrek não tinha instância para reclamar. Ele, como todos os seus contatos Lannister, era um peão em um grande jogo de política dinástica e se casaria na forma que pudesse trazer maior vantagem à Casa Lannister.
Tyrek, no entanto, não viu sua noiva infantil amadurecer. Em 299 dC, Tyrion arranjou o casamento da prima de Tyrek, Myrcella, com o príncipe Trystane Martell, de Dorne. A corte fez um evento para acompanhar Myrcella até as docas para vê-la partir para Lançassolar, e Tyrek - como primo da princesa e também representante dos interesses de Lannister - juntou-se à família real, cortesãos, guardas reais e até o Alto Septão na procissão. Um homem na corte, no entanto, estava visivelmente ausente: o mestre dos sussurros, Varys.
A cidade estava em um clima nefasto. A Guerra dos Cinco Reis havia isolado a Capital dos tradicionais celeiros de Westeros. Com as Terras Fluviais em chamas e a Campinas firmemente apoiando de Renly Baratheon no ínico, Porto Real teve que confiar em Rosby e Stokeworth para trazer suprimentos, e as restrições resultaram em fome entre as classes mais pobres da cidade. O que o jovem rei Joffrey não possuía em charme e tato político, mais do que compensava em crueldade. Tyrion, sua Mão, foi responsabilizado pela má sorte após a morte de Robert, odiado por sua retaliação contra Janos Slynt e Pycelle e por seus seguidores mercenários e selvagens. Rumores sobre o incesto dos Lannister e a corrupção real em geral já haviam se espalhado pelas ruas; o ar saturado precisava apenas da faísca certa para explodir.
Quando explodiu, a fúria foi horrível de se ver. Sor Aron Santagar, o mestre de armas da Fortaleza Vermelha, foi espancado até a morte por quatro homens, enquanto Sor Preston Greenfield, da Guarda Real, foi retalhado e esfaqueado tão brutalmente que sua armadura branca ficou manchada de vermelho e marrom. O Alto Septão fora arrancado de sua liteira e despedaçado por membros da multidão, e a Senhora Lollys Stokeworth fora estuprada nas ruas por vários homens. Nove Mantos Dourado foram mortos pela multidão, enquanto mais 40 da Patrulha da Cidade foram feridos nos combates; o número de plebeus mortos não foi registrado, mas provavelmente foi muito maior.
Não foi registrado entre os mortos, porém, o jovem Tyrek Lannister. Presumivelmente, "Ama de Leite" estava na "longa comitiva de outros cortesãos" atrás da liteira do Alto Septão, formada no final da procissão real. Esse posicionamento explicaria por que foi Horas Redwyne, também naquele grupo, quem informou que Tyrek não havia retornado. Tyrion, assumindo o comando logo após o tumulto, ordenou a Jacelyn Bywater, seu novo Comandante da Patrulha da Cidade, que encontrasse seu primo desaparecido:
Tyrek continuava desaparecido, tal como a coroa de cristais do Alto Septão. Nove homens de manto dourado tinham sido mortos, e havia quarenta feridos. Ninguém se incomodara em contar quantos haviam morrido entre a multidão.
– Quero Tyrek, vivo ou morto – Tyrion disse secamente quando Bywater se calou. – Ele não passa de um garoto. Filho do meu falecido tio Tygett. O pai sempre foi bom para mim. (ACOK, Tyrion IX)
Com a confusão e o caos do tumulto, não surpreende que Tyrek Lannister tenha se perdido. Sua aparência óbvia de Lannister e sua associação com a família real pode ter tornado Tyrek um alvo fácil para os manifestantes. Se ele fosse tratado com tanta brutalidade quanto Sor Preston ou Sor Aron, seu corpo poderia nunca ter sido encontrado entre os muitos mortos.
No entanto, o que é insatisfatório nessa explicação simples é o foco que o desaparecimento de Tyrek é dado por vários livros, muito depois que os incêndios na Baixada das Pulgas foram extintos. Em três momentos distintos, Tyrek e o mistério de seu desaparecimento após o tumulto são expressamente mencionados, muito embora nenhum personagens presentes pareça ser capaz de determinar o destino do pobre escudeiro.
O primeiro momento ocorre durante A Tormenta de Espadas. Tyrion, tentando uma reunião com seu pai (a nova Mão), encontra Sor Addam Marbrand na escada. Um cavaleiro bastante talentoso e amigo de infância de Jaime Lannister, Addam havia sido nomeado o novo comandante da Patrulha da Cidade, mas sua primeira tarefa provou ser um fracasso:
– Você vem dos aposentos de meu pai? – perguntou.
– Venho. Temo não tê-lo deixado no melhor dos humores. Lorde Tywin acha que quatro mil e quatrocentos guardas são mais do que suficientes para encontrar um escudeiro perdido, mas seu primo Tyrek continua desaparecido.
Tyrek era filho do falecido tio Tygett, um rapaz de treze anos. Desaparecera no tumulto, não muito tempo depois de se casar com a Senhora Ermesande, um bebê de peito que calhava ser a última herdeira sobrevivente da Casa Hayford. E provavelmente a primeira noiva na história dos Sete Reinos a enviuvar antes de ser desmamada.
– Também não fui capaz de encontrá-lo – confessou Tyrion. (ASOS, Tyrion I)
Pode ou não ser verdade que Sor Addam enviou todos os quatro mil guardas da cidade à procura do jovem Tyrek, mas o tamanho de sua força-tarefa em potencial só fez com que o fracasso em encontrar essa relação Lannister fosse maior – e mais intrigante. Sor Addam é um comandante respeitado, mas ninguém na capital era capaz de revelar maiores informações sobre o paradeiro de Tyrek, ou mesmo mais detalhes sobre o que aconteceu com o escudeiro Lannister durante o tumulto - um fato tornado mais notável em face da autoridade emanada por Addam. Lorde Tywin Lannister manifestou sua intenção de encontrar seu sobrinho, porém nem mesmo a mágica de seu nome conseguiu extrair mais uma gota de informação daqueles que poderiam saber sobre Tyrek.
É verdade que, durante a rebelião de Robert, Jon Connington não conseguiu extrair informações do povo de Septo de Pedra: ele havia oferecido subornos e ameaçado com punições, mas as pessoas se recusavam a revelar onde Robert Baratheon estava escondido na cidade. No entanto, lorde Tywin tinha uma reputação muito mais pavorosa do que Lorde Jon.
]Tywin não tinha vergonha de anunciar sua brutal extinção dos Reynes e Tarbecks por seu desafio aos Lannisters; alguns dos portorrealenses podem até se lembrar do Saque no fim da rebelião de Robert, quando os homens de Tywin mataram crianças na rua e estupraram mulheres em suas casas. Se os portorrealenses mentissem agora e fossem flagrados na mentira mais tarde, a retribuição que Tywin traria sobre eles e seus vizinhos seria implacável.
Então, por que ninguém deu a menor dica sobre o que aconteceu com Tyrek? Não há rumor de que ele teria sido morto (embora Bronn considerasse essa como a opção mais provável); em vez disso, Tyrek parece ter simplesmente sumido.
Mais tarde, o próprio Tywin enfatizou seu desejo de encontrar o filho de seu irmão em uma reunião do pequeno conselho:
– Dragões e lulas-gigantes não me interessam, independentemente de quantas cabeças tenham – disse Lorde Tywin. – Seus informantes terão por acaso encontrado algum rastro do filho de meu irmão?
– Infelizmente, nosso bem-amado Tyrek desapareceu por completo, pobre e bravo rapaz. – Varys parecia perto de rebentar em lágrimas. (ASOS, Tyrion III)
Pode-se questionar por que Tywin procuraria informações de Varys. Se milhares de policiais não puderam extrair o paradeiro de Tyrek daqueles que testemunharam o caos do tumulto, a próxima fonte de informação era naturalmente Varys e sua extensa rede de espionagem. O mestre dos sussurros pode não ser tão onisciente quanto muitos acreditam que ele é, mas seu catálogo de informantes é vasto e suas habilidades na coleta de informações são bem afiadas e praticamente inigualáveis.
Os plebeus podem relutar em admitir a oficiais sob a autoridade de Lorde Tywin que viram Tyrek assassinado e seu corpo destruído ou despejado no Água Negra, mas declarações casuais feitas em ambientes mais informais podem ser facilmente captadas por um agente da Varys e entregues ao mestre de sussurros. Era assunto oficial da coroa desde imediatamente após o tumulto encontrar Tyrek Lannister; era, ostensivamente, a responsabilidade premente de Varys coletar qualquer informação sobre esse ponto.
No entanto, embora Varys ostensivamente não tenha recebido informações, sua conduta nessa cena deve ser analisada. Não foi a primeira vez que Varys exibiu teatralmente uma tristeza dramática diante de um Lannister. Em A Fúria dos Reis, Tyrion organizou a prisão de Janos Slynt e seu exílio na Muralha, muito embora Slynt tivesse se recusado a revelar quem o havia ordenado a perseguir os assassinatos do bebê Barra e sua mãe. Após a cena com Slynt, Tyrion teve a seguinte conversa com Varys:
– [...] Foi a minha irmã. Foi isso que o Ah... tão... leal Lorde Janos se recusou a dizer. Cersei enviou os homens de manto dourado àquele bordel.
Varys sufocou um riso nervoso. Então, ele sempre soubera.
– Não me havia contado essa parte – Tyrion disse, acusadoramente.
– A sua querida irmã – Varys respondeu, tão desgostoso que parecia perto das lágrimas. – É duro contar isso a um homem, senhor. Tive receio de como receberia a notícia. É capaz de me perdoar? (ACOK, Tyrion II)
Mais uma vez, Varys conhecia um segredo que a Mão Lannister não conhecia. Encurralado para revelar a verdade ou passar uma mentira plausível, Varys optou por lágrimas dramáticas para transmitir uma sensação de pesar real à situação em ambos os casos. Suas habilidades na pantomima não haviam desvanecido, apesar de seus anos fora da profissão: como um pantomimeiro perfeito, Varys estava utilizando uma distração em sua demonstração de tristeza para desviar as atenções do público das questões prementes reais apresentadas a ele.
O truque não funcionou em nenhum dos dois homens - Tyrion insistiu em maior transparência do mestre dos sussurros, e Tywin estava pronto para "expressar a sua óbvia insatisfação" antes de ser desviado por Kevan - mas o fato de Varys usar a mesma tática duas vezes, diante de público similar, pode sugerir que Varys está mais uma vez privando os Lannisters de um segredo e que ele sabe exatamente o que aconteceu com o jovem Tyrek.
A conversa de Marbrand com Tyrion, no entanto, não seria a última vez que o herdeiro de Cinzamarca comentaria o caso do desaparecimento de Tyrek. Ao partir da capital, Jaime Lannister levou seu amigo de infância consigo. Permanecendo como convidados em Hayford - o assento brevemente ocupado por Tyrek - Addam falou o seguinte sobre a situação:
– Eu mesmo liderei uma busca, por ordens de Lorde Tywin – interveio Addam Marbrand enquanto tirava as espinhas de seu peixe –, mas não descobri mais do que o Bywater antes de mim. O rapaz foi visto pela última vez a cavalo, quando a força da turba quebrou a formação de homens de manto dourado. Depois disso... Bem, sua montaria foi encontrada, mas o cavaleiro não. O mais provável é terem-no derrubado e matado. Mas, se foi assim, onde está o corpo? A multidão deixou os outros cadáveres no local, por que não o dele? (AFFC, Jaime III)
Addam Marbrand levanta um ponto importante. Os corpos de Santagar e Greenfield foram descobertos mais tarde - mutilados, quase a ponto de não serem reconhecidos, mas identificáveis ​​-, sendo que a multidão não faz nenhuma tentativa de descartar os dois, que eram obviamente funcionários da corte. Certamente, o castigo pelo assassinato de um Lannister, primo em primeiro grau do rei (assumindo que a multidão soubesse quem Tyrek era), seria terrível. No entanto, o assassinato alguém de nascimento nobre como Santagar, ou um cavaleiro da Guarda Real, provavelmente também levaria terríveis punições.
As multidões de tumultos estavam em um estado caótico, mais em busca de sangue do que em fazer cálculos frios sobre suas vítimas, e com Tyrek não teria sido diferente. Por que apenas o corpo de Tyrek seria descartado de maneira tão completa que não restava nenhum vestígio dele?
Lyle Crakehall, outro homem do oeste na companhia de Jaime, fez a seguinte observação:
– Ele teria sido mais valioso vivo – sugeriu Varrão Forte. – Qualquer Lannister traria um robusto resgate. (AFFC, Jaime III)
O pensamento, no entanto, foi rápida e efetivamente descartado por Marbrand:
– Sem dúvida – concordou Marbrand –, e no entanto nunca houve um pedido de resgate. O rapaz simplesmente desapareceu. (AFFC, Jaime III)
Mais uma vez, Marbrand foi direto ao cerne da questão. Bronn havia observado anteriormente a oferta de Varys de uma “bolsa gorda” pela devolução de Tyrek, e sem dúvida Marbrand também acreditava que o eunuco mestre de espionagem tornara pública a oferta. Havia muitas oportunidades para os portorrealenses ganharem dinheiro com o desaparecimento de Tyrek, mantendo-o como refém quando a revolta estourou ou, posteriormente, alegando conhecimento do destino de Tyrek (talvez colocando a culpa pelo assassinato em vizinhos detestados).
No entanto, não havia um pingo de informação que pudesse revelar o que aconteceu com o escudeiro Tyrek. Uma gorda bolsa Lannister raramente falhara em soltar línguas antes, mas mesmo assim os rumores do destino de Tyrek não puderam ser arrancados dos habitantes da Baixada das Pulgas.
No comentário de Marbrand, Jaime fez sua própria conclusão - que os portorrealenses, tendo matado Tyrek, jogaram seu corpo no rio por medo da ira de Tywin - mas isso é insatisfatório, mesmo para o próprio Jaime. Por um lado, Tywin não estava na capital na época do tumulto e não retornaria até a Batalha do Água Negra. Na verdade, os portorrealenses poderiam temer o retorno de Lorde Lannister, mas o corpo de Tyrek teria que ser destruído durante o tumulto (uma vez que Tyrion enviou uma equipe de busca para ele logo ao retornar à Fortaleza Vermelha), fazendo do medo de Tywin uma motivação improvável.
Aprofundando-se na questão, Jaime avaliou o que Tyrek poderia representar:
Mas, mais tarde, sozinho no quarto de torre que lhe fora oferecido para a noite, Jaime deu por si com dúvidas. Tyrek servira o Rei Robert como escudeiro, ao lado de Lancel. O conhecimento podia ser mais valioso do que o ouro, mais mortífero do que um punhal. Foi em Varys que pensou então, sorrindo e cheirando a lavanda. O eunuco tinha agentes e informantes por toda a cidade. Seria coisa simples arranjar as coisas de forma que Tyrek fosse capturado durante a confusão... desde que soubesse de antemão que era provável que a turba entrasse em tumulto. E Varys sabia de tudo, ou pelo menos era isso que gostava de nos fazer acreditar. Mas não deu nenhum aviso a Cersei sobre esse tumulto. Nem desceu aos navios para se despedir de Myrcella. (AFFC, Jaime III)
Pode parecer óbvio demais que o destino de Tyrek nos seja transmitido através dos pensamentos internos de Jaime. Jaime certamente tem todos os fatos sobre o Tyrek aqui, mas o importante a se notar é que Jaime falha em juntar as peças. Ele sabe que Tyrek era um escudeiro, sabe que Lancel também era escudeiro, sabe que Lancel efetuou o plano de assassinato de Cersei, sabe que Varys poderia ter arrebatado Tyrek - mas depois para de pensar no assunto.
O monólogo interno de Jaime pode ser comparado à chance de Arya ouvir a trama entre Varys e Illyrio nos porões da Fortaleza Vermelha em A Guerra dos Tronos. De certa forma, é muito coincidente e direto - os leitores conseguem obter um ponto de vista dos dois conspiradores astutos discutindo abertamente seus planos acerca dos Targaryens exilados - mas porque Arya é apenas uma criança, não uma ladina, seu relatório da conversa é confusa e gentilmente descartada por Eddard. Jaime pode adivinhar que Tyrek pode ser útil, mas o modo como Varys poderia usá-lo está além do desejo ou habilidade analíticos de Jaime.
A evidência não resulta em uma conclusão simples. Todos os membros desaparecidos da comitiva real haviam sido devolvidos à Fortaleza Vermelha ou tiveram seus corpos encontrados - exceto Tyrek. Uma busca realizada após o tumulto não conseguiu encontrar mais do que o palafrém de Tyrek. Uma enorme força-tarefa da Patrulha da Cidade não fez nada para dissipar o mistério em torno do desaparecimento do garoto. Varys, o especialista em espionagem, parece ter deliberadamente ocultado informações que recebeu sobre Tyrek. Para onde o garoto poderia ter ido?
Pode ser que Tyrek não tenha sido assassinado nas ruas da Baixada das Pulgas – mas que ele esteja, de fato, vivo e escondido, sob os cuidados de Varys.

O Leão na teia da Aranha

O fato de Varys ter usado o motim em Porto Real para seqüestrar o jovem Tyrek parece uma conclusão possível, até mesmo provável. É improvável que Varys tenha planejado todo o tumulto em Porto Real - as pessoas estavam com fome e raiva o suficiente para não necessitarem de preparação -, mas uma instigação sutil poderia levar os portorrealenses a se aglomerarem nos pontos desejados, dentro dos quais Varys ou seu agente na multidão poderiam arrebatar Tyrek e o colocar sob custódia da Aranha.
Se ele era de fato o mentor por trás do tumulto, Varys havia improvisado uma hábil pantomima. A mulher com a criança morta que interrompeu a procissão real fora colocada na curva de uma rua morro acima; a comitiva real não apenas se moveria devagar, mas o fim da comitiva ficaria fora de vista. É provável que a mulher e o homem que jogaram sujeira em Joffrey tenham sido plantados, colocada em posição de detonar o conhecido pavio curto de Joffrey.
A mulher que se encaixa no gosto de Varys pelo teatral; e o atirador de estrume também parece obra dele, uma vez que a sujeira foi jogada de cima de um telhado. Previsivelmente, Joffrey enviou seu "cão" para a multidão para mutilar as pessoas obedientemente e assim, como era de se eseperar, a multidão de pessoas famintas e espumando tomou a brutalidade de Sandor Clegane como incentivo para retaliar. Plantando cuidadosamente seus agentes, Varys poderia garantir que o tumulto começasse na frente do desfile real, permitindo que o rei de repente corresse perigo a fim de distrair o sequestro de Tyrek na parte de trás da procissão e antes da curva do Caminho Lamacento.
O que Varys iria querer com Tyrek? Primeiro, Tyrek tem uma forte direito de sangue a Rochedo Casterly. Embora esteja agora distante do lugar em que nasceu, Tyrek saltou algumas posições desde então. Lorde Tywin está morto, Jaime inelegível por conta de seu manto branco e Tyrion, um regicida condenado e um traidor, está há dois continentes de distância de seu assento ancestral. Cersei, a Dama de Casterly Rock, está esperando para ser julgada por incesto, adultério e regicídio; ela provavelmente terá sucesso no julgamento, mas seu domínio sobre a coroa permanece tênue. Depois de Cersei e seus filhos viria Kevan Lannister, mas Sor Kevan foi recentemente assassinado - por ninguém menos que o próprio Varys. O filho de Kevan, Lancel, se tornou religioso após a Batalha do Água Negra, renunciou ao assento em Darry para se juntar aos Filhos do Guerreiro, ao passo que Willem foi assassinado por Rickard Karstark; seu irmão gêmeo Martyn e o pequeno Janei permanecem vivos, embora o paradeiro deles seja desconhecido. O próximo reclamante seria o próprio Tyrek.
Varys precisa de um herdeiro Lannister, para estabelecer uma nova ordem política em Westeros. Por quase duas décadas, Varys e Illyrio criaram o jovem Aegon como o príncipe ideal, futuro Senhor dos Sete Reinos, um salvador glorioso para resgatar o reino do caos. A invasão estrangeira, no entanto, pode ser apenas uma parte dessa nova conquista de Aegon: qualquer conquistador bem-sucedido (especialmente um sem dragões) exige o apoio da nobreza local para não apenas derrotar seus inimigos, mas estabelecer um regime viável para o futuro.
Dorne parece preparado para apoiar o principezinho “Targaryen”: posando como filho de Elia Martell, Aegon parece pronto para incitar muitos dorneses, já inquietos, a agir contra a odiada dinastia Lannister. O próximo e ousado investimento de Aegon em Porto Real garantirá sua posição como conquistador das Terras da Tempestade, e pelo menos dois poderosos senhores da Cmapina - e um número incerto de "amigos" - parecem prontos para se juntar à sua causa.
Para o resto dos Sete Reinos, no entanto, Varys precisará formular um plano de ataque diplomático. Tyrek, um Lannister do Rochedo, um legítimo Lorde leão (assim que algumas peças forem arrancadas do tabuleiro), pode servir como um fantoche útil para ganhar as Terras Ocidentais para o futuro Aegon VI.
É claro que, para sentar o jovem Aegon no Trono dos Reis Dragão, Varys precisa derrubar o rei-criança Tommen (e se desfazer da princesa Myrcella). A hoste que o príncipe de Varys estava liderando nas Terras da Tempestade será um forte punho de aço para defender seu ponto de vista, mas Varys também precisa da luva de seda de embasamento legal para arrancar a coroa de Tommen de seus cachos dourados.
A tática mais óbvia (e verdadeira) seria provar que Tommen e Myrcella eram bastardos nascidos do incesto, sem qualquer pretensão ao Trono de Ferro, assim como qualquer outro westerosi. Sua bastardia já era um boato comum em todo o reino, graças a Stannis, mas para encerrar a discussão, Varys precisava de alguém que pudesse oferecer provas.
Tyrek esteve com o rei, possivelmente o acompanhou a bordéis e viu seus bastardos de cabelos pretos como Barra. Além disso, Tyrek poderia testemunhar o papel que Lancel desempenhou ao provocar a morte de Robert, minando ainda mais a posição de Cersei. Cuidadosamente treinado por Varys, Tyrek poderia prestar testemunho que arrebataria a herança de seus primos, abrindo caminho para Aegon restabelecer a dinastia Targaryen.
Então, uma vez que Tommen e Myrcella fossem denunciados como bastardos, Tyrek permanece como a escolha ideal para ser nomeado Senhor de Casterly Rock por seu agradecido novo rei Aegon VI (Martyn e Janei apresentariam um desafio dinástico, mas considerando que Varys não tinha escrúpulos em assassinar o pai deles [Kevan], parece improvável que ele permita que esses pretendentes rivais também vivam). Desconectado dos escândalos dos Lannister em Porto Real, Tyrek é um candidato atraente para governar o oeste e se tornar parte da nova ordem westerosi de Aegon.

Conclusão

Em 1999, George RR Martin ofereceu esta breve e tentadora opinião sobre Tyrek Lannister:
RMBoye: Pergunta simples, de verdade - será que vamos descobrir o que aconteceu com o "Ama de Leite", Tyrek?
George_RR_Martin: Sim, você vai. Tento não deixar muitas pontas soltas. Mas às vezes é preciso aguardar.
Talvez os comentários dele devam ser feitos com mais do que um grão de sal; afinal, na mesma entrevista, ele insistiu que o crescimento dos livros pararia no sexto. Talvez já tenhamos visto Tyrek, no jovem bonito, com a bolsa de dragões de ouro, que Arya nota ter morrido na Casa de Preto e Branco. Talvez a Navalha de Occam esteja correta aqui: que Tyrek foi morto no tumulto sangrento e que os manifestantes jogaram seu corpo no rio para evitar o castigo severo que os Lannisters e a coroa provavelmente lhes causariam.
No entanto, o assassinato por um plebeu desconhecido, ou uma morte inexplicável na catedral de um culto de assassinos, parece uma revelação ruim para a qual o autor precisaria aconselhar termos paciência. De fato, parece mais provável que Tyrek esteja de fato vivo e que Varys tenha os meios, motivos e oportunidades para arrancá-lo da capital e segurá-lo para seus próprios usos.
Somente Os Ventos do Inverno servirá para mostrar se Tyrek retornará com o suposto Aegon VI e ocupará seu lugar em Rochedo Casterly. No entanto, o mistério absoluto em torno do desaparecimento de Tyrek continua alimentando especulações, e os leitores podem tentar prever como é que esse escudeiro de menor importância dos Lannister retornará à narrativa de modo grandioso.
submitted by altovaliriano to Valiria [link] [comments]


2019.12.07 19:01 fps3000 Que dizer dessa visão de mundo, gente?

"(...) E o Brasil só tem três riquezas: a cultura, através da música, do cinema, da literatura, das artes, e eles estão destruindo, porque consideram nefasta a cultura brasileira. Eles olham a cultura brasileira como algo ruim; o nosso petróleo, que eles estão destruindo também; e a terceira riqueza é a natureza, a Amazônia que eles estão destruindo também.
Então o país está vivendo um ataque às três riquezas que a gente tem. Isso não vai acontecer, não vai passar. Nós vamos resistir, eu não tenho medo de nada. Nem ando com gente que tem medo mais. Meus amigos que ficam: “Ah, estou com medo”. Eu falo: “Então não anda comigo”. Até porque eu não preciso ter medo, porque eu sou homem, branco, hétero, rico… quem tem que ter medo são os gays, as mulheres, os negros. Eu realmente não queria ser mulher agora, eu não queria ter 20 anos agora. Mas não é hora de ter medo, sabe? É hora de ser forte e inclusive celebrar, amar, não se deixar paralisar porque a ferramenta deles é o medo. E a nossa é o amor. "
em https://cenapop.uol.com.b2019/12/06/197564-ccxp-2019-so-os-cartunistas-sao-felizes-neste-pais-hoje-diz-andre-dahmer-em-entrevista-exclusiva/
submitted by fps3000 to brasilivre [link] [comments]


2019.11.20 02:02 camillohenrique O Manual secreto da Sugar Baby ​

O Manual secreto da Sugar Baby ​

Lançamento exclusivo. O único curso online sobre Sugar Baby do Brasil:

O Manual secreto da Sugar Baby ​
O Manual secreto da Sugar Baby – Como conquistar um homem rico ou Sugar Daddy é um curso completo online com muitas informações para sugar babies sobre onde conhecer homens ricos, como se portar e todos os cuidados nos relacionamentos sugar online online.
É o único curso sobre o tema no Brasil
São 12 módulos com 85 páginas.
A experiência de 4 anos no mundo sugar organizado em um super curso prático, completo e essencial para todas as garotas que querem ser uma sugar baby de sucesso planejamento e segurança.
Se você sempre teve a curiosidade de saber o que é uma sugar baby ou se quer ser uma e conhecer homens ricos para te mimar, namorar, bancar seus projetos, investimentos ou até mesmo casar. Este curso vai te ajudar e dar base com muitas informações importantes.
É um curso completo sobre a sugar baby dentro do mundo de relacionamento sugar, o único curso sobre o tema no Brasil.

Curso completo para você que quer ser uma sugar baby de sucesso!

O que você vai aprender?

O melhor e único conteúdo para gatrotas que querem conseguir ter sucesso com homens ricos.

Introdução

  • O que é o relacionamento sugar
  • O que é uma sugar babby
  • O que é um sugar daddy
  • Da pobreza para riqueza - A história de uma Sugar Baby

Módulo 1

  • Você poderia ser uma Sugar Baby?
  • Tudo sobre Sugar Baby
  • Uma história sobre Sugar Babies ao longo da história
  • A Sugar Baby moderna e o Relacionamento Sugar hoje em dia
  • Por que ser uma Sugar Baby?
  • ​O que você pode conseguir se for uma Sugar Baby?
  • Por que não ser uma Sugar Baby?
  • etc...

Módulo 2

  • Tornando-se uma Sugar Baby
  • Criando um Personagem, seu avatar
  • Criando seu perfil
  • Como ser uma Sugar Baby bem sucedida
  • A arma secreta da Sugar Baby
  • etc..

Módulo 3

  • Estágios de Vida de uma Sugar Baby
  • Sugar Baby Quando você tem + de 18
  • Sugar Baby em seus 20 anos
  • Sugar Baby em seus 30 anos
  • Sugar Baby em seus 40 anos ... e além
  • Uma nota especial para sugar babies mais velhas
  • etc..

Módulo 4

  • Sugar Daddies
  • Os 3 principais tipos de Sugar Daddies
  • Sugar Daddy Tipo # 1:
  • Sugar Daddy Tipo # 2:
  • Sugar Daddy Tipo # 3:
  • Homens casados no relacionamento sugar
  • Por que os homens casados pensam em ter uma Sugar Baby
  • Homens divorciados no relacionamento sugar
  • Porque um homem se torna Sugar Daddy?
  • O que os Sugar Daddies tem para oferecer!
  • etc...

Módulo 5

  • Como encontrar um Sugar Daddy em pessoa
  • Onde encontrar homens bem de vida financeiramente
  • Como se aproximar de um Sugar Daddy
  • etc...

Módulo 6

  • Como encontrar um Sugar Daddy on-line
  • Encontrando Sugar Daddies Online
  • Telefonemas
  • Seu primeiro encontro
  • Quando o Sugar Daddy não te dá o dados de contato
  • etc...

Módulo 7

  • Dinheiro e a Sugar Baby
  • Como Pedir Dinheiro para o Sugar Daddy
  • Não peça nada e você receberá nada!
  • Sugar Daddies que só dão presentes
  • Como conseguir um aumento
  • Como conseguir dinheiro para investimento
  • Quando seu Sugar Daddy diz não
  • Quando seu Sugar Daddy quer fazer verificação de despesas
  • etc...

Módulo 8

  • A Segurança da Sugar Baby
  • Sua segurança pessoal
  • Mantendo sua privacidade
  • Sua primeira vez juntos
  • etc...

Módulo 9

  • Mantendo seu relacionamento sugar
  • A regra número 1 de ser uma Sugar Baby
  • Mantendo-o estimulado e não da maneira que você pensa!
  • Mantendo-o estimulado e não da maneira que você pensa!
  • As belas artes da conversação
  • Sua aparência
  • Viajando Com Seu Sugar Daddy
  • Mantendo seu poder dinâmico
  • etc...

Módulo 10

  • Exclusividade?
  • Exclusividade com seu Sugar Daddy?
  • Como ter Vários Sugar Daddies
  • Viver na mesma cidade que o seu´s Sugar Daddy´s?
  • Casando com seu Sugar Daddy, sua segurança jurídica

Módulo 11

  • Problemas da Sugar Baby
  • Quando seu Sugar Daddy é egoísta, narcisista ou exigente
  • No armário - A sugar baby deve deveria sair ou não do armario?
  • Evitando o Stress
  • O Imposto de renda
  • etc...

Módulo 12

  • Como sair do negócio de Sugar Baby no tempo certo
  • Você não está ficando mais jovem
  • Quanto é o suficiente $$$ ?
  • Fazendo um plano de saída do relacionamento sugar
  • Abandonando seu Sugar Daddy
  • Quando seu sugar daddy te abandona
  • etc...

Conclusão

  • Agora que você terminou este curso, você deve ter uma boa visão do que significa ser uma Sugar Baby
  • etc...

Perguntas frequentes

  • Posso ser uma Sugar Baby se for gorda?
  • Eu preciso de implantes?
  • Preciso me depilar?
  • Eu posso ter uma Sugar Baby tiver tatuagens e piercings?
  • Eu preciso me bronzear?
  • E se eu estiver criando um perfil on-line e tiver tatuagens, piercings ou marcas de nascença grandes, como posso evitar ser reconhecida por familiares ou amigos fora do mundo sugar?
  • Quão reveladoras devem ser as fotos no meu perfil online?
  • E se ele está tendo mais de uma Sugar Baby de cada vez?
  • E se meu Daddy parou de me dar dinheiro, mas ainda insiste em se encontrar comigo?
  • https://manualsecretodasugarbaby.com/
submitted by camillohenrique to u/camillohenrique [link] [comments]


2019.11.05 16:29 ikappion Namorada x Amigo

Estou dividindo o aluguel de uma casa com um amigo de infância, que fica perto de nossas faculdades, e minha namorada está morando com a gente.
O motivo dela estar morando com a gente é pq o pai(rico)dela a abandonou assim que nasceu, e não paga pensão desde então, mas em 2017 ela entrou com um processo na justiça para conseguir o dinheiro, mas como vcs devem saber, a justiça no Brasil é lenta, muito lenta, então enquanto o processo não sai, ela está morando comigo e meu amigo.
Obs: ela conseguiu passar no ProUni, numa ótima faculdade e cursa BioMedicina.
Obs: ela já está com a gente faz uns 2 meses
Ela ajuda com tudo, praticamente faz o almoço todo dia para a gente, está sempre ajudando com a casa, e tudo por iniciativa própria. Já que não paga as contas, ela consegue pagar a internet, com a grana que está recebendo da pensão alimentícia temporária (uns 300 reais).
PORÉM, o meu amigo tem sido cuzao com ela... dando a entender que já que ela está morando de favor aqui, ele não precisa fazer nada, tratando ela praticamente como uma empregada doméstica, então basicamente ela faz muita coisa na casa, e eu ajudo ela com oq eu posso, e ele não faz nada. Literalmente lava a própria louça e pronto.
E agr, recentemente, o pai dele enviou uma mensagem para o meu pai reclamando da presença da minha namorada na casa, pedindo um prazo para a gente, para quando ela deve ir embora.
Obs: ele foi bem infantil, a gente tem 20 anos e é amigo a muito tempo.
Tem que se levar em consideração que o tempo que ela ficou aqui, o clima não estava muito bom entre eles dois, eu não sei pq, mas não era bom. Ele não se sentia confortável de estar no msm cômodo que ela, consequentemente ela não se sentia bem vinda...
Voltando para a mensagem enviada pelo pai dele, ficou "decidido", que ela poderia ficar aqui até janeiro, e hoje estamos em novembro.
A situação dela é a seguinte: Ela recebe 300 reais por mês, e precisa ir a faculdade para não perder o ProUni, a casa da mãe dela fica em outra cidade e a passagem de ida e volta custa 70 reais e é uma viagem cansativa de 3h e as vezes 4h. Então ela precisa alugar alguma coisa aqui na cidade (RJ) e com o apoio da mãe dela, tio e avó ela conseguiu 600 reais por mês. Então ela precisa alugar uma casa, pagar as contas, fazer compras com 600 reais por mês. Consequentemente ela vai precisar morar numa comunidade...
Obs: ela sofre de depressão e ansiedade. E é uma mulher, com problemas relacionados pelo fato dela ser mulher. Assédio etc.
Isso tudo pq meu amigo expulsou ela de casa, e não pode esperar o processo sair.
Então nesse tempo, de novembro a janeiro, minha namorada decidiu que não ajudaria mais em nada, nós iríamos fazer nosso almoço, lavar a nossa louça e pronto, ele que se vire. Para ele aprender como é difícil ter responsabilidade. Eu super apoio a decisão dela.
O problema é que eu ainda moro na casa, então ainda preciso arrumar, varrer as coisas etc. e meu amigo raramente ajuda... Já reclamei com ele, e estou esperando uma mudança, mas ainda nada. O ódio da minha namorada pelo meu amigo é tão grande, que nem me ajudar com coisas pequenas ela me ajuda. Ou seja, no final da história eu to só me fodendo, fazendo praticamente tudo sozinho e no meio de um fogo cruzado entre um amigo e uma namorada. A questão é, o ódio dela é maior do que o amor dela por mim? O ódio dela impede ela de me ajudar? Msm que ela veja que eu só estou me fodendo? O meu amigo, não ajudando em nada e nem percebendo que a casa está bagunçado e suja msm assim não faz nada, como se ainda estivesse morando com os pais(mimado). Ele ainda merece minha amizade?
submitted by ikappion to desabafos [link] [comments]


2019.07.24 11:57 arretadodapeste O mercado eficiente e o meu sobrinho

Ontem meu sobrinho me ligou, achei estranho, porque ele só liga quando está metido em confusão. Sai do escritório e atendi no corredor, ele diz:
Pego de surpresa não entendi bem o que ele quis dizer, aí ele completou:
Expliquei pra ele que depende do banco dele, de quanto ele paga por TED e da periodicidade que ele pretende mandar dinheiro para a Rico. Aí completei com: mas você quer investir no que?
Mas por que você quer investir no Banco Inter? Perguntei eu surpreso, já que ele NUNCA fez nenhum investimento antes na vida.
Comecei uma lenta e longa explicação sobre renda variável, sobre o momento do Banco Inter, sobre volatilidade, sobre os critérios que ele precisa estudar antes de investir, tentei dizer para ele comprar bem pouco, só para ir pegando o jeito e o gosto pela coisa, porém depois da terceira frase ele disse:
Não sei quanto ele tem de patrimônio, mas posso garantir que 10k deve ser quase metade.
Ainda vou tentar falar com ele de novo, mas conhecendo a figura desde que nasceu, sei que só vai aprender quando vender esses 10k por 5k.
submitted by arretadodapeste to investimentos [link] [comments]


2019.07.20 23:34 Natanians Nordeste Independente - Sentimento

Nordeste Independente - Sentimento
Compartilhando o sentimento.

Nordeste Independente

Elba Ramalho

Já que existe no sul esse conceito Que o nordeste é ruim, seco e ingrato Já que existe a separação de fato É preciso torná-la de direito
Quando um dia qualquer isso for feito Todos dois vão lucrar imensamente Começando uma vida diferente De que a gente até hoje tem vivido Imagina o Brasil ser dividido E o nordeste ficar independente
Dividindo a partir de Salvador O nordeste seria outro país Vigoroso, leal, rico e feliz Sem dever a ninguém no exterior
Jangadeiro seria o senador O cassaco de roça era o suplente Cantador de viola, o presidente O vaqueiro era o líder do partido Imagina o Brasil ser dividido E o nordeste ficar independente
Em Recife, o distrito industrial O idioma ia ser nordestinense A bandeira de renda cearense "Asa Branca" era o hino nacional
O folheto era o símbolo oficial A moeda, o tostão de antigamente Conselheiro seria o inconfidente Lampião, o herói inesquecido Imagina o Brasil ser dividido E o nordeste ficar independente
O Brasil ia ter de importar Do nordeste algodão, cana, caju Carnaúba, laranja, babaçu Abacaxi e o sal de cozinhar
O arroz, o agave do lugar O petróleo, a cebola, o aguardente O nordeste é auto-suficiente O seu lucro seria garantido Imagina o Brasil ser dividido E o nordeste ficar independente
Se isso aí se tornar realidade E alguém do Brasil nos visitar Nesse nosso país vai encontrar Confiança, respeito e amizade
Tem o pão repartido na metade Temo prato na mesa, a cama quente Brasileiro será irmão da gente Vai pra lá que será bem recebido Imagina o Brasil ser dividido E o nordeste ficar independente
Eu não quero, com isso, que vocês Imaginem que eu tento ser grosseiro Pois se lembrem que o povo brasileiro É amigo do povo português
Se um dia a separação se fez Todos os dois se respeitam no presente Se isso aí já deu certo antigamente Nesse exemplo concreto e conhecido Imagina o Brasil ser dividido E o nordeste ficar independente
Povo do meu Brasil Políticos brasileiros Não pensem que vocês nos enganam Porque nosso povo não é besta
https://www.letras.mus.belba-ramalho/250731/
https://www.youtube.com/watch?v=mOpSBFq_V70
https://revolutionnow.com.bwp-content/uploads/2019/05/Cyberpunk-no-Sert%C3%A3o-Nordestino-1-724x1024.jpg
https://preview.redd.it/z3oi2u3l5jb31.png?width=724&format=png&auto=webp&s=3a727e6821a8cdbe59612edb14a7f940408f232c
submitted by Natanians to brasil [link] [comments]


Paixão de Um Homem - Milionário & José Rico - YouTube Fala comigo - Comunidade de Nilópolis Os Mutantes - Preciso Urgentemente Encontrar Um Amigo ... Louvores antigos -vol.2 - Eu preciso de ti, o amigo fiel, o amor é um bem maior João Mineiro & Marciano - Eu Preciso De Um Amigo 09 Eu Preciso De Um Amigo João Mineiro & Marciano - YouTube Eu preciso de um amigo(meme Gacha life) - YouTube Eu Preciso De Um Amigo João Mineiro & Marciano = Eu Preciso De Um Amigo

Eu Preciso de um Amigo - João Mineiro e Marciano (letra de ...

  1. Paixão de Um Homem - Milionário & José Rico - YouTube
  2. Fala comigo - Comunidade de Nilópolis
  3. Os Mutantes - Preciso Urgentemente Encontrar Um Amigo ...
  4. Louvores antigos -vol.2 - Eu preciso de ti, o amigo fiel, o amor é um bem maior
  5. João Mineiro & Marciano - Eu Preciso De Um Amigo
  6. 09 Eu Preciso De Um Amigo João Mineiro & Marciano - YouTube
  7. Eu preciso de um amigo(meme Gacha life) - YouTube
  8. Eu Preciso De Um Amigo
  9. João Mineiro & Marciano = Eu Preciso De Um Amigo

50+ videos Play all Mix - João Mineiro & Marciano = Eu Preciso De Um Amigo YouTube João Mineiro e Marciano com Moacyr Franco Se eu não puder te esquecer Clube do Bolinha - Duration: 4:31 ... 50+ videos Play all Mix - João Mineiro & Marciano - Eu Preciso De Um Amigo YouTube Eu Preciso De Um Amigo - Duration: 3:06. João Mineiro & Marciano - Topic 3,297 views Enjoy the videos and music you love, upload original content, and share it all with friends, family, and the world on YouTube. é o meu primeiro vídeo Desculpa se ficou uma bosta🍒 Eu preciso de um amigo Pra me ajudar no meu caminhar Não, eu não quero errar E nem te entristecer, Quero viver aquilo Que tu tens para mim, Senhor sem tirar, nem por Fala Comigo. Milionário e José Rico cantando a música Paixão de Um Homem. Paixão de Um Homem Milionário e José Rico Amigo, por favor leve esta carta E entregue àquela ing... Louvores antigos - vol.2 - Eu preciso de ti, o amigo fiel, o amor é um bem maior CONTATOS PR. LUCIANO SANTIAGO www.lucianosantiago.com.br (83)99635-9113 WhatsApp ... Provided to YouTube by Universal Music Group Eu Preciso De Um Amigo · João Mineiro & Marciano Especial ℗ 1989 EMI Records Brasil Ltda Released on: 1990-01-01 Producer: Juvenal De Oliveira ... A DIVINA COMÉDIA OU ANDO MEIO DESLIGADO (Polydor, 1970) - Produção: Arnaldo Sacomani